Estrutura organizacional: entenda o que é e conheça os principais tipos!
BLOG
Time Pontotel 15 de maio de 2024 Controle de ponto
Estrutura organizacional: entenda o que é e conheça os principais tipos!
Saiba o que é estrutura organizacional e a qual a importância de escolher o melhor tipo para manter a sua empresa organizada e eficiente.
Imagem de Estrutura organizacional: entenda o que é e conheça os principais tipos!

Uma boa organização é essencial para que planos e objetivos pessoais sejam alcançados. Da mesma maneira, para uma empresa alcançar o sucesso, a organização também é um fator necessário. Assim, definir a estrutura organizacional do seu negócio é um dos pontos cruciais para fazê-lo prosperar.

A estrutura organizacional é a forma como uma empresa é organizada internamente. Ela é construída para que todos os processos fiquem claros, e que os funcionários entendam  seus respectivos papéis e as hierarquias presentes na empresa.

Neste artigo, você irá entender o que é uma estrutura organizacional, os seus tipos e como implantar uma boa estrutura organizacional em seu negócio. Confira os tópicos que serão abordados: 

Aproveite o conteúdo e tenha uma boa leitura!

O que é uma estrutura organizacional?

blocos de madeira em hierarquia

A estrutura organizacional de um negócio é a forma como uma empresa distribui o capital humano que ela possui. Nessa estrutura são definidos departamentos e hierarquias, de forma que a performance de cada colaborador seja aproveitada e potencializada.

Ela é feita visando organizar a empresa da melhor forma para que os objetivos desta sejam alcançados e para haver melhor distribuição dos recursos internos. 

Existem diversos tipos de estrutura organizacional para atender à diversidade de modelos de negócio e de gestão, e você vai conhecer cada uma delas ao longo deste artigo. 

Como ela se difere de um organograma?

Estrutura organizacional e organograma são dois conceitos relacionados, mas que se diferenciam entre si. Enquanto a estrutura organizacional é o sistema organizacional hierárquico de uma empresa, o organograma é a representação visual dessa estrutura.

Em outras palavras, o organograma pode ser considerado como suporte da estrutura organizacional, já que ela proporciona a visualização do organograma em forma de estrutura. 

Atualmente, existem diversos modelos de organograma que podem ser utilizados para contribuir com a visualização da hierarquia da sua empresa após a criação da estrutura organizacional.

Estrutura organizacional formal e informal

Em uma empresa pode haver estruturas organizacionais do tipo formal e informal.

A estrutura organizacional formal é aquela planejada pela empresa. Ela é pautada na lógica e na racionalidade, e considera políticas de gestão, organização hierárquica, planos de salários e normas de ética e conduta.

Já a informal, tem a ver com o conjunto de relações que os colaboradores desenvolvem entre si no espaço de trabalho, portanto ela acontece de forma espontânea. 

Enquanto a estrutura formal dá ênfase às autoridades e às responsabilidades de cada um, a informal relaciona-se aos colaboradores e às relações que eles possuem entre si.

Por que ter uma estrutura organizacional bem definida?

Ter uma boa estrutura organizacional proporciona diversos benefícios para uma empresa, como a otimização da gestão do tempo, e a facilidade em dividir tarefas e diagnosticar falhas. A seguir, entenda mais sobre cada um desses benefícios. 

Otimiza a gestão de tempo

pessoa mexendo em um tablet

Uma boa estrutura organizacional possibilita que o profissional consiga discernir a prioridade das demandas e perceber quais processos são necessários para que uma atividade aconteça e seja concluída dentro da empresa.

Dessa maneira, os processos se tornam mais ágeis, uma vez que o colaborador sabe bem o que precisa fazer, quem precisa contatar e quem deve ajudá-lo a executar uma tarefa,  agilizando a execução e poupando tempo.

Facilita a divisão de tarefas

Quando se cria uma estrutura organizacional, fazer a divisão de tarefas é um ponto essencial. Com ela, ficam claras quais são as funções de cada cargo e quais colaboradores dependem do trabalho de outros.

Sabendo disso, fica mais fácil para o gestor e para os demais colaboradores saberem a quem devem recorrer quando precisarem pedir algo. 

Diagnostica falhas em processos

Por deixar claras as responsabilidades de cada funcionário e a quem eles devem responder, caso aconteça um problema na empresa, fica mais fácil de entender onde houve o erro e, assim, buscar corrigi-lo.

Por exemplo, se um ou mais colaboradores são responsáveis por cuidar da agenda de eventos do chefe deles e, por algum motivo, esqueceram de avisá-lo sobre alguma atualização, com uma estrutura organizacional ficará fácil para que qualquer gestor consiga entender de qual setor partiu esse problema. 

Além do diagnóstico, isso também permite que o gestor possa saber como atuar para diminuir essas falhas e até possa fazer ajustes na estrutura da empresa para que os problemas sejam solucionados.

Tipos de estrutura organizacional

Cada empresa tem o seu tipo de estrutura organizacional definida conforme a linha de autoridade e os departamentos que ela possui, mas também considera as interações que acontecem entre setores e colaboradores. Entenda a seguir cada tipo de estrutura organizacional. 

Estrutura organizacional funcional

Esse é o tipo de estrutura mais comum nas empresas. Nele, os recursos ficam divididos em departamentos, ou seja, os colaboradores são distribuídos conforme sua área de atuação e respondem a um gestor do mesmo setor. 

A estrutura organizacional funcional possibilita melhor comunicação entre as pessoas do mesmo departamento, e proporciona melhor clareza na hierarquia.

Contudo, essa segregação acaba dificultando a convivência e a relação com colaboradores de outras áreas da empresa, principalmente se ela possuir muitos funcionários. 

Estrutura organizacional linear

Mais presente em empresas de pequeno porte, a estrutura organizacional linear possui formato mais simples, e a autoridade maior é do proprietário, do diretor ou do chefe. 

Nesse modelo, as decisões são tomadas de forma mais centralizada, e cada colaborador responde a quem está em um nível hierárquico superior. A partir desse nível, é possível construir um organograma linear

Essa estrutura é mais simples e econômica e permite que haja claro entendimento sobre quem deve responder a quem. Por outro lado, é uma estrutura menos cooperativa, burocrática e que pode causar sobrecarga nos líderes. 

Estrutura organizacional divisional

A estrutura divisional é organizada por produtos, serviços, mercados ou regiões geográficas. Cada divisão opera semi-autonomamente, com suas próprias funções e recursos.

Essa estrutura é vantajosa para grandes empresas com diversificação de produtos ou serviços, pois facilita a gestão individual de cada divisão, mas pode aumentar os custos operacionais devido à duplicação de recursos.

Estrutura organizacional horizontal

A estrutura organizacional horizontal serve melhor em empresas menores e iniciantes. Ela também é muito utilizada em startups, pois nela não há muita diferença entre as funções dos líderes e dos colaboradores. 

Sendo assim, na gestão horizontal há atribuição de responsabilidades e atividades de gestão a todos os colaboradores, tirando parte das obrigações dos líderes. 

Estrutura organizacional vertical

A estrutura vertical é caracterizada por uma cadeia de comando clara e linear, onde cada nível hierárquico tem autoridade sobre o nível abaixo.

Esse modelo é tradicional e ainda muito utilizado, proporcionando clareza e ordem na distribuição de tarefas e responsabilidades. No entanto, pode ser rígido e burocrático, dificultando a adaptação rápida a mudanças.

Estrutura organizacional matricial

Na estrutura organizacional matricial, cada departamento da empresa fica subordinado à sua gestão e ao líder do projeto, ou seja, isso significa que ele possui dupla subordinação. 

Esse formato mescla a estrutura funcional com a divisional, porque os colaboradores de cada setor respondem ao chefe do seu respectivo departamento e ao chefe do projeto. 

Escolher essa estrutura é uma boa opção para empresas que costumam trabalhar com projetos que envolvem a participação de colaboradores de diferentes departamentos, pois possibilita melhor relacionamento entre as equipes e maior acompanhamento quando há duas chefias.

Estrutura organizacional circular

Também chamada de estrutura radial, esse modelo tem como princípio a estrutura organizacional linear, porém é representado por meio de uma estrutura circular.

Essa estrutura coloca no eixo do círculo as pessoas e os setores de maior hierarquia, e ao seu redor ficam os seus subordinados. 

Comparada a linear, por exemplo, ela não funciona tão bem, já que pode ser limitada de espaço para informações, além de ser confusa para algumas pessoas.

Estrutura organizacional em rede

A estrutura em rede é composta por uma série de unidades independentes ou semi-independentes que colaboram para alcançar objetivos comuns. Essas unidades podem incluir fornecedores, parceiros ou outras empresas.

Esse modelo é flexível e adaptável, promovendo inovação e resposta rápida às mudanças do mercado, mas pode ser complexo de gerenciar devido à interdependência das unidades.

Estrutura organizacional por projetos

Na estrutura por projetos, a empresa é organizada em torno de projetos específicos. Cada projeto tem uma equipe dedicada, com membros de diferentes departamentos.

Esse modelo é ideal para empresas que trabalham em setores dinâmicos ou com muitas inovações, pois permite foco e especialização em cada projeto. No entanto, pode criar desafios na gestão de recursos e na manutenção da comunicação entre projetos diferentes.

Como fazer uma estrutura organizacional?

pessoa escrevendo em papel com fluxograma

Identificar como será a hierarquia da sua empresa é o primeiro passo para criar a estrutura organizacional. Você precisa entender qual tipo se ajusta melhor a realidade da sua empresa. 

Por exemplo, se seu negócio lida com uma área que exige mais cooperação, uma hierarquia horizontal deve funcionar melhor.

Agora, se as atividades desenvolvidas no seu trabalho são mais operacionais e previsíveis, uma hierarquia vertical pode ser a melhor opção. 

Outra etapa que precisa ser feita ao criar uma estrutura organizacional é compreender a dependência de cargos, ou seja, qual cargo depende de outro para que tudo aconteça bem.

Por exemplo, determinada informação precisa chegar a outro setor da empresa. Quem fica encarregado de passar essa informação para o outro setor? Apontar e responder essas questões são primordiais na estruturação organizacional. 

Analise o tipo de produto ou serviço, o tamanho, a área de atuação e as perspectivas para o futuro da empresa. Assim, você poderá escolher um dos cinco tipos de estrutura organizacionais apresentados ao longo deste artigo. 

Por fim, é necessário criar um organograma para visualizar todas essas informações que foram construídas. Com ele, é possível ter uma visão sistêmica da estrutura organizacional, além de facilitar a tomada de decisões. 

Conclusão

É evidente, portanto, que uma boa estrutura organizacional é essencial para que os processos da sua empresa fiquem claros e que haja melhor organização de forma geral. 

O mais importante é conhecer a situação atual e o perfil da sua empresa para escolher uma estrutura que mais se ajuste e que esteja atualizada com as tendências do mercado. 

Não restam dúvidas de que implantar uma estrutura organizacional adequada trará benefícios e satisfação para a gestão e todos os colaboradores.

Ficou clara a importância de ter uma boa estrutura organizacional no seu negócio? 

Se você gostou do conteúdo, compartilhe com seus amigos e continue acompanhando o blog Pontotel para ficar por dentro das novidades.

Compartilhe em suas redes!
Mais em Controle de ponto VER TUDO
INICIAR TOUR!