Conheça mais sobre o método PPCP e veja como ele auxilia o processo de produção na prática!

imagem de uma pessoa encostando em desenhos de engrenagens

A sigla PPCP representa planejamento, programação e controle de produção. Ou seja, ela diz respeito a um conjunto de ações para o controle e gestão da produção dentro da organização.

Através desse método, a organização consegue definir questões referentes à produção como: quantidade de produção, prazo de entrega e processos.

O principal objetivo dessa ferramenta é desenvolver uma produção mais eficiente através de melhores resultados e redução de custos.

Para que a organização consiga atingir seus objetivos e aumentar o lucro, ela precisa de uma produção eficiente. Portanto, foram criadas ferramentas para auxiliar na gestão, como o PPCP.

Nesse sentido, preparamos esse artigo para que você possa entender o que é o PPCP e quais vantagens ela traz para as empresas.

Veja a seguir, quais os tópicos serão abordados ao longo deste artigo.

Ficou interessado? Então acompanhe o artigo abaixo!

Boa leitura!

banner pontotel acompanhamento em tempo real

PPCP: o que é?

Conforme passado no início, a sigla PPCP diz respeito ao planejamento, programação e controle de produção. Ou seja, são ferramentas utilizadas pelas organizações para planejar e controlar os recursos, lidar com imprevistos e avaliar e melhorar o nível de qualidade dos processos produtivos das organizações.

O principal objetivo da ferramenta é desenvolver um processo produtivo mais eficiente visando os melhores resultados para a unidade de produção.

Em resumo, o PPCP é um sistema responsável por gerenciar os recursos da organização de forma mais eficiente. Desse modo é possível ter maior controle sobre os produtos que a empresa possui.

Esse processo é complexo e envolve todos os setores relacionados à manufatura, como manutenção e logística. 

Por isso, a organização deve ter uma comunicação interna eficiente para conseguir atingir o objetivo desejado.

Através desse sistema, a empresa consegue definir:

  • Quantidade de produção;
  • Prazos de entrega;
  • Prazo de execução.

Vamos ver a seguir, o significado de cada letra que compõe a sigla.

Planejamento

O planejamento é o primeiro e um dos principais passos para que um projeto tenha sucesso. Nessa etapa, os gestores devem definir o cronograma de execução de cada fase do projeto e quais objetivos deseja alcançar.

Dessa forma, a organização pode desenvolver um planejamento pensando em projetos de curto ou longo prazo. 

Através de metas e prazos bem definidos, a organização consegue utilizar os melhores recursos para construir um projeto eficiente.

Para que as organizações consigam atingir seus objetivos é fundamental desenvolver um planejamento e definir as metas que desejam alcançar.

Afinal, as organizações que não criam um planejamento, têm maiores chances de se perderem no caminho e não ter uma equipe engajada.

Desse modo, o planejamento é fundamental para que a empresa consiga se posicionar no mercado e ter um diferencial competitivo diante dos concorrentes.

Programação

A programação diz respeito ao processo de implementação das definições feitas na etapa do planejamento.

Para isso, o programador deve alinhar com os responsáveis pela linha de produção a quantidade de produtos que serão produzidos e quais processos serão usados. 

Controle da Produção

A área de controle da produção é a responsável pela manutenção e eficiência da área produtiva. 

Dessa forma, é necessário que a área faça a análise e monitore os processos de produção. Além disso, o setor deve lidar com os imprevistos e erros que possam surgir na linha de produção. 

Em resumo, o controle da produção corresponde a qualquer ação que a empresa deva fazer para que o objetivo desejado seja atingido. Por isso, se houver necessidade, a área deve reavaliar o planejamento que tinha sido definido.

Como e onde surgiu o PPCP?

imagem de três homens andando em uma fábrica

Para entender o surgimento do PPCP, temos que voltar ao passado para saber como tudo começou.

Os primeiros registros dessa ferramenta foram vistos em 1785, durante a Revolução Industrial, quando surgiu o primeiro tear. 

Nesse período, as pessoas passaram a deixar as suas casas para desenvolver o seu trabalho nos engenhos. Isso fez com que as atividades passassem a ser executadas com o mínimo de planejamento.

Contudo, em 1924, o engenheiro Henry Ford desenvolveu a linha de montagem em massa. Daí, surgiu a necessidade de colocar ordem na produção, separando cada etapa e definindo funções específicas.

Já em 1948, com o surgimento do movimento toyotista, os princípios da produção eram desenvolver produtos com padrões de qualidade mais rigorosos e segmentação de estoque. Dessa forma, o PPCP passou por aperfeiçoamentos.

Com a chegada da década de 70, os computadores passaram a ser inseridos no ambiente fabril, tornando as ferramentas do PPCP mais acessíveis para a organização.

Com o passar do tempo, houveram muitos avanços tecnológicos que auxiliaram no desenvolvimento dos processos industriais. 

A partir do PPCP, foi possível desenvolver outras ferramentas de sistema de gestão como o MRP e ERP.

Quais os objetivos do Planejamento, Programação e Controle da Produção?

O PPCP é uma ferramenta utilizada para que a empresa possa desenvolver as metas que deseja alcançar. De modo que a organização defina qual caminho ela deve percorrer para atingir determinado objetivo.

Por meio dessa estratégia, é possível planejar e controlar a produção, definindo o prazo de entrega.

Assim, o objetivo do planejamento, programação e controle de produção é definir os seguintes pontos em relação à produção:

Quantidade de produção

Um dos principais objetivos do PPCP é conseguir garantir a quantidade ideal de matéria-prima para atender a demanda de produção.

Além disso, ela também se preocupa com a qualidade dos insumos, para que os produtos produzidos sejam de qualidade.

Processo simplificado

Outro objetivo do PPCP é tornar os processos de produção mais simples e eficientes. 

Assim, a organização consegue executar a produção de forma mais rápida e eficiente. Evitando desperdícios de materiais.

Além disso, as entregas serão feitas com maior qualidade e evita o retrabalho.

Redução de estoque

O PPCP atua com o objetivo de reduzir o custo de produção através de estoque mínimos. 

Isto é, a organização deve manter em estoque quantidades mínimas de produtos e realizar as compras somente quando houver necessidade produção.

Dessa forma, evita o gasto com itens que não são essenciais e reduz o risco de perder matérias-primas.

Monitoramento da produção

No decorrer da produção, o gestor pode acompanhar se os processos estão sendo seguidos conforme determinado e se a demanda será atendida dentro do prazo estabelecido.

Além disso, o PPCP também tem como objetivo definir os seguintes fatores:

  • Definir quais matérias-primas podem ser utilizadas;
  • Definir a quantidade de mão-de-obra necessária para a produção;
  • Calcular o prazo de produção;
  • Qual o processo de produção.

Após essas definições, as indústrias terão informações necessárias para desenvolver o PPCP levando em consideração as atividades que precisam ser desenvolvidas e os recursos que possui. 

Quais os benefícios do PPCP?

Agora que você já entendeu o que é PPCP e sabe que ela é uma importante ferramenta para a organização obter melhores resultados, vamos abordar outros benefícios ele proporciona para as empresas.

Redução de custos

Toda organização tem o objetivo de reduzir custos. E isso é possível quando é colocado em prática o PPCP, pois ela visa reduzir os desperdícios, eliminando itens que não são essenciais para a produção, o que gera menor perda de materiais.

Como consequência, a equipe trabalha com maior engajamento e a produção passa a ser feita com maior qualidade, reduzindo os erros e retrabalhos.

Melhor acompanhamento da produção

O PPCP torna a execução das etapas mais estruturada. Assim, é mais fácil acompanhar a evolução de cada etapa e saber se as tarefas estão sendo executadas dentro do prazo determinado.

Integração entre os setores

Ao implementar o PPCP, o gestor não atua apenas com a produção, mas sim com outros setores como compras, comercial, logística etc. Por isso, as áreas devem conversar para saber se tem produtos em estoque para realizar a venda, por exemplo.

Dessa forma, a comunicação deve ser simples e eficiente, para melhorar o fluxo de venda dos produtos e o alcance das metas desejadas.

Informações atualizadas

Essa estratégia permite que os gestores tenham acessos a informações atualizadas em tempo real. 

Isso é fundamental para que a tomada de decisão ocorra de forma mais rápida e eficiente. E ainda evita possíveis erros na linha de produção.

Além disso, isso se torna uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes de mercado.

E as vantagens para o processo de produção na prática?

O PPCP, planejamento, programação e controle da produção, pode representar muitas vantagens para a empresa quando é aplicada na produção.

Com isso, podemos destacar as seguintes vantagens:

  • Obtenção de melhores resultados;
  • Controle de desperdício de recursos;
  • Padrão de qualidade na produção;
  • Redução de custos de produção;
  • Simplificação de processos de produção.

Ou seja, essa ferramenta proporciona muitas vantagens para a produção da empresa. Dessa forma, a empresa se torna mais competitiva diante dos concorrentes e entrega produtos de qualidade.

Como implementar na empresa?

imagem de um homem e uma mulher em uma fábrica usando capacetes de proteção

Antes de implementar o PPCP na empresa, é necessário fazer uma análise da situação atual em que a organização se encontra. 

Para isso, é necessário identificar qual a demanda, quais os recursos ela possui e quais as etapas de cada processo. 

Além disso, a matéria-prima deve estar disponível da seguinte forma:

  • Na quantidade necessária;
  • No momento adequado;
  • No nível de qualidade e custo adequado.

Após essas definições, o sistema poderá ser implementado na organização e, a partir disso, todos os setores poderão fazer o controle de seus processos e há mais chances de alcançar as metas.

Quais são as etapas do PPCP?

Para adotar o PPCP na empresa, é necessário seguir algumas etapas. Veja quais são:

Previsão de demanda

Por meio do PPCP, os gestores conseguem prever os recursos necessários (matéria-prima e mão-de-obra) necessários para atender as demandas de produção.

Essa técnica é baseada no histórico de produtos mais vendidos, matéria-prima utilizada, estoque de cada produto e vendas sazonais.

Planejamento e capacidade produção

Nessa etapa, são utilizados os dados da previsão de demanda para identificar se há necessidade de fazer ajustes na produção.

Dessa forma, é possível identificar se a produção está acima ou abaixo do esperado.

Planejamento Agregado da Produção (PAP)

No planejamento agregado da produção (PAP) são desenvolvidas as principais estratégias de produção. 

Ou seja, ela diz respeito ao volume de produção, estoque, demissão ou contratação de funcionários, horas extras, serviços de logística e outros.

O PAP é realizado anualmente, mas se houver necessidade, a empresa pode fazer correções ao longo dos meses.

Programação Mestra da Produção (PMP)

O PMP é responsável por cumprir as tarefas de curto prazo. Nessa etapa é feito a análise e o direcionamento dos recursos necessários para atender a demanda.

Ela vai além da previsão da demanda, pois ela também avalia os pedidos e as solicitações de compra.

Programação detalhada da produção (PDP)

Essa etapa é responsável por definir como serão os procedimentos diários da empresa. Ela também faz a gestão dos materiais, emissão e liberação das ordens de compra.

No PDP também é feito o controle e o gerenciamento do estoque, emissão dos documentos necessários para iniciar a produção e definir a sequência das operações.

Controle da produção

Por último, a etapa de controle da produção é responsável por acompanhar tudo o que está sendo produzido. 

Para isso, é importante avaliar se os procedimentos estão sendo seguidos de maneira correta. E, se houver algum erro, deve realizar a correção.

Fatores importantes dentro do PPCP

Existem alguns fatores importantes relacionados ao PPCP. Nos tópicos a seguir, vamos falar mais sobre eles.

Teoria das Restrições

A teoria das restrições ou TOC é uma filosofia de gerenciamento que tem como principal objetivo acelerar e melhorar o desempenho das organizações.

Essa teoria determina que o objetivo primordial das empresas é aumentar seu lucro e, para isso, é necessário aumentar a venda de produtos e serviços e reduzir os custos com estoque e despesas operacionais.

Portanto, o primeiro passo para implementar essa ferramenta na empresa é identificar os pontos fracos no sistema de produção e corrigir esses gargalos para melhorar a produtividade.

Just in Time

A expressão Just in Time significa “no momento certo”. Ou seja, nesse modelo de produção, o objetivo é eliminar estoques desnecessários e tornar a produção mais eficiente.

Dessa forma, o estoque possui apenas o mínimo de armazenamento necessário e a produção é feita conforme a demanda.

Nesse modelo, é essencial que haja uma sincronia entre a empresa e os fornecedores para que a necessidade do cliente seja atendida conforme a demanda.

Kanban

O kanban é um sistema de gestão visual, que visa conduzir as tarefas de trabalho por um fluxo pré-definido.

Para realizar a gestão de estoque é utilizado os cartões coloridos que indicam a sequência do projeto. As divisões são feitas da seguinte maneira:

  • To do – o que precisa ser feito;
  • Doing – o que está sendo executado;
  • Done – o que foi concluído.

As atividades são segmentadas conforme o status de execução.

MRP

O MRP diz respeito ao planejamento e controle de produção. Ou seja, é um sistema que define as quantidades e o momento em que cada item da produção deve ser adquirido.

Essa ferramenta proporciona agilidade para o PPCP, pois através dela, a organização sabe quando precisa adquirir mais insumos e reavaliar o planejamento se houver necessidade.

Como o PPCP auxilia o departamento de RH?

Apesar desse sistema de gestão estar relacionado a produção dentro das organizações, o RH também está envolvido nesse processo.

A produção deve ser feita conforme a demanda que a empresa possui, isso significa que, em alguns períodos, pode haver necessidade de mais ou menos funcionários atuando na linha de produção.

E aí entra o departamento de recursos humanos. Pois ele é o responsável por realizar as contratações e os desligamentos quando houver necessidade.

Ou seja, através do PPCP, a organização consegue prever quando haverá a necessidade de realizar contratações ou desligamentos de funcionários.

Dessa forma, o departamento de recursos humanos consegue se preparar para atender a nova demanda da empresa. Assim, terá a quantidade exata de funcionários atuando na linha de produção.

Conclusão

imagem de um homem em pé segurando uma prancheta e usando capacete de proteção

A aplicação do PPCP (planejamento, programação e controle de produção) nas organizações é uma forma de atingir melhores resultados e entregar produtos de melhor qualidade para o consumidor final.

Através dessa ferramenta, a empresa consegue realizar uma produção eficiente e que atenda as necessidades do cliente.

Apesar de não ser um processo simples, implementar o PPCP na organização traz muitos benefícios e vantagens para a empresa.

Importante lembrar que o principal objetivo dessa ferramenta é criar um suporte para que os gestores consigam tomar as melhores decisões em menor tempo. 

Como consequência, a empresa consegue reduzir custos e melhorar a qualidade de suas entregas. E ainda, promove um ambiente de trabalho mais agradável, através de uma equipe mais engajada.

Portanto, se a sua empresa ainda não utiliza essa ferramenta, talvez seja a hora de colocá-la em prática.

Então, gostou do conteúdo abordado neste artigo? Então acompanhe o blog do PontoTel para saber mais!

banner como funciona o software de ponto mais completo
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima