Horários alternativos no trabalho: como funcionam, e como implementar e acompanhar a jornada dos funcionários!
BLOG
Time Pontotel 20 de junho de 2023 Departamento Pessoal
Horários alternativos no trabalho: como funcionam, e como implementar e acompanhar a jornada dos funcionários!
Conheça os benefícios dos horários alternativos no trabalho e como eles podem melhorar a satisfação dos colaboradores e a eficiência das empresas.
img of Horários alternativos no trabalho: como funcionam, e como implementar e acompanhar a jornada dos funcionários!

Devido às constantes mudanças nos modelos de trabalho e à busca por uma melhor qualidade de vida para os funcionários, muitas empresas têm adotado horários alternativos no trabalho como estratégia para reter talentos e para construir uma rotina mais saudável.   

Seja no trabalho remoto, híbrido ou presencial, a oportunidade de trabalhar em horários alternativos traz uma série de vantagens para o empregado e para o empregador. Essa mudança surgiu como uma estratégia promissora, tornando possível otimizar a produtividade e melhorar a satisfação dos funcionários. 

Para construir um ambiente de trabalho que atenda às necessidades dos colaboradores e das empresas, é fundamental saber sobre o funcionamento e as regras dos horários alternativos no trabalho. Para adquirir esse conhecimento, serão apresentados os seguintes tópicos neste artigo: 

Acompanhe o conteúdo e tenha um bom aprendizado!

banner resolver problemas com escalas de trabalho

Horários alternativos no trabalho: o que são?

Horários alternativos no trabalho correspondem a uma política de trabalho em que se utilizam horários flexíveis. Nela, os funcionários têm a oportunidade de adaptar sua jornada de trabalho de acordo com suas preferências e requisitos pessoais.

Nesse formato, não há um horário fixo para ser seguido, o que significa que o funcionário pode incluir ou selecionar diferentes horários de início e término de expediente, trabalhar em dias alternados ou distribuir as horas de trabalho ao longo da semana.

O princípio da política de uso de horários alternativos é oferecer mais independência aos funcionários, permitindo que eles administrem melhor sua vida pessoal e profissional. Além disso, existem diferentes tipos de horários flexíveis, e estes precisam estar em conformidade com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A flexibilidade de horários serve, principalmente, para aumentar a satisfação dos funcionários e a retenção de talentos. À medida que os colaboradores se sentem mais no controle de suas horas em serviço, é provável que fiquem mais satisfeitos com o trabalho.

Como funciona o trabalho em horários alternativos?

O trabalho em horários alternativos funciona em um modelo em que os funcionários podem adaptar seus horários às suas preferências e necessidades pessoais. Para fornecer essa flexibilidade, existem vários horários alternativos que podem ser implementados, incluindo turnos flexíveis, trabalho a tempo parcial, horários comprimidos e trabalho por turnos.

A partir de um acordo celebrado entre empresa e funcionários, o formato pode ser utilizado com a adoção de medidas para que esse modelo possa funcionar plenamente na empresa. Para isso, é preciso haver a formulação de políticas claras, a comunicação assíncrona e transparente, a confiança e a implementação de sistemas de monitoramento adequados.

O que diz a CLT sobre os horários alternativos de trabalho?

De acordo com a nova CLT, apresentada em novembro de 2017, não há uma definição específica para horários alternativos de trabalho, mas ela traz determinadas regulamentações que possibilitam a flexibilização da jornada de trabalho.

O texto mais recente trouxe flexibilidade aos contratos de trabalho, permitindo que grande parte das negociações ocorra por meio de acordos individuais entre empregadores e empregados.

Uma mudança importante que possui impacto nos horários alternativos de trabalho foi a chegada da Lei n.º 13.467 e, em seguida, da Lei nº 14.4442, que regulamenta home office ou teletrabalho. Mediante acordo contratual, os colaboradores têm a possibilidade de realizar parte de suas atividades fora do escritório, com horários flexíveis.

Outro ponto importante é o intervalo intrajornada, conhecido como horário de almoço. Antes, ele possuía duração mínima de 1 hora para jornadas com mais de 6 horas, mas agora pode ser reduzido para 30 minutos, desde que haja acordo mútuo entre empregado e empregador. 

Em resumo, o mais importante é o acordo celebrado entre empresa e empregado para que o trabalhador possa estabelecer sua própria rotina. Isso é possível graças ao regime de compensação de horas por banco de horas, que possibilita que o funcionário cumpra e registre o total de horas estabelecidas em contrato de acordo com suas preferências.

Quais os tipos de horários flexíveis?

Existem diferentes tipos de horários flexíveis para que as empresas possam escolher o modelo que mais se adapta a elas e lhes traz benefícios. Os principais formatos são três: horário fixo variável, horário variável e horário livre. 

Horário fixo variável 

Nesse modelo, a empresa apresenta diferentes possibilidades para o cumprimento da jornada de trabalho. Por exemplo, no horário fixo variável, ela pode dar ao funcionário a opção de escolher entre iniciar o expediente às 7h, às 8h, às 9h ou às 10h da manhã para cumprir sua carga horária diária. 

Horário variável 

Em um horário variável, o funcionário tem a obrigação de cumprir horas fixas acordadas com a empresa, como uma reunião diária ou semanal em determinado período, e a escolha do horário para cumprir o restante da jornada fica a critério dele.

Horário livre

No horário livre, o funcionário define todo o seu tempo de trabalho conforme suas preferências. Não há obrigações quanto a horários, mas a carga horária total acordada em contrato deve ser cumprida.

Porém, é necessária a interação com colegas de trabalho ou clientes, e para que isso possa acontecer sem obrigações com horários, deve ser utilizada uma comunicação assíncrona.

Como implementar horários alternativos no trabalho de forma eficiente?

Homem caminhando com uma mochila

Uma empresa pode sentir dificuldades ao possibilitar os horários alternativos no trabalho ao se deparar com problemas como a incapacidade de coordenação de equipes e a falta de cobertura adequada em determinados períodos, além da necessidade de estabelecer regras claras e equitativas para garantir a equidade entre os colaboradores.

Porém, a implementação de horários alternativos, quando feita de forma eficiente, só traz benefícios para a empresa. De acordo com uma pesquisa da consultoria Robert Half, 71% dos empregados e recrutadores concordam que a flexibilidade no trabalho é fundamental para atrair e reter talentos.  

Seguindo os passos abaixo, é possível implementar a jornada de trabalho com horários flexíveis sem trazer prejuízos ao negócio:  

  • Avalie as necessidades e demandas dos colaboradores em relação à flexibilidade de horários;
  • Defina os limites e parâmetros para a flexibilidade, levando em consideração as exigências operacionais e as regras CLT;
  • Explique para os colaboradores os benefícios dos horários alternativos;
  • Utilize um sistema de ponto digital para acompanhamento e registro das horas trabalhadas;
  • Treine gerentes e líderes de equipe para lidarem com a gestão de horários flexíveis;
  • Monitore e avalie regularmente a eficácia do programa de horários flexíveis, realizando ajustes conforme necessário para melhor atender às necessidades dos funcionários e da empresa.

A importância da comunicação para o sucesso dos horários alternativos

Uma boa comunicação é um dos pilares para as empresas que adotam regimes de horários alternativos. É preciso adotar boas ferramentas para a comunicação interna e implementar uma cultura de envio e recebimento de informações, primordialmente, assíncrona.  

Em empresas que operam em horários convencionais, é comum encontrar uma comunicação presencial, direta e até mesmo urgente. Quando um colega de trabalho demora a responder, é possível simplesmente se deslocar até sua sala ou setor para falar com ele de modo imediato. 

Por isso, ao adotar horários alternativos, é necessário recorrer a outras formas de comunicação, como e-mails, chamadas telefônicas ou aplicativos de mensagens instantâneas, para manter a colaboração e a troca de informações efetivas. 

Além disso, é preciso estabelecer regras claras para evitar falhas de comunicação ou situações desconfortáveis, como envio de mensagens fora do horário de trabalho. Só assim será possível ter sucesso na implementação de horários flexíveis de trabalho.

Como acompanhar o horário de trabalho flexível dos colaboradores?

Com profissionais trabalhando em diferentes horários e até locais, pode parecer difícil fazer o controle da jornada e o acompanhamento próximo de horas trabalhadas, faltas e demais questões relacionadas ao tempo em serviço. Porém, já existem sistemas que foram projetados como solução para empresas que adotam horários flexíveis. 

Utilize um sistema de ponto digital

Com o sistema de ponto digital da PontoTel, os funcionários podem registrar seus horários de trabalho de forma precisa, mesmo quando estão em horários alternativos ou trabalhando remotamente. Isso porque com ele é possível marcar as entradas e saídas por meio de dispositivos móveis, como smartphones, tablets ou computadores.

Além disso, esse sistema de ponto digital oferece recursos avançados de monitoramento e relatórios, permitindo que os gestores tenham uma visão completa das horas trabalhadas pelos colaboradores. Isso ajuda no cumprimento das obrigações trabalhistas, na identificação de possíveis irregularidades e na tomada de decisões baseada em dados.

Como garantir a veracidade da jornada flexível no registro de ponto?

A jornada de trabalho flexível pode causar desconfiança quanto à veracidade das informações registradas no ponto. Por esse motivo, é importante que a empresa esteja atenta às questões de segurança disponíveis para tornar as informações registradas confiáveis e autênticas. 

Sistemas de registro de ponto digital mais modernos e completos, como a PontoTel, possuem medidas de segurança que asseguram a veracidade das informações prestadas.  

Medidas de segurança no registro de ponto

O sistema de ponto eletrônico digital da PontoTel oferece diversas medidas de segurança para garantir um registro de ponto seguro e eficiente, que combinadas asseguram a autenticidade dos registros e a precisão das informações, proporcionando maior confiabilidade ao sistema.

Essas medidas incluem senha pessoal e intransferível, detecção de voz para identificação, reconhecimento facial para verificar a identidade do colaborador, e geolocalização para identificar o local exato do registro e evitar marcações indevidas.

Como os horários alternativos no trabalho afetam a produtividade?

De acordo com um estudo feito pelo International Workplace Group (IWG), em que foram consultados mais de 15 mil profissionais, 85% dos entrevistados relataram se sentirem mais produtivos em uma rotina de trabalho flexível.

Quando as empresas oferecem horários alternativos no trabalho, há um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal e um aproveitamento maior de períodos de alta energia. Horários flexíveis podem levar a uma maior motivação, satisfação e engajamento dos funcionários, levando ao aumento da produtividade.

É perceptível que alguns colaboradores demonstram maior produtividade pela manhã, enquanto outros, à noite, por exemplo. Além disso, há aqueles que se beneficiam de um breve período de descanso após o almoço para revitalizar suas energias. Essas variáveis demonstram que a adaptabilidade da jornada de trabalho pode favorecer um aumento significativo na produção dos profissionais.

Ao perceber e aceitar as preferências individuais dos funcionários em relação aos horários de trabalho, as empresas têm a oportunidade de criar um ambiente propício para a otimização do desempenho e da produtividade.

Vantagens para empresas e colaboradores

A adoção de horários de trabalho alternativos oferece diversas vantagens para empresas e funcionários; por isso, é considerada um benefício para ambos.

Para os funcionários, horários alternativos oferecem maior flexibilidade e coordenação entre trabalho e vida pessoal. Isso permite que eles cumpram suas obrigações pessoais, como cuidar da família, estudar ou praticar atividades de lazer, sem abrir mão de suas obrigações profissionais, resultando em um melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Já para a empresa, as vantagens incluem maior flexibilidade operacional para melhor adaptação às demandas do mercado e de clientes em diferentes fusos horários. Além disso, horários alternativos podem resultar em maior disponibilidade do serviço para atender a necessidades específicas de clientes que precisem de atendimento fora do horário comercial.

Conclusão

Dois homens conversando

Dessa forma, a partir deste artigo, ficou evidente como os novos modelos de trabalho vêm se tornando cada vez mais presentes na rotina das empresas. Agora, os talentos buscam dedicar sua força de trabalho em ambientes acolhedores e que atendam às amplas necessidades de sua rotina.

Por isso, os horários alternativos no trabalho ganharam espaço e devem ser considerados uma estratégia para proporcionar bem-estar e satisfação aos funcionários.

Seguindo as dicas apresentadas ao longo do texto, certamente será possível construir um ambiente de trabalho flexível, com uma boa segurança graças ao uso do ponto eletrônico digital.

Gostou deste texto e quer continuar aprendendo sobre temas do setor corporativo? Então, compartilhe-o com seus colegas profissionais e siga visitando o blog PontoTel para acompanhar os novos conteúdos. 

Compartilhe em suas redes!
Mais em Departamento Pessoal VER TUDO
INICIAR TOUR!