COVID-19 O que sua empresa deve saber e fazer

fake news introducao
Atualizado em

A fakes news disseminadas nos grupos de whatsapp e redes sociais, vão desde receitas caseiras para combate ao vírus até a descoberta da vacina.

Dessa forma em tempos de uma pandemia manter os colaboradores informados, é a saída para evitar que essas notícias falsas atrapalhem o dia a dia e a rotina dentro da organização.  

Por isso, nesse texto vamos abordar tudo que sua empresa precisa saber sobre o Covid-19 e como sua empresa pode se preparar para lidar com esse momento delicado.  

Confira as informações que você vai encontrar ao longo do texto:

O que é coronavírus?

O coronavírus é a nomenclatura popular dada à família de vírus Coronaviridae,  pois possuem a aparência de coroa e o nome vem daí.. A primeira mutação que causou morte nos seres humanos apareceu em 2002, naquele ano a Síndrome Respiratória Aguda Grave ou S.A.R.S-CoV, ocasionou cerca de 770 mortes na China. 

O surto que estamos vivendo no momento é causado por um novo agente dessa família, o 2019-nCov, e com ele somamos sete vírus da família Coronaviridae que podem infectar seres humanos. 

Sua disseminação atingiu um grande número de pessoas pelo mundo e deve ser motivo de alerta, por isso o novo coronavírus ou COVID-19 foi considerado como uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde,

Reconhecendo que a doença está sendo transmitida em escala mundial. É importante que você, do RH, se prepare e comece a planejar ações de prevenção e caso a situação se agrave tenha planos para o seu negócio continuar funcionando em meio à crise

Vale ressaltar que uma pandemia quer dizer que uma doença está se espalhando por diversos lugares e, por conta disso todos os países precisam adotar ações para conter a disseminação do problema e cuidar dos pacientes infectados. 

Você deve estar se perguntando quais os sintomas mais comuns do COVID-19?

Então vamos esclarecer. 

Principais sintomas do coronavírus (COVID-19)

Os sintomas mais comuns da doença são tosse, febre alta, dificuldades respiratórias. Também pode causar dor de garganta, coriza, dores no corpo, congestão nasal e diarreia. 

Você deve ter percebido que os sintomas são bem parecidos com uma gripe comum. Então como diferenciar? 

A única forma de conseguir distinguir os sintomas é por meio de uma avaliação médica. Nela é realizada uma análise para definir qual é o agente infeccioso pela sua carga genética, a partir de amostras como a de catarro.

Mas é preciso ter cuidado e atenção, pois ainda existem casos assintomáticos, quando a pessoa não apresenta nenhum dos sintomas da doença.

Agora que já te explicamos o que é o coronavírus, vamos entrar nas principais questões sobre o atual cenário.

A minha empresa deve se preocupar?

fake news empresa deve preocupar

A resposta é sim, é comum nesse momento encontrarmos pelas redes diversas mensagens dizendo que a nova pandemia não deve ser preocupante. 

Entretanto, não apenas pela questão de saúde pública mas também pela econômica, sua empresa deve sim se preocupar e estar atenta aos avanços do vírus pelo país. 

Claro, sem disseminar o pânico, pois, com algumas ações conseguiremos conter as contaminações. 

Por isso, nesse momento, as empresas devem se preocupar em adotar medidas importantes para ajudar no combate à propagação do vírus.

Se você quer dicas de como sua empresa pode se preparar baixe agora o ebook do PontoTel “Coronavírus: Como preparar a sua empresa” e confira as ações que toda empresa pode e deve adotar para o combate ao novo coronavírus, além de dicas essenciais para as organizações que pretendem adotar o home office. 

Além disso, outra  coisa que sua empresa pode fazer e que é essencial nesse momento são as recomendações referentes a prevenção, planejamentos e atitudes nos próximos dias da pandemia. 

Até mesmo para que sua empresa continue funcionando e mantendo os colaboradores fora de risco. Algumas possibilidades devem ser direcionadas aos funcionários. 

Como por exemplo, programações alternativas para os próximos meses quanto a viagens e reuniões,além de adoção ao trabalho remoto para a redução dos impactos que podem ser causados pelo COVID-19.

Com isso entramos em mais uma boa questão.

É preciso mesmo dispensar os colaboradores?

Uma boa parte da nossa sociedade ainda não está tratando o novo coronavírus com a seriedade em que ele deve ser tratado. Os especialistas esclareceram que o COVID-19 é altamente transmissível, ou seja todos os dias, ao pegarmos transporte público, encostarmos em corrimões, maçanetas entre outras superfícies estamos sujeitos a contaminação. 

Umas das soluções adotadas por diversos países para conter a transmissão, foi adotar uma espécie de quarentena, para fazer com que o cidadãos não saiam de casa. Por isso, se a sua empresa puder dispensar os colaboradores, esse é o momento. Mas, claro, para isso é importante encontrar soluções que reduzam os impactos financeiro na sua empresa, afinal não podemos parar tudo.

Mas calma, a seguir vou te dar uma dica para que sua empresa continuar funcionando.

Como reduzir os impactos 

fake news reduzir impactos

O Ministério da Saúde recomenda medidas a serem adotadas para evitar os riscos de transmissão do COVID-19, como, por exemplo, o isolamento social.  

Por isso, adotar o trabalho home office, pode ser um fator decisivo para minimizar os riscos de contaminação da doença, e ainda possibilitar que sua empresa continue produzindo.  

Para colocar esse modelo de trabalho em prática, é necessário que a empresa se organize e prepare os seus colaboradores. É importante que o RH da sua empresa comece a criar soluções para o gerenciamento a distância. 

Como exemplo, a possibilidade de gestão da frequência dos funcionários por meio de sistemas online de registro de ponto. Algo que, garante o compromisso dos funcionários com sua jornada mesmo trabalhando em casa, registrando seu horário de início e fim das atividades. Assim sua empresa conseguirá ter indicativos de como anda o dia dos colaboradores. Além disso, a adoção de ferramentas essenciais para a produtividade da equipe pode ajudar a sua empresa no home office.

Com isso, sua empresa conseguirá ter indicativos de como anda o dia dos colaboradores.

Agora, se você quer saber mais sobre como liderar e motivar a sua equipe mesmo à distância, temos um outro artigo no nosso blog que pode te ajudar, continue sua visita e leia: “Como motivar e liderar equipes à distância? O futuro do trabalho.”

Como sua empresa pode se preparar

A preparação do RH e da sua empresa deve ser baseada em 5 tipos ações possíveis: 

  1. Ações no local de trabalho;
  2. Ações para o trabalho remoto (home-office);
  3. Ações para o banco de horas;
  4. Ações para administrar atestados médicos;
  5. Ações para organizar recessos ou férias coletivas.

Quer saber mais sobre as ações detalhadamente, baixe o manual e checklist da pontotel e confiras as dicas completas!

Conclusão

fake news conclusao

Agora que você sabe a seriedade dos problemas que o novo coronavírus pode causar, sem o desespero causado pelas diversas fake news que circulam por aí, é realmente importante que sua empresa tenha consciência e adote as medidas de prevenção necessárias.

Questões relacionadas à saúde e a economia do país referentes ao contágio da doença podem ser minimizadas se as empresas estiverem preparadas.

Se gostou desse artigo compartilhe em suas redes sociais!

Rolar para cima
WhatsApp chat