Short friday: O que é, como surgiu e quais os benefícios

imagem de duas mulheres e um homem com roupa social saindo da empresa

Atualmente, oferecer um salário alto ou seguro saúde não são  mais os atrativos ideais para manter um talento na empresa. Os benefícios vão além, os profissionais estão cada vez mais preocupados com a liberdade, a autonomia e as possibilidades de conciliar a vida pessoal e profissional.

Por isso, trabalhar com liberdade e autonomia durante o dia já é uma realidade que pode ser observada em muitas empresas. Cada vez mais novas formas de trabalhar estão surgindo, indicando que o futuro das relações de trabalho será muito inovador. Com tudo isso, diversas empresas já oferecem o Short Friday.

Visto isso, neste artigo explicaremos o que é short friday, como ele funciona na prática e porque as empresas deveriam adotar este modelo. Além de apresentar quais os benefícios que o short friday traz para a organização. Veja os tópicos que abordaremos a seguir:

Vamos lá! 

banner calculo de horas

O que é short friday?

imagem de uma mulher falando ao telefone e um homem atras mexendo no computador

Para alguns trabalhadores, sexta-feira é sinônimo de descanso. Quer ele queira descansar ou realizar tarefas fora do trabalho, muitos funcionários que trabalham durante a semana estão esperando por esse dia.

Apesar do aumento na implantação do home office, muitas pessoas ainda encontram dificuldades para conciliar compromissos e sua vida pessoal durante a semana, afinal, muitas tarefas pessoais têm que ser realizadas durante o horário comercial, que é o mesmo que horário de trabalho. 

Com isso em mente, e pensando em aumentar a flexibilidade e os benefícios dos funcionários, as empresas começaram a introduzir o Short Friday. Nele, as empresas podem liberar os funcionários após o almoço, às 15h ou 16h, por exemplo, uma vez por mês, a cada duas semanas ou em todas as semanas.

O tempo de folga precisa ser acordado entre empresa e colaborador e passa a ser mais uma vantagem para o funcionário que tem mais tempo livre que pode ser gasto em outras atividades não laborais.

Significado

Na tradução livre, “Short Friday” é exatamente o que seu nome indica. Ou seja, a possibilidade de o funcionário sair mais cedo no último dia da semana durante a jornada de trabalho. Assim, ele diminui o horário de trabalho durante a sexta-feira, daí o nome “sexta-feira curta”.

Qual a diferença de short friday para day off?

O day off é o termo em inglês para folga remunerada para funcionários. Geralmente é usado como uma forma de oferecer benefícios aos profissionais, mas também pode ser usado como uma espécie de recompensa para os funcionários que é simples e direta, mas tem um impacto positivo.

Sua principal diferença com o Short Friday é que pode ser tomado em qualquer dia da semana, em acordo com a empresa, e é baseado em um dia de folga, não apenas uma saída mais cedo no final da tarde de sexta-feira.

Como funciona o short friday na prática?

Essa abordagem vem sendo adotada por empresas em todo o mundo e tem alcançado bons resultados, incluindo essa liberdade de horários na sexta-feira. Algumas empresas trabalham meio período, enquanto outras trabalham seis horas.

A frequência dos benefícios pode variar. Alguns locais praticam as sextas-feiras curtas todas as semanas, e também há espaços para a prática uma vez por mês.

O horário de trabalho que não é aproveitado na sexta-feira pode ser compensado em outros dias úteis, como reuniões extraordinárias.

É permitido pela lei trabalhista?

A CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) diz que os trabalhadores precisam cumprir um determinado número de horas de trabalho. Em ações como Short Friday, geralmente a encurtada no expediente é concedida de forma espontânea pelo empregador, portanto na maioria das vezes essas horas não precisam ser compensadas.

Contudo, regras de horário de trabalho interno ou acordos de compensação também podem se aplicar a esses dias, e é importante entender como os sindicatos ou acordos coletivos se aplicam a esses tipos de benefícios em seu setor.

Por que a empresa deveria adotar o short friday?

Oferecer oportunidades e tempo livre para seus colaboradores é uma grande motivação para melhorar sua produtividade e trabalho. Ter benefícios como o Short Friday não é apenas um “descanso” mais cedo, é também uma estratégia para ter um impacto positivo no seu negócio.

Para a empresa, é uma forma de remunerar os colaboradores pelo tempo gasto e investir em qualidade de vida e produtividade.

Já para os colaboradores, as horas a menos trabalhadas de sexta-feira podem ser aproveitadas de diferentes formas como iniciar o happy hour mais cedo, ou ir para casa com antecedência e evitar engarrafamentos e transportes lotados, além de resolver necessidades pessoais e passar mais tempo com sua família e amigos.

Ele funciona para todo tipo de empresa?

Sabemos que isso parece um pouco incomum, mas a mudança para Short Friday chamou muita atenção no mercado de trabalho – e chamou ainda mais a atenção de colaboradores que gostam da ideia de mergulhar um pouco mais cedo no fim de semana. 

De acordo com reportagem do Segs (Portal do Seguro Nacional), as dispensas no início da tarde de sexta-feira têm sido muito interessantes para a Aspen Pharma Brasil, indústria farmacêutica onde todos os funcionários são dispensados ​​às 15h. 

Para a diretora de RH, Patrícia Franco, os colaboradores têm trabalhado “com mais alegria e confiança”, o que leva a um diálogo direto com maior produtividade e comprometimento. 

Para garantir que esta curta sexta-feira possa ser saudada, Aspen formulou um plano estratégico. As tarefas que devem ser concluídas coletivamente são divididas entre os funcionários de segunda a quinta-feira.

Outra empresa que tem conseguido resultados é a Bayer. Além de uma sexta-feira curta, também oferece a possibilidade de trabalhar em casa e horários flexíveis. Essa é outra grande vantagem! 

Conforme pesquisa da revista Você S/A, essa cultura de valorização dos colaboradores fez da Bayer uma das 45 empresas mais adequadas para construir carreira em 2018. 

Além das empresas já mencionadas, outras organizações também implementam short friday, como: Takeda, L’Oréal, Livelo, Syngenta, Henkel e Mondelez.

Todo RH deve prestar atenção a essas histórias de sucesso para avaliar quais medidas e benefícios ajudarão a fortalecer a conexão entre a empresa e seus funcionários após a implementação – este é, em última análise, o ativo mais valioso de qualquer empresa.

Quais os benefícios que o short friday traz?

imagem de uma mulher sorrindo mexendo no computador com dois colegas ao lado conversando

As empresas estão adotando cada vez mais o modo Short Friday para lidar com cargas horárias de trabalho. A saída dos colaboradores no início da tarde de sexta-feira teve como objetivo melhorar a qualidade de vida e a produtividade da equipe. 

Os benefícios para toda a equipe e para toda a organização não param por aí. Portanto, identificamos os principais fatores que devem ser otimizados ao adotar este modelo. Confira!

Aumento de engajamento

Profissionais que têm melhor qualidade de vida e oportunidades de conciliar vida pessoal e profissional tendem a estar mais focados em seus cargos. Quando os funcionários se sentem valorizados pela empresa, naturalmente estarão mais envolvidos nas atividades internas e farão o melhor no dia a dia. 

Mais importante ainda, com mais tempo livre para fazer o que precisa ou quer fazer na vida, o profissional pode voltar a trabalhar com maior engajamento, aumentando assim a eficiência do seu trabalho.

Ajuda na retenção de talentos

Atrair e reter talentos exige muito mais do que salários e planos de carreira, e os profissionais valorizam cada vez mais a liberdade, a autonomia, as oportunidades de conciliar a vida pessoal e profissional e os benefícios que correspondem às suas expectativas. 

Se antes muita gente pensava que para produzir com qualidade e entregar resultados é preciso trabalhar muitas horas por dia sem parar e estar à disposição da empresa o tempo todo, isso está mudando a cada dia e o equilíbrio entre pessoal, financeiro, saúde e trabalho, torna-se cada vez mais apreciada e desejada pelos profissionais.

Melhora a produtividade

A saída dos colaboradores no início da tarde de sexta-feira teve como objetivo otimizar a qualidade de vida e a produtividade da equipe. As pessoas trabalham mais felizes e confiantes, portanto a produtividade e o comprometimento aumentarão.

Traz flexibilidade

Ao permitir que os funcionários administrem seu próprio tempo para lidar com questões pessoais e familiares, isso afeta positivamente o engajamento e a saúde emocional, e traz maior flexibilidade.

Quando ele for necessário, estará muito mais flexível para aceitar ficar até mais tarde, ou colaborar em alguma demanda.

Melhora o clima organizacional

imagem de duas mulheres e um homem conversando lado a lado

Profissionais motivados e comprometidos são capazes de equilibrar as tarefas pessoais e profissionais, não se tratando apenas de desenvolvimento pessoal, mas de grandes mudanças no trabalho em equipe.

Com um trabalho mais gratificante, haverá mais interação entre os profissionais e as diferentes equipes, e eles se ajudarão de acordo com suas necessidades, para que todos possam realizar suas tarefas com mais rapidez e alcançar sua “liberação” mais cedo.

Traz motivação

A Short Friday é uma boa estratégia para as empresas motivarem seus funcionários. Uma boa tendência que promove benefícios para os dois lados da equação é essa medida de fácil implementação a um custo muito baixo. Além de reduzir o absenteísmo, já que o principal motivo das faltas na empresa está associado à desmotivação.

Conclusão

Como dissemos, não basta prover salário aos profissionais. É preciso ir mais longe e o bem-estar é fundamental para atrair talentos. Ao investir nessas novidades, seus colaboradores naturalmente transmitem ao mercado uma visão mais positiva da sua empresa, fortalecendo assim a sua marca empregadora.

Por ter uma marca empregadora forte, as empresas podem atrair pessoas com culturas e valores semelhantes, facilitando o engajamento ativo e a conquista dos melhores talentos do mercado durante o processo de seleção.

Agora que você sabe mais sobre o “Short Friday”, reconsidere sua estratégia e incorpore esse benefício ao seu negócio!

Gostou deste artigo? Compartilhe nas redes sociais.

banner descubra a taxa de absenteismo
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima