Perfil executor: Características, como identificar e suas principais qualidades

imagem de um homem sentado em um sofá mexendo em um computador

Toda pessoa possui um conjunto de características que determinam sua postura em diversas esferas da vida pessoal e profissional. Conhecer o perfil comportamental de cada ser humano pode auxiliar na compreensão de determinadas atitudes, limitações, além de poder ser uma importante ferramenta para a gestão de pessoas em empresas.

Com esse conhecimento sobre os colaboradores, é possível que gestores desenvolvam uma relação mais próxima de cada profissional e explorem melhor as habilidades e características de cada um. Outro ponto importante é que saber o modo de se comportar de cada integrante de uma equipe pode facilitar escolhas para organização e divisão de tarefas, por exemplo.

Existem quatro tipos comportamentais, entre eles, o perfil executor, normalmente identificado em líderes, especialmente pela autoconfiança e motivação para enfrentar desafios. Este é o assunto deste artigo, que irá abordar os perfis comportamentais, especialmente o executor e explicar quais são os principais traços de personalidade e como motivá-los na empresa. 

Você vai aprender:

Quer saber mais? Então, continue a leitura!

banner resolver problemas com escalas de trabalho

Perfil comportamental: Conceito

Antes de abordarmos especificamente o perfil executor, vamos entender melhor o que é perfil comportamental. Basicamente, ele resume uma série de características do ser humano e determina como cada um se posiciona em diversos acontecimentos, inclusive, a predominância de um perfil ou outro é o que determina a reações diferentes em situações semelhantes.

Os perfis comportamentais são divididos em quatro grupos:

  • Perfil executor: é uma pessoa que possui muita autoconfiança, apresentando até traços autoritários e ditatoriais. Normalmente, defende fielmente seu ponto de vista,se adapta facilmente em momentos de dificuldades e gosta de enfrentar desafios. Este perfil costuma ser extremamente competitivo, além de ser corajoso; 
  • Perfil comunicador: é bastante comunicativo, com bastante carisma e alto poder de persuasão. É uma pessoa otimista, que se envolve em novos projetos com entusiasmo. Além disso, relaciona-se com facilidade;
  • Perfil planejador: é uma pessoa paciente e conservador. Gosta de estabilidade e de estabelecer um ritmo constante para as atividades. Por gostar do planejamento, possui pouca habilidade para o improviso, mas não costuma se desesperar com situações inesperadas;
  • Perfil analista: é bastante organizado, meticuloso e responsável. Presta atenção aos mínimos detalhes. Possui habilidade para lidar com rotinas e atividades repetitivas, além de possuir controle de processos.

Vale destacar que todo mundo possui um pouco de todos os perfis, entretanto, sempre há um que é determinante e que geralmente está à frente das decisões e atitudes tomadas por um indivíduo. Sendo assim, podemos ter pessoas com perfil comunicador executor ou perfil analista planejador, entre outros.

Como identificar o perfil de um colaborador?

Para identificar o perfil comportamental de uma pessoa, existe uma metodologia desenvolvida na década de 20 bastante utilizada por gestores de pessoas. Chamada DISC, ela foi criada por William Marston, PhD em Psicologia pela Universidade de Harvard. A teoria descreve as emoções dos seres humanos e cita os principais comportamentos, que, em inglês, formam o termo DISC. 

  • Dominance (dominância): motivado por eficácia e desafios na busca por resultados;
  • Influence (influência): motivado por liberdade e criatividade na busca por relacionamento;
  • Steadiness (estabilidade): motivado por segurança e lealdade na busca por colaboração;
  • Conscientiousness (cautela): motivado por altos padrões e eficiência na busca por precisão.

Ao longo do tempo, a teoria foi sendo atualizada e melhorada, gerando uma série de testes que fazem a análise dos perfis comportamentais, auxiliando gestores de pessoas e profissionais a entenderem melhor sobre seu comportamento no ambiente de trabalho.

O que é um perfil executor?

imagem de uma mulher sentada escrevendo

Chegando ao tema principal deste artigo, a pessoa de perfil executor é bem objetiva e direta, com foco total na realização e conclusão de tarefas. A busca por resultados é uma característica bastante forte desse tipo comportamental. 

Dificilmente desistem de um objetivo, já que são muito determinados e motivados por desafios, isso faz com que insistam mesmo quando o obstáculo se mostra improvável de ser superado. É essa insistência que faz o perfil executor, normalmente, alcançar sempre patamares mais altos. 

Para que tudo isso se concretize, entretanto, este perfil comportamental gosta de ter liberdade para tomar suas decisões, o que pode gerar atritos na equipe e até com superiores.

Quais as melhores qualidades do perfil executor?

As melhores qualidades do perfil executor estão relacionadas com sua resiliência e capacidade de enfrentar desafios com objetividade e eficiência. Além disso, a ambição deste grupo comportamental faz com que, na maioria das vezes, conquistem suas metas e cheguem mais longe, inclusive, no ponto de vista profissional.

Outra qualidade é a autoconfiança. As pessoas executoras acreditam no seu potencial e nas suas habilidades, utilizando dessa firmeza para a execução de tarefas. Essa característica também é uma das responsáveis pela proatividade do perfil executor, pois além de querer enfrentar desafios, ainda são profissionais com alta capacidade de autogestão. 

E seus pontos fracos?

As principais qualidades do perfil executor também podem deixar esse grupo de pessoas em situações extremamente delicadas. 

A autoconfiança, por exemplo, é importante para que as pessoas alcancem seus objetivos e executem bem suas tarefas cotidianas. Por outro lado, em excesso, pode impedir o crescimento profissional ou pessoal, já que a pessoa tende a se considerar “perfeita”.

Outro ponto de atenção para o perfil executor são as relações interpessoais e a impaciência. Por serem bastante assertivos e altamente competitivos, podem facilmente gerar atrito com seus colegas de trabalho, pois defendem seu ponto de vista a qualquer custo. Em uma equipe, isso pode ser prejudicial, já que é necessário que todos tenham colaboração.

Vale destacar que normalmente são profissionais produtivos, mas que enfrentam dificuldades em aceitar as normas e as regras das empresas, se não estiverem de acordo com o que acreditam. Além disso, por serem bastante proativos, podem se sobrecarregar com tarefas em excesso.

Quais os melhores cargos para um perfil executor?

É bem comum encontrarmos líderes que possuem o perfil executor, justamente por essas características de autoconfiança e vontade de enfrentar desafios. Essas são características importantes para quem deseja assumir um cargo de liderança.

Por ter capacidade de autogestão, o perfil executor também tem um bom desempenho em cargos que demandam trabalhar sozinho, ou seja, quando a pessoa recebe suas atividades e a executa sem a necessidade de dividir com outras pessoas a tarefa. 

Trabalhar em equipe pode ser um desafio para esse tipo comportamental, por isso, antes de colocá-lo em um time, vale avaliar também o perfil dos outros integrantes da equipe, para que a harmonia não seja um problema, prejudicando o clima organizacional da empresa.

Como é a liderança do executor?

O executor é um líder nato. Além da autoconfiança, esse profissional trabalha muito bem no cumprimento de metas e a busca por resultados é a sua motivação diária. Todas essas habilidades são importantes para exercer um papel de liderança, porém, o perfil executor também precisa desenvolver empatia para ocupar um cargo de gestão.

O foco excessivo em resultado pode ser um problema para o trato com as pessoas da equipe, mas essa característica é possível de ser trabalhada para que se torne um líder respeitado e que confia na sua equipe. Costuma ser um líder que também executa as tarefas cotidianas. Isso não é necessariamente algo negativo, mas, em excesso, pode prejudicar o desempenho do time.  

O líder do perfil executor é ainda uma fonte de inspiração e motivação para seus liderados, pois costuma ter um espírito incentivador e disposto a superar os obstáculos e conquistar as metas. 

Como motivar o executor?

imagem de uma mulher em pé na frente de duas pessoas sentadas

Se entre seus colaboradores, você possui profissionais com perfil executor, algumas atitudes podem auxiliar a mantê-los motivados e mais engajados com os objetivos da equipe e da empresa.

Seja objetivo

Esse profissional gosta de ir direto ao ponto e aprecia assertividade. Por isso, ao delegar uma tarefa ou conversar sobre o trabalho com esse colaborador seja objetivo e direto. A praticidade e a clareza são primordiais para lidar com o perfil executor.

Promova a autonomia

A pessoa do perfil executor gosta de trabalhar com autonomia e ter liberdade para escolher como irá executar a sua tarefa. Claro que é importante que esse colaborador siga as diretrizes da companhia, mas confiar na capacidade de autogestão deste profissional é importante para mantê-lo motivado.

Crie metas e desafios

Eles anseiam por resultados. Por isso, aposte na criação de metas e na superação de desafios para extrair o que há de melhor do colaborador com perfil executor.

Estabeleça uma rotina mais flexível

Sempre que possível, tente criar uma rotina mais flexível, na qual o profissional tenha liberdade para escolher como e quando irá executar as suas tarefas, a fim de cumprir o objetivo maior da equipe.

Conclusão

imagem de uma mulher sentada segurando um celular e um homem em pé falando ao telefone

O perfil executor é um tipo comportamental bastante racional. São pessoas extremamente autoconfiantes e que têm a busca por resultados como sua principal característica. Por isso, são muito práticos e executores de tarefas. Essa determinação faz com que muitos executores exerçam cargos de liderança.

Por outro lado, o trato com as demais pessoas pode ser um desafio, já que são muito focados em alcançar seus objetivos, sem se importar com as regras ou os demais profissionais envolvidos nos projetos.  Desta forma, é muito importante que essas pessoas desenvolvam suas habilidades de comunicação interpessoal.

Gostou deste artigo e quer mais conteúdos como este? Fique de olho no blog da PontoTel e acompanhe as novidades.

software controle de ponto reduz processos operacionais
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima