O que é transparência salarial? Veja como funciona, quais as vantagens e como aplicar na empresa!
BLOG
Time Pontotel 20 de julho de 2023 Departamento Pessoal
O que é transparência salarial? Veja como funciona, quais as vantagens e como aplicar na empresa!
Saiba tudo sobre transparência salarial: a medida que logo pode se tornar lei e exigirá mudanças organizacionais nas empresas.
img of O que é transparência salarial? Veja como funciona, quais as vantagens e como aplicar na empresa!

O tema remuneração ainda é um grande tabu no meio corporativo, já que muitos profissionais não falam abertamente sobre o valor que recebem. Isso influência no cenário com altas taxas de disparidades salariais e, para combater essa problemática, adotar práticas de transparência salarial é uma necessidade nas empresas. 

Esse tema também está muito atrelado ao funcionamento das organizações atualmente, uma vez que a transparência salarial contribui para o combate de disparidades salariais e para o bom relacionamento entre o empregador e o empregado. 

Diante deste contexto, empresas estão começando a se adaptar para abraçar medidas de transparência salarial antes que precisem fazer isso às pressas e sem preparação para estar segundo a lei.

Quer saber mais sobre a transparência salarial? Então, confira a seguir os tópicos que serão abordados neste artigo: 

Boa leitura!

controle escalas de trabalho por aplicativo

O que é transparência salarial?

Homem e mulher conversando

A transparência salarial é a política de divulgar o valor recebido por determinado cargo. Isso pode acontecer tanto durante a atração e seleção de novos talentos, com as vagas em aberto, quanto no momento em que os funcionários já estiverem contratados, com o intuito de revelar a média salarial da empresa e identificar disparidades salariais caso existam. 

O objetivo é reduzir as diferenças salariais motivadas por discriminações como as de gênero, raça e etnia. Além disso, a transparência salarial também propõe que as empresas ofereçam salários justos e competitivos para se destacarem e atraírem profissionais qualificados. 

Apesar de ser uma iniciativa já adotada por algumas empresas no mundo, em breve, essa política pode passar a ser lei. Esse é um fato que aumenta a discussão em torno dos prós e contras dessa medida.

O que diz a lei no Brasil?

No Brasil, está em trâmite na Câmara dos Deputados o PL 1149/22, que exige que as empresas informem a faixa salarial no momento de divulgação da vaga, além dos pré-requisitos necessários para o preenchimento desta.  

No entanto, esse Projeto de Lei apenas segue o exemplo de várias medidas de outros países, que já começaram a discutir e se encaminhar para adotar a mesma política. 

Transparência salarial pelo mundo:

Desde 2021, Nova Iorque aprovou uma lei obrigando as empresas a cumprirem com a transparência salarial. A legislação nova-iorquina exige que as organizações com mais de quatro funcionários informem o salário mínimo e máximo das vagas abertas e entrou em vigor em novembro de 2022. A multa para o empregador que descumprir a medida é de até 260 mil dólares. 

Já na Europa, em abril de 2022, o parlamento aprovou uma proposta da Comissão Europeia de discutir com os países do bloco a possibilidade de tornar lei as medidas de transparência salarial.

A intenção é obrigar as empresas a planejarem e informarem as faixas salariais das vagas, mas a medida também garante aos colaboradores o direito de solicitar dados de pagamento de todos os cargos das corporações.

Qual o objetivo da transparência salarial?

O objetivo, como já mencionado, é principalmente reduzir as disparidades salariais motivadas pelo preconceito, pois este é um problema ainda latente no mercado. Por exemplo, as mulheres brasileiras ganham cerca de 20% a menos que os homens realizando as mesmas funções, segundo dados do IBGE

O sigilo e o tabu em torno das informações de remuneração camuflam essas disparidades e posicionamentos preconceituosos e discriminatórios. Além disso, incentiva a prática do oferecimento de salários abaixo da média do mercado. 

Com as medidas de transparência salarial, o mercado dá um passo para combater as desigualdades e fomentar a equidade e a diversidade no meio corporativo. Ademais, essa é uma regra que estimula a uniformização das faixas salariais, corroborando para um cenário de melhores remunerações e incentivando os profissionais a se qualificarem cada vez mais.

Vantagens da transparência salarial

Homem e mulher apertando as mãos

Claro que as vantagens não são apenas socioeconômicas. Apesar de ainda existir certa resistência, as empresas só têm a ganhar com a adoção da prática de transparência salarial. 

Assim, confira a seguir algumas vantagens dessa implementação: 

Maior atração e retenção de talentos

Com a transparência salarial, as empresas passam a atrair mais talentos e profissionais qualificados, contribuindo para um processo seletivo de sucesso. Isso porque o candidato já participa ciente de qual será sua remuneração. Assim, não há risco de que ele desista da seleção quando descobrir o valor do salário. Sem transparência, isso pode acontecer caso o pagamento não seja condizente com o que o candidato espera ou necessita. 

Além disso, com tal prática, a empresa também começa a se adaptar para oferecer remunerações competitivas. Estas chamam atenção dos profissionais mais qualificados e atraem e retêm para o processo seletivo talentos competentes que podem agregar bastante ao time da empresa. 

Transparência na relação trabalhista:

Com a implementação dessa medida, a empresa precisa rever seus processos de planejamento de cargos e salários e pode oferecer remunerações mais justas segundo a função de cada colaborador, além de ser um impulso para que ela comece a investir em planos de carreira

Logo, a transparência salarial permite que as relações trabalhistas se tornem mais claras, reduzindo injustiças e preconceitos e, consequentemente, ajudando o profissional a ter mais confiança no seu próprio trabalho. Isso contribui para a satisfação do colaborador e a melhora no clima organizacional

Ademais, com os planos de carreira bem definidos, as pessoas podem vislumbrar seu caminho na empresa e, com isso, planejarem-se para ficar mais tempo no emprego, motivadas e mostrando todo seu potencial. Este é um fator que diminui a taxa de turnover da corporação e melhora os resultados.

Como aplicar a transparência salarial em sua empresa?

Para aplicar a transparência salarial de forma bem-sucedida, a empresa precisa passar por avaliações organizacionais. Só assim é possível saber se ela está realmente preparada para começar a divulgar suas remunerações. E se não estiver, é preciso implementar mudanças para tal. 

Caso a organização não passe por esses processos de transição, a adoção da transparência salarial pode ser prejudicial para a imagem corporativa da empresa no mercado. 

Confira a seguir alguns processos que podem ajudar a implementar a transparência salarial: 

Reveja e estude políticas internas:

É necessário rever e estudar as políticas internas que regem a remuneração dos colaboradores para entender como os salários são definidos e se existe disparidade salarial entre os funcionários. 

Alguns questionamentos que o setor de Recursos Humanos deve ter nesse processo são:

  • “Existe diferença salarial entre colaboradores cumprindo a mesma função?”
  • “Quais são os critérios para realizar um aumento salarial?”
  • “Os funcionários estão recebendo mais com o passar do tempo?”
  • “A média salarial da empresa está conforme a do mercado?” 

A partir das respostas para essas perguntas, a equipe responsável pela implementação da transparência salarial consegue entender se as remunerações são justas, se há disparidade salarial e quais são as mudanças necessárias. 

banner_final

Redefina o processo de divulgação das vagas internas:

Após estudadas e aplicadas as mudanças necessárias para adotar a transparência salarial, é necessário redefinir os processos de divulgação das vagas. A primeira modificação da divulgação é informar a faixa salarial. 

Outra informação importante para transmitir é se a empresa tem ou não plano de carreira para os funcionários. Ainda, é crucial ser honesto sobre quais serão as atividades do profissional e quais são as qualificações necessárias. A partir dessas informações, fica claro para o candidato os motivos que levaram a definição daquele valor de remuneração.

Qual o papel do RH na transparência salarial?

Dois homens conversando enquanto uma mulher utiliza um computador

O departamento de Recursos Humanos é o setor melhor qualificado para ficar responsável por essa adaptação. Isso porque essa é a equipe que mais está a par dos processos da empresa e é também quem fica encarregada pela gestão do capital humano

Portanto, o RH pode estudar melhor as políticas internas, conversar com as lideranças, realizar pesquisas de clima sobre as remunerações e ter uma visão macro da definição salarial da empresa. 

Esse departamento também pode fazer uma pesquisa de mercado, com benchmarkings, que guie o processo de definição de salários competitivos e justos. 

Conclusão

Conclui-se que a transparência salarial é o processo de divulgar as remunerações dos funcionários da empresa. Essa é uma discussão que tem sido incentivada pelas propostas legislativas que pretendem colocar em prática essa política. 

Entretanto, para conseguir aplicar a transparência salarial, a empresa precisa rever seus processos de definição salarial. Para isso, o RH tem um papel fundamental, ficando responsável por rever políticas internas e redefinir a divulgação de vagas. 

Apesar do medo de organizações de passarem pela adaptação que essa medida exige, é uma prática que possui muitos ganhos para a empresa, como mais assertividade no processo seletivo, transparência nas relações trabalhistas, diminuição da taxa de turnover e melhora no clima organizacional.

Gostou do conteúdo? Então, continue acompanhando o blog Pontotel e fique por dentro de todas as novidades do mundo empresarial.

Compartilhe em suas redes!
Mais em Departamento Pessoal VER TUDO
INICIAR TOUR!