Entenda como funciona o recrutamento às cegas e quais são as vantagens desse tipo de seleção

imagem de três homens e duas mulheres com os olhos fechados

O mercado de trabalho está evoluindo e transformando a cultura organizacional das empresas, sobretudo nos processos seletivos tradicionais. Não por acaso, hoje já é possível realizar o recrutamento às cegas, método que encoraja o aumento da diversidade nas empresas e reduz os casos de preconceito durante uma seleção.

Sabemos que o olhar do recrutador sobre um candidato influencia bastante na sua escolha. Mesmo de forma inconsciente, ele pode se deixar influenciar por diversos fatores e características individuais. 

Porém, essa é uma construção social que vem mudando ao longo do tempo e trazendo novas perspectivas tanto para o recursos humanos, quanto para quem concorre à uma vaga de trabalho.

Aliás, indiscutivelmente, empresas que possuem equipes multidisciplinares têm uma melhor capacidade de tomar decisões mais assertivas e sagazes. Afinal, opiniões diversas podem construir um cenário mais real sobre determinada situação ou estratégia.

Então, como realizar seleções mais imparciais? Neste conteúdo, você irá compreender:

Vamos lá!

banner como funciona o software de ponto mais completo

O que é o recrutamento às cegas?

O recrutamento às cegas é um método de seleção que visa analisar as competências e habilidades dos candidatos, sem conhecer as características pessoais da pessoa. Ou seja, nas primeiras etapas não são expostos o nome, idade, localidade, gênero, instituição de ensino onde esse indivíduo se formou e as empresas em que trabalhou anteriormente.

Mas porque essas informações devem ser omitidas? 

Sabe-se que o ser humano costuma fazer escolhas de acordo com as suas afinidades, excluindo pessoas ou grupos que são distantes da sua realidade. 

Sendo assim, o machismo, preconceito e discrimação podem se fazer presentes, quando por exemplo, mulheres, deficientes e pessoas que moram em bairros distantes ou perigosos são recusadas numa vaga de trabalho.

Por isso, essa é uma forma de levar mais diversidade para as empresas e não deixar que as particularidades do candidato interfiram no processo seletivo. Afinal, mesmo que involuntariamente, os recrutadores acabam desenvolvendo empatia ou se apegando às peculiaridades da pessoa.

Sendo assim, o recrutamento às cegas pode ser uma ótima alternativa para empresas que desejam ser imparciais nos processos seletivos. Ou seja, essa modalidade evita que o gestor de RH perca o foco, ou tenha a sua escolha determinada por proximidade ou discriminação.

Por isso, esse método propõe contratar pessoas pelo seu conhecimento técnico e desempenho, sem se importar com a imagem da pessoa. Ao fim do processo, a empresa terá um funcionário mais preparado para assumir o cargo e alinhado com os objetivos da organização.

Vejamos a seguir como funciona o recrutamento e seleção às cegas e como implementá-las na sua organização. Acompanhe o artigo.

Como funciona o recrutamento às cegas?

imagem de duas mulheres e dois homens sentados em uma mesa conversando

O recrutamento às cegas ocorre por meio de um software de seleção contratado pela organização. Sendo assim, o candidato deve entrar na plataforma, preencher os dados que forem solicitados e enviar para a empresa cega, que receberá um currículo “cego”, ou seja, sem informações pessoais.

Após esse processo, o recrutador fará uma triagem com base nas soft skills dos candidatos, até partir para a próxima etapa: a entrevista online ou presencial. A entrevista deve ser agendada por uma equipe terceirizada, que fará várias perguntas sobre os conhecimentos e habilidades técnicas da pessoa.

Vale salientar que essa fase é essencial para que o recrutador descubra se o candidato está apto para cumprir com os requisitos do cargo. Então, se a sua empresa está disposta a adotar a diversidade, essa é uma ótima oportunidade de mudar a cultura organizacional do seu negócio e investir nessa filosofia de contratação.

Como implementá-lo?

Para implementar o recrutamento às cegas, é fundamental ter a tecnologia como aliada. É por meio da Inteligência Artificial inserida nos softwares de recrutamento que a empresa poderá realizar uma pré-seleção dos possíveis candidatos que possuem as habilidades e competências requeridas para a vaga. Ou seja, não são importantes questões de idade, gênero e outras que já foram mencionadas anteriormente.

Sem dúvidas, as contratações que são realizadas dessa maneira se tornam mais justas, ágeis e assertivas. Afinal, o RH passará a analisar apenas o que for importante.

Além disso, quando o time de recursos humanos possui um padrão de contratação, a resolução de futuros problemas também será padronizada. Mas, para isso, é necessário inovar na equipe, ou seja, tudo se inicia na etapa de recrutamento.

Vantagens do recrutamento às cegas?

As vantagens do recrutamento às cegas são:

Garante a diversidade

Montar uma equipe com diversidade de pessoas e culturas pode ajudar a agregar valor à empresa e melhorar a visão de negócio. Porém, não podemos negar que o preconceito ainda existe no mercado de trabalho. 

Segundo dados do InfoJobs, empresa de tecnologia voltada para recrutamento, 70,4% dos profissionais entrevistados que possuem mais de 40 anos já sofreram preconceito no mercado de trabalho por causa da idade. 30,4% dessas pessoas acreditam que é necessário romper com os estigmas e preconceitos internos para que esse ciclo possa ser rompido.

Além disso, foi observado que somente 34,4% da população negra tinha participação no quadro pessoal de empresas entrevistadas, de acordo com a pesquisa Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 maiores empresas do Brasil. Ou seja, esses dados revelam que o país caminha a passos lentos quando o assunto é equidade no mercado de trabalho.

Contudo, ter uma equipe diversa pode trazer um diferencial e tanto para as suas ações internas. E o recrutamento às cegas amplia as oportunidades para pessoas diversas e reduz os vícios de contratação, o que é benéfico tanto para a empresa, quanto para o colaborador.

Employer branding

Sem dúvidas, uma equipe diversificada também é vista com bons olhos pela comunidade. Ou seja, o local se torna atraente para se trabalhar e ainda melhora a sua reputação diante dos clientes, fornecedores, acionistas e outras pessoas envolvidas.

Recrutamento imparcial

Fazer um recrutamento às cegas é ser imparcial com todos os participantes. Essa é uma das principais vantagens dessa metodologia.

Sendo assim, se a empresa contrata uma pessoa sem considerar o sexo, idade e a cor da pele, significa que ela se importa apenas com o que aquele candidato pode oferecer intelectualmente. Ela passa a priorizar os talentos e, ao fazer isso, ela introduz uma cultura organizacional mais igualitária, o que pode influenciar nos resultados.

Aumento da produtividade

imagem de um grupo de pessoas ao redor de uma mesa olhando para um computador

Quando a empresa possui funcionários engajados e alinhados com os objetivos da empresa, certamente terá pessoas mais produtivas. Além disso, o recrutamento às cegas pode aumentar a sensação de bem estar, pois a equipe será plural e ninguém se sentirá diferente dos outros por causa das suas características físicas ou formação.

Assertividade

Ao realizar um recrutamento às cegas, o gestor irá contratar as pessoas certas para cargos específicos. Assim, ele será mais assertivo, pois irá priorizar os aspectos técnicos daquela pessoa.

Redução de custos

Quando o processo é mais assertivo, certamente haverá uma redução de custos. E isso vale tanto para as contratações, quanto para as etapas.

Valorização do profissional

Empresas que atuam com essa modalidade de recrutamento e seleção geralmente costumam valorizar os seus funcionários. Isso torna cada etapa de seleção mais satisfatória para todos os envolvidos, sobretudo para os candidatos, que se empenham mais para chegar até o final.

Fortalecimento da marca empregadora

Como já foi dito, empresas que realizam recrutamento às cegas são mais bem vistas pelo mercado em si. Ou seja, elas são vistas como organizações plurais, que se importam com as capacidades intelectuais dos seus colaboradores, não apenas com suas características físicas. 

Além disso, acredita-se que este processo de seleção seja bastante justo, o que é atraente para novos candidatos que desejam trabalhar no local.

E as desvantagens?

As desvantagens do recrutamento às cegas são:

Processo mais lento

Embora o recrutamento às cegas seja bastante valorizado em algumas organizações, ele é um pouco mais demorado do que outros tipos de processos. Isso porque, o candidato precisa passar por várias etapas até chegar ao final da seleção.

Vale dizer que o Brasil ainda não é adepto a esse tipo de seleção, mas vem ganhando espaço em empresas como o Nubank, por exemplo. Aliás, é importante salientar que esse tipo de modalidade pode te ajudar a deixar o conservadorismo de canto e apostar em times mais diversos.

Integração

É importante que a empresa esteja preparada para integrar os seus novos colaboradores no ambiente de trabalho. Por isso, mesmo que o funcionário tenha o perfil ideal, se a organização não promover uma cultura inclusiva, que possa desenvolver essa pessoa e recebê-la da forma certa, as taxas de turnover podem aumentar.

Conclusão

imagem de uma pessoa encostando em blocos de madeira com silhuetas de perfis de pessoas

Se interessou em promover uma mudança na sua cultura organizacional que te permita fazer um recrutamento às cegas? Agora que você já aprendeu sobre orecrutamento de forma cega, saiba que será muito importante utilizar uma plataforma digital para te ajudar no seu processo seletivo.

Contudo, fique atento, pois até mesmo a tecnologia possui limitações. Então, utilize sua expertise como profissional de recursos humanos para realizar contratações mais assertivas e igualitárias.

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais e continue acompanhando outros textos no blog PontoTel!

otimize seu controle de ponto e ganhe tempo para sua gestão
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima