Comprometimento no trabalho: qual a importância e como medir na sua empresa!

imagem de um menino com o computador em seu colo, ele sorri.

Empresas e profissionais bem-sucedidos alcançam esse status porque têm algo em comum: comprometimento no trabalho.

Empresas comprometidas não se responsabilizam apenas pelos resultados, mas cobram o melhor dos seus profissionais, de maneira gradual, contribuindo com o desenvolvimento deles.

Os indivíduos, por sua vez, devem ter uma relação positiva com a organização para sentir-se parte das metas e desafios estabelecidos, e atuar para vencê-los e crescer junto com a marca.

Por isso, neste texto sobre comprometimento no trabalho, vamos dialogar com diversos pontos que vão ajudar a organização (e os profissionais) a serem mais alinhados com essa ideia de aprimoramento contínuo.

Confira o que vamos abordar, logo abaixo:

Boa leitura!

banner problemas com absenteismo

Comprometimento no trabalho: o que é?

No geral, comprometimento é uma palavra que nos faz agir com vigor, motivação e identificação com algo ou alguém. É uma promessa recíproca de alguém que tende a cumprir com os seus acordos, independentemente da forma que eles sejam feitos.

Por exemplo: uma pessoa comprometida não trai acordos feitos com amigos ou cônjuges. Assim, ela se torna uma pessoa, no mínimo, confiável.

Interessante pensar como essa postura pode ser positiva no ambiente corporativo, concorda?

Dessa maneira, o comprometimento no trabalho se traduz em uma integridade valiosa para o desenvolvimento pessoal e profissional, da qual as organizações também são beneficiadas.

Afinal de contas, essa qualidade demonstra lealdade, propósitos, valores e objetivos da organização.

Os resultados desse tipo de postura dos colaboradores de uma empresa são variados, mas podemos adiantar alguns deles, como:

  • Entrega de tarefas no prazo estipulado;
  • Baixa ocorrência de faltas e/ou atrasos (e justificados, quando ocorrem);
  • Maior empenho e engajamento no cumprimento de tarefas e metas.

Adiante, falaremos melhor sobre esses aspectos. Vale a pena, primeiro, entender o quanto a busca por comprometimento no trabalho é importante para o desenvolvimento sustentável de toda a organização.

Importância do comprometimento no trabalho

Como deve ter dado para perceber, comprometimento e responsabilidade. E a falta de comprometimento no trabalho interfere justamente na confiança que os líderes depositam em seus funcionários.

Por isso, esse é um dos comportamentos mais desejáveis para uma equipe e também para os profissionais, individualmente. Pois o comprometimento no trabalho é reconhecido pelos gestores, e muitas vezes é motivo de admiração pelos colegas, podendo contribuir ativamente para o crescimento na empresa — como um aumento salarial ou mesmo um salto na hierarquia da empresa por meio de uma promoção.

Vale adiantar, contudo, que essa análise deve vir no comecinho da relação do empregador com o empregado. Ou seja: no processo de recrutamento e seleção.

Isso porque, quando essa busca por uma identidade específica está presente nas avaliações, empresa e funcionário compartilham uma ligação, um elo em comum que é o comprometimento no trabalho.

Uma questão que evolui com facilidade para uma relação forte e uma parceria duradoura e benéfica.

O que causa a falta de comprometimento no trabalho?

imagem de uma mulher deitada em frente ao notebook

Dedicação e comprometimento no trabalho são qualidades desenvolvidas no dia a dia. Assim, por mais que exista a falta de uma dessas questões no comportamento dos funcionários, é possível desenvolvê-las.

E mais: é possível que ocorra justamente o oposto. Um funcionário antes tão comprometido pode se mostrar gradual ou abruptamente desmotivado com as tarefas e os valores propostos pela empresa.

Confira, a seguir, a lista de motivos pelos quais a falta de comprometimento no trabalho pode acontecer ou enraizar forte no comportamento dos seus colaboradores:

  • Ausência de uma perspectiva de crescimento oferecida pela empresa;
  • Insatisfação com trabalho realizado;
  • Descontentamento — que pode vir de conflitos interpessoais, da relação com o gestor ou mesmo com o atual salário;
  • Problemas com autonomia no trabalho;
  • Pressão excessiva;
  • Falta de dinheiro;
  • Doenças (sejam elas físicas ou psicológicas);
  • Problemas de relacionamento pessoal (em casa ou no ambiente de trabalho).

As consequências disso são bastante evidentes, concorda?

Isso pois a falta de comprometimento no trabalho pode gerar atritos com a liderança da empresa e também com os colegas. A produtividade pode cair rapidamente, os resultados idem, e o desempenho individual e coletivo podem ser afetados igualmente.

É possível que a negligência com essa questão evolua para casos graves de demissão e conflitos. Daí, a importância do comprometimento no trabalho e também nas maneiras de elevar esse espírito motivacional nas equipes da sua empresa!

Como fazer com que os funcionários sejam comprometidos com o trabalho?

Abaixo, reunimos algumas estratégias que são fundamentais para a construção e a manutenção do comprometimento no trabalho!

Comunicação aberta e transparente

Entre as melhores dicas de comprometimento no trabalho, é importante valorizar a comunicação.

Ela contribui para que a empresa esteja sempre em alinhamento com os seus funcionários e evita ruídos prejudiciais à rotina de trabalho. Um canal aberto, objetivo e transparente privilegia a comunicação, e isso faz toda a diferença para uma relação próspera no ambiente de trabalho.

Fortaleça o trabalho coletivo e colaborativo

O comprometimento no trabalho pode ser desenvolvido quando todos compreendem a importância do seu papel individual e dentro do trabalho coletivo.

Assim, é importante trabalhar tal aspecto para que a motivação seja uma qualidade intrínseca a todos, e da qual o trabalho diário ajude a fortalecer o empenho de todos.

Complementarmente, vale a pena desenvolver a empatia. Se todos sabem o que o colega enfrenta para entregar um trabalho de elevado desempenho, é nítido também o esforço por mais colaboração no trabalho.

Aprecie o trabalho dos funcionários

Não espere pela avaliação de desempenho ou pelo feedback formal para elogiar: faça isso periodicamente. Reconheça os esforços, as conquistas e motive os profissionais nas frustrações.

Isso tudo ajuda a manter o espírito elevado e a moral também. Isso serve para que o comprometimento no trabalho permaneça em alto grau. E com todos fazendo parte desse desenvolvimento contínuo.

Como uma boa gestão de pessoas pode auxiliar com comprometimento no trabalho?

A gestão de pessoas é crucial para que o comprometimento no trabalho persista, independentemente dos obstáculos e desafios à frente.

Afinal de contas, o líder deve manter o seu time unido. Isso vai de acordo com as dicas de comprometimento no trabalho citadas no tópico anterior e também com uma ideia primordial de que todos estão no mesmo barco. As conquistas são de todos. As frustrações são compartilhadas em grupo para se transformarem em aprendizado.

Percebe-se, então, o quanto isso faz parte de uma estratégia consolidada entre o RH e a gestão da empresa. É uma mudança de pensamento que ajuda a trabalhar os profissionais como humanos, primeiramente, e em um aspecto fundamentalmente motivacional. Não se trata apenas de alcançar resultados, mas de garantir que todos cheguem inteiros no final da jornada.

Como avaliar o comprometimento no trabalho?

No dia a dia, o comprometimento no trabalho pode ser constantemente monitorado a partir de algumas estratégias simples de serem aplicadas e eficientes. Veja abaixo quais são!

Avaliação de desempenho

Explore as qualidades de uma avaliação de desempenho. Por meio dessa atividade periodicamente realizada, o RH e a gestão conseguem identificar o perfil comportamental de cada colaborador, entender o que os motiva (e o que os frustra) e ainda oferece a oportunidade de dar um feedback para que cada um deles melhore de acordo com as suas respectivas performances.

Assim, seja lá qual for a dificuldade de um profissional, ele vai entender e aprender a lidar melhor com a situação. E isso pode se traduzir, sim, em mais comprometimento no trabalho se ele decide mudar, melhorar e se aprimorar para que a próxima avaliação de desempenho seja mais positiva — e que traga novos pontos para serem desenvolvidos.

Controle de jornada e horas trabalhadas

imagem de uma mesa com celular, caneca de café, notebook, mostrando o aplicativo da pontotel

Por meio de tecnologias, como o controle de ponto digital, fica fácil identificar quais profissionais chegam no horário e cumprem suas jornadas, e quais pessoas estão faltando constantemente ou chegando atrasadas de maneira constante (e não justificada).

Dessa maneira, pode servir também para o RH reunir-se com os profissionais que estão com um alto índice de absenteísmo para compreender o motivo dele e, consequentemente, trabalhar junto com os funcionários envolvidos para resolver.

Pesquisas internas

Outra maneira de apoiar-se em resultados para assumir medidas estratégicas é a pesquisa internaOutra maneira de apoiar-se em resultados para assumir medidas estratégicas é a pesquisa interna.

Outra maneira de apoiar-se em resultados para assumir medidas estratégicas é a pesquisa interna.

Por meio dela, fica fácil também compreender o que se passa na cabeça dos seus profissionais. Com o tempo, as insatisfações podem ser resolvidas, enquanto sugestões, críticas e elogios são absorvidos para tornar o ambiente de trabalho cada vez mais harmônico, produtivo e com um excelente clima organizacional.

Feedbacks

Feedbacks construtivos fazem parte de qualquer cultura de desenvolvimento. Eles são o retorno esperado para que os funcionários entendam quais são seus pontos fortes e quais necessitam de desenvolvimento.

Consequentemente, a empresa pode atuar próxima a isso, oferecendo treinamentos e promovendo outras ações para que a empresa lapide o seu capital humano. Como já havíamos mencionado, a gestão de pessoas é uma etapa importante para o comprometimento no trabalho.

E, acredite: o feedback pode ser uma solução de significativo impacto positivo nessa estratégia.

Employer branding e comprometimento no trabalho: qual a relação?

Empresas que atuam conforme os seus valores, e que contam com profissionais alinhados a esses pilares institucionais, criam relacionamentos fortes com os funcionários.

E isso é de grande importância para ter um ambiente de trabalho eficiente e harmonioso. Com isso, o comprometimento no trabalho é uma consequência natural, mostrando que ambos os conceitos se apegam ao outro.

Então, o primeiro passo relevante para isso é pensar em compor uma experiência agradável, propositiva e positiva. Aspectos que são construídos diretamente por meio da gestão de pessoas.

Conclusão

Neste post, vimos que o comprometimento no trabalho é um trabalho contínuo. 

E que por meio da gestão de pessoas é possível se aproximar o elemento humano, gerar identificação e um relacionamento próspero e, gradualmente, ter um ambiente que agregue valor às pessoas e cujos resultados, no dia a dia, são naturais consequências desse trabalho de dedicação e comprometimento de todas as partes envolvidas.

Para saber quais outras estratégias podem ser adotadas dentro da sua empresa para melhorar o comprometimento no trabalho e outras métricas associadas à gestão de pessoas, curta a nossa página no Facebook e siga-nos no Instagram, LinkedIn e YouTube para receber em primeira mão todas as nossas dicas e novidades!

Compartilhe em suas redes!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Rolar para cima