CEO: O que é, sua importância, principais funções e como se tornar um!

imagem de um homem de terno fazendo anotações em um caderno

Atualmente, um dos principais cargos mais desejados em uma empresa é o de Chief Executive Officer, ou apenas CEO. O título é muito importante. E é provável que muitas pessoas queiram seguir essa profissão sem nem mesmo saber o que um CEO faz. 

A posição de CEO é a mais alta da empresa. Seus resultados podem variar de acordo com o tamanho, a cultura e a estrutura da empresa – além da forma de escolher a pessoa que ocupará o cargo.

Embora as funções de um CEO estejam diretamente relacionadas ao bem-estar de qualquer empresa, muitos ainda não entendem claramente a rotina de um gestor e quais habilidades são necessárias para se tornar um.

Sendo assim, explicaremos para você o que é o CEO de uma empresa, qual sua importância, as habilidades exigidas e como alguém pode se tornar um. Veja a seguir os tópicos que abordaremos neste texto:

Vamos lá!

O que é CEO de uma empresa?

CEO é a sigla em inglês para Chief Executive Officer, que em português significa Diretor Executivo. Embora o presidente e o CEO tenham funções diferentes, como veremos em um tópico posterior.

O termo CEO é uma palavra estrangeira que é cada vez mais usada na comunicação empresarial. Foi introduzida com a globalização e a necessidade de alguém ser responsável pela estratégia e visão das grandes empresas no mercado internacional. 

O CEO é a pessoa com maior autoridade na hierarquia operacional da organização. Ele é o responsável pela estratégia e visão da empresa. Nem todas as empresas têm um CEO.

Mas geralmente a maioria das empresas têm um Diretor Geral, porém a função de CEO é mais utilizada em grandes empresas multinacionais, exigindo uma pessoa com competências e habilidades para liderar toda a organização.

Qual sua importância?

Em primeiro lugar, a razão pela qual o CEO é tão importante é que, de modo geral, ele é o maior representante de uma empresa em todo o mercado. 

Além disso, o sucesso de uma organização costuma ser atribuído à imagem de um CEO altamente competente e pragmático, característica rara, não encontrada por nenhum executivo ou gerente que já está a longa data na empresa.

 E quando se fala em empresas listadas em bolsa, a importância do CEO é sempre mencionada. Normalmente, esses executivos são responsáveis ​​por uma reorganização completa da empresa para que possam alcançar bons resultados. 

Desta forma, isso fará com que suas ações se valorizem substancialmente. Portanto, percebe-se que sua importância para os colaboradores da empresa é muito alta.

Quais as funções de um CEO?

imagem de pessoas em uma mesa de reunião

Hoje, o CEO tem múltiplas responsabilidades, desde o planejamento estratégico até se tornar a personificação da imagem corporativa. Para poder administrar bem tudo e não perder o foco no crescimento, é preciso ter em mente que o papel do CEO muda com o desenvolvimento da empresa.

Portanto, é importante saber o momento certo para priorizar, delegar ou assumir uma nova função. De um modo geral, as principais responsabilidades são:

  • Delinear a missão e o propósito da empresa e garantir que sejam seguidos em todas as decisões; 
  • Liderar a cultura organizacional
  • Estruturar a estratégia e os objetivos de longo prazo da empresa; 
  • Assegurar que as diversas áreas conheçam e trabalhem para esta estratégia; 
  • Ter uma visão global do negócio e de sua estrutura, mesmo que não conheça todo o dia a dia em profundidade; 
  • Tomar decisões corporativas de alto impacto;
  • Atuar como a principal ponte entre outros executivos seniores e, dependendo do caso, os investidores e o conselho.

É por isso que o CEO pode definir a estratégia da empresa e a visão que a empresa adota como um todo. Além disso, o CEO orienta os funcionários e cria um sentimento unificado de pertencimento para atingir metas e objetivos.

Como o CEO de uma empresa é escolhido?

Nas empresas que não possuem capital aberto, quem ocupa o cargo de CEO geralmente é um dos sócios fundadores ou alguns profissionais trazidos do mercado. Por outro lado, as empresas públicas seguem regras mais rígidas porque devem satisfazer os acionistas quando abrem o capital.

Os acionistas são representados por um comitê administrativo, composto por um grupo de pessoas responsáveis ​​pela fiscalização da empresa. São essas pessoas – geralmente executivos dentro e fora da empresa – que escolhem o CEO.

Precisa ser o fundador?

Para assumir esse papel estratégico em uma empresa, os fundadores e seus sócios geralmente precisam de um profissional experiente que saiba administrar a empresa de forma eficaz e inteligente. Nesse momento, é a hora do CEO assumir o seu papel. 

Em outras palavras, o fundador da organização nem sempre é seu CEO. Isso porque, as competências desse cargo de grande relevância envolvem outras características além das técnicas exercidas pelo dono da empresa. 

Podemos ver um exemplo prático, como o exemplo de gestão da Amazon. O fundador e CEO da empresa, Bezos, deixou o comando da empresa, mas apesar da renúncia, não saiu da Amazon, e assumiu o posto de presidente-executivo do Conselho. 

Em seu lugar, entrou Andy Jassy que apesar de manter a mesma visão de negócios, nível de exigência e ousadia de Jeff Bezos, é visto como mais simpático e conectado com o mundo. Uma dessas diferenças é sua capacidade de se envolver com a sociedade fora dos muros da Amazon, onde ele se manifesta publicamente sobre questões políticas e sociais.

Pode ser alguém contratado?

Como falamos no tópico anterior, o CEO não é necessariamente o fundador ou sócio-chefe de uma empresa. As competências e habilidades relacionadas ao comportamento humano nesta posição envolvem características mais amplas que adaptam a cultura organizacional da empresa ao mercado atual e fazem com que ela seja colocada de vez no mapa.

Portanto, na maioria das vezes, para melhor desenvolver a empresa no mercado, é necessário eleger funcionários que já estejam na equipe da empresa, ou mesmo contratar novos profissionais para esta função.

Qual a diferença entre CEO e o presidente de uma empresa?

imagem de um homem e uma mulher analisando um tablet em um ambiente corporativo

O CEO é essencialmente o executivo de mais alto escalão da empresa. Ele tem a maior parte do poder. Ele se reporta diretamente ao conselho de administração. Por outro lado, o presidente está abaixo do CEO na hierarquia da empresa. Ele se reporta ao CEO. 

Essencialmente, o presidente lida com as operações do dia-a-dia da empresa e atua como um elo de ligação entre a administração e o CEO. Por sua vez, o CEO lida com o planejamento e os aspectos estratégicos do negócio, ou seja, o planejamento de longo prazo. Ele também atua como elo de ligação entre toda a empresa e a diretoria.

Qual a relação entre CEO, CFO, CMO e Chairman?

A maioria das grandes empresas com capital possui um conselho de administração, ou “popularmente” chamado de conselho. Esta organização dentro da empresa defende os direitos dos investidores e normalmente é composta por membros de diferentes ramos de atividade.

Os membros podem ser eleitos interna ou externamente, desde que tenham a confiança de outros membros para defender um interesse  específico. Sua principal função é atuar como se fossem “advogados” dos acionistas, garantindo que as decisões tomadas sejam benéficas aos seus interesses.

Como qualquer grupo, o conselho não se esquiva da regra e é chefiado por seu responsável, que é conhecido como Chairman. Uma vez que existe um grupo responsável pela defesa dos interesses dos acionistas, existe também um grupo dedicado à defesa dos interesses da própria empresa. 

É aqui que temos a administração, logo entram em cena o CEO (Chief Executive Officer), CFO (Chief Financial Officer) e o CMO (Chief Marketing Officer) que possuem suas respectivas funções. 

Como você sabe, o CEO é responsável por formular mais planos e metas estratégicas e tem um período de implementação de médio a longo prazo. Mas ele ainda é responsável por implementar as decisões do conselho, porque se reporta diretamente ao Chairman.

Já o CFO é o diretor financeiro e responsável pelas operações financeiras da empresa. Cabe a ele analisar todos os riscos de investimentos e aquisições que a empresa está prestes a enfrentar, portanto, é necessário ter muita objetividade e amplo conhecimento da economia e do mercado.

Por fim, o diretor de marketing é o responsável pelo marketing da empresa, fundamental para o posicionamento da empresa no mercado e fortalecimento da marca. Portanto, os CMOs não só precisam saber quando direcionar e para quais públicos os anúncios da empresa, mas também analisam o mercado e precisam estar preparados para aproveitar as oportunidades e se proteger de possíveis ameaças.

Quais são os cargos executivos principais de uma empresa?

O mundo corporativo tem uma linguagem própria, principalmente nos cargos executivos altos. Grandes organizações, independentemente de serem empresas multinacionais, usam famílias de nível C para designar os níveis de liderança ou delimitar o nível hierárquico. Abaixo você verá os principais cargos executivos de uma empresa:

  • CEO (Chief Executive Officer) –  Considerado o principal chefe da empresa, é responsável pelas decisões estratégicas e pelo andamento do negócio como um todo.
  • COO (Chief Operating Officer) –  Supervisiona como está funcionando o sistema de criação e distribuição dos produtos da empresa para garantir que todos os sistemas funcionem bem. 
  • CFO (Chief Financial Officer) – Responsável pelas finanças da empresa e informações aos investidores, respondendo por todo o controle dos recursos financeiros, seus fluxos e resultados, além de dirigir os investimentos.
  • CMO (Chief Marketing Officer) –  Encarregado das atividades relacionadas ao marketing, ele desenvolve projetos de novos produtos e serviços, analisa propostas de mídia e coordena publicações.
  • CIO (Chief Information Officer) – É responsabilidade dele implantar e dirigir a manutenção dos sistemas de informação utilizados pela empresa, escolhendo estrategicamente as tecnologias e armazenamentos de dados.
  • CTO (Chief Technology Officer) – Incubido do desenvolvimento dos sistemas de informação a partir do ponto de vista da execução junto a equipe de engenharia para implementar a estratégia técnica para melhorar o produto final. 
  • CCO (Chief Communications Officer) –  Encarregado de administrar a reputação corporativa, contatar os meios de comunicação e desenvolver as estratégias de Branding. 

Como alguém pode se tornar um CEO?

Agora que você conhece as funções de um CEO, confira algumas qualificações que podem ser trabalhadas para ocupar esse cargo. 

Cultive conexões

É importante manter bons contatos dentro e fora da empresa. Isso mostra que os profissionais irão perceber que além de auxiliar futuras parcerias, podem controlar facilmente o ambiente interno e transitar no externo.

Existem várias maneiras de criar uma boa rede de networking. Participar de cursos, palestras e outras atividades é muito importante para entender a dinâmica do mercado e entrar em contato com outras pessoas.  

Outra forma atual é usar o LinkedIn. Você pode criar textos abordando tópicos atuais relacionados ao seu segmento. Ao mostrar que é um profissional atualizado, você se torna uma autoridade na área e atrai novos profissionais.

Amplie seus conhecimentos

Estudar é a base da gestão de carreira de qualquer profissional e pode ser feito de várias maneiras: por exemplo, palestras, workshops, cursos abertos e cursos de pós-graduação. O inglês é essencial, principalmente em grandes empresas.

As qualificações o mantêm atualizado e o ajudam a criar novas soluções para problemas do negócio a longo prazo. 

Procure oportunidades de desenvolvimento de habilidades

Se você tem certeza de que deseja administrar um negócio algum dia, comece a adquirir as habilidades necessárias o mais rápido possível. Tente desenvolver suas habilidades de tomada de decisão, organização, comunicação e liderança de todas as maneiras possíveis. A ideia é realizar qualquer ação que o exponha à realidade de administrar uma empresa ou organizar e gerenciar pessoas.

Quais são as habilidades exigidas de um CEO?

O papel do CEO é complexo e tem grande impacto nos negócios. Portanto, embora seja uma posição cobiçada, também é ocupada por algumas das pessoas mais qualificadas do mundo corporativo. As habilidades necessárias para um CEO de sucesso são: 

Decida com convicção e rapidez

Ao contrário do senso comum, os CEOs não tomam necessariamente decisões importantes todas as vezes, mas tomam decisões de forma decisiva. Líderes de sucesso fazem escolhas cedo e rapidamente, sem hesitação e consistência.

Cultive relacionamentos de olho no impacto

Por mais sólida que seja a estratégia e a visão da empresa, todos os membros da empresa precisam interagir com elas. A capacidade do CEO de compreender profundamente as necessidades e motivações dos funcionários é essencial para o trabalho de longo prazo. 

A maneira de fazer isso é ter um entendimento profundo do que motiva os envolvidos no negócio a torná-los apoiadores da tomada de decisões.

Adapte-se proativamente

Para o CEO, é importante ser capaz de ver os sinais de mudanças nas circunstâncias em um estágio inicial. Um CEO adaptável entende que a mudança, incluindo mudanças negativas, é parte integrante de todo o processo e vê isso como uma oportunidade de crescimento.

Transmita uma sensação de confiança 

A entrega de resultados demonstra solidamente estabilidade e permite ao CEO demonstrar entrega consistente de resultados. Em outras palavras, as empresas não precisam de alguém que faça milagres, elas precisam de líderes em que todos possam confiar.

E as competências?

Para assumir essa posição, é necessário, além de um bom currículo e profundo conhecimento da organização, boas competências interpessoais. Separamos algumas abaixo!

Liderança

Essa característica vai além de ser alguém que simplesmente dá ordens aos seus subordinados. O líder deve motivar e influenciar a equipe, ajudando-a a atingir os objetivos traçados.

Visão sistêmica

Para obter um resultado positivo na gestão, ele deve entender o funcionamento de cada equipe e sua importância, e assim ser capaz de gerenciá-los adequadamente. Todas as áreas têm objetivos individuais, mas devem ser motivadas pelo mesmo objetivo principal.

Resiliência

Muitas vezes, as coisas não saem como planejado. Por exemplo, fatores inesperados podem interferir no andamento de uma atividade. Cabe ao líder decidir o que será feito em tais situações. Ele pode e deve ouvir análises e opiniões de outras situações relevantes, mas é ele quem toma a decisão final.

Sob pressão

Como responsável por uma grande equipe, ou mais precisamente, responsável por todas as equipes da organização, o CEO é uma pessoa que está constantemente cobrando. O CEO deve saber trabalhar e produzir bons resultados, mesmo que o ambiente e o tempo não sejam bons para ele. 

Comunicação 

Manter uma comunicação clara, eficaz e contínua é fundamental para o sucesso do CEO. Ele deve encontrar uma maneira de se permitir entender o que está acontecendo em cada campo e usar isso para ajudar os gerentes. 

Estabelecer a comunicação horizontal é uma das etapas para que os líderes conquistem a confiança dos colaboradores, gerando mais colaboração dentro da empresa.

Conclusão 

imagem com foco em um teclado e um bloco de notas com uma pessoa fazendo anotações a caneta

Neste artigo, você viu que o CEO é a autoridade máxima na hierarquia da empresa, e o sucesso ou o fracasso da empresa depende em grande parte de suas decisões.

Mas há outros diretores, como diretores de marketing e diretores financeiros, que ajudam o CEO a colocar as decisões em prática e organizar a ordem interna. 

Além disso, como vimos, o trabalho do CEO abrange desde a definição da visão, missão e valores da empresa até a aprovação de gastos, liderança da equipe e orientação da empresa na direção certa.

Se você gostou desse texto, compartilhe nas suas redes sociais e continue de olho no nosso blog!

Compartilhe em suas redes!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Rolar para cima