Guia Completo: O que é a ISO 27001, como ela melhora a segurança de dados e como implantá-la
BLOG
Time Pontotel 19 de abril de 2024 Todos os artigos
Guia Completo: O que é a ISO 27001, como ela melhora a segurança de dados e como implantá-la
Entenda a importância de adequar a empresa aos requisitos da ISO 27001, qual a relação dessa norma com a LGPD e como implementá-la na organização.
Imagem de Guia Completo: O que é a ISO 27001, como ela melhora a segurança de dados e como implantá-la

Considerada a norma de segurança da informação mais utilizada no mundo, a ISO 27001 é uma referência quando o assunto é auxiliar empresas a desenvolver sistemas de informação mais seguros. 

A adequação a essa norma é essencial para as empresas reforçarem sua proteção de dados e evitarem problemas relacionados a ameaças e ataques cibernéticos, como o ataque hacker que paralisou as operações da JBS em três países em 2021. 

Uma das estratégias para evitar problemas como esses é se adequar aos requisitos estabelecidos pela ISO 27001 e obter sua certificação. 

Este artigo explicará quais as vantagens de se adequar a essa norma e como implementá-la no negócio. Para isso, serão abordados os seguintes tópicos.

Boa leitura!

O que é a ISO 27001?

Uma pessoa digitando em um laptop com um ícone de segurança

A ISO/IEC 27001, também conhecida apenas como ISO 27001, é uma norma internacional que define os requisitos e as diretrizes para a criação de um sistema de gestão de segurança da informação (SGSI) eficaz. 

Essa norma foi publicada pela primeira vez em 2005 pelo “International Organization for Standardization” (ISO) e pelo “International Electrotechnical Commission” (IEC). Desde então, ela foi atualizada em 2013 e em 2022, sendo esta última sua versão mais recente.

Usando uma abordagem sistemática, a ISO/IEC 27001 oferece orientações para as empresas conseguirem cumprir as regulamentações relacionadas à proteção de dados. 

Certificação ISO 27001 e LGPD

Empresas que cumprem os requisitos e diretrizes estabelecidos pela ISO 27001 podem solicitar uma certificação que atesta sua adequação à norma. Essa conformidade demonstra o compromisso da organização com a segurança da informação.

No Brasil, essa certificação também permite que a organização cumpra as normas estabelecidas pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Essa lei regula como a empresa trata os dados pessoais de funcionários, clientes, parceiros e investidores. Para isso, ela estabelece direitos e deveres para os titulares dos dados e para os controladores e operadores desses dados. 

A LGPD também visa proteger a privacidade e os direitos fundamentais das pessoas a partir da definição de regras claras sobre a coleta, o armazenamento, o uso e o compartilhamento de informações pessoais. 

Em outras palavras, assim como a norma internacional, a LGPD estabelece critérios e regras claras para garantir a segurança da informação das pessoas.

Como ambas têm objetivos semelhantes, empresas que se adequam às diretrizes da ISO 27001 também seguem os princípios e práticas da LGPD, cumprindo essa regulamentação local. 

Quais são a estrutura e os requisitos da ISO 27001?

A estrutura da ISO 27001 é dividida em duas partes. A primeira parte é composta de 11 cláusulas (0 a 10) que detalham o que a empresa precisa fazer para construir um SGSI eficiente. 

Já a segunda parte é chamada de Anexo A e contém 93 dispositivos de controle que a empresa pode adotar para atender aos requisitos definidos na norma. 

Ao todo, sete requisitos são detalhados entre as cláusulas 4 e 10 da primeira parte da ISO 27001. O cumprimento desses requisitos é fundamental para que a empresa se adeque aos padrões exigidos para a certificação da ISO.

Conheça a seguir quais são esses requisitos e suas características.

Contexto da organização

O contexto da organização estabelece que o sucesso da implementação da SGSI exige que a empresa entenda o seu contexto. 

Isso significa que ela deve conseguir identificar questões externas e internas que impactam o negócio. Ela também precisa entender quem são as partes interessadas na organização, como clientes, gestores, investidores e funcionários.

O objetivo é incentivar a empresa a identificar e avaliar os fatores que podem impactar a sua capacidade de fortalecer sua segurança da informação. 

Liderança e compromisso 

Este requisito estabelece que a alta administração da empresa deve demonstrar um compromisso claro com a segurança da informação e o SGSI. Isso é fundamental para a criação e implementação de medidas eficazes de proteção de dados. 

Conforme a norma, essas medidas incluem a definição de uma política de segurança da informação e as especificações de funções, responsabilidades e autoridades relacionadas a essa segurança na empresa.

Planejamento 

O requisito que trata do planejamento determina que a empresa deve planejar e desenvolver um SGSI de acordo com seus objetivos estratégicos e requisitos de segurança da informação. 

Isso porque a ISO 27001 não define quais medidas as empresas devem implementar para garantir um SGSI eficaz. Em vez disso, ela orienta as organizações a adotarem medidas personalizadas de segurança alinhadas aos seus objetivos e ao seu contexto. 

No entanto, a norma determina que as medidas adotadas pela empresa devem garantir a avaliação de riscos de segurança da informação. A partir dessa avaliação, é possível identificar os riscos de segurança e analisar sua gravidade e probabilidade de ocorrência. 

Com base nesses dados, a organização pode definir estratégias de controle mais eficientes e precisas para mitigar esses riscos.

Alocação de recursos

Este requisito determina que a empresa deve alocar os recursos necessários para implementar e manter o SGSI de forma eficaz. 

Isso é fundamental para a empresa obter e gerenciar sua certificação ISO 27001. Esses recursos podem incluir funcionários, orçamentos e tecnologias necessárias para a adoção de controles de segurança da informação.

Avaliações dos controles operacionais

As avaliações de controle operacionais estão relacionadas à adequação da operação da empresa à ISO 27001. 

A norma exige que a organização defina processos eficazes para identificar e avaliar os riscos associados às operações realizadas na empresa. Além disso, ela deve implementar controles de segurança adequados e eficazes para reduzir esses riscos. 

Avaliação de desempenho

O requisito de avaliação de desempenho prevê o monitoramento, a medição e a avaliação do SGSI. 

Para isso, a empresa deve adotar processos e medidas para monitorar continuamente sua segurança da informação e avaliar o desempenho dos controles e das políticas ligados ao SGSI. 

A organização também deve fazer auditorias internas regularmente para avaliar melhor a eficácia desse sistema de informação.

Plano de melhoria e correção

O último requisito da ISO/IEC 27001 determina que a empresa deve desenvolver e implementar um plano de melhoria contínua do SGSI. 

Isso deve ser feito com base nas informações obtidas a partir das avaliações de desempenho e das conclusões de auditorias internas. 

Esses dados permitem a identificação de não conformidades, que orientam a definição de quais medidas corretivas devem ser adotadas para corrigir esses problemas. 

Quais são os benefícios da ISO 27001? 

Os benefícios de cumprir a ISO 27001 vão além da proteção de dados e da segurança de informação de toda a organização. 

Empresas que cumprem os requisitos dessa norma internacional até melhoram sua relação com clientes e parceiros. 

Além disso, de acordo com Pedro Henrique Lopes, líder de Compliance da Pontotel, mestre em Governança Global e tecnólogo em Cibersegurança, destaca que: 

A ISO 27001 atua como um guia essencial para empresas que reconhecem a necessidade de proteger seus ativos mais críticos: os dados. Ao enfrentar ameaças cibernéticas, a norma propõe uma variedade de controles e diretrizes para estabelecer um eficaz sistema de gestão de segurança da informação. Importante para organizações de todos os tamanhos, iniciar a implementação dessa norma e, progressivamente, refinar os diversos processos e sistemas dentro desse framework é fundamental.

Nesse contexto, a ISO 27001 torna-se vital para sustentar a confiança de clientes e parceiros, garantindo a confidencialidade, integridade e disponibilidade das informações. 

A adesão a essa norma não só fortalece a proteção dos ativos digitais contra invasões cibernéticas, mas também impulsiona a competitividade no mercado. Isso ocorre por atrair clientes e parceiros que priorizam a segurança de seus dados, em um ambiente cada vez mais voltado para o digital e interconectado.

Entenda a seguir quais as principais vantagens de se adequar a essa norma.

Proteção de ativos de informação

A ISO 27001 fornece as orientações necessárias para ajudar as empresas a identificar, avaliar e reduzir os riscos relacionados à segurança da informação. 

Dessa forma, a organização consegue proteger seus ativos de informação, como dados financeiros, arquivos confidenciais e informações de clientes, contra ameaças internas e externas. Essas ameaças podem incluir perdas, roubo e até sequestro de dados.

Melhoria na gestão de riscos

Ao adaptar seus processos de segurança de informação aos requisitos da ISO 27001, as empresas melhoram sua capacidade de identificar, avaliar e gerenciar riscos de forma proativa. 

Isso porque elas se organizam de forma mais eficiente para identificar ameaças, adotar medidas corretivas e minimizar o impacto de incidentes de segurança cibernética.

Construção de confiança com clientes e parceiros

A conformidade com a ISO 27001 demonstra de forma clara que a empresa está comprometida em proteger as informações e a privacidade de seus clientes e parceiros. 

Por isso, adquirir a certificação de adequação a essa norma ajuda a organização a conquistar a confiança das pessoas e a melhorar sua reputação no mercado. 

Afinal, a empresa comprova que adota práticas robustas de segurança da informação e está comprometida com a proteção dos dados confidenciais.

Como fazer a implementação da ISO 27001? 

O dedo de uma pessoa está apontando para um laptop

A implementação da ISO 27001 exige que a empresa cumpra todos os requisitos estabelecidos na norma. Para isso, a organização precisa fazer um planejamento cuidadoso e contar com o comprometimento da sua liderança.

Assim, fica mais fácil definir o escopo do SGSI do negócio, fazer a análise de avaliação de riscos, criar políticas de segurança, definir mecanismos de controle, entre outras ações exigidas pela norma.

Somente após cumprir seus requisitos, a empresa poderá iniciar os procedimentos de solicitação da certificação ISO 27001.

Certificação 27001

Para obter a certificação ISO 27001, a empresa precisa passar por algumas etapas. A primeira delas é contratar uma auditoria externa realizada por uma organização de certificação credenciada. 

Caso algum problema de não conformidade seja identificado durante a auditoria, a empresa deve adotar medidas para corrigir essas falhas.

Após corrigir esses problemas e obter um resultado positivo dessa auditoria, a empresa receberá a certificação ISO 27001. Em média, a organização demora 12 meses até conseguir a certificação.

Essa certificação é válida por 3 anos. Após esse período, a empresa passa por uma nova avaliação de certificação. Por isso, é importante monitorar e manter o SGSI para garantir a conformidade contínua com os requisitos da norma e manter o selo ISO 27001 da empresa.

Conclusão

A ISO 27001 ajuda as empresas a desenvolver e implementar um SGSI eficiente, que aumente sua proteção de dados. 

Para atingir esse objetivo, essa norma internacional estabelece quais são os requisitos para proteger informações confidenciais e sensíveis contra ameaças cibernéticas. 

Conforme explicado, esses requisitos incluem o contexto da organização, planejar e implementar controles de segurança da informação adequados, entre outras práticas.

Somente após se adequar a esses requisitos, a empresa poderá solicitar a certificação ISO 27001, ferramenta importante para comprovar sua conformidade com a norma e com a LGPD.  

Gostou do conteúdo? Aprenda mais sobre gestão de empresas no blog Pontotel!

Compartilhe em suas redes!
Mais em Todos os artigos VER TUDO
INICIAR TOUR!