Entenda a diferença entre cargo e função e qual a importância de distinguir!

imagem de um homem de terno sentado em uma mesa de escritório mexendo no computador

Quando o candidato a uma vaga vai fazer uma entrevista para conseguir um emprego, o empregador e o RH costumam usar o termo “cargo” para definir todas as atividades e responsabilidades da profissão que será exercida.

Mas isso não é o correto, pois existe uma diferença entre cargo e função, e até mesmo tarefa. Dessa forma, explicaremos durante o artigo, quais são as diferenças entre esses termos e como isso pode ajudar tanto o empregador quanto o empregado.

Sabendo a diferença entre os termos cargo e função, na hora da entrevista de emprego, o entrevistador pode passar as atribuições do cargo de forma correta.

Além disso, saber a sua função a ser desempenhada corretamente também mostra ao empregado quando ele está exercendo função de outra pessoa ou outra atividade que não estava proposta no contrato de trabalho

Por isso, ao longo desse conteúdo veremos todos os detalhes que mostram a diferença entre cargo e função, assim como suas definições. 

Vamos aos tópicos do artigo:

Boa leitura!

controle de jornada digital e gestao de pessoas

Conceito de cargo e função

imagem de um homem e uma mulher usando roupas sociais e segurando um caderno

Para poder aprofundar no conteúdo precisamos entender a diferença entre cargo e função, apesar de serem parecidos e muitas vezes utilizados para expressar a mesma ideia, há diferença entre as duas palavras.

O que é cargo?

O cargo é referente a profissão que é exercida dentro da empresa de forma geral, como: vendedor, jornalista, médico, policial e entre outros. Dessa forma, o cargo é colocado de forma mais genérica.

Além disso, podemos entender o cargo como conjunto de responsabilidades que o contratado vai exercer dentro da empresa, assim ajudando para o sucesso da instituição em alcançar os seus objetivos.

O que é função?

Já a função é mais específica, no cargo entendemos de forma mais genérica o que o profissional vai exercer dentro da empresa, mas a função mostra exatamente o que será proposto ao empregado.

Podemos entender a função como atividade única do funcionário na empresa, podendo ser contratado para um âmbito geral e ter funções específicas para que a empresa tenha êxito no ramo que exerce.

A função também mostra quais são as suas qualificações quando é contratado, por exemplo: gerente, supervisor, chefe, diretor e entre outros.

Qual a diferença entre cargo e função?

A diferença entre cargo e função é sutil, podemos ver no tópico passado que o cargo é mais generalizado, assim quando o funcionário é contratado fica sabendo o seu cargo inicial, que pode ser engenheiro, médico, advogado e entre outras profissões.

Mas é a função que delimita a real atividade que poderá exercer dentro da empresa, dessa forma a empresa pode ter contratado um administrador, mas sua função é ser um diretor de alto escalão da empresa, conhecido como CEO

Dessa forma, o cargo mostra o nível geral e no que o funcionário tem mais experiência, assim poderá ser definido por uma graduação ou atividade geral, mas a função é individual, inclusive, em uma empresa pode existir vários funcionários com o mesmo cargo, tendo, porém, diferentes funções e com isso a empresa vai funcionando no mercado em que atua.

E cargo, função e tarefa?

Explicado um pouco sobre cargo e função, também existe a tarefa que acaba confundindo as pessoas sobre qual a diferença entre essas palavras no mercado de trabalho.

Vimos acima que o cargo é uma definição mais generalizada sobre o emprego, já a função é o agregado de tarefas que requer o serviço de uma ou mais pessoas para executar.

Podemos entender que tarefas são as atividades desempenhadas pelo colaborador dentro da função. Então o cargo refere-se ao todo, a função se torna mais específica para o funcionário e a tarefa é as atividades que são exigidas pela função em que trabalha.

Dessa forma pode ser individual ou coletiva para finalizar a atividade que é necessário terminar.

Exemplo de cargo e função

Entender sua função é saber qual o seu nível de entrega na empresa, pois há várias funções, o funcionário pode ser contratado como cozinheiro, mas pode ser o assistente do chefe de cozinha; o empregado pode ser assistente administrativo, mas a função dele pode ser assistente administrativo de contas a pagar, entre outros.

Veja outros exemplos de cargo e função: Profissional contratado para o cargo de vendedor e sua função é supervisor de loja; profissional de T.I é o cargo e sua função é desenvolvedor júnior, entre outros.

Qual a importância de saber a diferença entre cargo e função?

imagem de dois homens e duas mulheres sentados ao redor de uma mesa de trabalho conversando

A importância de saber a diferença entre cargo e função é pelo plano de carreira que o trabalhador possa ter na empresa. Como explicado nos outros tópicos, o mesmo cargo pode ter diversas funções e assim definir o salário do empregado.

Então, pode haver no ambiente de trabalho os profissionais com os mesmos cargos e com funções diferentes, afetando diretamente seu desenvolvimento profissional e ambições dentro da empresa.

A seguir, separamos alguns pontos principais para entendermos a importância da diferença entre cargo e função, acompanhe:

Contratação assertiva

Saber a diferença de cargo e função é importante para a empresa porque detalhando o cargo e as funções corretamente, a companhia consegue mostrar ao profissional contratado exatamente o que a empresa quer dele.

Assim, ao aprender o cargo com suas devidas especificações e mostrar as funções e as tarefas que serão necessárias para o profissional realizar se for contratado, a contratação será muito mais assertiva, pois todos os lados estarão de acordo com as atividades propostas.

Salário compatível com a função desempenhada

Definir um salário compatível com suas atividades depende de uma série de fatores, como sua experiência na área em que trabalha, seus cursos realizados e a função que exerce também.

Com isso o salário precisa ser compatível com o seu cargo e suas funções, mas como já citado nos tópicos passados saber a diferença entre cargo e função é importante, pois sua renda mensal pode estar certa ou errada.

Como os cargos são mais genéricos, as funções que delimitam melhor a renda do empregado, por isso sua função exige mais atividades do que seu colega de trabalho, mas tendo os mesmos cargos, precisa conversar com a direção para ver se está compatível o salário entre os dois.

Elaboração de um organograma empresarial correto

Então para que não haja qualquer dúvida entre cargo e função, o empregador tem que conseguir explicar para os funcionários e até para o futuro profissional quais são as responsabilidades, atribuições referente ao trabalho que exerce.

Dessa forma, elaborando um organograma completo o ambiente de trabalho ficará mais fácil de ser gerido, pois todos a sua volta sabem quais são tarefas e não ficam com dúvidas quanto a realização da mesma.

Evitar o desvio de função

Ter cargos e funções descritas de forma clara, evita com que aconteça o desvio de função na empresa. 

O desvio de função acontece quando o funcionário é contratado pela empresa para uma função, mas desempenha outras atividades completamente diferentes do que foi posto no contrato de trabalho e acertado com o empregador.

Quando não se tem cargos e funções claras a serem desempenhadas, pode acontecer de um colaborador realizar uma atividade completamente oposta ao que consta em seu contrato, causando assim um problema na organização.

Quando o empregado perceber que está desempenhando outra função, é necessário comunicar ao empregador e que essa atividade não estava proposta no momento de sua contratação, assim pode-se entender o porquê dessa mudança repentina.

Entretanto, o que mais ocorre é do profissional não comunicar ao superior temendo uma possível demissão por conta dessa atividade, mas o correto é avisar para que possa tomar as medidas necessárias e voltar a desempenhar as tarefas que fora contratado no início.

Veja o que diz o art 468 da lei trabalhista sobre o desvio de função:

Art. 468 – Nos contratos individuais de trabalho só é lícita a alteração das respectivas condições por mútuo consentimento, e ainda assim desde que não resultem, direta ou indiretamente, prejuízos ao empregado, sob pena de nulidade da cláusula infringente desta garantia.

§ 1º Não se considera alteração unilateral a determinação do empregador para que o respectivo empregado reverta ao cargo efetivo, anteriormente ocupado, deixando o exercício de função de confiança. (Redação dada pela Lei nº 13.467, de 2017).

§ 2º A alteração de que trata o § 1º deste artigo, com ou sem justo motivo, não assegura ao empregado o direito à manutenção do pagamento da gratificação correspondente, que não será incorporada, independentemente do tempo de exercício da respectiva função. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017).

Então, caso perceba que está desempenhando outra função que não estava em seu contrato, entre em contato com seu chefe para mudar no seu vínculo a atividade e assim resolver o problema.

Como fazer uma descrição das funções de um cargo?

imagem de um homem escrevendo um texto no computador

A descrição das funções do cargo precisa passar pelo RH (Recursos Humanos), para que no processo seletivo o departamento  possa detalhar o cargo, colocar os requisitos, responsabilidades e sua importância para o futuro profissional.

Fazer uma boa descrição garante à empresa que o funcionário vai atuar do jeito que o empregador deseja, colocando tudo o que a instituição julga ser importante para a função. 

Além disso, fazer uma boa descrição atrai bons olhos para a empresa, tanto da função, quanto do cargo. Isso porque mostra às pessoas que a instituição se preocupa com seu funcionamento e vai aceitar apenas o funcionário correto.

Não faça descrição da função com muitas linhas, assim quando o funcionário for ler o que se deve fazer poderá ter dupla interpretação, isso pode afetar de forma grave a qualidade do trabalho, pois haverá confusão no entendimento.

Vamos a um exemplo: contrata-se um jornalista para escrever textos na internet, então sua função é editor e produtor textual para os meios de comunicações digitais, com bom entendimento de português e com todas as informações corretas.

Realizar uma descrição de função ajuda no treinamento da equipe, dessa forma com tudo definido com mais detalhes, o processo de aprendizado e melhora será notado de forma mais fácil.

Com isso o funcionário aprenderá mais sobre a função e seu cargo e isso o motivará, pois saberá o que precisa melhorar, seus pontos fortes e fracos e vai evoluir a partir disso.

Conclusão

Podemos concluir então que cargo e função, apesar de serem utilizados para referir a mesma atividade, tem diferenças sutis que precisam ser usadas em contextos diferentes.

Apesar do cargo ser a palavra mais usual no dia-a-dia, a palavra função é mais detalhada e mostra exatamente o que o funcionário irá exercer na empresa. 

O cargo é o termo mais generalizado e na empresa pode ter vários funcionários com exatamente o mesmo cargo, mas a função nesses casos faz com que cada um tenha sua própria atividade e individualidade dentro da engrenagem nas instituições.

Saber a diferença entre as duas palavras faz com o que empregador e empregado saibam quais são os planos de carreira dentro da empresa. Além disso, faz com que tenha contratações mais assertivas para que o empregador tenha o funcionário que deseja.

Dessa forma, para o empregado é importante saber sua função dentro da empresa para não ocorrer desvio de função. Assim, caso aconteça de estar exercendo outra atividade que não estava no contrato, pode entrar em contato com o empregador para entender o motivo dessa mudança e talvez até colocar essa nova atividade no contrato.

Se gostou do tema e ele te ajudou a entender como funciona a diferença entre cargo e função, continue acompanhando o  blog da PontoTel, e compartilhe este conteúdo com seus colegas!

banner como funciona o software de ponto mais completo
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima