Saiba tudo sobre Escala de Final de Ano

escalas fim de ano introducao

Um dos grandes desafios do empreendedor, seja qual for a área de atuação, é organizar as escalas de trabalho dos funcionários do fim de ano.

Devido às datas comemorativas de fim e início de ano, muitas empresas concedem férias coletivas, enquanto outras optam por criar escalas de trabalho diferenciadas para que todos possam descansar nas vésperas durante essa época. 

Mas uma das dúvidas mais comuns nessa época do ano é: como montar uma escala de trabalho para os meus funcionários?

Essa dúvida é completamente compreensível, uma vez que existem diversos modelos de escala de trabalho, e nesse caso é muito provável que se tenha dúvidas em relação ao funcionamento de cada uma. 

Mas não se preocupe, neste texto vamos falar sobre como funciona as escalas de trabalho, citar as escalas mais comuns para essa época do ano e ainda te ajudar com exemplos para alguns setores onde não é possível adotar férias coletivas. 

Confira alguns dos tópicos que serão abordados:

O que é escala de trabalho?

O conceito da escala de trabalho refere-se à maneira como as empresas organizam as horas de trabalho permanecidas pelo funcionário em sua ocupação, ou seja, a forma como são organizadas a jornada de trabalho, visando maior produtividade. 

Entretanto, o conceito de escala é constantemente confundido com a jornada de trabalho, por isso vamos entender o que é jornada e qual sua relação com as escalas. 

A jornada de trabalho é o tempo que o colaborador deve prestar serviço à empresa, ou seja, o tempo que ele passa exercendo suas atividades no local de trabalho.

Segundo a legislação trabalhista considera-se que uma jornada de trabalho normal seria de 8 horas diárias com o limite de 44 horas semanais ou 220 horas mensais.

Dessa forma, é somente após definir quantas horas o colaborador estará a disposição que as empresas poderão adotar diversos tipos de escala de trabalho com horários diferentes, desde que não ultrapasse o limite das 44 horas semanais. 

Agora que você já sabe a definição de escalas, que tal vermos alguns tipos de escalas de trabalho adotadas no Brasil?

Exemplos de escala de trabalho

Cada empresa pode escolher qual escala de trabalho vai adotar de acordo com suas necessidades, e vale ressaltar que muitas empresas possuem mais de uma escala de trabalho. 

Por isso, vamos ver algumas das principais escalas que existem e como que cada uma delas funciona.

Escalas 5X1

O modelo de escala 5x1 é muito utilizado por empresas de telemarketing. Nessa escala o funcionário trabalha 5 dias e folga 1 dia, de forma contínua. Na prática, o colaborador trabalha 6 dias na semana e descansa apenas em um, e por isso também acaba ficando em serviço aos finais de semana.

De acordo com o art. 386 da CLT, os homens que possuírem este tipo de escala devem folgar pelo menos em um domingo ao mês, enquanto as mulheres devem ter dois domingos ao mês de repouso.

Além disso, esse artigo também estabelece que a jornada de trabalho seja de apenas 7 horas e 20 minutos. Por somente terem um dia de descanso, a folga pode ser concedida em qualquer dia da semana, e não necessariamente no sábado, domingo ou em feriados.

Como é a escala 24x7?

Você é ou conhece um workaholic? 

Essa pergunta pode ser um tanto curiosa para o tema, mas antes da popularização desse termo, os americanos usavam a expressão 24x7 para falar das jornadas ininterruptas, ou seja, dos profissionais que estão plugados 24 horas por dia, durante todas as semana. 

Em sua maioria esse termo se referia a executivos em todo mundo, que estavam ligados à empresa 24 horas por dia, sete dias por semana.

Sendo assim, a escala 24x7 não é bem uma escala, mas uma expressão americana para denominar os profissionais que estão sempre ligados a empresa, independentemente se estão nos escritórios ou não. 

Vale ressaltar que a Consolidação das Leis de Trabalho não reconhece a 24x7 como uma escala de trabalho. 

Quem trabalha 6x1 trabalha quantas horas por dia?

O modelo de escala 6x1 determina que a cada 6 dias de trabalho o colaborador deverá folgar 1.

Por exemplo, um colaborador pode iniciar sua escala na terça, e folgar na terça que vêm da outra semana. 

Já para os funcionários que trabalham aos finais de semana, a empresa deverá liberar um domingo de folga a cada 7 semanas. 

Uma dúvida muito comuns sobre essa escala é quantas horas por dia pode trabalhar o funcionário.

A carga horário não interfere nas ocasiões de escala 6X1, ou seja, sua carga horária deve respeitar as regras da CLT: 8 horas por dia e 44 semanais. 

É importante também lembrar que as jornadas de trabalho não compensadas que ocorrem aos domingos e feriados precisam ser compensadas em dobro, para que o funcionário não tenha prejuízos referentes ao repouso semanal.

Como funciona escala de revezamento?

escalas fim de ano revezamento

A escala de revezamento ou turno ininterrupto é um modelo de trabalho que permite que a empresa funcione em tempo integral, ou seja, sem pausas. 

Mas calma, isso não quer dizer que os funcionários trabalham 24 horas por dia. 

Nesse caso, ao invés da empresa ter uma jornada fixa para todos os funcionários, a organização se divide por equipes que cumprem horários variados divididos entre os períodos da manhã, tarde e noite, de modo que a operação nunca pare. 

Esse tipo de jornada de trabalho é bastante comum em atividades industriais. Nesses casos, os funcionários se revezam em turnos como exemplo: 6h às 12h - 12h às 18 - 18 às 00 - 00 às 6h.

Perceba que eu criei uma linha de revezamento com jornadas de 6 horas. Utilizei esse exemplo pois a CLT e a Constituição Federal estabelece no  art. 7º, inciso XIV, da CF/88, que para a aplicação desse modelo de trabalho, a jornada diária em turnos deve ser de no máximo 6 horas por dia, totalizando 36 semanais. 

Vale ressaltar que para adotar esse tipo de escala de trabalho é necessário respeitar uma série de regras estabelecidas pelas leis de trabalho. 

Já deu para perceber que cada escala possui características bem diferentes das outras, não é mesmo? Por isso, eu separei a seguir as dúvidas mais comuns sobre as escalas de trabalho para o período de fim de ano. 

Dúvidas comuns sobre escalas de trabalho para o fim do ano

Como funciona as escalas de fim de ano em Hotéis

escalas fim de ano hotel

a das principais dúvidas trabalhistas relacionadas ao período de festas de fim de ano é: como funciona as jornadas de trabalho dos hotéis. 

Essa dúvida surge pois estamos acostumados a relacionar as Leis de Trabalho às empresas, e imaginamos que o setor de hotelaria possui suas próprias regras. 

Entretanto, se você assim como milhares de pessoas pensou isso, preciso te falar que está equivocado. A CLT vale para todos os setores. 

Dessa forma, os hotéis também devem respeitar o prazo de trabalho, que é de 44 (quarenta e quatro) horas semanais. Acima desse período é considerado hora extra com suas devidas obrigações.

Vale ressaltar que como a Reforma Trabalhista modificou diversos pontos das leis de trabalho, uma em específico pode impactar diretamente o setor hoteleiro. 

Agora é possível fazer contratações de trabalhadores intermitentes, e isso quer dizer que é possível contratar pessoas para trabalhos esporádicos e pagá-los por hora, e o cálculo da hora deve ser proporcional ao salário base da categoria.

Dessa forma, cabe aos gestores organizar a escala de trabalho dos funcionários, de acordo com as escalas permitidas pela CLT.

Como funciona as escalas de fim de ano em Supermercados

escalas fim de ano supermercado

Supermercados são estabelecimentos que recebem clientes constantemente, e a demanda tende a crescer mais ainda em dias, horários e épocas específicas como o fim de ano.

São justamente em épocas comemorativas que os supermercados tendem a aumentar o número de funcionários para que todos estejam disponíveis para atender o público durante o período de pico.

Dessa forma, criar escalas de trabalho para os supermercados pode ser uma tarefa difícil, afinal, organizar todas as escalas para que mais funcionários estejam disponíveis em um horários sem deixar furos em outros turnos não é uma tarefa fácil. 

Mas vale lembrar que assim como qualquer empresa, os supermercados devem respeitar as leis trabalhistas, ou seja, organizar as escalas de acordo com o total de horas permitido por dia e semana.

Como funciona as escalas de fim de ano em Lojas

escalas fim de ano lojas

Embora as escalas de trabalho já façam parte da rotina dos profissionais de RH e dos setores administrativos, para muitos lojistas elas ainda são novidades. 

Nesse texto eu já mencionei como a CLT determina os limites para as jornadas de trabalho, e comentei também sobre a escala de revezamento. 

Para os lojistas, assim como no setor industrial, é possível utilizar a escala de revezamento para os colaboradores sem descumprir a legislação ou infringir os direitos dos trabalhadores. 

Como cada comércio possui seu horário de atendimento, como nos casos do comércio de rua e horários de shoppings, eles podem criar suas próprias escalas de trabalho e turnos. 

As escalas de trabalho em lojas costumam ser uma alternativa para atender ao propósito da empresa e, ao mesmo tempo, garantir os períodos de repouso e descanso semanal dos profissionais.

Mas lembre-se sempre de respeitar os prazos estabelecidos pela legislação trabalhista.

Como montar escalas de trabalho

Vimos até aqui que cada empresa possui suas próprias particularidades, e que são influenciadas pelo segmento, modelo de negócios, áreas entre outros fatores. Por isso, cada empresa utiliza escalas diferentes para organizar suas atividades.

Mas fique atento, pois toda empresa deve seguir a legislação na hora de montar escalas. Para que você esteja protegido perante a lei e consiga obter os melhores resultados em produtividade, listamos algumas dicas para te ajudar a elaborar as escalas de trabalho.

  1. Conheça a legislação trabalhista;
  2. Consulte as convenções ou acordos coletivos com sindicatos;
  3. Relacione os colaboradores por carga horária (4h, 6h, ou 8h de trabalho);
  4. Identifique as necessidades da empresa e períodos de sazonalidade (como datas comemorativas);
  5. Crie escalas de trabalho a partir das informações levantadas;
  6. Utilize um bom sistema de controle de ponto para organizar as escalas de trabalho;
  7. Faça a distribuição por cargos e setores; 
  8. Revise a escala de trabalho para garantir que os turnos completam toda a operação e horário de atendimento.

Controle de hora na escala de trabalho

Depois de montar as escalas de trabalho, o desafio é garantir o cumprimento de todos os turnos. Afinal, não basta fazer todo o esquema e não se atentar para que além da escala, todas as horas das jornadas estejam sendo cumpridas.

Controlar as horas de trabalho é um desafio para qualquer gestor, ainda mais para as empresas que atuam com escalas, uma vez que os horários realizados durante o mês precisam estar em sincronia  com o que foi planejado. 

Mas não se preocupe, pois existe uma ferramenta que pode ajudar a sua empresa nessa tarefa.

Como o ponto digital pode te ajudar a organizar escalas?

O controle de jornada pode exigir bastante tempo dos gestores e profissionais de RH. Isso porque é preciso ficar atento a todos os detalhes pertinentes as jornadas e escalas de cada funcionário. 

Existem diversas formas de criar e organizar as escala dos funcionários, e o modelo mais comum é por meio de planilhas de Excel.

Mas porque continuar perdendo um tempo precioso preenchendo uma planilha de modelos de escalas de folga, se você pode adotar um sistema de controle de ponto que organiza as escalas de forma mais fácil e rápida? 

Todo mês diversos profissionais de RH perdem tempo configurando se os funcionários trabalharam conforme as escalas de trabalho. Mas acredite: a tecnologia pode ajudar a otimizar esse trabalho. 

Sistemas de ponto como o PontoTel possuem funcionalidades que otimizam a criação de escala e controle dos horários dos funcionários. 

Assim é preciso planejar as escalas uma única vez, preenchendo os parâmetros necessários como horários de trabalho, e qual tipo de escala será utilizado, junto com os dias trabalhados e dias de folgas.  

Com o PontoTel sua empresa só terá vantagens, o sistema possibilita parametrizações de acordo com a legislação vigente e detalhes das convenções e acordos coletivos da sua empresa. 

Dessa forma, você não precisa mais se preocupar todo mês com as escalas, pois o próprio sistema já organiza os dias de trabalho e folga segundo os parâmetros que você precisa.

Venha saber mais sobre o PontoTel.

Temos uma solução para você

escalas fim de ano conclusao

O PontoTel é um robusto sistema de registro, tratamento e gestão de ponto que uniu todas as etapas da gestão de pessoal em um só lugar. 

Ficou curioso para saber porque o sistema PontoTel é a melhor solução do mercado em controle de frequência e gestão de ponto?

Então venha saber mais - você é nosso convidado para uma demonstração exclusiva. Solicite um horário no formulário abaixo e entenda como podemos tornar a gestão de ponto na sua empresa muito mais simples e eficiente.

botão-cadastre2
Rolar para cima
WhatsApp chat

Receba todas as novidades do nosso blog

Inscreva-se na nossa newsletter
e receba matérias exclusivas
no seu email

popup newsletter teste5 3 - Saiba tudo sobre Escala de Final de Ano

Não saia agora! Venha conhecer o PontoTel

O aplicativo de controle de ponto em tempo real
que você economiza tempo e dinheiro com cálculos automáticos e gestão de ponto completa.