Guia completo: entenda o que é o teletrabalho, quais são suas vantagens e como motivar seus funcionários
BLOG
Time Pontotel 7 de dezembro de 2023 Departamento Pessoal
Guia completo: entenda o que é o teletrabalho, quais são suas vantagens e como motivar seus funcionários
Confira um guia completo de como funciona o regime de teletrabalho, suas principais vantagens e descubra como adotá-lo na sua empresa.
img of Guia completo: entenda o que é o teletrabalho, quais são suas vantagens e como motivar seus funcionários

O mercado de trabalho passou por diversas mudanças nas relações trabalhistas nos últimos anos, primeiro em função da Reforma Trabalhista de 2017, e depois com a pandemia de covid-19. Neste período, um modelo que ficou em evidência foi o teletrabalho. 

O teletrabalho é um modelo de trabalho no qual o colaborador não atua na sede da empresa, mas, sim, em outro local, que pode ser sua casa. Esse regime de trabalho tem crescido nos últimos anos, principalmente em função da sua flexibilidade

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostrou que mais de 20 milhões de funções no país poderiam ser realizadas em trabalho remoto (teletrabalho). 

Sabendo desse alto número de atividades que se adaptariam facilmente ao teletrabalho, este artigo irá abordar o que é teletrabalho na prática e os seguintes assuntos em torno do tema: 

Ficou interessado? Acompanhe este conteúdo e tenha uma boa leitura! 

O que é o teletrabalho?

Teletrabalho é um regime de trabalho no qual o colaborador executa suas atividades fora das dependências da empresa. Ou seja, o profissional pode atuar de casa, espaços colaborativos ou outros locais.

Esse modelo também é conhecido como trabalho remoto, sendo oficializado na legislação trabalhista pela Reforma Trabalhista, Lei n.º 13.467/17. É importante saber que esse modelo não se constitui como trabalho externo

O colaborador que está atuando no regime de teletrabalho pode prestar serviços por jornada ou tarefa, conforme prevê o art. 75-B da CLT:

“§ 2º O empregado submetido ao regime de teletrabalho ou trabalho remoto poderá prestar serviços por jornada ou por produção ou tarefa.”

Como funciona o teletrabalho?

O funcionamento do teletrabalho se dá longe das dependências da empresa. Sendo assim, o colaborador deve ter à disposição, no local escolhido, todos os materiais ou equipamentos necessários para ele exercer sua função. 

Para isso, é essencial que ele tenha à disposição todas as tecnologias de informação e comunicação para o trabalho. Os custos dos equipamentos devem estar previstos em contrato de trabalho. 

O que diz a CLT sobre o teletrabalho?

O teletrabalho foi formalizado em 2017, a partir da Reforma Trabalhista. Segundo a CLT, mesmo que o colaborador precise comparecer à empresa em situações específicas, isso não descaracteriza o teletrabalho. O art. 75-B detalha o teletrabalho da seguinte forma:

“Art. 75-B. Considera-se teletrabalho ou trabalho remoto a prestação de serviços fora das dependências do empregador, de maneira preponderante ou não, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação, que, por sua natureza, não configure trabalho externo.

§ 1º O comparecimento, ainda que de modo habitual, às dependências do empregador para a realização de atividades específicas que exijam a presença do empregado no estabelecimento não descaracteriza o regime de teletrabalho ou trabalho remoto.  

§ 2o  Poderá ser realizada a alteração do regime de teletrabalho para o presencial por determinação do empregador, garantido prazo de transição mínimo de quinze dias, com correspondente registro em aditivo contratual.” 

No artigo seguinte, 75-C, a lei diz que esse modelo de trabalho deve constar em contrato de trabalho:

“Art. 75-C. A prestação de serviços na modalidade de teletrabalho deverá constar expressamente do instrumento de contrato individual de trabalho.”

Além disso, está previsto na lei que a empresa pode mudar o modelo de trabalho, de teletrabalho para o presencial, a qualquer momento, por decisão unilateral. No entanto, é necessário que a mudança seja comunicada com ao menos 15 dias de antecedência: 

“§ 1o  Poderá ser realizada a alteração entre regime presencial e de teletrabalho desde que haja mútuo acordo entre as partes, registrado em aditivo contratual.   

§ 2o  Poderá ser realizada a alteração do regime de teletrabalho para o presencial por determinação do empregador, garantido prazo de transição mínimo de quinze dias, com correspondente registro em aditivo contratual.

§ 3º O empregador não será responsável pelas despesas resultantes do retorno ao trabalho presencial, na hipótese de o empregado optar pela realização do teletrabalho ou trabalho remoto fora da localidade prevista no contrato, salvo disposição em contrário estipulada entre as partes.”

Qual a diferença entre teletrabalho e home office?

A principal diferença entre teletrabalho e home office está no que prevê a legislação trabalhista referente aos dois modelos. Enquanto o teletrabalho possui suas regras na CLT, não existe nenhuma menção específica sobre o home office na lei. 

O teletrabalho pode ser realizado de qualquer local, fora das dependências da empresa. Já no home office, o funcionário trabalha da sua casa. Além disso, o teletrabalho não exige controle de jornada, e o home office segue as regras de jornada do trabalho presencial

Outro detalhe importante é que o modelo de teletrabalho exige que a empresa insira no contrato de trabalho todas as responsabilidades dela e dos colaboradores e as questões que envolvem a cessão de equipamentos na execução das tarefas diárias. 

Quais são as vantagens do teletrabalho?

O teletrabalho é visto como uma opção mais flexível em relação às jornadas de trabalho presenciais. Afinal, a empresa terá inúmeras vantagens ao adotá-lo, que vão do corte de custos a melhor qualidade de vida dos funcionários. 

Saiba mais sobre esses benefícios do teletrabalho a seguir.

Redução de custos

O modelo de teletrabalho permite que a empresa realize uma redução de custos no seu dia a dia. Isso acontece principalmente porque não será necessário investir em um escritório físico. 

Sendo assim, será possível economizar com gastos relacionados a aluguel, água, luz e pacotes de internet, além de vales, como o VT

Aumento da produtividade

O teletrabalho traz como vantagem também o aumento da produtividade dos colaboradores que atuam neste regime. Esse é um reflexo do tempo de deslocamento economizado e de mais tempo dedicado às atividades pessoais, causando menos cansaço e estresse.

Conforme uma pesquisa realizada pelo DataSenado, 37% dos colaboradores declararam que perceberam um aumento da produtividade na empresa com o teletrabalho. Além disso, 41% deles disseram que seu rendimento laboral cresceu com este modelo.

Flexibilidade no recrutamento

O teletrabalho oferece maior flexibilidade nos processos de recrutamento e seleção. Isso porque, neste modelo, a empresa pode contratar profissionais até mesmo de outros países, já que não existe a necessidade da presença física do colaborador.

Com isso, a organização tem um leque maior de possibilidades de contratação, sem fechar as portas para nenhuma oportunidade.

Melhor qualidade de vida para os colaboradores

O teletrabalho oferece maior flexibilidade aos colaboradores no sentido de horários ou locais de trabalho, fazendo com que eles possam conciliar atividades da vida pessoal com a profissional.

O resultado disso é o aumento da qualidade de vida dos colaboradores, que também é reflexo de uma rotina menos corrida e estressante, com mais horas de sono, mais tempo para se dedicar ao lazer e às atividades físicas e menos tempo gasto em deslocamentos, em função do trânsito ou do transporte público. 

Aumento da autonomia

No teletrabalho, existe ainda um aumento da autonomia do colaborador, uma vez que ele será o responsável por organizar suas rotinas e sua jornada de trabalho, podendo gerenciar seus horários e intercalar entre atividades da vida pessoal e profissional.

Com maior autonomia em função do teletrabalho, o colaborador tende a desenvolver um senso maior de responsabilidade e reconhecer a importância do seu trabalho nos resultados, engajando-se mais com a empresa. 

Como manter a motivação dos funcionários no teletrabalho?

Um dos grandes desafios de um modelo como o teletrabalho, em que o empregado trabalha a distância, é conseguir desenvolver estratégias que motivem esse funcionário. Conheça algumas ações que podem deixar esse modelo de trabalho mais eficiente. 

Comunicação clara e efetiva

Com os colaboradores trabalhando a distância, a empresa precisa criar um meio para que a comunicação com esses profissionais seja clara e efetiva. 

Isso significa definir formas de comunicação online (WhatsApp, Teams, Meet), horários de trabalho e maneiras de medir a produtividade, por exemplo, via gerenciador de tarefas

Assim, a empresa evita dúvidas e questionamentos dos colaboradores em relação à nova rotina, podendo atrapalhar sua motivação. 

Incentivo a pausas

É comum que, trabalhando de casa, muitos empregados esqueçam dos horários de pausas e descanso, o que pode ser um fator determinante para o aumento do estresse. 

Para evitar a desmotivação do funcionário em função disso, a empresa deve incentivar as pausas, informando que o colaborador deve seguir uma rotina de trabalho que não o sobrecarregue, atrapalhe sua produtividade e diminua sua motivação. 

Reuniões de acompanhamento

As reuniões de acompanhamento também funcionam como uma ação estratégica para manter a motivação dos colaboradores. Com elas, a empresa irá definir os fluxos de trabalho e as tarefas a serem executadas por seus profissionais. 

Desta forma, a organização consegue direcionar melhor os funcionários para as necessidades que ela possui, a partir das tarefas que eles precisam executar, e alinhar o trabalho, verificando a produtividade desses profissionais.

Feedbacks constantes

O feedback é um fator essencial de motivação no teletrabalho. Ao utilizar esse recurso, a empresa consegue manter em dia a motivação dos seus colaboradores. 

Isso porque os profissionais saberão exatamente quais os resultados do seu ofício no teletrabalho e em quais pontos precisam melhorar, recebendo insights do gestor ou líder para sua evolução profissional.

Como criar uma boa rotina no teletrabalho?

Uma boa rotina de teletrabalho depende de fatores que deixem o colaborador focado nas suas tarefas, sem que distrações externas, no período de trabalho que ele se propôs a cumprir, possam atrapalhar sua produtividade. 

Conheça três pontos que podem ajudar neste processo.

Crie um espaço de trabalho confortável

No teletrabalho, o colaborador precisa estar em um ambiente que replique o sentido de “momento de trabalho”. Por isso, é necessário ter um espaço confortável e com todos os recursos necessários para executar as atividades em torno da função. 

Estabeleça metas diárias

Uma boa rotina no teletrabalho pode ser construída a partir do estabelecimento de metas diárias a serem cumpridas pelo profissional. Assim, o colaborador afasta a falsa sensação de que não está sendo produtivo só porque está atuando em um local longe da empresa. 

Defina limites

É muito importante definir limites para o teletrabalho ser efetivo. Isso significa determinar o tempo que será dedicado ao trabalho, escolher um ambiente que de fato seja para trabalhar e horários de intervalo, e criar ações para evitar distrações, como desligar a TV no horário de trabalho.

Como funciona o controle de ponto no teletrabalho?

A lei não prevê o controle de ponto no teletrabalho. 

O controle de ponto é obrigatório apenas no regime home office, que se assemelha à gestão presencial. No home office, a empresa precisa necessariamente realizar o controle de jornada, garantindo que o colaborador está cumprindo o seu horário de trabalho. 

Entretanto, ainda que não seja obrigatório o controle de ponto no teletrabalho, ele pode trazer diversos benefícios para a empresa e os colaboradores. Isso porque a gestão de jornada traz maior transparência na relação trabalhista. 

Ao adotar a gestão de ponto a empresa consegue visualizar melhor o dia a dia de trabalho dos colaboradores e pode tomar decisões mais estratégicas quanto ao cumprimento de horas extras e para promover ações para sanar faltas e atrasos recorrentes. 

Além disso, os colaboradores têm uma visão clara do dia a dia de trabalho, podendo assim, ter maior autonomia para tomar decisões e adequar suas rotinas como foco na elevação da sua produtividade. 

Qual a melhor plataforma de ponto para o teletrabalho?

A Pontotel conta com a melhor plataforma de ponto para o teletrabalho. Nosso sistema possui tecnologia de ponta para garantir que a gestão de jornada dos colaboradores, mesmo a distância, seja realizada de forma segura, ágil e eficiente. 

Tudo isso em função de uma plataforma focada em pessoas, com dados centralizados em um mesmo local e acesso às informações de jornada em tempo real, via web ou aplicativo. Isso sem contar que, com a Pontotel, os colaboradores têm múltiplas possibilidades de registro de ponto. 

No teletrabalho, por exemplo, os registros podem ser efetuados pelos colaboradores por reconhecimento facial, gravação de voz, senha, geolocalização e foto, diretamente no aplicativo da Pontotel e até mesmo offline. Além disso, as medidas antifraudes da plataforma garantem a autenticidade dos dados. 

Ademais, a plataforma Pontotel está 100% de acordo com a LGPD, a Portaria 671 e a CLT para que, assim, sua empresa cumpra com todas as medidas legais em torno da jornada em teletrabalho, evitando problemas trabalhistas.  

Com a nossa plataforma, seu negócio terá segurança jurídica no teletrabalho, e o departamento pessoal trabalhará com mais tranquilidade, com informações registradas em nuvem, evitando a perda de documentos ou dados para o fechamento correto da folha.  

próximos passos para realizar o controle de ponto com a pontotel

Como implementar o teletrabalho na sua empresa?

O teletrabalho pode ser utilizado não só como uma maneira de engajar os colaboradores da empresa, mas também como uma ferramenta de atração de talentos no processo seletivo, em função justamente da flexibilidade deste modelo. 

Entretanto, como implementar o teletrabalho para aproveitar todas as vantagens que esse modelo de trabalho tem a oferecer? Confira o que é fundamental para que isso ocorra: 

  • Fique atento às diferenças entre os modelos home office e teletrabalho; 
  • Cumpra as regras previstas na legislação trabalhista;
  • Crie uma política interna que engloba todas as regras em torno deste modelo de trabalho;
  • Alinhe com os colaboradores as necessidades e os recursos para executar as tarefas;
  • Prepare treinamentos aos líderes para gerirem profissionais à distância;
  • Forneça feedbacks constantes; 
  • Avalie os cargos e as funções que se adéquam ao teletrabalho;
  • Realize avaliações regularmente sobre os resultados deste modelo.

Conclusão

O teletrabalho pode ser uma boa estratégia para empresas que desejam ter uma flexibilidade maior nos seus processos. Além disso, com este modelo, a organização consegue cortar custos e criar um senso de responsabilidade e autonomia maior entre os colaboradores. 

Neste conteúdo, foi visto que o teletrabalho pode trazer uma série de vantagens à empresa, que vão do aumento da produtividade a uma facilidade maior nos processos de recrutamento, podendo contratar profissionais até mesmo de outros países. 

Entretanto, para o teletrabalho ser eficiente, a empresa precisa construir uma rotina em conjunto com seus colaboradores para impor limites, definir regras de horário e estabelecer metas a serem cumpridas. 

Diante deste processo, em uma gestão de jornada em torno do teletrabalho, um controle de ponto pode ajudar. Nesse sentido, a Pontotel possui a melhor plataforma de ponto para o teletrabalho, oferecendo múltiplas formas de registro aos colaboradores, até mesmo offline. 

Isso facilita os registros e o controle da própria empresa, que terá em mãos dados autênticos da jornada, em tempo real, com acesso via web ou aplicativo, de forma rápida, eficiente e sem erros. 

Entendeu a importância de conhecer os diversos modelos de trabalho do mercado, como o teletrabalho, e como esse modelo pode auxiliar a sua empresa? Se gostou deste artigo e quer ler mais conteúdos como esse, continue acompanhando o blog Pontotel

Compartilhe em suas redes!
Mais em Departamento Pessoal VER TUDO
INICIAR TOUR!