5 práticas que um líder deve adotar para gerir a sua equipe

Apesar de haver um crescente movimento de adoção de um perfil mais horizontal de gestão, o papel de líder é cada vez mais importante dentro das organizações,  uma vez que as práticas de liderança são necessárias na mediação de conflitos, na autoliderança, no planejamento e na execução de projetos.

Sendo essa função tão importante, um profissional com qualidades para exercê-la rapidamente se destaca no mercado de trabalho.

É por isso que eu trouxe, neste artigo, as 5 práticas que um líder deve adotar para gerir a sua equipe.

Continue comigo nesta leitura, garanto que será uma experiência engrandecedora!

O que significa ser um líder?

Ser um bom líder é uma tarefa que se baseia na capacidade de liderar um grupo de pessoas, criando e gerindo uma equipe de alta performance de maneira a obter os melhores resultados individuais que, orquestrados corretamente, devem atingir um nível de sinergia que resulte também em ótimos resultados coletivos.

Para isso, o líder deve ser inspirador, acessível e influente, entendendo os processos realizados por seu time e intercedendo na maneira de pensar e agir das pessoas a sua volta, ajudando-as a alcançar o seu melhor.

As 5 práticas que um líder deve adotar

Sem mais delongas, vamos às principais práticas que um líder deve adotar para gerir sua equipe!

Capacidade de tomar decisões (boas)

Um bom líder deve ser capaz de analisar as situações e tomar rapidamente decisões assertivas e efetivas.

Para isso, ele deve considerar os problemas e possíveis soluções relacionados a decisão em questão, ouvindo e envolvendo os membros do time nas escolhas, executando as decisões rapidamente e voltando atrás quando necessário.

Este raciocínio segue o princípio ágil do Produto Mínimo Viável (MVP), que busca a criação de um “protótipo” comercializável que se possa lançar no mercado para a validação por parte dos clientes.

Assim deve ser com as decisões, opte pelo que lhe parece correto, execute rapidamente esta decisão, colha os primeiros frutos e molde as decisões seguintes nos resultados já obtidos.

Saber dar e receber feedbacks

Saber dar feedbacks é uma habilidade muito importante para um líder. Afinal, o feedback pode transformar um trabalhador com resultados abaixo dos esperados em um colaborador produtivo e valioso para um projeto.

Mas, como fazer isso efetivamente?

Um bom líder deve saber se comunicar efetivamente com cada membro da sua equipe, com empatia e sabendo identificar seus principais impedimentos, visando melhorá-los.

A empatia é a chave da questão quando falamos de feedback pois, a pessoa que é capaz de se colocar no lugar da outra irá se preocupar em exaltar as qualidades da mesma e procurar expor, com tato, os pontos negativos em suas execuções, para não ferí-la neste momento.

Essas “críticas”, tanto positivas quanto negativas, são essenciais no processo de amadurecimento e desenvolvimento pessoal e profissional de todo indivíduo.

Por último, é bom lembrar que é necessário literalmente se colocar neste lugar. Ou seja, se colocar diante dos colaboradores aberto a receber seus respectivos feedbacks.

Muitos colaboradores não sentem tal abertura, isso é natural devido às hierarquias das empresas, porém é tão necessário para um líder, receber feedbacks, quanto para um liderado. Assim, busque sempre criar este canal e encorajar este hábito.

Receba bem as críticas, busque melhorar nos pontos apontados e não se permita criar qualquer ressentimento neste momento, deve ser um momento construtivo.

Saber atuar na resolução de conflitos

Saber identificar e intervir em um conflito no momento correto pode salvar projetos e até mesmo empresas inteiras.

Existem conflitos que colocam membros, que deveriam colaborar, em um atrito tão grande, que tornam o trabalho em equipe completamente inviável.

Em casos extremos, estes conflitos polarizam os membros de uma empresa entre os que concordam e os que não concordam com tal medida, opnião ou decisão e, essa discordância pode se transformar até mesmo em conflitos pessoais.

Tudo isso, obviamente, é muito prejudicial e até mesmo catastrófico para uma empresa.

Para uma boa gestão de conflitos e para evitar um resultado onde todos saem perdendo, inclusive a empresa e seus clientes, algumas boas práticas podem, e devem, ser adotadas.

Busque criar um ambiente amistoso, permita que todos esclareçam seus pontos de vista, lembre-se sempre das lições aprendidas mas não permita ressentimentos e mire no futuro, crie opções onde ambas as partes saiam ganhando algo, execute planos e decisões efetivas e compartilhe a decisão final.

Se comunicar de maneira clara

Um bom líder deve ser um ótimo comunicador e orador, deve saber se expressar de maneira correta para causar os sentimentos devidos em cada momento em seus liderados.

De comunicados inspiradores até pequenos pedidos no decorrer do cotidiano, saber falar com clareza é vital para um líder obter bons resultados de sua equipe.

É aí que, para se fazerem entender, muitos acabam cruzando a linha tênue que existe entre a assertividade e a agressividade, e acredite, poucos bons frutos virão com a segunda.

Siga essas 6 dicas para se comunicar com clareza:

1. Valorize você e seus direitos;

2. Explicite suas necessidades e desejos com confiança;

3. Não tente controlar o comportamento de outras pessoas;

4. Expresse-se de maneira positiva;

5. Mantenha-se aberto a criticas e elogios (como abordamos no tópico sobre feedbacks)

6. E existem mais 3 dicas esperando você no artigo “Comunicação assertiva: 8 dicas para se expressar melhor!”. Confira já!

Saber realizar uma boa gestão do tempo e planejamento

O tempo é sem sombra de dúvidas o ativo mais valioso com o qual todos temos que aprender a trabalhar. Agora, imagina se, além do seu, você for responsável pelo tempo de um grupo de pessoas?

É muita responsabilidade não é mesmo?

Por isso, para um líder, saber gerenciar o próprio tempo e planejar as melhores formas de executar determinadas funções, atingindo mais rapidamente bons resultados para a organização e economizando tempo dos colaboradores, é algo extremamente importante.

Para conseguir isso, é necessário o uso de técnicas de organização, delegação de tarefas de  maneira estratégica, entregas com qualidade para evitar retrabalho e um bom planejamento estratégico.

A liderança é aperfeiçoável

No mercado de trabalho, vamos encontrar diversos tipos de profissionais. Alguns deles têm nítido talento e inclinação para a liderança.

Este fato, pode te fazer acreditar que não nasceu pra isso, por não possuir o mesmo perfil e não dominar tais habilidades.

Mas saiba, e tenha sempre em mente, que essas soft skills são completamente treináveis e você pode contar com a Voitto e com a Ponto Tel para se desenvolver neste quesito!

Este conteúdo foi produzido em parceria com o time da Voitto.

banner animado pontotel
Compartilhe em suas redes!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Rolar para cima