O que é a motivação intrínseca no trabalho, como ela ocorre e como um líder pode auxiliar? Entenda!

imagem de uma mulher sorrindo sentada mexendo em um computador

A motivação intrínseca é um combustível para que as pessoas consigam conquistar seus objetivos pessoais e profissionais.

Ela determina como será o desempenho e a produtividade dos profissionais dentro da organização. 

Pois, quando os profissionais estão motivados, eles produzem mais. Já funcionários desmotivados não produzem na mesma intensidade.

Para você entender melhor sobre a motivação intrínseca e quais benefícios ela proporciona aos profissionais, preparamos este artigo. Nele você vai aprender:

Boa leitura!

banner frequência de funcionários

O que é motivação intrínseca?

Antes de falarmos sobre o que é motivação intrínseca, vamos entender primeiro o que é motivação.

A motivação é um elemento pelo qual os seres humanos encontram realização em cada área da vida. 

Ou seja, a motivação é um fator que leva as pessoas a engajarem em certas atividades, se envolver em projetos e seguir seus objetivos, sejam eles relacionados a vida pessoal ou profissional.

No âmbito profissional, a motivação pode estar relacionada a uma promoção de cargo, aumento salarial, mudança de área, entre outros.

Já no âmbito pessoal, muitas vezes, a motivação pode estar ligada a uma viagem, a conquista de um bem como casa ou carro, por exemplo.

Assim, a motivação de cada pessoa é individual e única, pois cada um possui uma motivação e objetivos diferentes.

Porém, sem motivação, as pessoas não conseguem realizar as tarefas básicas do dia a dia, pois não tem um objetivo a ser conquistado.

Diante disso, a motivação pode ser classificada em duas categorias:

  • Motivação intrínseca: Conjunto de razões internas dos indivíduos;
  • Motivação extrínseca: Conjunto de razões externas ao indivíduo.

Quando ela ocorre?

imagem de um homem sorrindo e celebrando segurando um celular

A motivação intrínseca ocorre quando o indivíduo decide realizar determinada atividade apenas por satisfação e não pensando em alguma recompensa por ela.

Dessa forma, as atividades a serem realizadas estão relacionadas a curiosidade, entretenimento, aprender algo novo ou desenvolver uma nova habilidade.

Os fatores que influenciam a motivação intrínseca são:

  • Curiosidade de criar algo ou saber mais sobre determinado assunto;
  • Desejo de mudar a forma de pensar ou sentir;
  • Sonho de conquistar determinado objetivo;
  • Motivação pela jornada e não pelo resultado final;
  • Necessidades fisiológicas.

Motivação intrínseca X Motivação extrínseca: quais as diferenças?

Vamos entender qual a principal diferença entre motivação intrínseca e extrínseca. Confira:

Motivação intrínseca

Como vimos, a motivação intrínseca também é conhecida como a motivação interna e diz respeito a força que o indivíduo tem para se manter forte diante de momentos difíceis. 

Assim, a motivação intrínseca é considerada como a habilidade que leva as pessoas a superarem os momentos difíceis da vida.

Esse sentimento é o combustível para que as pessoas consigam conquistar seus objetivos, escrever sua história e serem protagonistas da própria jornada. O combustível dos indivíduos está relacionado aos interesses individuais de cada um.

Motivação extrínseca

Já a motivação extrínseca diz respeito ao ambiente, situações e fatores externos ao indivíduo. 

Ou seja, o objetivo das pessoas é obter uma recompensa externa pela realização de determinadas atividades, como por exemplo:

Assim, a motivação extrínseca ocorre quando, ao executar determinada tarefa a pessoa ganha uma recompensa por ela. Portanto, a recompensa é considerada como um agente motivador.

Dentro das organizações, a motivação auxilia a manter a equipe engajada e comprometida, através de um bom clima organizacional, treinamentos, benefícios e outros.

Existem várias maneiras pelas quais a motivação extrínseca surge, são elas:

  • Medo de punição;
  • Necessidade de ser aceito;
  • Recompensa.

É importante que, no ambiente corporativo, os gestores saibam motivar seus colaboradores da forma correta para manter a equipe comprometida.

Quais os efeitos e impactos da motivação intrínseca no trabalho?

O autoconhecimento é uma ferramenta fundamental para que cada pessoa conheça as suas próprias motivações. 

Pois, a motivação surge de fatores internos como as emoções ou externos, tais como, as relações interpessoais no ambiente de trabalho.

Por outro lado, a insatisfação pode ser gerada por vários fatores, como problemas com a gestão, salário desproporcional ao mercado, condições e ambiente de trabalho ruins etc.

Nesses casos, a insatisfação pode gerar impactos negativos. Veja quais são:

Entretanto, a motivação pode mudar esse cenário dentro empresa. Isto porque, através da motivação, os profissionais se sentem valorizados pela empresa e aumentam o engajamento com a produção.

Importância e vantagens da motivação intrínseca

imagem de dois homens sentados em uma mesa se cumprimentando e uma mulher sentada ao lado

Funcionários desmotivados são sinônimos de baixa produtividade. Pois, a desmotivação em executar as tarefas do dia a dia podem gerar impacto na motivação pessoal do indivíduo.

Isso porque, eles se sentem desvalorizados pela empresa e trabalham com menos engajamento. 

Além disso, a tendência é que os colaboradores procrastinam as atividades e as executem com menos atenção e isso pode aumentar o número de erros. Ou seja, a motivação tem relação direta com a produtividade da equipe. 

Por isso, é importante manter todos os colaboradores motivados para não prejudicar o resultado da empresa e a saúde dos profissionais.

Portanto, quanto mais motivado a equipe estiver, mais o trabalho será executado da melhor forma, dentro do prazo e com menos chances de erro.

Além disso, a motivação intrínseca pode gerar outros benefícios como:

  • Melhorar a autoestima dos colaboradores;
  • Otimização do tempo;
  • Crescimento pessoal;
  • Melhoria nos relacionamento interpessoais;
  • Trabalho em equipe;
  • Aumento da produtividade da equipe.
  • Gera melhores resultados para a empresa.

Dessa forma, os gestores devem se preocupar com a motivação de seus colaboradores para que a empresa tenha sucesso e os profissionais se sintam valorizados.

Como um líder motivador ou líder coach pode auxiliar?

Os líderes são profissionais que atuam diretamente na motivação da equipe e também são responsáveis por trazer resultados positivos para a empresa.

Por isso, vamos entender quais ações o líder motivador ou líder coach devem ter para ajudar na motivação dos funcionários.

  • Oferecer feedbacks constantes;
  • Desenvolver um plano de carreira;
  • Fazer adequação dos cargos;
  • Investir em treinamentos e capacitação;
  • Criar metas.

Essas ações têm como objetivo aumentar o potencial dos indivíduos e incentivar a criatividade, a autoconfiança, autonomia e a iniciativa.

Dessa forma, o gestor e o departamento de recursos humanos devem trabalhar em conjunto para motivar os profissionais e ter o engajamento conforme esperado.

A motivação intrínseca e seu papel no engajamento profissional

A motivação está relacionada à produtividade dos colaboradores. Portanto, quando os profissionais se sentem motivados, eles se comprometem a realizar as suas atividades com maior qualidade.

Dessa forma, a motivação auxilia no engajamento profissional dos indivíduos.

Isso acontece porque, as ações que ocorrem no ambiente em que o profissional está inserido, vão construindo as expectativas individuais e servem como um incentivo para conquistar novos desafios.

Ou seja, quando os profissionais estão motivados, eles trabalham melhor e desejam conquistar novos desafios na carreira.

E isso proporciona o crescimento do profissional dentro da empresa e a organização se beneficia com os resultados que esse colaborador pode gerar.

Porém, quando os profissionais não se sentem motivados na vida pessoal, isso também impacta o seu lado profissional.

Assim, o colaborador não tem o mesmo engajamento e comprometimento com as suas atividades profissionais.

Qual a importância para o RH?

Como vimos, um dos efeitos da desmotivação na equipe é o absenteísmo, estresse, ansiedade, atrasos, entre outros. E esses problemas causam impactos no departamento de recursos humanos.

Por exemplo, quando a desmotivação dos colaboradores é alta, isso aumenta a rotatividade dos profissionais dentro da empresa. 

Isso significa que, o RH e os gestores precisam estar constantemente buscando novos profissionais para preencher essas vagas. Porém, isso se torna um processo desgastante e de alto custo para a organização.

Dessa forma, ter funcionários motivados beneficia a empresa como um todo. Pois assim, o RH não precisa trabalhar apenas buscando novos talentos ou resolvendo conflitos entre os membros da equipe.

Os profissionais de RH terão tempo para cuidar de outras demandas da organização e pensar em outras estratégias de melhoria para a empresa.

Importante ressaltar que, o RH possui papel fundamental na motivação dos profissionais. Pois ele auxilia os gestores a implementar as ações que vão motivar a equipe.

Conclusão

imagem de um grupo de pessoas sentado em mesas na frente de computadores

Diante deste artigo foi possível entender o que é a motivação intrínseca, como ela ocorre, como ela pode impactar os profissionais e a empresa, entre outros.

Os gestores precisam estar preparados para lidar com o capital humano que faz parte das organizações. Isso inclui compreender que a motivação está relacionada à performance individual de cada um. 

Dessa forma, os gestores precisam buscar incentivar os colaboradores para que a empresa tenha bons resultados e para que o profissional consiga trabalhar de forma adequada.

Além disso, a motivação desafia os profissionais a conquistarem novos objetivos dentro e fora da empresa.

Gostou do conteúdo? Então aproveite para compartilhar nas redes sociais e continue acompanhando o blog da PontoTel!

banner problemas com absenteismo

Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima