RH: veja como criar um plano de desenvolvimento individual e suas vantagens!

imagem de uma pessoa apontando uma flecha para um alvo

Possuir profissionais capacitados é um grande diferencial competitivo de mercado. Até por isso, muitas empresas vêm apostando no chamado PDI, plano de desenvolvimento individual. 

Conhecida por ser uma ferramenta de gestão de pessoas e de desenvolvimento profissional, o PDI é um grande mecanismo para que as empresas consigam avaliar pontos fracos dentro da organização e desenvolver novas habilidades e competências. 

Afinal, quem desenvolve seus profissionais continuamente tem mais chances de obter resultados satisfatórios num curto período de tempo. Dado que, o sucesso de uma empresa é completamente dependente do engajamento e da motivação dos colaboradores. 

Neste quesito, o plano de desenvolvimento individual é um grande diferencial já que a empresa consegue alinhar suas metas com a dos seus colaboradores, estrategicamente, e permite que eles cresçam tanto na vida pessoal, quanto na profissional. 

Mas quais os impactos do plano de desenvolvimento individual no dia a dia das organizações? Neste artigo você vai conferir a resposta para essa e para as questões a seguir:  

Se interessou pelo tema? Então, siga em frente e boa leitura. 

banner top of mind rh

O que é o plano de desenvolvimento individual PDI?

O Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) é uma ferramenta utilizada pelas empresas na gestão de pessoas. Esse planejamento serve como um monitor de desenvolvimento de competências e habilidades dos colaboradores. 

Por meio do plano de desenvolvimento individual a empresa tenta alinhar os objetivos da companhia com as metas e planos de carreira dos empregados, pensando tanto em curto como a médio e longo prazo. 

Com o plano de desenvolvimento individual a empresa expande o potencial dos seus colaboradores e de forma estratégica maximiza o desempenho, motivação e engajamento deles. 

O plano de desenvolvimento individual é comumente utilizado para se atingir objetivos específicos dentro da empresa como mudança de cargo, implementação de projetos ou mesmo uma promoção. 

Para que serve o plano de desenvolvimento individual?

O plano de desenvolvimento individual serve como um mapa para que os profissionais possam traçar um plano de ações, junto com a empresa, para desenvolver suas competências. 

Para o colaborador ele serve como um roteiro evolutivo da sua carreira e para a empresa como uma espécie de guia para medir e acompanhar de perto o desenvolvimento de seus empregados. 

Esse método serve ainda para que a empresa faça com que os colaboradores se sintam mais engajados e consequentemente aumenta as chances de retenção de talentos e diminui a taxa de turnover

Principais vantagens do plano de desenvolvimento individual PDI

imagem de pessoas comemorando em um escritório

Um estudo da McKinsey revelou que o Brasil, entre todo o mundo, é o país em que os profissionais trabalham mais desmotivados. Isso ocorre principalmente porque eles não veem perspectiva de crescimento na empresa em que trabalham. 

Uma das ferramentas que podem ajudar a mudar esse cenário é o plano de desenvolvimento individual. Abaixo você confere algumas das principais vantagens que o PDI pode trazer às empresas.   

Retenção de talentos

Um estudo realizado pelo Hay Group mostrou que 64% das empresas apresentam dificuldades para reter um talento e 89% das companhias sequer têm algum tipo de estratégia que facilite essa retenção. 

Apesar desse alto número, organizações que se apoiam no plano de desenvolvimento individual têm uma grande ferramenta para se apoiar na retenção de talentos

Isso porque, o plano de desenvolvimento individual (PDI), é um fator de motivação para os colaboradores, que assim, podem vislumbrar um crescimento profissional. 

Além disso, empresas que têm como uma das prioridades o investimento na carreira de seus profissionais tendem a engajá-los mais facilmente. Uma vez que, possibilitando o desenvolvimento dos empregados, eles se sentirão mais valorizados pela companhia. 

Controle de absenteísmo e turnover

Uma pesquisa realizada pela empresa de recrutamento Robert Half, com mais de 1700 diretores de RH, entre 2010 e 2014, apontou o Brasil como o país que possui o maior índice de rotatividade, com mais de 82%. 

A briga de mercado por colaboradores qualificados é apontada pelos diretores brasileiros como principal motivo do turnover.  

Porém, com o plano de desenvolvimento individual é possível mudar esse índice, com uma valorização interna dos profissionais, maior do que a habitual. 

Dado que, o plano de desenvolvimento individual tem um poder para engajar e motivar os colaboradores. Assim, a empresa acaba criando um laço de confiança maior com seus empregados, evitando saídas repentinas deles para outras organizações. 

Isso ocorre pois os profissionais, por meio do PDI, sabem exatamente onde podem chegar e quais passos devem dar para receber e evoluir profissionalmente dentro da empresa. 

A partir daí, o comprometimento dos empregados com o trabalho aumenta, já que eles vão atrás dos seus objetivos. Esse cenário acaba impactando na redução do absenteísmo e do turnover, já que proporcionará um ambiente com funcionários mais motivados e engajados.   

Valorização profissional 

De acordo com outro estudo da Robert Half, um dos pilares da felicidade no trabalho é a valorização profissional. E a valorização profissional é um dos benefícios que o plano de desenvolvimento individual pode oferecer às empresas. 

Dado que, com o plano de desenvolvimento individual, a empresa cria estratégias e ações concretas para que eles possam se desenvolver profissionalmente e crescer na carreira. A consequência é que assim os colaboradores se sintam mais valorizados.

Engajamento dos colaboradores

Por saber exatamente onde pode chegar ou quais degraus precisa subir para desenvolver-se profissionalmente dentro da empresa, o colaborador acaba se engajando com os objetivos da companhia. 

Posto que, o plano de desenvolvimento individual cria um propósito para que os colaboradores se engajem, fazendo com que eles trabalhem focados em metas e saibam que os resultados dependem dos próprios esforços. 

E funcionários engajados podem oferecer bem mais para a empresa. Não à toa, uma pesquisa da Dale Carnegie mostrou que empresas com funcionários engajados têm um desempenho 202% maior do que as que não têm. 

Como fazer um plano de desenvolvimento individual PDI?

Implementar um plano de desenvolvimento individual requer organização e planejamento para que de fato ele seja assertivo e atinja os objetivos para a empresa e colaboradores. 

Mas como montar um PDI corretamente? Conheça alguns dos principais passos. 

Análise e planejamento

Um dos primeiros passos que uma empresa que deseja implementar um plano de desenvolvimento individual deve seguir é fazer uma análise de todos os colaboradores e identificar possíveis talentos. 

Já que, o plano de desenvolvimento individual serve também como uma forma de melhorar os resultados e também elevar o engajamento e a motivação profissional, com base nessa avaliação. 

Por isso, é essencial fazer uma análise de cada colaborador e setor, identificando o desempenho e a produtividade dos mesmos. 

Pois assim, é possível ouvir dos próprios colaboradores quais suas insatisfações e principalmente ter uma visão macro da empresa, baseado em dados e informações concretas. 

Só a partir daí que a empresa deve montar um plano de desenvolvimento individual direcionando as ações para aprimorar as competências dos colaboradores. 

Objetivos e metas

O plano de desenvolvimento individual exige da empresa uma definição de objetivos e metas. O processo precisa se iniciar com um alinhamento das expectativas e anseios do colaborador para que se crie um caminho efetivo para o PDI.

Dentro desses objetivos e metas precisa constar o tempo para a execução desse plano de desenvolvimento individual, quais competências o profissional deve desenvolver e o orçamento disponível para colocar as ações em prática. 

Se a empresa ignora esse passo acaba se perdendo pelo caminho e não sabe onde quer chegar com o plano de desenvolvimento individual. 

Estratégias e ações

Outro passo importante, após a definição de objetivos e metas, é traçar estratégias para que seja possível implementar na prática as ações. Esse passo é importante, pois, no PDI as estratégias têm focos determinados e baseados nas especificidades de cada perfil

Essa definição de estratégias e ações é fundamental para determinar quais competências devem ser desenvolvidas, periodicidade dos treinamentos e tarefas a serem cumpridas para que o colaborador atinja os objetivos. 

Acompanhamento e avaliação

Depois de implementar o plano de desenvolvimento individual é fundamental que a empresa acompanhe de perto a evolução do colaborador, mesmo que na prática o profissional seja o grande responsável por seguir o plano. 

Essa avaliação é importante para que a empresa saiba se as ações têm sido efetivas, se têm dado resultado ou até mesmo se são necessários ajustes ao longo do caminho. 

Ou seja, esse acompanhamento de perto permite que a empresa dê feedbacks contínuos, dentro do plano de desenvolvimento individual, e até mesmo coloque um mentor para que os profissionais consigam manter o foco nas metas e objetivos do PDI.  

Qual o papel do RH no plano de desenvolvimento?

imagem de pessoas reunidas em um ambiente empresarial

Um estudo realizado pela Harvard Business Review mostrou que um RH estratégico tem um desempenho 51% maior do que os que focam apenas em questões burocráticas. 

O RH estratégico é aquele que se preocupa cada vez mais com a gestão de pessoas e com o bem-estar dos colaboradores. Isso quer dizer que esse setor passou a agir concretamente no desenvolvimento dos profissionais. 

Com isso, o RH assumiu um papel gerencial e não menos estratégico no plano de desenvolvimento individual, em conjunto com líderes e gestores de outros setores, para que as ações possam ser implementadas. 

Com as metas e objetivos definidos, o RH assume a responsabilidade de desenvolver ações concretas, por meio de capacitação, treinamento e etc. 

Sem contar que o RH tem o papel de mapear o plano de desenvolvimento individual, avaliando a satisfação dos colaboradores com as ações, mensurando gastos e também os resultados.  

Principais exemplos de PDI profissional

Ao desenvolver um plano de desenvolvimento individual profissional é necessário estabelecer metas a curto, médio e longo prazo. 

Além disso, é essencial que os envolvidos no processo determinem o que é necessário desenvolver, quais habilidades e competências e se as ações trouxeram os resultados esperados. Com o PDI é possível desenvolver competências como: 

  • Liderança; 
  • Habilidade para trabalhar em equipe;
  • Adaptabilidade; 
  • Capacidade para identificar e solucionar problemas;
  • Comunicação interpessoal;
  • Gerenciamento do tempo

Confira um exemplo concreto desse processo: 

  1. Competência a ser desenvolvida: liderança 
  1. O que é necessário desenvolver: A habilidade de administrar uma equipe, coordenando execuções, motivando os colaboradores, entre outras ações.
  1. Como: Estipulando metas semanais e mensais com base em resultados. Avaliando prazos de entrega da equipe, nível de motivação e até mesmo o absenteísmo e a rotatividade. 
  1. Custo: Mensurar quanto será gasto ao longo do plano – Exemplo: R$ 10 mil / anual 
  1. Prazo: Início –  20/05/2021 Término – 20/05/2021
  1. Resultado: Criar no profissional a capacidade de coordenar a equipe.  

É possível, com base nesse exemplo, inserir a competência a ser desenvolvida. 

controle de jornada digital e gestao de pessoas

Importância do plano de desenvolvimento individual para a empresa

Alinhado ao plano de carreira do colaborador, o plano de desenvolvimento individual é muito importante no ambiente empresarial. Sendo que, empresas que possuem profissionais mais capacitados conseguem ficar à frente da concorrência e obter resultados mais satisfatórios. 

Esses são alguns dos dos fatores de importância do plano de desenvolvimento individual na rotina das empresas: 

  • Melhora a qualidade do trabalho: o PDI se torna importante para a empresa no âmbito de melhoria da qualidade do trabalho executado. Pois, tem por função potencializar as habilidades e competências dos profissionais, melhorando o desempenho e a qualidade dos mesmos. 
  • Alinhamento das metas: outro ponto importante do PDI dentro das empresas é que ele facilita o alinhamento das expectativas dos colaboradores com os objetivos da companhia. Visto que no processo de análise do PDI se levantam os anseios dos empregados e as metas da empresa e é feito um alinhamento das partes, para que ambos saiam ganhando com o plano. 
  • Retém talentos: como citado anteriormente, o PDI é um fator importante na retenção de talentos. Afinal, ele cria metas e objetivos para os colaboradores, no sentido do seu crescimento profissional, e assim a empresa consegue facilitar a retenção de talentos. 
  • Diminui o índice de absenteísmo e rotatividade: com o plano de desenvolvimento individual, a empresa cria um cenário onde os colaboradores têm maior engajamento e motivação em função da valorização profissional e isso reduz o índice de absenteísmo e rotatividade. 
  • Aumenta a produtividade: O plano de desenvolvimento individual na empresa também é importante para aumentar a produtividade dos colaboradores, já que, a empresa terá profissionais mais capacitados e a execução das tarefas serão mais bem executadas. 

Importância do PDI para os colaboradores

Tão quão importante para a empresa, o plano de desenvolvimento individual proporciona inúmeros benefícios aos colaboradores, ao começar pela possibilidade deles desenvolverem novas habilidades e competências. 

Pode-se destacar também que o plano de desenvolvimento individual pode oferecer aos colaboradores: 

Evolução profissional: o PDI é importante para que os colaboradores desenvolvam novas competências e cresçam profissionalmente. 

Plano de carreira: É possível por meio do PDI vislumbrar um plano de carreira mais consolidado, pois, o profissional conseguirá enxergar quais metas e objetivos ele deve atingir para poder evoluir. 

Autoconhecimento: O PDI é importante também para que o colaborador tenha uma visão macro das suas qualidades e defeitos e reflita sobre suas possibilidades de desenvolvimento. 

Promoções: Essa possibilidade de crescimento e evolução profissional facilita a vida do colaborador para que ele crie novas ambições na empresa e esteja mais preparado para almejar cargos e promoções. 

Alinhamento dos seus objetivos com os da empresa: O plano de desenvolvimento individual também facilita para que haja um alinhamento de expectativas, entre empresa e colaborador, e para que se tenha um espaço maior para o diálogo entre eles, pois todos terão que expor seus anseios e expectativas, para que todos os objetivos do plano sejam atendidos. 

Conclusão

imagem de uma mulher sorrindo

Investir em plano de desenvolvimento individual, como você pode ver ao longo do artigo, pode proporcionar à empresa um ambiente propício para a alta produtividade dos funcionários e a consequência é o sucesso da companhia. 

Isso ocorre, pois, o plano de desenvolvimento individual permite que os colaboradores estejam cada vez mais capacitados para enfrentar os desafios do mercado. 

Dado que, a empresa potencializa suas habilidades e contribui para que seus empregados desenvolvam novas competências rotineiramente. 

Se por um lado o plano de desenvolvimento individual pode ser extremamente benéfico para a empresa, ele pode também atingir positivamente a vida dos colaboradores. 

Pois, quando a empresa permite esse tipo de plano, abre as portas para que o colaborador desenvolva sua carreira, evolua profissionalmente e se sinta mais valorizado. 

A consequência do PDI, então, é uma gestão de pessoas mais ativa e efetiva, criando uma equipe mais motivada e engajada. Diminuindo índices negativos para a companhia como o de absenteísmo e também a taxa de rotatividade. 

Entendeu a importância do plano de desenvolvimento individual nas empresas? Se você quer saber mais sobre assuntos relacionados a RH e gestão de pessoas, então, fique ligado no blog do PontoTel

Compartilhe em suas redes!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Rolar para cima