Como buscar candidatos para sua empresa

como buscar candidatos para sua empresa introducao
Modificado em

Qual a melhor forma de encontrar o candidato ideal para a sua empresa?

Hoje em dia, o que não faltam são sites, ferramentas ou modelos de processos seletivos para buscar o candidato que tem o perfil desejado para uma vaga. Essa diversidade de possibilidades, contudo, pode causar mais dúvidas e dificuldades do que ajudar as organizações.

Cada plataforma ou metodologia possui características diferentes, e já vi muitos casos onde as empresas demoraram muito tempo para encontrar um profissional. Afinal, não basta somente escolher a melhor plataforma, mas também saber como analisar o currículo do candidato, suas habilidades, e se o perfil está alinhado à cultura da empresa.

Contratar os melhores profissionais é fundamental para que sua empresa consiga crescer, ter maior produtividade e se destacar no mercado. Por isso, neste texto, vou te ajudar a como escolher o candidato ideal, além de como avaliar suas competências e saber escolher o melhor processo seletivo.

Antes de começarmos, separei os tópicos que serão abordados. Veja:

Vamos lá.

Onde encontrar candidatos para vagas de emprego?

Quantos sites ou portais de busca de candidatos você conhece?

Eu suponho que muitos, afinal, existem diversos meios de encontrar candidatos, e plataformas como a Catho, Vagas e LinkedIn, são algumas das mais conhecidos para a divulgação de oportunidades de trabalho. 

Mas o problema é que, não só nesses portais, mas em qualquer outro que também tenha esse objetivo, as empresas acabam recebendo uma quantidade enorme de currículos para avaliar. 

Ou seja, não adianta só anunciar, sua empresa só conseguirá encontrar o candidato ideal se tiver consciência de que não basta só inserir a vaga nessas plataformas, é necessário ter um bom conhecimento sobre triagem de currículos e recrutamento e seleção, para que consiga encontrar o candidato ideal. 

No entanto, o grande problema relatado por várias empresas, é a organização das informações recebidas e como analisá-las corretamente para selecionar apenas os candidatos que possuem o perfil, habilidades e conhecimentos necessários para a vagas.  

Por isso separei nos próximos tópicos dicas que vão te ajudar a manter tudo organizado, e como sua empresa deve seguir nessa etapa inicial do processo seletivo.

  1. Cuide da imagem da sua empresa
como buscar candidatos para sua empresa imagem da empresa - Como buscar candidatos para sua empresa

A primeira dica não está totalmente relacionada às etapas de um processo seletivo, mas ela é tão importante quanto, pois para uma empresa contratar, primeiro ela tem que atrair candidatos, e para isso é necessário que a empresa seja vista com bons olhos. 

Por isso quero trazer uma pergunta: Quais características são levadas em consideração pelos profissionais na hora de escolher uma empresa para trabalhar?

Eu sei que para essa pergunta não existe uma resposta certa, e vai depender do que cada profissional busca em um ambiente de trabalho. Cada profissional possui sua personalidade, valores e ambições, assim como cada empresa é única, e possui suas crenças, cultura organizacional e metas.

Na prática, é muito comum ver casos como profissionais que são altamente capacitados, mas que não conseguem se adaptar à cultura e regras de organizações que, por exemplo, são mais tradicionais. 

Ou até mesmo o contrário, empresas que visam pela proatividade e independência, e que não conseguem encontrar um candidato com esse perfil. Essa falta de alinhamento pode impactar o desempenho do colaborador e, consequentemente, toda a rotina da empresa. Isso traz prejuízos como alto índice de demissões, desmotivação, e baixa produtividade por exemplo.

Por isso, a primeira dica que te dou é se preocupar em criar uma boa imagem da sua empresa. Investir nas redes sociais é uma ótima forma de garantir isso, pois é por meio delas que você conseguirá ter um maior contato com seu público, divulgar seu produto, e até mesmo compartilhar os valores e cultura da empresa, para atrair cada vez mais profissionais.

     2. Descrição do cargo

A descrição do cargo é com certeza um dos itens mais importantes para que sua empresa consiga achar o candidato ideal.

Descreva todas as atividades que o colaborador irá exercer, assim como todo o conhecimento necessário para desempenhar essas tarefas. Dessa forma, as chances de sua empresa receber currículos que não estejam dentro do perfil desejado diminuem.

Aqui, sua empresa também pode adicionar informações como a jornada de trabalho, os benefícios da vaga, escala e até faixa salarial. Todos esses dados podem ajudar a atrair mais profissionais.

     3. Divulgação da vaga

Uma das maiores preocupações dos responsáveis pelo recrutamento de candidatos, é onde anunciar a vaga. Afinal, existem diversos sites e plataformas com esse objetivo.

Tanto esses sites que citei na introdução, quanto as redes sociais, podem ajudar sua empresa a atrair candidatos, mas cuidado. Cada uma delas possui suas características, e funcionam de forma diferente.

Por isso, ao anunciar uma vaga, sua empresa deve saber exatamente como cada uma dessas plataformas funciona, assim como todos os recursos e ferramentas que possuem para impulsionar a divulgação e a ajudar na triagem dos currículos.

Dentre todas as opções disponíveis, o LinkedIn é um dos mais usados para esse objetivo. Vamos entender o porquê no próximo tópico.

LinkedIn é bom para buscar candidatos?

como buscar candidatos para sua empresa linkedin - Como buscar candidatos para sua empresa

O LinkedIn é considerado por muitos como a maior rede de contatos profissionais do mundo. Com mais de 500 milhões de inscritos, ele surgiu em 2003 com o objetivo de aumentar o networking dos profissionais, e em 2017, conseguiu reformular seu desktop e otimizar a comunicação entre seus usuários.

Ele possui diversas ferramentas que facilitam o contato entre as empresas e os colaboradores. Como exemplo, por meio do “LinkedIn Recruiter”, os recrutadores conseguem encontrar candidatos por meio de filtros como cargo, escolaridade, localidade, dentro muitos outros.

Mas não basta apenas aplicar esses filtros para encontrar os melhores candidatos. Por isso, eu separei a seguir algumas dicas de como sua empresa deve usar essa rede social na hora de buscar profissionais.

  1. Trabalhe a página da sua empresa

A primeira dica que irá ajudar a encontrar candidatos é criar uma página da sua empresa. Coloque informações como seu ramo de atuação, serviço, endereço, e outros para criar valor para a sua marca.

Com uma página completa e bem estruturada, muitos profissionais podem buscar sua empresa e se interessar em trabalhar nela.

  1. Conheça todas as ferramentas

O LinkedIn pode ser usado gratuitamente por seus usuários, mas essa versão não é a mais completa para as empresas que desejam encontrar candidatos. Por isso, a versão Premium é a mais indicada, pois ela disponibiliza diversas ferramentas que irão ajudar nessa tarefa.

Além de possibilitar um maior filtro na busca, essas ferramentas otimizam o processo de recrutamento do RH. Como exemplo, está o LinkedIn Talent Finder, que permite o uso desses filtros, e da empresa entrar em contato com os profissionais por meio do In-Mail.

  1. Coloque anúncios patrocinados

Apesar de ser considerado como uma rede social, o principal objetivo do LinkedIn é funcionar como um negócio, por isso, é extremamente importante saber como se destacar nele. Uma ótima forma de conseguir isso é por meio dos anúncios patrocinados.

Com esse tipo de investimento, sua empresa pode colocar anúncios de emprego no topo da rede social ou por meio de mensagens diretas para candidatos que tenham os perfis mais adequados à vaga divulgada. 

Além disso, é possível determinar quantas vezes eles irão aparecer na primeira posição, assim como o custo por clique e o valor que será investido.

Mas quais os benefícios de gastar dinheiro com anúncios? Simples: é por meio deles que sua empresa alcançará o público desejado; e estabelecer as regras e pré-requisitos para a triagem dos currículos.

  1. Participe de grupos

como buscar candidatos para sua empresa partcipar de grupos - Como buscar candidatos para sua empresa

Existem diversos grupos de várias áreas no LinkedIn que podem ajudar a sua empresa a criar uma rede de contatos e a encontrar candidatos.

Ao interagir com profissionais do mesmo ramo e trocar experiências, sua empresa cria uma imagem ativa na rede social, o que irá ajudar a divulgar sua organização e a atrair candidatos que estejam interessados em trabalhar na sua empresa.

São por esses e por muitos outros motivos que o LinkedIn é considerado por muitos como a principal plataforma do mundo corporativo. Por isso, não deixe de ter uma conta nele, e ter uma ampla rede de contatos.

Agora, quando sua empresa consegue atrair uma grande quantidade de candidatos, o próximo desafio é avaliar o currículo desses profissionais, e saber qual o que melhor se encaixa com sua necessidade.

5. Otimize a análise dos currículos

Mesmo com uma descrição detalhada da vaga, com a divulgação nos canais corretos, é muito comum que as empresas recebam currículos que não estejam totalmente alinhados com o desejado, ou até mesmo que não tenham nenhuma relação com o perfil do cargo e das habilidades exigidas.

Por isso, fazer uma triagem inicial dos currículos enviados irá ajudar seu RH a selecionar os candidatos que estejam mais alinhados. Mas a grande pergunta é: como realizar essa triagem?

Antigamente, esse processo era feito de forma manual, imagina o trabalho que isso dava. Mas hoje, existem diversas plataformas que automatizam essa seleção. Como exemplo, no momento em que o profissional for se candidatar, a empresa pode exigir que ele realize um teste de aptidão, de conhecimentos gerais, ou de fluência em alguma língua por exemplo.

Dessa forma, além do RH ter mais tempo para analisar os currículos, esses testes já ajudam o departamento a ver quais candidatos possuem os conhecimentos e habilidades exigidos.

Como avaliar um currículo conforme a vaga?

Uma vez que a vaga é anunciada, sua empresa receberá uma grande quantidade de currículos. Se você não souber organizar esses documentos e avaliá-los de acordo com as exigências da vaga, posso garantir que o processo de recrutamento levará um maior tempo para ser concluído.


Por isso, o primeiro passo para avaliar um currículo  é entender as necessidades da empresa. Parece uma coisa simples, mas muitas empresas demoram para finalizar um processo seletivo por não saberem qual o perfil e habilidades necessárias para a vaga. Já pensou como é possível escolher um candidato sem essas informações?

Por isso, sua empresa precisa deixar claro o que o colaborador precisa ter para desempenhar aquela função, para que a partir disso, o RH consiga começar a avaliar os currículos.

Nessa etapa, as primeiras informações que devem ser analisadas são: o ano de formação; e suas experiências profissionais (assim como o tempo de permanência e de mudança entre os empregos). Com esses dados, já é possível saber se o candidato tem o perfil desejado, ou pelo menos está próximo.

Mas além disso, as informações adicionais também são extremamente importantes. É aqui que o colaborador pode colocar itens como trabalhos voluntários, cursos extracurriculares, quantidade de idiomas e outras referências profissionais. Tudo isso pode ajudar o RH a escolher entre dois candidatos que estejam qualificados.

Se você seguir essas dicas, sua empresa com certeza conseguirá fazer uma seleção dos currículos que estejam mais próximos ao desejado, para a partir disso, marcar as entrevistas com os candidatos.

Como fazer entrevistas?

como buscar candidatos para sua empresa como fazer entrevista - Como buscar candidatos para sua empresa

A entrevista de emprego é um momento crucial tanto para o colaborador, para que entenda mais sobre a vaga em questão, o que irá realizar e os benefícios oferecidos; quanto para a contratante, que irá conhecer mais o candidato, suas habilidades, e se seu perfil está alinhado com o desejado pela organização.

Em entrevista à revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios, Paulo Sardinha, coordenador da pós-graduação CBA Gestão de Recursos Humanos do Ibmec/RJ e presidente da ABRH-RJ, afirma que a etapa da entrevista pode ser dividida em 3 etapas: quebrar o gelo, avaliar o comportamento pessoal e consolidação.

“Começa com uma troca de informações que não são fundamentais para entrevista para dar uma pequena estabilizada. No segundo momento, faça perguntas para notar o lado familiar da pessoa, o educacional e o profissional. O último momento é quando se consolida e reafirma entre os dois os pontos mais relevantes sobre a vaga e a empresa”, disse.

Por isso, a grande dica que te dou para realizar uma entrevista é: faça um roteiro. Ele serve como um guia, no qual você deverá definir perguntas estratégicas que consigam avaliar o perfil e habilidades de todos os candidatos.

Dentro desse guia, é importante se lembrar de alguns itens que são essenciais para essa avaliação:

  • Apresente a empresa, fale de seus valores, exigências, e o que é esperado do colaborador na vaga em questão;
  • Pergunte sobre suas experiências, cursos extracurriculares e projetos anteriores;
  • Dê espaço para que o próprio candidato comente sobre seu perfil e habilidades;
  • Ofereça detalhes sobre o cargo como as tarefas que serão feitas, salário, e benefícios.

Esse roteiro é uma ótima forma de organizar a sua entrevista. No próximo tópico, vou te dar mais algumas dicas de quais perguntas podem ser feitas para que essa etapa seja eficaz.

Quais perguntas fazer para avaliar um candidato?

Existem algumas perguntas básicas que podem ser aplicadas em toda entrevista para avaliar o candidato. Confira abaixo alguns exemplos:

  1. Fale sobre você

Normalmente, esta pergunta costuma ser feita logo no início da entrevista. Seu grande objetivo é dar maior espaço para que o candidato comente sobre sua personalidade, suas experiências profissionais, e suas áreas de interesse.

  1. Qualidades e defeitos

Essa é uma das perguntas mais comuns durante uma entrevista: pedir para que o candidato cite suas maiores qualidades e defeitos.

No primeiro caso, você deve avaliar se as qualidades citadas se adequam ao perfil da vaga. O segundo, por sua vez, irá mostrar a capacidade de autocrítica daquele profissional, e se o candidato está preocupado em melhorar seu desenvolvimento.

  1. Porque você quer trabalhar na empresa?

A visão do candidato sobre a empresa e porque deseja trabalhar nela podem ser fatores decisivos para sua contratação. Não existe uma resposta certa, mas com certeza, ela deve conter questões como a cultura da empresa, seus valores, sua visão de crescimento profissional e motivações.

  1. Como você trabalha sob pressão?

Muitas vagas precisam que os colaboradores saibam agir sob pressão, como por exemplo quando a empresa trabalha diretamente com a entrega de produtos para clientes em curto prazo. 

Por isso, essa pergunta é uma ótima forma de saber como o candidato agiria em determinadas situações que podem acontecer no trabalho. 

  1. Onde você se vê daqui 5 anos?

Por fim, esta é outra pergunta muito comum, que possui o objetivo de avaliar se o candidato possui planos de crescimento profissional e pessoal.

Aqui, é importante destacar respostas que citem a vontade de evolução dentro da empresa ou projetos que queiram fazer.

Essas são algumas das perguntas bases que sua empresa pode adotar, e dependendo do cargo que está sendo divulgado, é necessário complementá-las com perguntas mais específicas sobre as habilidades e conhecimentos necessários.

Mas além das entrevistas em si, outra forma muito eficaz de avaliar as competências dos candidatos é por meio das dinâmicas em grupo. Vamos entender mais sobre elas a seguir.

Quais as melhores dinâmicas em grupo?

como buscar candidatos para sua empresa dinamica em grupo - Como buscar candidatos para sua empresa
O processo de recrutamento e seleção não precisa ser feito da forma mais clássica, somente por entrevistas. Existem diversos tipos de dinâmicas em grupos que podem ser aplicadas para avaliar como os candidatos se comportam em determinadas situações, sua criatividade e até mesmo capacidade de resolução de problemas.


Confira alguns exemplos a seguir:

  1. Crachá

Este primeiro exemplo é simples, mas é ótimo para analisar como os candidatos lidam com a pressão, organização e criatividade.

Seu objetivo é simples: criar um crachá que será utilizado durante toda a entrevista somente com uma caneta, fita crepe e papel. Essa tarefa deverá ser feita em pouco tempo, cerca de 1 minuto.

  1. Dinâmica de entrosamento

Muitos candidatos costumam ficar nervosos ou ansiosos durante uma entrevista, por isso, a dinâmica de entrosamento é muito adotada como forma de quebrar esse gelo inicial.

Sua proposta é que cada profissional se apresente, fale sobre suas experiências profissionais, e conte uma curiosidade sobre sua vida, como algum sonho que tenha ou uma viagem marcante que tenha feito.

Essa dinâmica pode ser feita de diversos modos: o candidato pode ficar na frente do grupo e se apresentar, ou todos podem se sentar em um círculo, e recebem uma bola que será passada por cada um para que todos falem.

  1. Mural temático

Essa dinâmica é uma ótima opção para estimular a criatividade dos candidatos de uma forma diferente. Para ela, divida os profissionais em grupos de 3 ou 4 pessoas, e entregue a cada um materiais como cartolina, tesoura, canetas e recortes de revista ou jornal.

Com esses itens, cada grupo tem cerca de 10 minutos para criar um mural explicativo sobre algum tema que for designado (tecnologia, economia, meio ambiente, viagens), para depois apresentar o resultado e discuti-lo com os outros grupos.

Essa dinâmica visa analisar o trabalho em equipe, como se relacionam com os colegas, criatividade, como lidam com prazo, e como mostram diferentes pontos de vista em um único lugar.

  1. Conselheiros e aconselhados

Aqui, os candidatos são separados em dois grupos: os conselheiros e os aconselhados. Em seguida, cada membro de uma equipe irá formar uma dupla com uma pessoa da outra equipe, para que resolvam juntos um tipo de simulação.

Cada conselheiro irá receber uma ficha com um tipo de perfil (autoritário, preguiçoso, tímido), enquanto cada aconselhado receberá uma ficha com um tópico que ele precise de ajuda para resolver. 

Após lerem seus papéis, a dupla deve encenar o pedido em questão e como será o conselho dado. Por fim, discuta o resultado com as outras duplas, para ouvir a opinião dos outros sobre a abordagem que cada um adotou.

O principal objetivo dessa dinâmica é avaliar a capacidade de lidar com problemas e situações de conflito. Isso possibilitará entender melhor o perfil de cada candidato.

  1. Dinâmica do desafio

Por fim, a dinâmica do desafio requer que todos os participantes sentem em um círculo. Eles devem receber uma caixa, e passar o objeto entre eles enquanto toca uma música ao fundo. Você deve explicar que a caixa contém um desafio que deverá ser cumprido pela pessoa que estiver segurando o objeto quando a música parar.

Essa missão não precisa ser algo difícil: pode pedir para que o candidato solucione algum tipo de conflito, ou simplesmente conter um chocolate para comer. 

Mas o mistério sobre o que a caixa contém é o grande atrativo dessa dinâmica, pois ao receber a caixa, a pessoa poderá escolher se irá abril-a e cumprir o desafio. Caso não queira, o jogo continua. Essa dinâmica também permite ver o candidato que conseguir agir sob pressão.

Existem diversos tipos de dinâmicas que sua empresa pode adotar para conhecer os candidatos. Elas são formas muito mais divertidas e interativas de realizar o processo seletivo, e que podem até ser a melhor opção para conhecer o perfil desses profissionais.

Se você chegou até aqui, então percebeu a quantidade de itens que podem ajudar a sua empresa a encontrar o candidato ideal. Agora, uma dúvida muito comum sobre esse assunto que eu ainda não comentei é sobre a duração desse processo.

Qual o tempo ideal para realizar essas dinâmicas e as entrevistas? Existe uma quantidade de fases ideal? Vamos descobrir.

Quantas fases são necessárias para avaliar um candidato?

como buscar candidatos para sua empresa quantas etapas - Como buscar candidatos para sua empresa

Você sabia que o Brasil é o país em que os processos seletivos demoram mais tempo para acontecer? De acordo com uma pesquisa feita pelo Glassdoor, esse tempo dura em média 39,6 dias.

Mas o que influencia esse tempo? A duração de um processo seletivo pode ser influenciada e aumentar pela influência de diversos fatores, como a quantidade de currículos recebidos; o cargo em questão, que pode exigir habilidades e conhecimento difíceis de serem encontrados nos candidatos; ou até mesmo a rotina da empresa.

Por isso, é importante que sua empresa encontre as melhores formas de otimizar essa busca. Como exemplo, existem diversas ferramentas que proporcionam a realização de um processo seletivo online.

Essa opção traz diversos benefícios: alcançar uma maior quantidade de candidatos; aumentar a produtividade do RH, que poderá analisar os resultados de forma mais rápida, eficiente e em menos tempo; e criar um banco de talentos, que permite armazenar currículos para futuras oportunidades.

Hoje em dia, a tecnologia já se tornou uma grande aliada do departamento de recursos humanos não só para o processo de recrutamento e seleção, mas também para diversas atribuições desse setor. 

Ferramentas que auxiliam o RH

O uso de ferramentas que otimizam a rotina do RH é extremamente importante, não só para um melhor desempenho deste departamento, mas principalmente para garantir o funcionamento de toda a empresa. Afinal, é importante estar sempre atualizado sobre as mudanças no mercado de trabalho, para que seu negócio consiga se destacar e competir.

Em um mundo marcado pelas inovações tecnológicas, se adaptar às novas tendências é fundamental para garantir o funcionamento da sua empresa. E dentre elas, o controle de ponto é um sistema que com certeza irá ajudar e beneficiar seu negócio.

Hoje em dia, existem diversos sistemas completos e modernos que otimizam o controle de jornada dos colaboradores. Eles proporcionam uma relação mais transparente com seus colaboradores, e com certeza otimizam as tarefas do RH.

Como exemplo, está o PontoTel, o sistema mais completo do mercado. Ele possui diversas ferramentas que permitem o acompanhamento em tempo real da jornada dos funcionários, e que garantem a segurança no registro.

Como exemplo, o sistema possui mais de 6 formas de registro, e por meio da ferramenta de geolocalização, o gestor consegue saber o local exato no qual o colaborador marcou seu horário.

Além disso, informações como horas extras, faltas, atrasos e banco de horas podem ser vistas em tempo real por meio do nosso painel de acompanhamento customizável, que facilita e muito o gerenciamento das equipes.

Venha conhecer mais sobre o PontoTel e como ele pode ajudar a sua empresa! Clique aqui e agende uma demonstração!

Conclusão

como buscar candidatos para sua empresa conclusao - Como buscar candidatos para sua empresa

Encontrar os melhores candidatos não é uma tarefa fácil, mas neste texto, eu busquei dar as melhores dicas de como sua empresa pode realizar o processo de recrutamento e seleção de forma assertiva.

E lembre-se: a tecnologia está aqui para ajudar, e seu RH com certeza irá otimizar essa busca com o auxílio de ferramentas que possuem esse objetivo.

Se você gostou deste texto, compartilhe nas redes sociais e continue sua visita em nosso blog, temos diversos artigos sobre legislação, administração de empresas e RH!



botão cadastre2 1 - Como buscar candidatos para sua empresa
Rolar para cima
WhatsApp chat