Gamificação: O que é gamificação e como aplicar nas empresas

gamificacao-introducao
Modificado em

Quanto horas do seu dia você gasta em um jogo? 

Ao ler essa pergunta você deve ter pensado: “como assim, eu não jogo”.

Mas a verdade é que pelo menos alguma vez na nossa vida nos deparamos com algum tipo de jogo.

Desde os mais casuais como jogar cartas com a família, até jogos mais competitivos como League of Legends e Counter Strike bastante populares na internet que reúnem diversas pessoas em competições. 

Sem falar sobre aquele famoso jogo paciência que fazia parte de em todos os computadores windows em um passado não muito distante. 

Reunindo todos esses jogos podemos concluir que vez ou outra podemos ficar presos neles e passar horas a fio sem nem ao menos perceber. 

Agora se eu te disser que é possível usar a gamificação na sua empresa para motivar e engajar colaboradores você vai duvidar, mas é possível, continue lendo esse texto para entender o que é a gamificação e o que ela pode trazer de positivo para sua organização. Esses são os assuntos que iremos abordar:

Vamos começar!

O que é gamificação?

gamificacao o que e - Gamificação: O que é gamificação e como aplicar nas empresas

Gamificação é o nome dado para a utilização de elementos e mecanismos de jogos em um contexto da vida real. Basicamente é utilizar-se de elementos de jogo em áreas que não são um jogo. 

Esse termo vem do inglês gamification e a teoria vem de diversos autores. Entretanto, todos concordam que a gamificação é uma alternativa às abordagens mais tradicionais, é o uso do jogo para resolver problemas e causar mais engajamento nas pessoas.

Mas atenção, não podemos confundi-la com a simulação são coisas diferentes, vou te explicar. 

Diferenças entre gamificação e simulação 

Na simulação criamos um ambiente parecido com a realidade em circunstâncias controladas, um bom exemplo disso é o simulador de autoescola, ele é usado para treinar a habilidade de direção de uma pessoa, é usado elementos gráficos como se fosse um jogo, mas é uma simulação.

Já na gamificação são utilizados elementos para tornar algo mais atrativo e envolver mais o participante.

Agora sim, entendemos o conceito, mas ainda precisamos saber  qual é o objetivo da gamificação e por que você deveria usá-lo em sua organização.

Qual o objetivo da gamificação?

No mundo corporativo já vivenciamos diversos métodos que nos motivaram e nos fizeram desenvolver algo. A gamificação é um desses métodos que tem como objetivo tornar prazeroso alguma tarefa, usando elementos de jogos e dando ar mais lúdico ao processo, sua empresa consegue torná-lo mais agradável e faz com que pessoas queiram se engajar naquilo. 

É como se fosse uma troca do “tenho que fazer por quero fazer”. Mas atenção, isso não quer dizer que basta a sua empresa distribuir jogos para os colaboradores a fim de motivá-los isso é uma outra abordagem, mas a gamificação usa elementos dos jogos em uma situação real não usar necessariamente um jogo. 

Mas qual seria a vantagem disto? Vamos descobrir.

Quais as vantagens da gamificação?

Para entendermos melhor isso, vamos pensar o seguinte, por que as pessoas permanecem em um jogo?

Quando nos engajamos em um jogo, geralmente ele nos traz um desafio que devemos vencer para alcançar a meta final. Durante esse processo desafiamos a nossa criatividade o tempo todo.

Vamos usar o exemplo de um jogo de fases, dificilmente passamos uma fase difícil na primeira tentativa. Por isso, o jogo nos leva a tentar diversas maneiras de ultrapassar as fases. 

Com isso, temos uma grande oportunidade de desafiar a nossa criatividade e desenvolver a persistência até chegarmos ao objetivo final. 

Já outros jogos exigem que as pessoas trabalhem em equipe para vencer, um bom exemplo é o popular League of Legends, nesse jogo os participantes se reúnem em times e o tempo inteiro permanecem em comunicação para que todos cheguem ao objetivo final e vençam a partida. 

Observando esses dois tipos de jogos, podemos dizer que a Gamificação traz como vantagem a persistência, a criatividade e a interação. 

Com esses três elementos você consegue perceber o que essa ação poderá trazer para sua empresa. Então podemos listar como vantagens da gamificação:

  • Melhoria do clima organizacional
  • Melhoria da produtividade
  • Melhoria da interação entre os colaboradores

Além de fazer com que os colaboradores desenvolvam suas atividades com mais afinco e mais vontade.

E as desvantagens de utilizá-la?

Mas claro, esse método também possui algumas desvantagens. Como dissemos acima não basta apenas inserir um jogo na rotina e pensar que tudo está resolvido e a gamificação está implantada. 

Se isso não for feito corretamente com um propósito ele pode perder o sentido para os colaboradores, fazendo com que eles não se engajem e até mesmo pensem que é uma perda de tempo. 

A gamificação não irá funcionar se a sua empresa apenas utilizar qualquer jogo sem nenhum planejamento.

Para isso não acontecer na sua empresa você precisa montar uma boa estratégia. Vamos ver no próximo tópico. 

Como aplicar gamificação nas empresas?

Se você pensa que para aplicar a gamificação na sua empresa você precisa contratar um designer de jogos, está enganado. A gamificação é a aplicação de um conceito, como falamos acima ela não é necessariamente criar um jogo.

Então quais elementos podemos utilizar para aplicar a gamificação na empresa? Bom, a sua estratégia deve seguir a linha de raciocínio de um jogo, que é:

  • Objetivo final
  • Regras 
  • Feedbacks 

Objetivo final

Todo jogo possui um objetivo, no jogo de cartas UNO o objetivo final é eliminar todas as cartas da sua mão até que sobre apenas uma e você possa ganhar a partida. Para isso existem as regras. 

Regras

Neste jogo é possível soltar apenas uma carta por vez. Então você sabe que na sua vez não pode quebrar esta regra. 

E como você sabe se está ganhando? Com os feedbacks. 

Feedbacks

Ao olhar a mão de todos os participantes você tem uma noção de como eles estão, se as mãos estão cheias de cartas ou com um número próximo ao seu. Os feedbacks são um sinal de como você está indo.

Com todos esses elementos você pode pensar em criar o seu próprio game dentro da empresa, focando no seu objetivo final. Se o seu objetivo final for por exemplo, aumentar o seu número de vendas, para isso você precisa criar regras e ter uma forma de feedback.  

Mas não se esqueça, diferente do UNO que é um jogo de distração, ao utilizar a gamificação na sua empresa, é necessário ter um prêmio para tornar a competição mais produtiva.  Alguns dos tipos mais utilizados pelas empresas são:

Pontos

Esse tipo de prêmio pode ser utilizado individualmente, ao juntar pontos durante a competição o colaborador com a maior pontuação pode trocar seus pontos por um day-off.

Um dia de folga com certeza será uma boa fonte de motivação e engajamento. 

Recompensas

Agora, uma outra forma de premiá-los pode ser uma recompensa pelo trabalho em equipe.

Ao final do período de gamificação a equipe que mais se destacar pode ganhar como recompensa um almoço em um lugar badalado da região para comemorar o bom desempenho do time.

Viu só como você não precisa literalmente criar um jogo, apenas utilizando os elementos de um jogo você conseguiu aplicar a gamificação. Esses são apenas exemplos práticos, mas ao aplicá-los em determinado processo sua empresa com certeza colherá bons resultados. 

Conclusão

gamificacao conclusao - Gamificação: O que é gamificação e como aplicar nas empresas

A gamificação é um tipo de processo que veio para ficar nas empresas. Ela pode trazer mais engajamento e motivação para sua equipe e ainda aumentar a produtividade de todos. 

Se gostou deste texto compartilhe em suas redes sociais!

Rolar para cima
WhatsApp chat