O que é um Business Partner? Entenda a função e o que significa

business partner introducao

O Business Partner está cada vez mais ganhando espaço entre os profissionais de Recursos Humanos. As principais funções deste cargo são: trabalhar como um consultor da alta gestão da empresa, a ajudando na tomada de decisões; e atuar como um elo entre equipes de áreas diferentes, garantindo um melhor clima para o desenvolvimento das tarefas.

Você sabe o que é um business partner, e porque muitas empresas estão se beneficiando com a contratação desse profissional?

Todos sabemos que nenhuma empresa é capaz de funcionar sem um bom grupo de pessoas trabalhando juntas para que consigam alcançar os objetivos desejados. E o departamento de Recursos Humanos é o grande responsável por garantir isso com métodos que proporcionem um bom relacionamento entre a contratante e seus funcionários.

Ter uma boa gestão de RH é fundamental para que seu negócio tenha sucesso, já que ela é responsável não só por garantir esse bom relacionamento entre as partes, mas também para manter o desempenho da sua empresa no mercado e para sua produtividade.

Hoje, um RH bem gerido possui uma série de componentes, como recrutamento, política de pessoas e pagamentos. E é aqui que se encontra o business partner, um novo tipo de profissional que apareceu pela primeira vez no mercado de trabalho há cerca de 30 anos.

O surgimento deste profissional representa um novo modelo na gestão de RH, principalmente porque com ele, o setor trabalha de forma mais dinâmica, e vai além das meras questões burocráticas pelas quais o departamento é mais conhecido.

Agora, apesar de muitas organizações já terem este tipo de colaborador dentro do departamento de Recursos Humanos, muitas pessoas nunca ouviram falar sobre esse cargo e, consequentemente, não sabem as funções que ele desempenha.

Como a demanda por este tipo de profissional tem crescido cada vez mais, é extremamente importante saber porque tantas empresas estão investindo nesse cargo, quais são os benefícios que ele traz e as características que esse colaborador deve ter.

E você encontrará essas e muitas outras respostas neste texto! Preste atenção em tudo o que eu vou dizer, afinal, você não vai perder a chance de saber como as funções exercidas pelo RH de sua empresa podem ser aprimoradas e receber uma série de vantagens, não é mesmo?

Eu tenho certeza que não! Confira abaixo o que será discutido, para que possamos começar logo!

Para começar, eu quero te contar uma história bem interessante sobre o surgimento deste termo.

O que significa a palavra business partner?

Antes de te explicar as funções do business partner, eu preciso voltar um pouco no tempo, mais especificamente na década de 80.

Naquela época, o guru de Gestão Estratégica de Pessoas, David Ulrich, apresentou o termo business partner pela primeira vez em seu livro Os Campeões de Recursos Humanos.

Para o autor, sua obra tinha o objetivo de apresentar um novo cargo no qual o funcionário seria responsável por unir o trabalho do RH ao do setor de negócios e envolvê-lo, de maneira mais estratégica, nas decisões das empresas. 

Como até aquele momento, cada setor da empresa trabalhava de forma praticamente independente, sem entender a importância da ligação entre todas as áreas para um melhor desempenho nas atividades, a criação do business partner foi essencial para que esse cenário mudasse.

A tradução desse termo em inglês, que pode ser entendido como “parceiro de negócio”, deixa claro o que David queria: um profissional que aproximasse a área de negócios de uma organização com o departamento de RH.

Por isso, podemos resumir que um business partner deve ser capaz de compreender tantos os processos de gestão de pessoas como os de cunho empresarial, ou seja, tudo aquilo que envolve todas as operações da empresa.

Agora eu te pergunto: você sabe as tarefas que esse profissional deve desempenhar e o perfil que ele deve ter para alcançar os objetivos propostos pela primeira vez há quase 30 anos por David Ulrich?

O que é business partner?

business partner o que e

Bom, como esse termo é relativamente novo no mercado de trabalho, muitas empresas podem ter dificuldades em estabelecer as atividades que serão desempenhadas por esse profissional.

E o principal cuidado que você deve ter é aqui, pois vou deixar uma coisa bem clara: o BP não deve assumir a chefia de RH, e nem a de gestão de pessoas! Devemos pensar nele como uma pessoa que será responsável por coordenar as atividades dos diferentes setores da organização, para que haja uma harmonia entre todos e para que os objetivos desejados fiquem claros.

Como ele é um profissional mais generalista, existem algumas atribuições que ele deve ter. A primeira delas é que ele tenha uma boa formação administrativa e saiba gerir pessoas. De forma geral, suas responsabilidades incluem:

  • Definir estratégias, alinhando os objetivos do RH e analisar a melhor forma de conquistá-los com os gestores e colaboradores;
  • Ser capaz de perceber falhas em qualquer processo da empresa, informar o gestor do problema e organizar treinamentos ou cursos capazes para solucionar a situação;
  • Saber mediar conflitos, equilibrando as necessidades e expectativas dos funcionários com as da contratante;
  • E, o mais importante, saber prever problemas com base na análise do presente. O BP precisa entender profundamente o negócio da empresa na qual atua e estar sempre em contato com os funcionários. Só assim ele pode perceber pequenos problemas e indicar a necessidade de mudanças.

Podemos dizer, de forma resumida, que o business partner é responsável pela união dessas áreas, por ajudar o RH em processos seletivos, e principalmente, atuar como um conselheiro dos gestores, fortalecendo seus papéis e os ajudando na tomada de decisões, tudo para que haja um melhor clima organizacional e para a geração de relatórios mais eficientes.

Se você ainda não entendeu os benefícios que sua empresa pode ter com a contratação deste profissional, calma que vou te explicar!

Um dos problemas mais comuns de ser visto na maioria dos departamentos de RH  e que impedem a conquista de objetivos é uma falta de visão de seu negócio, o que impede o desenvolvimento de ações para suprir essas necessidades.

Nesse cenário, o BP é fundamental para que haja essa melhor visão e compreensão da empresa, tornando toda sua administração mais estratégica. E tudo isso é feito a partir de bons planos, análise de demandas, um bom processo seletivo, programas para melhorar a motivação dos funcionários, dentre muitos outros.

Mas afinal, qual o perfil que um business partner deve ter para que ele consiga ter um bom desempenho dessas funções?

Qual o perfil do profissional de business partner?

business partner perfil

Não é todo mundo que consegue desempenhar as funções do business partner da melhor forma possível.

Como esse profissional é responsável principalmente por buscar opções estratégicas para melhorar os processos da empresa, e trabalhar como um elo entre os diversos setores da organização, esse colaborador precisa ter um perfil muito bem definido para que essas metas sejam alcançadas.

Primeiramente, o BP deve ser uma pessoa muito flexível. Isso é muito importante para que ele consiga interagir com todos os departamentos e com pessoas personalidades diferentes, o que é fundamental para que ele entenda como cada área funciona e possa ajudar o negócio a crescer. 

Mas nada disso é possível sem ter uma boa leitura de todos os dados e métricas da organização. O BP precisa saber ler e interpretar essas informações para que consiga transformá-los em seus projetos.

Além disso, é imprescindível que ele tenha o conhecimento dos melhores treinamentos que podem ser aplicados na instituição, tanto para atrair talentos quanto para reter.

Agora, para que todo esse processo seja bem sucedido, esse profissional deve saber se planejar muito bem. Seus planos devem ser bem organizados de forma que envolvam o RH e os outros departamentos, saber quais são suas estratégias e, mais importante, como executá-las.

Por fim, o business partner com certeza deve ter experiência com gestão de pessoas, noções avançadas em finanças e administração de empresas, e domínio de uma grande quantidade de recursos e ferramentas para otimizar as atividades da empresa.

Viu só? Por mais que essa não seja uma tarefa simples, com certeza esse profissional trará grandes resultados para a sua empresa. Eu vou te dar exemplos de organizações que já tiveram grandes vantagens com o BP mais para frente.

Até aqui, eu mencionei que o business partner é um novo tipo de cargo que se encaixa no novo tipo de gestão de RH, que é muito mais dinâmico e vai além das meras questões burocráticas. 

Mas você sabe a diferença desse novo modelo do departamento comparado com um RH tradicional?

Quais as diferenças de um BP para um RH Clássico?

Não podemos negar que o RH é um dos departamentos mais importantes em toda empresa, uma vez que ele é responsável não só pelas questões burocráticas como folha de pagamentos, mas também para manter um bom relacionamento entre as partes.

E como todo departamento, o RH também deve sempre se manter atualizado e se inovar conforme as mudanças do mercado de trabalho. E nada mais exemplifica isso do que o business partner.

Para entender melhor essa questão, você precisa saber que existem duas noções bem distintas em relação à esse setor: o RH tradicional, ou clássico; e o estratégico, que é onde se encontra o BP.

Apesar de todo RH ser mais conhecido por suas questões burocráticas, hoje em dia ele passou a desempenhar uma função muito mais importante do que essa. Mas, quando falamos do RH clássico, ele está focado justamente em componentes como o processo de recrutamento e seleção; política de pessoas e pagamento dos colaboradores.

Dessa forma, ele foca muito em atividades operacionais e em procedimentos básicos como os que citei acima, e carregam consigo valores e procedimentos conhecidos pelo excesso de burocracia, os quais possuem menor flexibilidade, muitas etapas e pouca adaptação à situações que podem ser complicadas, como por exemplo faltas injustificadas.

Por fim, o RH estratégico busca sempre agregar à empresa novas competências e modos diferentes de se pensar, sempre visando o aprimoramento do negócio. Esse modelo valoriza a diversidade, a busca de ideias originais e o uso de referências fora do comum.

Como pudemos ver, o Rh tradicional já se tornou muito ultrapassado no mercado de trabalho, e cada vez mais as empresas estão investindo em profissionais e treinamentos que visem um melhor ambiente de trabalho e uma melhora em todo setor produtivo da organização.

Mas você sabe me dizer os principais benefícios que sua empresa terá com esse novo modelo?

RH estratégico tem a ver?

business partner rh estrategico

Diante de um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, ter um RH estratégico já se tornou mais do que essencial.

Além dos pontos que citei anteriormente, esse modelo é vital para que o departamento consiga alinhar os interesses dos funcionários com os da contratante. Como exemplo, ter uma boa visão estratégica pode ajudar em uma melhor definição de um plano de cargos e salários, além da organização poder oferecer um plano de carreira para seus colaboradores, o que com certeza irá contribuir para a motivação de cada um.

Além disso, o uso de ferramentas e ideias sempre modernas também são muito úteis para que o departamento consiga organizar treinamentos eficientes para aumentar a produtividade dos funcionários.

Como exemplo, podemos citar o team building, que é um novo tipo de treinamento que, ao invés de focar no aprimoramento de técnicas e habilidades dos colaboradores, busca aperfeiçoar o relacionamento entre eles por meio do desenvolvimento emocional e comportamental de cada um.

Para saber mais sobre este tipo de treinamento, clique no link a seguir que temos um texto completo para que sua empresa consiga adotá-lo de forma eficiente. Clique e acesse: Team Building: O que é e como fazer um exercício diferenciado.

Com tudo isso, o RH estratégico permitirá uma gestão de talentos mais efetiva e dinâmica, além de, com a ajuda do business partner, conseguir uma maior união entre o departamento com os outros.

Além de contribuir e muito para o clima organizacional, sua empresa com certeza pode ter vários dos benefícios abaixo:

  • Aprimoramento da comunicação interna;
  • Redução do turnover e consequente retenção de talentos;
  • Maior engajamento entre os colaboradores;
  • Melhor desenvolvimento das equipes;
  • Liderança para realizar a transformação digital;
  • Otimização de resultados.

Como prova disso, um relatório divulgado pelo The Boston Consulting Group afirmou que organizações que possuem esse modelo de RH têm desempenho econômico quase duas vezes superior do que aquelas que não têm.

O estudo foi feito em conjunto com a Federação Mundial de Associações de Gestão de Pessoas (WFPMA), e ouviram 3.500 profissionais de RH de distintas indústrias em 101 países.

Business partner pode aumentar os resultados da empresa?

business partner resultados

Se você leu até aqui, então sabe a resposta: sim, o principal objetivo de se contratar um BP é para que esse profissional traga maiores resultados para a empresa a partir de uma maior união entre o RH e os outros departamentos da contratante.

Agora, que tal ver exemplos de organizações que já possuem este colaborador?

A revista exame publicou uma matéria com um levantamento feito em 2016 pela consultoria global de benchmarking CEB, que indicou que organizações com parceiros de negócios eficientes reportam um aumento de até 10% na receita e um acréscimo médio de 9% no lucro. 

Além disso, o portal também publicou uma série de relatos de empresas que tiveram experiências bem positivas com esse profissional. Como exemplo, eles citam o Bradesco, que não adotava o modelo do RH estratégico até 2015, quando incorporou o HSBC.

De acordo com a gerente de recursos humanos do banco na época, Aparecida Russini, a contratação do BP foi feita com o principal objetivo de integrar os processos da empresa e suas equipes, e para estreitar o relacionamento com o negócio, “ampliando, de forma contínua, a relação de confiança”.

“Esse investimento se traduz em resultados que, somados, melhoram a imagem da organização junto ao público interno e contribui para a melhoria do clima organizacional”, afirmou a gerente.

Outro estudo feito pela CEB em 2007, que foi revisado em 2013 e que também foi publicado no portal, diz que dentre as 4 principais funções do BP (parceiro estratégico, gerente de operações, resposta à emergência e mediador de funcionários), o parceiro estratégico é a que tem maior impacto nos resultados de talento e finanças da empresa.

É impossível negar como o business partner pode trazer uma série de vantagens para a sua empresa após tudo o que foi dito. Mas saiba que sua instituição precisa estar muito bem preparada para receber este profissional.

Quer saber como? Vou te contar daqui a pouco! Antes disso, quero comentar um pouco mais sobre a importância de se ter um RH moderno.

Modernização do RH e Business partner

Não podemos falar sobre a importância do business partner sem também comentar sobre o futuro do RH para o mercado de trabalho. Afinal, como eu disse logo no começo, hoje em dia o departamento de recursos humanos deixou de ser meramente um setor responsável por questões burocráticas.

De forma resumida, posso dizer que o futuro do RH trouxe consigo uma série de mudanças principalmente graças aos avanços tecnológicos, que otimizaram a rotina do departamento e a realização de suas atividades.

E aqui entra a diferença entre o RH clássico e o estratégico. 

Hoje, muitas empresas já perceberam como o setor de recursos humanos também deve focar nas pessoas, mais especificamente em suas competências e habilidades. E para isso, o maior desafio é preparar bem os gestores para que criem uma cultura de colaboração e um bom ambiente de trabalho para todos.

Mas como isso pode ser feito? A partir da tecnologia! Atualmente existem várias ferramentas criadas com o objetivo de facilitar o dia a dia deste departamento para o tornar mais estratégico.

Dentre eles, podemos citar o teletrabalho, mais conhecido como home office, o people analytics, que é responsável pela coleta, organização e análise de dados visando compreender o comportamento e expectativa dos funcionários de uma empresa, e a automação de processos.

Podemos dizer que dentro dessa automação podemos encontrar ferramentas que funcionam como uma melhor alternativa aos processos da empresa que, em sua maioria, são bastante burocráticos, e que consequentemente ajudam a reduzir custos e aumentar a produtividade.

Dentre eles, um dos mais importantes é o controle de ponto online, assim como o da PontoTel.  Além de permitir um controle de jornada móvel, no qual os funcionários podem marcar seus horários de entrada, pausa para almoço e saída por meio de celulares ou computadores, ele possui diversas funcionalidades que facilitam essa gestão.

Como exemplo, os gestores têm acesso à um painel de acompanhamento em tempo real de informações dos colaboradores como faltas, atrasos e horas extras. Além disso, o sistema possui um reconhecimento facial dos funcionários na hora da marcação do ponto, com o objetivo de evitar fraudes.

Como o mercado de trabalho está cada vez mais se inovando, a PontoTel também disponibiliza relatórios que permitem que os gestores acompanhem o que está acontecendo na empresa, o que auxilia na visão estratégica e, consequentemente, no trabalho do business partner.

Viu só como um bom sistema de controle de ponto também é fundamental para as organizações que queiram ter ótimos resultados com o BP? Não perca a oportunidade de conhecer mais sobre a nossa ferramenta, e clique no link a seguir para marcar uma demonstração!

Mas é claro que o futuro do RH não se resume somente a isso. Esse departamento também precisa ficar atento às novas metodologias que podem ser aplicadas para facilitar o dia a dia.

Ter uma gestão descentralizada é um ótimo exemplo disso. Ela consiste na distribuição de responsabilidade para todos os membros de uma equipe, o que permite que elas tenham mais autonomia para tomarem decisões. 

Com ela, fica muito mais fácil integrar os funcionários e gestores de forma que, juntos, possam achar soluções eficazes para a atribuição e desenvolvimento do trabalho da equipe.  Dessa forma, o trabalho do BP também pode ter maiores resultados.

Sua empresa está pronta para ter BPs?

Eu sei que ter um business partner é extremamente vantajoso, mas tome cuidado! Sua empresa precisa se preparar bem antes de contratar esse profissional.

A primeira coisa que você precisa saber é que ele possui formação acadêmica semelhante ao dos gestores de pessoas. Dessa forma, quando você for anunciar a vaga, o candidato deve ter graduação em Recursos Humanos, Gestão de Pessoas, Administração ou Psicologia.

A vaga também deve especificar todas as responsabilidades que esse profissional terá, as habilidades que são desejadas e, claro, todos os benefícios que ele receberá. Além disso, o RH pode consultar cases de outras empresas nas quais ele já trabalhou, o que pode ser um grande diferencial para a contratação.

Conclusão

Apesar do business partner ser um profissional mais generalista, busquei deixar claro ao longo deste texto como esse profissional pode proporcionar uma maior ligação entre o RH e os outros departamentos da sua empresa, tudo para melhorar a relação entre os funcionários e aumentar a produção da contratante.

E como vimos, desempenhar as funções de um BP não é para qualquer um. Esse profissional pode se deparar com inúmeros desafios em sua trajetória, e precisa estar preparado para enfrentá-los da melhor maneira possível.

Por isso, tenha certeza de que sua empresa está preparada para contratar um BP, para que ele consiga atender as demandas que forem exigidas.

Se você gostou deste texto, continue sua visita no nosso blog que estamos sempre postando diversos textos relacionados à administração de empresas, legislação trabalhista, departamento pessoal e RH.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - O que é um Business Partner? Entenda a função e o que significa

Rolar para cima
WhatsApp chat

Receba todas as novidades do nosso blog

Inscreva-se na nossa newsletter
e receba matérias exclusivas
no seu email

popup newsletter teste5 3 - O que é um Business Partner? Entenda a função e o que significa

Não saia agora! Venha conhecer o PontoTel

O aplicativo de controle de ponto em tempo real
que você economiza tempo e dinheiro com cálculos automáticos e gestão de ponto completa.