Qual a importância do teste de integridade na criação do fit cultural da empresa?

imagem de um homem segurando uma caneta sentado ao lado de uma mulher conversando sobre o teste de integridade

O setor de Recursos Humanos desempenha diversas funções dentro de uma organização, dentre elas, o processo de recrutamento e seleção de funcionários, que exige do recrutador a capacidade de analisar os candidatos conforme o fit cultural da empresa, e uma ferramenta que pode auxiliar nessa análise é o teste de integridade. 

Encontrar profissionais alinhados aos princípios éticos e morais do negócio pode parecer fácil, mas considerando o desejo e a necessidade de uma pessoa que busca emprego, avaliá-lo somente quando ele mais está preparado pode não ser o suficiente.

O teste de integridade auxilia o RH a se preparar estrategicamente durante e após contratações, dessa forma, identificar respostas automáticas e avaliar padrões de honestidade, ética, confiança e moral torna-se muito mais fácil.

Se você tem dúvidas sobre essa estratégia, e quer entender quais benefícios ela pode oferecer para o dia a dia do seu negócio, continue a leitura e aprenda: 

Ótima leitura!

O que é um teste de integridade?

imagem de dois homens de terno sentados conversando em frente uma mesa com notebook e copo de água e um deles mostrando um papel de teste de integridade

O teste de integridade é uma análise realizada pelas empresas, para avaliar se os valores praticados pelos profissionais estão alinhados ao seu fit cultural.

Trata-se de um conjunto de técnicas que avaliam o comportamento dos colaboradores, no intuito de minimizar fraudes e condutas suspeitas que não estejam de acordo com a missão, visão e princípios morais, priorizados como padrões da empresa.

A análise tem base em estudos da psicologia, e ajuda na identificação do comportamento moral de candidatos durante um processo seletivo ou de profissionais já contratados, ajudando o setor de Recursos Humanos a reconhecer condutas de caráter, resiliência, proatividade, liderança, soft skils e linguagem corporal.

Para que ele é usado?

Os gestores utilizam o teste de integridade para determinar se a conduta das pessoas na organização vão de encontro com a cultura pré-estabelecida, com base nos princípios éticos e morais priorizados em seu ambiente de trabalho.

Sua principal função é fortalecer a cultura da empresa, portanto, o teste de integridade favorece a contratação de profissionais com o perfil ético semelhante ao do negócio, e ajudam na identificação de erros que possam atrapalhar o desempenho do empreendimento.

Como o teste de integridade funciona?

Entender o que cada profissional considera como ato inadequado, avaliando princípios éticos e morais, ajuda o RH a criar um caminho sem fraudes, corrupção e assédio na organização. Essa é a função do teste de integridade como ferramenta de análise, usada pelos gestores na implementação de uma conduta íntegra.

O teste de integridade pode ser realizado por questionários, gravações de vídeos, provas situacionais e testes psicológicos. Ele pode ser feito por meio de plataformas automatizadas confiáveis, dentre outros formatos, cabendo à empresa determinar qual a melhor maneira de mapear o perfil ético de cada colaborador. 

Questionários

Para que o gestor consiga entender a tomada de decisões de candidatos e seus colaboradores, questionários de múltipla escolha podem revelar tendências éticas, principalmente quando as questões exigem respostas rápidas. 

Após o primeiro questionário, realizar questionamentos mais amplos que exigem respostas mais elaboradas, pode ser uma forma de entender quais princípios baseiam as atitudes do profissional.

As respostas dos questionários podem gerar insights determinantes na elaboração de estratégias para melhorar o comportamento do colaborador com base nas expectativas de compliance da organização.

Gravações de vídeos

Questionamentos respondidos por vídeo podem possibilitar a avaliação posterior das respostas, desde que elas sejam gravadas. Essa é uma forma de utilizar métodos científicos de avaliação, baseados em aspectos verbais e não verbais para determinar intenções não ditas, mas expressadas visualmente. 

Provas situacionais

Trata-se de um formato de teste de integridade onde um cenário de uma situação antiética é criado, para que alguém seja avaliado por suas decisões durante a situação.

O interessante nesse modo de avaliação é a criação de um ambiente que permita algum tipo de aprendizado, ou seja, não se trata de uma situação apenas para teste, mas também para a elaboração de um treinamento útil para a empresa e seus colaboradores.

Potencial de Integridade Resiliente (PIR)

O PIR é um teste de integridade com base psicológica, usado para realizar análises preventivas, capazes de detectar padrões e tendências que demonstram riscos ou problemas de integridade ética nos colaboradores.

Esse é um método mais elaborado de avaliação, e tem o intuito principal de ajudar as empresas a criar soluções para situações que possam gerar riscos no ambiente de trabalho. Isso não quer dizer que usando o PIR a empresa possa criar padrões de perfeição ou imperfeição dos comportamentos, isso seria eticamente errado.

O que deve ser avaliado no teste de integridade?

O teste é usado para avaliar os níveis de pensamento e tomada de decisão dos colaboradores, considerando três níveis morais:

  • pré-convencional: que avalia tendências ligadas a reciprocidade, recompensa ou falta de recompensa, e a importância desses fatores para as atitudes das pessoas; 
  • convencional: que mede tendências ligadas a convenções sociais e autoridade como referência para o comportamento de outras pessoas.
  • pós-convencional: que analisa o respeito de princípios éticos e valores, que independem das decisões de outras questões.

Quais os benefícios do teste de integridade?

Construir uma base de conhecimento dos princípios éticos e morais dos profissionais, beneficia diversos setores de uma empresa, por tornar as decisões das lideranças mais assertivas e direcionadas, resultando em:

Dentre outros benefícios, alguns merecem destaque, são eles:

Diminuição de fraudes

Por meio da testagem da integridade do comportamento dos colaboradores, torna-se muito mais fácil identificar atitudes fraudulentas causadas por desvio de caráter durante o expediente. 

Essas fraudes podem causar grandes problemas para a organização, pois, na maioria das vezes, fraudadores são extremamente capazes de mascarar suas atitudes, por isso, ter um bom sistema de avaliação de integridade pode evitar esses riscos. 

Prevenção de atitudes inadequadas

Pode ser muito mais caro resolver problemas que tenham sido motivados por caráter, do que investir em testes de integridade a fim de evitar atitudes inadequadas. É importante que os funcionários saibam exatamente quais os comportamentos tolerados pela empresa para que atos considerados ruins sejam evitados. 

Compliance empresarial

Testar a integridade dos profissionais ajuda a empresa a inibir ações corruptas, evitar erros, e principalmente a incentivar atitudes éticas e morais, na organização. Mapeando as atitudes, guiar o negócio se torna mais fácil, facilitando que os comportamentos estejam em conformidade com a conduta esperada, ou seja, o Compliance Empresarial é fortalecido.

Como aplicar o teste de integridade na empresa?

imagem de duas mulheres sentadas conversando uma de cada lado e uma mesa no meio com dois notebooks aplicando o teste de integridade

Muitas técnicas utilizadas durante o recrutamento e seleção de pessoas podem ser transformadas em testes de integridade nas empresas, pois, basicamente, esse tipo de avaliação requer apenas que as perguntas comportamentais certas sejam feitas, a fim de que as respostas atinjam as expectativas esperadas pela empresa.

Em um artigo da Inc, o CEO da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, disse considerar principalmente iniciativa, energia e integridade em suas contratações.

Segundo ele, muitas pessoas apresentam falta de integridade durante o processo seletivo, e uma pessoa inteligente e ativa mas sem integridade, provavelmente se tornará preguiçosa, por isso, realizar as perguntas certas para avaliar o caráter das pessoas pode ser determinante para uma boa contratação.

Quais perguntas podem ser feitas nesse teste?

Veja algumas:

  • Me conte um momento em que você precisou lidar com um problema difícil que desafiava questões éticas? Como você lidou com a situação?
  • Você costuma quebrar regras? Quando foi a última vez em que isso aconteceu?
  • Já fez algo ou presenciou alguém realizando uma atitude imprópria no trabalho?
  • Já contou alguma mentira para resolver um problema com um cliente?
  • Quais os valores que você mais valoriza no ambiente de trabalho?
  • Você sabe o que é assédio?
  • O que te impede de receber suborno?

Essas perguntas ajudam a avaliar integridade, honestidade, capacidade de comunicação, características de confiança, responsabilidade e valores essenciais.

E quais não devem ser feitas?

  • Você aceitaria receber suborno?
  • Você cometeria assédio contra algum colega de trabalho?
  • Você cometeria alguma atitude ilegal no trabalho?
  • Costuma mentir para seus clientes?
  • Faria algo para prejudicar seu colega?

Perguntas como essas levam os colaboradores a negar de forma automática, portanto, não são boas para avaliá-los. 

Conclusão

O teste de integridade é uma ferramenta eficiente de direcionamento, que os recrutadores utilizam para entender os princípios éticos e morais de candidatos e colaboradores em processos avaliativos.

Esse método é fundamental para o mapeamento de atitudes dentro de uma empresa, e auxiliam os negócios na criação de uma cultura interna que priorize a resiliência, e tenha tendências antifraude e assédio. 

É importante sempre considerar que não existem atitudes 100% certas ou erradas, e que o teste de integridade é usado para reduzir riscos no ambiente de trabalho, criando um compliance conforme as normas gerais de moral da sociedade.

Portanto, é importante considerar a privacidade dos colaboradores, e avaliá-los de forma íntegra, para que a empresa não cometa erros morais ao utilizar essa ferramenta.

banner descubra a taxa de absenteismo
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima