Como reduzir horas extras na sua empresa? Veja 7 dicas para te ajudar a superar esse desafio!
BLOG
Time Pontotel 21 de setembro de 2023 Departamento Pessoal
Como reduzir horas extras na sua empresa? Veja 7 dicas para te ajudar a superar esse desafio!
Saiba como reduzir horas extras na sua empresa e confira as consequências que o excesso de trabalho pode trazer ao dia a dia da organização.
img of Como reduzir horas extras na sua empresa? Veja 7 dicas para te ajudar a superar esse desafio!

A hora extra é um recurso muito utilizado no mercado empresarial, porém, o trabalho em excesso pode ser prejudicial ao negócio. Por isso, saber como reduzir horas extras dos colaboradores pode contribuir com a produtividade e o engajamento profissional. 

De acordo com um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), juntamente com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), profissionais que trabalham mais de 55 horas semanais têm mais chances de ter um AVC ou problema cardíaco. 

Essa pesquisa reflete os impactos do trabalho excessivo e como ele pode ser prejudicial não só para a rotina empresarial, mas também para a vida dos colaboradores, afetando-os física e psicologicamente. 

Sabendo disso, é essencial que a empresa crie ações para reduzir horas extras e planejar jornadas de trabalho justas, sem que os trabalhadores fiquem sobrecarregados com cargas horárias em excesso. 

Sendo assim, considerando os impactos que uma má gestão das horas extras pode ter na empresa, este artigo traz dicas para conseguir reduzi-las. Os seguintes tópicos serão tratados:  

Boa leitura!

O que são horas extras?

A hora extra é um período de trabalho em que o colaborador excede a sua carga horária, ou seja, a sua jornada, estipulada previamente em seu contrato de trabalho.

Todo colaborador, ao entrar em uma empresa, tem um período de horas de trabalho definido pela organização. Quando ele trabalha além dessa carga horária, pela lei, ele está cumprindo horas extras. 

Além disso, todos os profissionais que excedem sua jornada de trabalho adquirem, segundo a legislação trabalhista, o direito de receber um valor adicional —- hora extra —- ao seu salário, que é 50% superior ao valor da hora normal. 

Quantas horas extras o colaborador pode fazer?

A CLT diz que as empresas podem recorrer ao uso da hora extra, contanto que o empregador não acresça mais do que 2 horas de trabalho à jornada do seu funcionário. Esse período deve ser definido por acordo individual, coletivo ou convenção.  

Essa previsão está destacada no art. 59, que também cita o valor que deve ser acrescido ao salário dos empregados que cumprem horas extras: 

“Art. 59.  A duração diária do trabalho poderá ser acrescida de horas extras, em número não excedente de duas, por acordo individual, convenção coletiva ou acordo coletivo de trabalho.

§ 1o  A remuneração da hora extra será, pelo menos, 50% (cinquenta por cento) superior à da hora normal.” 

Qual a diferença entre horas extras e banco de horas?

Apesar de serem complementares na sua essência, as horas extras e o banco de horas possuem diferenças. Enquanto a hora extra é o período que excede a jornada de trabalho do colaborador, o banco de horas é a recompensa da jornada extra. 

Explicando: pela lei, todo colaborador que trabalha horas a mais do que o horário previsto em contrato deve receber uma recompensa da empresa por isso. Existem duas formas de ele ser recompensado, em dinheiro ou via banco de horas. 

No banco de horas, a empresa registra esses períodos a mais de trabalho, que vão para suas anotações. Assim, quando o colaborador precisar de uma folga, pode acionar esse banco de horas, usando o tempo disponível sem que haja descontos pela sua ausência. 

Nos incisos 2 e 5 do art. 59, fica clara a possibilidade da compensação das horas extras por meio do banco de horas: 

“§ 2o  Poderá ser dispensado o acréscimo de salário se, por força de acordo ou convenção coletiva de trabalho, o excesso de horas em um dia for compensado pela correspondente diminuição em outro dia, de maneira que não exceda, no período máximo de um ano, à soma das jornadas semanais de trabalho previstas, nem seja ultrapassado o limite máximo de dez horas diárias.    

§ 5º  O banco de horas de que trata o § 2o deste artigo poderá ser pactuado por acordo individual escrito, desde que a compensação ocorra no período máximo de seis meses.”           

Quais são as consequências das horas extras em excesso?

mulher onlando para computador com cara de preocupada

Muitas empresas acreditam que o recurso das horas extras deve ser um fator preponderante para que o trabalho não pare e a empresa se mantenha produtiva constantemente. 

Entretanto, a realidade não é essa, pois o excesso de horas extras pode trazer consequências no bem-estar dos funcionários. Confira alguns desses efeitos a seguir. 

Fadiga e exaustão física e mental

Se a empresa não sabe como reduzir horas extras e não se preocupa com esse fator, esse recurso passa a ser rotineiro. Entretanto, quanto mais horas extras a empresa tiver, maiores as chances de os colaboradores alcançarem a fadiga e a exaustão física e mental. 

Como o próprio significado da hora extra diz, ela é um período excedente de horas, ou seja, ultrapassa o período da jornada do colaborador, forçando-o a trabalhar mais, e esse excesso pode sobrecarregá-lo.

Um estudo realizado pela OMS revelou que, no ano de 2016, mais de 745 mil trabalhadores faleceram em decorrência de doenças cardíacas ou derrames em função do excesso de horas extras.

Diminuição da produtividade e da qualidade do trabalho

Não saber como reduzir as horas extras e geri-las de forma desorganizada também pode diminuir a produtividade e comprometer a qualidade do trabalho. 

Quanto mais um colaborador trabalha além da sua jornada, mais sobrecarregado ele fica, aumentando a chance de que cometa erros na execução de suas tarefas. 

Assim, é comum que ele precise refazer diversas vezes a mesma tarefa, elevando os prazos de entrega e, em muitos casos, comprometendo a qualidade do trabalho e a satisfação dos clientes. 

Maior propensão a erros e acidentes

O cansaço físico e mental oriundo do excesso de horas extras gera maior propensão a erros e acidentes. Quando um profissional está cansado, a tendência é que ele fique mais desatento, ficando mais exposto a problemas no seu dia a dia. 

Portanto, quando a empresa não sabe como reduzir as horas extras, ela expõe seus colaboradores a riscos. 

Aumento dos custos trabalhistas para o empregador

Não saber como reduzir horas extras pode ter impacto significativo no caixa das empresas. Isso porque, quando a hora extra se torna algo rotineiro, a empresa eleva os custos trabalhistas para arcar com os empregados. 

Além disso, se ela não possui um controle de ponto eficaz, fica mais exposta a riscos laborais na gestão de horas extras, podendo sofrer com processos trabalhistas que comprometam sua situação financeira. 

Risco de rotatividade de pessoal

Com colaboradores exaustos e afetados mental e fisicamente por excesso de trabalho e horas extras, a consequência é um alto índice de rotatividade, trazendo um custo elevado para as empresas com demissões e novas contratações. 

A pesquisa Talkspace’s Employee Stress Check mostrou que 40% dos trabalhadores foram afetados pelo excesso de trabalho, prejudicando sua felicidade e produtividade, e pretendem pedir demissão nos próximos anos.

7 dicas de como reduzir horas extras nas empresas

Conhecendo as consequências do excesso de trabalho, as empresas precisam se precaver, adotando medidas que contribuam para o gerenciamento das horas extras. 

Para auxiliar nesse sentido, a seguir, veja 7 dicas para entender como reduzir as horas extras do seu negócio.  

1. Identificar e eliminar retrabalhos

Muitas vezes, as horas extras são consequência de trabalhos mal-executados, com resultados cuja qualidade é abaixo do esperado. 

Logo, é importante que a empresa identifique possíveis gargalos e retrabalhos no seu dia a dia para evitá-los, eliminando a necessidade de horas extras. 

2. Estabelecer prazos realistas para as atividades

Definir prazos realistas para as atividades, e não aqueles impossíveis de cumprir, pode evitar sobrecargas de trabalho e horas extras, que se tornam necessárias quando existem prazos apertados e curtos para se trabalhar. 

3. Implementar tecnologias e automações

O excesso de trabalhos manuais, sem o apoio da tecnologia, também pode acarretar mais horas extras e trabalho excessivo.

Porém, empresas que implementam tecnologias e automações fazem com que muitas tarefas se tornem mais rápidas, sem erros, evitando que a empresa precise de horas extras rotineiramente. 

4. Contratar mais funcionários se necessário

Muitas vezes, para saber como reduzir horas extras, é preciso identificar se a empresa tem poucos funcionários em comparação ao número de demandas que precisam ser atendidas diariamente. 

Se a empresa avaliar esse cenário, é importante contratar novos profissionais para evitar sobrecargas e excesso de horas extras. 

5. Melhorar a divisão de tarefas

A organização também é um item importante para entender como reduzir horas extras. 

Quando a empresa divide corretamente suas tarefas, consegue evitar o sobrecarregamento das equipes, e cada colaborador assume uma quantidade de tarefas de acordo com sua função e jornada de trabalho, evitando horas extras. 

6. Acabar com atividades burocráticas

mesa de trabalho bagunçada

A burocracia toma muito tempo da empresa, fazendo com que ela não foque no que realmente importa para o seu funcionamento correto. Então, acabar com atividades burocráticas diminui as chances de as horas extras se tornarem comuns. 

Afinal, com a automatização, que elimina muitas burocracias, os processos são mais ágeis e a tomada de decisões é mais assertiva, diminuindo a ocorrência de retrabalhos ou erros contínuos nos processos, o que muitas vezes promove o aumento de horas extras. 

7. Adotar um sistema de controle de ponto

Adotar o controle de ponto também pode ser de grande valia para empresas que desejam ter uma ferramenta para saber como reduzir horas extras. Com um sistema REP-P, por exemplo, a empresa consegue, em tempo real, ter um panorama completo da jornada dos colaboradores.

Assim, ela pode identificar excessos de horas extras, faltas, atrasos e outras questões que possam estar interferindo na sua produtividade e na qualidade do trabalho. Além disso, pode emitir relatórios que facilitam a tomada de decisões e permitem ações rápidas para evitar horas extras.   

Qual o melhor sistema de controle de ponto para reduzir horas extras?

A Pontotel conta com o melhor sistema de controle de ponto para reduzir horas extras. Possuímos um sistema robusto, com tecnologia de ponta e acesso aos dados de jornada em tempo real. 

Nosso sistema foi criado com foco na gestão de pessoas para que a tomada de decisões do departamento pessoal se torne mais rápida e assertiva, permitindo que esse setor seja menos burocrático e mais estratégico. 

Com nossa plataforma, a empresa acessa os dados de jornada do colaborador e suas horas extras em poucos cliques, via web ou aplicativo, evitando jornadas excessivas ou sobrecargas de trabalho. 

A plataforma Pontotel também está 100% adequada às diretrizes da CLT, da LGPD e da Portaria 671, para o departamento pessoal ter maior tranquilidade e equilíbrio para organizar as escalas de horas extras e o banco de horas. 

Quer saber mais? Entre em contato com um de nossos especialistas para entender como nossa plataforma pode ajudar sua empresa a reduzir horas extras. 

próximos passos para realizar o controle de ponto com a pontotel

Conclusão

O excesso de trabalho pode ser extremamente prejudicial tanto para a empresa como para os colaboradores. Além de exigir dos funcionários horas a mais do que sua jornada normal, as horas extras podem gerar um cansaço físico e mental extremo. 

Neste conteúdo, foi possível conferir o que acontece se uma empresa utiliza a hora extra como um recurso rotineiro, impactando direta e negativamente na saúde e no bem-estar dos colaboradores. 

A consequência desses excessos são profissionais mais fatigados, que tendem a errar mais, além de estarem mais expostos à possibilidade de acidentes. Isso sem contar que, quanto mais horas extras cumpridas, maior o custo que a empresa terá com os funcionários. 

Ao fim deste conteúdo, foram apresentadas dicas de como reduzir horas extras, com destaque para a adoção da Pontotel, a plataforma ideal para que o seu departamento pessoal consiga gerir bem as horas extras e o banco de horas dos funcionários, sem erros e de forma ágil. 

Gostou deste artigo e quer ler mais conteúdos como esse? Então, acesse o blog Pontotel

Compartilhe em suas redes!
Mais em Departamento Pessoal VER TUDO
INICIAR TOUR!