Análise preditiva: como essa abordagem pode potencializar o setor de RH?

imagem de duas pessoas sentadas ao redor de uma mesa com papéis espalhados e um computador em cima

Já pensou em identificar oportunidades antes de qualquer outro negócio? Imagine utilizar informações de maneira estratégica a fim de chegar aos clientes ideais, aos produtos de maior qualidade, ou simplesmente determinar as melhores estratégias de negócio. Parece algo utópico, mas isso é o que chamamos de análise preditiva.

Essa metodologia é utilizada por muitas organizações que almejam seu desenvolvimento Na prática, elas aplicam padrões para identificar riscos e oportunidades do mercado, assim prevendo as melhores decisões para o futuro do negócio.

Se você deseja obter uma ajuda ao tomar qualquer decisão sobre o seu empreendimento, vale a pena conferir o conteúdo abaixo e entender os principais benefícios de uma análise preditiva. Neste conteúdo, iremos abordar: 

Aproveite o conteúdo!

banner frequência de funcionários

O que é análise preditiva?

De maneira simplificada, podemos determinar que a análise preditiva é o uso de dados, no principal intuito de prever tendências e eventos futuros. 

A ferramenta usa dados históricos para identificar potenciais cenários, que podem ajudar os negócios a orientar suas decisões estratégicas.

Essas variáveis podem ser medidas e analisadas para prever o comportamento provável de indivíduos, máquinas, departamentos e outras perspectivas.

Por meio da análise preditiva, muitas empresas conseguem atingir bons resultados, por basearem suas decisões em dados que podem ser aplicados estrategicamente no dia a dia corporativo.

Para que serve essa análise?

imagem de duas pessoas sentadas ao redor de uma mesa mexendo em papéis

O uso das informações da análise preditiva podem auxiliar as empresas com sugestões inteligentes de ações que podem impactar de maneira positiva algum departamento ou o ciclo empresarial como um todo.

Ela serve para questionar situações prováveis, com base nas informações atuais e, com essas informações, auxilia em projeções de mudanças que melhorem os resultados. Ou seja, todas as mudanças implementadas após uma análise preditiva são fruto de dados analisados previamente.

Tais informações são muito úteis, pois servem para determinar riscos, melhorar a tomada de decisões, melhorar operações, e muito mais.

A análise preditiva serve principalmente para que colaboradores e gestores sejam guiados a resolver problemas de maneira antecipada, graças ao uso de dados que podem ser analisados e auxiliam para o crescimento dos negócios, além de construir lideranças mais ativas e voltadas para resultados.

Onde a análise preditiva pode ser útil

A análise preditiva pode ser aplicada em diversas situações e setores, seja para prever o mau funcionamento de uma peça ou o fluxo de caixa de um empreendimento. 

Cada setor de uma organização possui seu próprio desenvolvimento e problemas a serem enfrentados no dia a dia. Com a aplicação da análise preditiva, essas empresas conseguem uma visão analítica do seu todo, para assim, conseguir respostas antecipadas em prováveis problemas do cotidiano.

Como funciona na prática?

O modelo preditivo de análise se baseia em dados, que tendem a apontar possibilidades para que a empresa possa se prevenir.

Essa abordagem consiste em preencher lacunas relacionadas a problemas vivenciados,tudo isso por meio de um histórico de informações.

Análises preditivas utilizam algoritmos e aprendizado de máquinas para analisar dados passados ​​e presentes, e assim fornecem tendências para o futuro.

Atualmente, esse processo de análise pode ser realizado por softwares, capazes de gerar diversos tipos de relatórios. Esses relatórios são muito úteis para o desenvolvimento inteligente dos negócios, pois ajudam as empresas de diversas maneiras diferentes.

Como fazer uma análise preditiva no RH?

No departamento de Recursos Humanos, o uso de tecnologias capazes de realizar análises preditivas se tornaram grandes aliadas. O motivo? Diariamente o RH precisa lidar com uma infinidade de dados de colaboradores, e ferramentas como as que realizam análises preditivas, auxiliam muito nesses processos.

Com a aplicação da análise preditiva em um departamento que lida com a gestão de pessoas, fica muito mais fácil identificar fragilidades do setor, e isso auxilia os gestores em seus planejamentos e monitoramento contínuo dos negócios.

Para o RH, algumas etapas são essenciais para o bom funcionamento da análise, como:

  1. Identificação do problema a ser resolvido ou de previsões que garantam vantagens para o negócio;
  2. Levantamento e exploração dos dados que possui para auxiliar na resposta;
  3. Desenvolvimento do modelo preditivo e treinamento do sistema para prever os resultados;
  4. Validação das respostas obtidas e monitoramento.

Como o people analytics pode ajudar?

People Analytics se resume na prática de coletar e aplicar dados organizacionais para melhorar os resultados críticos de um negócio. 

Ele permite que o departamento de RH desenvolva insights por meio de dados, e a partir dessa orientação torna a tomada de decisões mais certeira. Isso impacta diversas questões, como: identificação de talentos, processos de força de trabalho, organização de equipes e muito mais. 

Os profissionais de RH precisam de habilidades em análise de pessoas, dessa forma, eles conseguem estruturar com mais facilidade o quadro de funcionários de uma organização. Ao aplicar as estratégias de people analytics e análises preditivas, esses profissionais se tornam muito mais precisos em suas decisões.

Sendo assim o people analytics, em conjunto com uma boa análise preditiva, auxiliam os profissionais de RH em suas decisões, que se tornam muito mais precisas, ágeis e de qualidade.

Benefícios da análise preditiva no RH

imagem de um grupo de pessoas ao redor de uma mesa em um escritório

Quando falamos dessa previsão aplicada entre as equipes de Recursos Humanos, vale lembrar que estamos tratando de um impacto que não afeta somente o processo, mas a estrutura organizacional como um todo. Sendo assim, quando bem aplicadas, essas análises podem trazer grandes vantagens. Confira!

Redução da rotatividade de funcionários

Por meio da análise preditiva é possível determinar padrões como os envolvidos na rotatividade de funcionários, ajudando o RH a determinar as razões que levam funcionários a pedirem demissão.

Essas informações são compartilhadas com o intuito de desenvolver estratégias que reduzam esses fatores de risco de rotatividade, e, com isso, buscar soluções para auxiliar na retenção de talentos.

Assertividade no processo seletivo

O RH que aplica a análise preditiva em seus processos seletivos, consegue criar um plano estratégico sempre assertivo, com um direcionamento mais adequado de qual é a persona ideal para cada tipo de vaga, seguindo as expectativas do negócio.

Essa assertividade no processo de contratação resulta em equipes de alta performance atuando no negócio, além de funcionários mais engajados e processos de trabalho altamente eficientes. 

Entender pontos de fortaleza e fraqueza da empresa

A análise preditiva ajuda o RH a entender quais são as forças que devem ser ampliadas, e fraquezas que precisam ser melhoradas em uma equipe. Isso porque, os dados analisados expõem a situação atual da organização, e apontam claramente quais são esses pontos que precisam ser debatidos, ou exigem a atenção dos líderes. 

Maior integração entre os times

Os direcionamentos de um negócio se tornam muito mais precisos, a partir de uma análise preditiva. Isso fortalece não só as estratégias criadas pelos empreendimentos, mas também os profissionais e o trabalho em equipe.

Profissionais que sabem o que fazer, realizam suas atividades com muito mais qualidade e isso reflete no trabalho em equipe, que passa a fluir com muito mais naturalidade, principalmente se esse tipo de análise é enraizado na cultura da empresa.

Assertividade no treinamento e capacitação

A análise preditiva oferece aos gestores a possibilidade de entender melhor quais são as dificuldades dos seus colaboradores, isso facilita no direcionamento e oferta de capacitação e suporte de profissionais, refletindo diretamente na eficiência dos processos do negócio.

Por que fazer a análise preditiva no RH da empresa?

A análise preditiva no RH oferece uma maneira de ajudar os líderes a tomarem decisões mais direcionadas para o sucesso, capazes de tornar o ambiente de trabalho mais saudável, assertivo, entusiasmado e focado em alto desempenho.

Veja um exemplo: se uma equipe de RH quiser determinar percentuais de risco de saída de funcionários para os próximos anos, ela pode aproveitar a análise preditiva para identificar a taxa de rotatividade futura, com base em padrões históricos dos dados existentes.

Usando esses insights, o RH pode trabalhar para engajar e reter os colaboradores de forma proativa, a fim de reduzir a rotatividade da empresa, e assim manter os melhores talentos sempre por perto.

Ou seja, o uso eficaz e ético da análise pode capacitar as empresas a identificar e elaborar com qualidade, processos mais alinhados à cultura organizacional, que contribuam para o crescimento da empresa.

Conclusão

imagem de uma mulher sentada digitando em um computador

Ao longo deste conteúdo, você pode entender que a análise preditiva fornece diversos insights importantes, que tendem a favorecer o desenvolvimento das organizações, principalmente para o setor de RH, e pode direcionar melhor os profissionais da empresa, e aplicar os resultados da análise para diversos setores.

Vimos também que todas as empresas podem se beneficiar do uso da análise preditiva para coletar dados sobre internos e externos, e assim conseguir prever ações positivas, ou evitar problemas, tudo graças ao histórico de comportamento nos negócios.

Sendo assim, essas informações podem ser usadas na tomada de diversas decisões, que impactam os resultados do negócio e influenciam os resultados. 

Agora que você entendeu um pouco mais sobre a aplicação da análise preditiva e como ela pode ser útil no seu negócio, é hora de verificar a melhor maneira de aplicá-la ao seu dia a dia corporativo.

Gostou deste texto? Compartilhe nas redes sociais e continue sua visita em nosso blog!

software controle de ponto reduz processos operacionais
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima