Por que o pensamento analítico é uma habilidade do futuro? Tudo sobre essa habilidade e como desenvolvê-la!
BLOG
Time Pontotel 14 de junho de 2024 Gestão de Pessoas
Por que o pensamento analítico é uma habilidade do futuro? Tudo sobre essa habilidade e como desenvolvê-la!
Saiba como funciona o pensamento analítico e descubra por que essa habilidade é considerada a principal para o profissional do futuro.
Imagem de Por que o pensamento analítico é uma habilidade do futuro? Tudo sobre essa habilidade e como desenvolvê-la!

O mercado de trabalho está em constante evolução, e se destaca quem possui a capacidade de permanecer em uma realidade de aprendizado contínuo, que valoriza as habilidades do futuro, como o pensamento analítico. 

O pensamento analítico vem ganhando destaque, pois, profissionais com este tipo de habilidade têm maior facilidade para identificar insights para tomadas de decisões mais estratégicas e assertivas. 

De acordo com uma pesquisa da World Economic Forum, o pensamento analítico é uma das 15 habilidades mais importantes que o profissional do futuro precisa ter para alcançar o sucesso na carreira. 

Conhecendo agora a importância do pensamento analítico no mercado, é importante saber como desenvolver essa habilidade, na prática. Este artigo trará exemplos práticos sobre o assunto, abordando os seguintes tópicos: 

Boa leitura! 

O que é pensamento analítico?

mulher deitada analisando gráficos e fazendo anotações em um caderno

O pensamento analítico se refere a uma habilidade cognitiva, que proporciona à pessoa a capacidade de processar informações de forma mais ágil, avaliando possibilidades e baseando-se em evidências para tomar decisões sólidas e assertivas. 

Quem possui um perfil analítico consegue reunir uma série de informações distintas, bem como analisá-las e relacioná-las, para gerar soluções lógicas na resolução de algum problema. Afinal, o indivíduo tem mais facilidade para filtrar e organizar as informações disponíveis. 

O Dicionário Online de Português descreve analítico como: “Característica de quem age por análise, que pensa e analisa muito bem alguma coisa; crítico, profundo: sujeito analítico”.

Pensamento crítico vs. pensamento analítico

Muitos ainda confundem o pensamento crítico com o pensamento analítico; porém, eles têm abordagens distintas na sua essência. Enquanto o pensamento analítico foca uma análise profunda da situação, o pensamento crítico faz questionamentos. 

Se o pensamento analítico está voltado a uma compreensão profunda do assunto, avaliando detalhes, identificando padrões e desenvolvendo insights para a tomada de decisões, o pensamento crítico questiona informações, ideias e argumentos.

O perfil crítico é reflexivo e questiona todas as possibilidades de implicações ao longo do processo. Já o pensamento analítico centra na análise de informações e dados a respeito do assunto. 

Exemplos de pensamento analítico

Para exemplificar o funcionamento analítico, é importante observá-lo na prática, tanto no âmbito pessoal como no profissional. Essa habilidade pode e deve ser utilizada em situações distintas, pois pode ajudar a tomar decisões mais assertivas. 

No ambiente de trabalho, é possível ter como exemplo um gerente financeiro com um problema no orçamento. O que ele deve fazer para mudar o rumo da empresa nesse caso? 

Ao usar o pensamento analítico, ele irá fazer uma varredura em todos os setores da empresa, levantando gastos e prioridades, para realizar uma avaliação criteriosa, baseada em dados concretos. 

A partir daí, ele começará a fazer um corte de custos, tendo em mãos informações importantes sobre esse problema de orçamento e direcionando melhor os recursos, com decisões mais estratégicas a respeito, graças ao pensamento analítico. 

Essa habilidade pode funcionar também na vida pessoal, como em situações financeiras, em que uma pessoa quer realizar um investimento, mas não sabe por onde começar. 

Com um pensamento analítico, ela levantará os prós e contras, assim como riscos e vantagens, para optar por aquilo que mais se adequar ao seu perfil, sendo mais assertiva na escolha em função dessa visão analítica da situação. 

Qual a importância de se pensar analiticamente no trabalho?

O pensamento analítico no ambiente de trabalho é fundamental para o profissional ter uma visão mais ampla dos acontecimentos e avaliar toda a situação, os dados e as informações antes de tomar uma decisão. 

Pensar de modo analítico ajuda a detectar gargalos mais facilmente, entendendo quais situações estão levando a eles, contribuindo para uma tomada de decisões mais estruturada e profunda. 

Esse tipo de abordagem analítica permite ainda identificar áreas de melhorias na empresa, já que existe um olhar mais aprofundado para as equipes e as operações. Portanto, o pensamento analítico no trabalho pode: 

  • Manter uma comunicação mais efetiva;
  • Permitir uma análise de dados mais objetiva e criteriosa;
  • Facilitar uma abordagem de feedbacks construtivos, baseados em fatos;
  • Promover uma cultura de aprendizado contínuo; 
  • Garantir soluções mais eficientes.  

Por que o pensamento analítico é uma habilidade do futuro?

Ao pensar em futuro, muito se fala da importância da automatização nas empresas. De fato ela é essencial para as organizações otimizarem o tempo de trabalho e atingirem a eficiência operacional, mas o pensamento analítico não é menos importante. 

Não é à toa que essa habilidade é vista com bons olhos, entrando na lista das 15 habilidades essenciais para o profissional do futuro, conforme citado na pesquisa apresentada na introdução deste conteúdo. 

O pensamento analítico é considerado uma habilidade do futuro justamente porque cria nas pessoas uma cultura de aprendizado contínuo, promovendo o desenvolvimento de uma capacidade de análise, interpretação de dados e geração de insights eficazes. 

Além disso, o perfil analítico é visto como uma habilidade do futuro, pois é totalmente adaptável a mudanças, faz dos erros uma possibilidade de gerar caminhos de melhorias e sabe lidar com os problemas de forma criativa para encontrar soluções assertivas. 

Quais os objetivos do pensamento analítico?

O pensamento analítico aumenta a capacidade das pessoas em avaliar situações para executar estratégias de forma mais eficaz. Confira, a seguir, alguns dos objetivos principais do pensamento analítico.

Auxilia na compreensão profunda

O pensamento analítico auxilia em uma compreensão profunda das situações, já que indivíduos que o desenvolvem sempre consideram os mínimos detalhes antes de tomar uma decisão. Com isso, fica mais fácil antecipar problemas e ser proativo diante dos desafios organizacionais.

Facilita a resolução de problemas

Por meio de uma avaliação mais criteriosa dos fatos, sempre com base em informações e dados concretos, o pensamento analítico facilita a resolução de problemas

Isso porque a identificação ágil de padrões e tendências melhora a capacidade para interpretar situações para a geração de insights importantes na resolução de problemas.

Capacita a tomada de decisões

O pensamento analítico capacita a tomada de decisões, já que se guia por abordagens embasadas em dados concretos, avaliando sempre os prós e contras e as consequências de determinada estratégia. 

Assim, a estratégia se torna mais assertiva e eficaz, mitigando possíveis erros.

Como desenvolver o pensamento analítico?

homem fazendo desenhos em quadro transparente

O desenvolvimento do pensamento analítico exige conhecimento e entendimento de como lidar com as situações do dia a dia para que a resolução de problemas se dê a partir de ações estratégicas e assertivas. 

Conheça alguns dos pontos a se atentar para desenvolver essa habilidade. 

Pratique resolução de problemas

A rotina empresarial é formada por problemas e resolução destes diariamente. Essa realidade é muito importante para o desenvolvimento do pensamento analítico. 

Começar a enxergar o problema de forma diferente, visualizando-o com profundidade, avaliando dados, identificando as causas e fundamentando as decisões, é um bom passo para criar um cenário de prática do desenvolvimento do pensamento analítico.

Esquematize processos

O pensamento analítico muitas vezes se desenvolve a partir de padrões, que posteriormente poderão ser utilizados nas mais variadas situações para a resolução de um problema. 

Por isso, esquematizar processos, seguindo sempre um passo a passo predefinido ao estar diante de uma situação problema, pode ajudar a seguir um padrão do pensamento analítico e consequentemente se apoiar para que essa habilidade se desenvolva mais rapidamente. 

Aprenda com os erros

O pensamento analítico exige uma visão aprofundada das situações, e dentro deste cenário está incluso o aprendizado com os erros cometidos. 

No pensamento analítico não se ignora um erro, mas, sim, reconhece-o, e a partir dele se faz uma análise dos porquês para desenvolver insights importantes para não cometê-lo novamente. 

O objetivo neste caso é criar uma visão mais criteriosa dos fatos, aprendendo com os erros e não parando diante deles, mas, sim, aproveitando-os para criar uma curva de aprendizado que futuramente irá facilitar uma nova tomada de decisões. 

Aprimore as habilidades de observação

O perfil analítico é observador, e para desenvolvê-lo é fundamental aprimorar justamente a capacidade de observação dos fatos. 

Quando uma pessoa possui o pensamento analítico, ela cria a habilidade de analisar com maior profundidade a situação, tendo maior entendimento de qual decisão tomar. 

Além disso, com uma capacidade de observação apurada, o profissional se torna capaz de interpretar e avaliar com maior facilidade todas as informações que lhe são apresentadas, prevendo consequências e sendo mais assertivo em qualquer passo dado. 

Quais ferramentas podem auxiliar no pensamento analítico?

O pensamento analítico pode ser desenvolvido a partir de ferramentas e práticas que estimulam o uso dessa habilidade. Tudo depende do contexto e de objetivos predeterminados para que esse desenvolvimento seja realizado da forma correta. 

Saiba, a seguir, algumas dessas ferramentas que podem estimular o uso do pensamento analítico: 

  • Análise SWOT: essa é uma ferramenta de visualização importante para a avaliação de pontos fortes e fracos, contribuindo para o desenvolvimento de um pensamento analítico. 
  • Diagrama de Ishikawa: o diagrama é uma representação visual para uma análise da saúde da empresa e identificação de problemas, importantes fatores para um perfil de análise profundo como o analítico. 
  • Feedbacks: usar a cultura de feedback como uma ferramenta de apoio para o desenvolvimento do pensamento analítico pode facilitar esse processo, já que fica mais fácil aprender com erros e potencializar as possibilidades de melhorias. 
  • Jogos de lógica: uma ferramenta fácil de se utilizar, mas muito eficaz no desenvolvimento do pensamento analítico e na capacidade de identificação de problemas e soluções, são os jogos de lógica, como sudoku, palavras-cruzadas, xadrez e outros.  

Conclusão

Ter um pensamento analítico é um grande diferencial no mercado de trabalho, podendo contribuir para a empresa enxergar com maior amplitude os seus desafios e problemas, bem como encontrar com maior facilidade as soluções que são mais efetivas neste processo. 

O pensamento analítico permite uma análise mais criteriosa dos fatos, embasando as tomadas de decisões em padrões de comportamento que podem levar à empresa a ser mais assertiva e eficiente nos seus processos. 

Além disso, o pensamento analítico desenvolve uma cultura de aprendizagem contínua para os colaboradores potencializarem suas habilidades, identificando as falhas, aprendendo com elas e buscando uma evolução.

Por fim, neste conteúdo, foi possível conhecer algumas maneiras para desenvolver o pensamento analítico, assim como ferramentas que podem servir de apoio neste desafio. 

Gostou deste conteúdo e quer ler mais artigos como este? Então acesse o blog Pontotel

Compartilhe em suas redes!
Mais em Gestão de Pessoas VER TUDO
INICIAR TOUR!