Headhunter: conheça o trabalho deste profissional e a importância para empresas!

imagem de duas pessoas conversando e uma delas anotando informações em uma prancheta


O processo de recrutamento e seleção das empresas talvez seja um dos mais importantes para garantir o sucesso do negócio. Por esse motivo, a figura do headhunter tem se tornado comum nas equipes de recursos humanos dos mais diversos setores.

Isso ocorre porque, contar com os profissionais adequados para cada função pode impactar diretamente na produtividade das equipes. E é justamente esse o papel do headhunter: encontrar candidatos ideais às vagas disponíveis na empresa.

Geralmente, o headhunter se une ao RH no processo de atração de talentos. Sua contratação pela empresa também deve ser feita no momento certo, além de possuir um objetivo bastante claro para contar com esse profissional.

Você pode pensar que headhunter e recrutador são a mesma função, entretanto, cada um tem suas características. Esse é um dos assuntos que serão abordados ao longo deste artigo, que responderá às seguintes questões:

Boa leitura!

banner pontotel acompanhamento em tempo real

Headhunter: o que é?

Antes de explicar o que é um headhunter, é importante entender a origem e a tradução da palavra. Em inglês, o termo significa caçador de cabeças. É claro que o significado, porém, não é o literal, mas sim no sentido figurado. Na prática, trata-se de um caçador de talentos

Seu papel é encontrar o melhor profissional para as vagas abertas na empresa que o contratou. Ele pode ser utilizado para todos os níveis de funções, porém, é mais comum para cargos executivos ou de liderança

Apesar de atuar com o recrutamento, não é obrigatório possuir formação em Recursos Humanos para exercer essa profissão. Algumas características, entretanto, são essenciais para um bom headhunter.

Como funciona o trabalho do headhunter?

O objetivo do caça-talentos é encontrar o melhor profissional do mercado para aquela vaga, por isso, é essencial que ele conheça muito bem a empresa que o contratou. Para isso, o primeiro passo do headhunter é se informar sobre o negócio e suas necessidades. 

Vale destacar que para se tornar um headhunter, é necessário ter algumas características primordiais. Entre elas estão: ser comunicativo e observador, possuir um bom networking e, principalmente, ser bom negociador. 

Ele pode ser contratado para ser funcionário da empresa e atuar sempre que for preciso fazer uma seleção específica ou ser acionado pontualmente para preencher determinadas vagas. 

O objetivo do headhunter é encontrar o melhor candidato para o cargo, logo, ele precisa ter bons contatos para saber qual profissional é diferenciado ou reconhecido para aquela função, além de ter fit cultural com a empresa. Mas como funciona esse processo de seleção? 

Principais atividades do headhunter

imagem de um homem e uma mulher no escritório analisando a tela do notebook

Como já falado anteriormente, é essencial que o headhunter conheça profundamente a empresa que está buscando o talento. Para isso, ele pode conversar com atuais colaboradores, pesquisar sobre a companhia e até entender o perfil da equipe do futuro funcionário. 

Esse conhecimento vai ajudar o caçador de talentos não apenas a entender o que a empresa precisa, mas também a convencer o profissional escolhido a aceitar o cargo. 

Muitas vezes, a equipe responsável pelo recrutamento de candidatos não sabe o perfil ideal para a função, logo, também é papel do headhunter trabalhar em conjunto com o RH para traçar a estratégia. 

A próxima etapa é iniciar a caça pelo talento e é neste ponto que entra a importância de ter um bom relacionamento interpessoal. Normalmente, é por meio dos seus contatos que o headhunter encontra o profissional adequado para a vaga. 

É bem provável que essa procura saia dos ambientes tradicionais de recrutamento, e opte por outros meios, como o LinkedIn, ou ocorra em eventos corporativos e até informais. Com o candidato escolhido, inicia-se o processo de seleção. 

É importante lembrar que, geralmente, os melhores profissionais estão empregados. É aí que entra o poder de negociação do headhunter, que deve identificar se há o interesse do candidato e o que é necessário para fazê-lo aceitar a vaga. 

Quando a empresa deve contratar um profissional headhunter?

Não existe uma regra para a contratação de um headhunter e esse profissional é cada vez mais comum nas empresas de diversos portes. Porém, o caçador de talentos pode ser um diferencial quando a companhia precisa encontrar um candidato com rapidez e eficiência. 

Esse é um dos motivos pelos quais os headhunters são mais utilizados para identificar profissionais com potencial para cargos executivos e de liderança. De maneira geral, essas funções exigem características bem específicas. 

Sendo assim, se a sua companhia precisa constantemente preencher vagas importantes e as chances de errar no processo seletivos devem ser mínimas, é o caso de pensar em contratar um headhunter. 

Caso seja uma necessidade pontual, é possível utilizá-lo apenas para uma contratação ou ainda por um tempo pré-determinado.

Qual a importância do headhunter para a empresa?

Uma equipe de recursos humanos bem capacitada faz toda a diferença para o sucesso das contratações, certo? Quando esse trabalho é alinhado com a experiência de um bom headhunter, as chances de um resultado positivo são ainda maiores.

Ao acertar na escolha de candidatos, a empresa também ganha com aumento da produtividade, diminuição da taxa de turnover e fortalecimento do clima organizacional. Todas essas melhorias colaboram para o crescimento do negócio. 

Recrutador e headhunter: qual a diferença?

Pode até parecer que esses dois profissionais exercem a mesma função,de selecionar candidatos para as vagas disponíveis na empresa,não é mesmo?  Entretanto, o trabalho que eles realizam é bastante diferente. 

O recrutador escolhe um novo colaborador por meio de um processo de seleção bastante estruturado com anúncio das vagas, triagem de currículos, entrevistas e dinâmicas. Basicamente, ele avalia os candidatos que se interessaram pela oportunidade de emprego.

Já o headhunter, tem um papel mais ativo na busca por talentos. Ele irá no mercado identificar profissionais adequados para as vagas disponíveis. Está aí a principal diferença entre os dois. 

O caçador de talentos não tem processos definidos, pois ele quem busca os candidatos ideais por meio de networking, relacionamento e indicações.

Principais vantagens de se ter um headhunter

imagem de uma mulher no centro olhando para duas pessoas na frente dela

Esse profissional pode trazer diversos benefícios para a sua empresa, mas, alguns deles se destacam por terem impacto direto nos resultados da companhia. 

Seleção de candidatos com perfil ideal para empresa

Nada mais frustrante para uma equipe e atração de talentos do que perceber que o processo de seleção não foi bem sucedido. Ou seja, identificar que aquele profissional contratado não correspondeu às expectativas. 

Além dos processos burocráticos demandarem tempo e dinheiro da empresa, a vaga volta a ficar desfalcada, prejudicando o andamento dos processos. O headhunter tem o papel de diminuir a probabilidade de erro na contratação, principalmente, nas funções mais estratégicas. 

Ele se dedicará a encontrar o profissional ideal e com as competências certas para o cargo disponível. 

Atrai e busca talentos e profissionais mais qualificados do mercado

O bom networking dos headhunters permite que eles estejam em contato com os melhores profissionais do mercado. Desta forma, é bem provável que sua vaga seja preenchida com excelentes especialistas. 

Por isso, se você quer contar com uma equipe bem capacitada e preparada para manter a competitividade do seu negócio, ter um headhunter atuando ao lado do RH pode ser um diferencial. 

Preenche vaga urgente e com qualidade

Uma das características essenciais para ser um headhunter é estar bem relacionado no mercado. Por isso, uma das vantagens de contar com esse profissional é a possibilidade de preencher vagas com eficácia e rapidez.

Com seu conhecimento, ao surgir uma oportunidade na empresa, o headhunter, muitas vezes, já identifica a pessoa ideal e inicia o processo de recrutamento. Sem precisar passar por todas as etapas de anúncio de vagas, seleção de currículos e entrevistas, certamente, a contratação será mais rápida.

Busca cargos de liderança e gestão

O headhunter, geralmente, é utilizado para as vagas mais estratégicas da empresa, como um novo gerente ou diretor. Como são papéis importantes, diminuir a probabilidade de erro na contratação é essencial. 

Desta forma, a maioria dos profissionais que atuam como headhunter são especializados em buscar candidatos para as oportunidades de liderança ou gestão. Se sua empresa tem essa demanda constante, talvez seja a hora de investir em um headhunter.

Conclusão

Ao longo do texto, ficou clara a importância de acertar na contratação de novos profissionais, especialmente, em cargos que exigem melhor capacitação. O headhunter tem o papel de acrescentar valor ao trabalho da equipe de recursos humanos. 

Com o foco totalmente direcionado para caçar talentos em vagas específicas, um bom headhunter pode fazer a diferença na seleção de bons candidatos, diminuindo as chances de erros. Ele analisa não apenas as competências do profissional, mas também se tem o perfil adequado para a cultura organizacional da companhia. 

Além disso, é ele quem vai conversar com o candidato que, muitas vezes, já está empregado, para entender o interesse de deixar seu atual trabalho e iniciar uma nova trajetória. Se a sua empresa quer contar com os melhores profissionais, a contratação de um headhunter é um diferencial competitivo na atração de talentos

software controle de ponto reduz processos operacionais
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima