Autogestão: Sua Empresa Pratica? Significado, Vantagens e Exemplos

autogestao introducao

Em busca de inovação, muitas empresas estão realizando grandes mudanças em seu ambiente organizacional.

Algumas começam com pequenas mudanças na cultura, até chegar a um patamar maior realizando mudanças na forma de gestão e administração.

E um desses modelos de gestão que vem sendo praticado por diversas empresas é a Autogestão, uma nova forma de administração que visa a autonomia dos funcionários em alguns processos na empresa.

Você quer aprender mais sobre esse tema? Então continue a leitura, e confira abaixo os assuntos que você irá encontrar ao longo do texto:

Vamos começar!

O que Significa Autogestão de verdade?

Muitas pessoas possuem dúvidas sobre o que realmente significa a autogestão. No seu amplo significado, “autogestão” significa algo que funciona por si só.

Porém, no mundo empresarial, a autogestão tem um significado mais exato. Trata-se de um modelo estrutural de uma empresa, livre de hierarquias e autoridades.

É um modelo onde todos estão cientes de suas funções e tem total autonomia para desempenhar seu trabalho, sem a necessidade da relação estrutural de chefe e funcionário.

Entretanto, não podemos confundir a autogestão com “liberdade para fazer o que quiser”, pois não é bem assim que funciona. Dentro da autogestão existem regras e acordos, como se fosse um tipo de política em que todos participam de sua criação e a seguem.

Essas regras dizem respeito ao funcionamento da empresa, é um compromisso que todos possuem uns com os outros.

É, a definição de autogestão é bem básica. Mas não se preocupe, se você ainda tem dúvidas mais para frente eu vou mostrar alguns exemplos na prática. Agora, será que a autogestão é de fato tão nova assim? Como um novo fenômeno que surgiu com as startups? Vamos descobrir.

Autogerenciamento é coisa nova?

Quando pensamos no gerenciamento de uma empresa, a ideia mais comum é aquela em que o gestor delega as tarefas e os colaboradores apenas as seguem. Nesse caso, não há espaço para contribuir com ideias, negociar prazos ou ter qualquer autonomia sobre o seu trabalho.

Entretanto, essa ideia já é ultrapassada, afinal esse modelo surgiu entre os séculos XIX e XX. Em contrapartida, as novas modalidades de gestão apresentam um outro olhar sobre a melhor forma de gerenciar uma empresa.  

Apesar da ideia de quando esse movimento começou ser muito abstrata, sem uma data certa de início, o autogerenciamento não é um conceito tão novo assim, há registros de que ele vem sendo aplicado em diversas empresas desde a década de 60.

O objetivo de adotar o autogerenciamento nas empresas é promover autonomia, igualdade e feito para anular as hierarquias e burocratização que por anos foi frequente no ambiente organizacional.

Na cultura de autogerenciamento, o trabalho coletivo elimina a ideia de que um colaborador é responsável por uma tarefa específica, e passa a transmitir a ideia de coletivo e de que todos da equipe são responsáveis pelas decisões e tarefas do dia a dia.

Para te ajudar a entender como a autogestão funciona dentro das empresas, eu preciso te mostrar quais são as outras formas de gestão e a diferença entre eles.

autogestao diferenca cogestao gestao tradicional

Diferença entre Autogestão, Cogestão e Gestão Tradicional

Como já vimos o que é a Autogestão, agora quero mostrar as diferenças desse modelo para os demais.

Co-gestão

Uma co-gestão é composta pela ativa participação dos trabalhadores na gestão de uma empresa.

Diferente da autogestão, na co-gestão geralmente existe o papel de um líder, que pode ser mais de uma pessoa. Mas, isso não quer dizer que esse líder tenha poder absoluto, pois  uma forte caracteristica deste modelo de gestão é a constante participação dos funcionários nos processos de decisão e acordos.

Podemos dizer que esse modelo é uma porta de entrada caso a sua empresa queira implantar a autogestão completa, pois ele estimula os colaboradores a já se tornarem co-responsáveis pela empresa e faz com que eles se sintam mais confortáveis a colaborar sem precisar seguir uma única pessoa.

Gestão Tradicional

A Gestão Tradicional é totalmente diferente dos dois modelos que apresentamos acima. Apesar disso, esse ainda é o modelo de gestão mais comum, e podemos encontrá-lo em maior número de empresas.

Ao contrário dos outros modelos, neste existe uma hierarquia e cargos de gestão bem definidos. Geralmente, aqui o funcionário não tem muita participação na tomada de decisões da empresa, e as ordens partem de cima para baixo.

Em outras palavras, o funcionário é responsável apenas pela suas tarefas. Mesmo assim, neste modelo algumas empresas permitem que os funcionários façam sugestões para melhorar os processos.

autogestao como adotar

Como Adotar a Autogestão?

Eu sei que de um dia para o outro abolir o chefe ou o gestor é algo completamente impensável para algumas empresas, afinal, nenhuma grande mudança no modo de funcionamento é feita da noite para o dia.

Entretanto, isso não quer dizer que uma organização não possa dar pequenos passos rumo à autogestão.  

Flexibilidade no horário

Você já ouviu falar em autogestão de jornada de trabalho?

Bom, não são todas as empresas que possuem a flexibilidade de horário, pois muitas precisam atuar dentro do horário comercial ou em um horário específico.

Mas existem setores que conseguem ter uma jornada de trabalho mais livre em que os colaboradores podem optar por fazer os seus horários.

Vou te dar um exemplo prático: Vamos imaginar que um colaborador precisa cumprir 8 horas de trabalho, e tem direito a 1 hora de almoço. Com a jornada flexível, o horário de início e fim do trabalho ficam a critério dele, desde que cumpra as 8 horas acordadas.

Essa mudança torna o colaborador muito mais motivado, uma vez que ele sabe que é responsável por si mesmo e não tem aquele sentimento de vigilância. Além disso, ele também sabe as consequências de não realizar a jornada correta.

Autogestão da folha de ponto

Como seria a sua empresa se os seus colaboradores fossem responsáveis pela própria gestão da folha de ponto?

A autogestão da folha de ponto é quando os seus funcionários são responsáveis por todo o processo da folha de ponto, desde o seu preenchimento até o seu fechamento.

Esse método de autogestão é mais simples de se adotar nas empresas, e para isso você só vai precisar de um sistema de controle de ponto eficiente, como um software online por exemplo.

Funcionando totalmente online, o próprio funcionário consegue visualizar as suas informações do ponto através do seu login de acesso com total transparência.

Através do sistema, o colaborador consegue verificar seu saldo de horas,  quantas horas extras possui, quantas horas estão negativas, suas faltas e atrasos. Tendo toda essas informações, o funcionário consegue ser mais consciente, e se dedica mais.

Além disso, a autogestão da folha de ponto também faz com que os funcionários possam inserir informações sobre a sua jornada.

Como exemplo, se durante uma semana o seu funcionário fez hora extra, você não vai precisar perguntar qual foi o motivo, já que ele mesmo já adicionou uma nota na sua própria folha de ponto.

Autogestão de tarefas

Nós sabemos que delegar tarefas é a função de um líder, mas e se líder não precisasse mais se preocupar em solicitar alguma atividade aos colaboradores?

Isso economizaria um bom tempo não é? Essa é a proposta da autogestão de tarefas.

Nesse modelo os funcionários já sabem o que precisa ser feito e já organizam as atividades sem precisar que o chefe dê o comando.

Nessa ocasião, o líder tem mais tempo para se dedicar a atividades que competem a ele, e ao mesmo tempo mantém tudo funcionando a todo vapor. Com maior autonomia, as equipes podem ir mais longe com sua criatividade, e até mesmo desenvolver novas habilidades por não ficarem limitadas ou presas a um líder.

Claro que antes de adotar qualquer um dos modelos citados acima, a empresa precisa condicionar os seus colaboradores aos novos comportamentos.

Agora que nós vimos qual o caminho a ser tomado para implantar a autogestão, vamos pensar em quais vantagens a adoção desse modelo pode trazer para a sua empresa.

autogestao vantagens

Quais as Vantagens da Autogestão?

Antes de mudarmos qualquer processo na nossa empresa, sempre temos que pensar no que de bom essa mudança trará para a organização.

No caso da autogestão, quais serão as vantagens de se adotar o modelo? Bom, eu posso dizer que esse modelo tem algumas vantagens significativas.

Vou citar as 4 principais para você.

Desenvolvimento da empresa

Neste modelo, o funcionamento da empresa depende diretamente dos funcionário, e isso faz com que a confiança depositada nos profissionais.

Além disso, os colaboradores tendem a se empenhar mais para o desenvolvimento da empresa, através do aprimoramento de processos e até mesmo novos aprendizados individuais.

Essa sensação de confiança que a empresa deposita nos colaboradores faz com que eles se sintam mais engajados, pois sabem que são peças chaves do processo assim como os donos.

Menos burocracia e mais autonomia

Quando todos estão cientes dos processos necessários para chegar a um resultado final,  todas as atividades fluem com maior velocidade, e se no meio do caminho aparece um problema, os próprios funcionários são capazes de tomar decisões rápidas para solucionar o problema.

Isso faz com que os processos sejam feitos com maior rapidez, ao mesmo tempo em que os funcionários desenvolvem novas habilidades com maior autonomia.

Melhora no Relacionamento dos funcionários

Como os colaboradores precisam sempre estar em acordo uns com os outros, a chance de aparecer conflitos nesse processo é pequena. Nesse modelo, todos precisam exercitar a sua capacidade de trabalho em equipe e no relacionamento interpessoal.

Aumento do desempenho e melhora da criatividade

Saber que determinada atividade depende de nós faz com que coloquemos mais empenho na entrega de nossas tarefas. Ter essa consciência de que uma falha ou atraso pode afetar todo um processo deixa o colaborador mais esperto e mais motivado.

E como tudo é feito em coletividade, o ambiente acaba sendo propício para a criatividade aflorar.

Depois de ver tantas vantagens, será que esse modelo ainda possui alguma desvantagem? Infelizmente sim.

E as Desvantagens?

A maior dificuldade da autogestão é no seu processo de implantação. Como eu disse, nenhuma mudança acontece da noite para o dia, e antes de começarmos a autogestão devemos ter em mente que nem todo profissional pode se adaptar facilmente a ela.

A cultura das empresas brasileiras sempre foi moldada por hierarquias, onde todos sonhavam com o dia em que seriam promovidos a um cargo maior. Por isso, profissionais com longa carreira ou até mesmo os que sonham em receber uma promoção algum dia podem sentir um pouco de dificuldade com a mudança.

Mas calma. Isso não quer dizer que a mudança nunca irá acontecer. Nessas ocasiões, o melhor a se fazer é investir em treinamentos, comunicação interna e mostrar aos funcionários o porquê a empresa deseja mudar os rumos dessa forma.

Nós temos um outro artigo no blog que pode te ajudar com essa inovação, se você quer saber mais sobre os processos de mudança acesse: “Cultura Organizacional para Inovação: Como Promover na sua”!

Bom, agora que você sabe quais são as vantagens e as desvantagens da autogestão, ainda resta uma dúvida. Será que esse modelo funciona para qualquer empresa? Vamos descobrir!

autogestao qualquer empresa pode adotar

Qualquer empresa pode adotar?

Essa pergunta é um pouco complicada de se responder, pois não existe uma resposta exata pelo fato da adoção desse modelo depender de uma série de fatores.

Assim como na flexibilidade de horário, algumas empresas necessitam manter uma gestão mais tradicional com hierarquias definidas. Esse é o caso de uma empresa de produção por exemplo, onde precisa existir na linha de produção o cargo de encarregado.

Por isso, geralmente a autogestão é adotada por empresas do ramo de comunicação, ou trabalhos que são mais criativos e livres.  

Quais os requisitos para adotar a autogestão com excelência?

Um pouco mais acima nós vimos como adotar a autogestão nas empresas, e eu dei algumas dicas de processos que podem ser mudados para dar os primeiros passos rumo a autonomia da empresa.

Mas afinal, o que uma empresa precisa realmente de fato para implantar a autogestão?

Em todas as pesquisas que eu fiz sobre esse modelo, a melhor forma que encontrei de começar é convencendo os líderes a mudarem a sua forma de liderar. E esse não é um processo fácil, afinal, ninguém gosta de perder o controle que tem sobre algo.

Entretanto, esse é um passo importante que iniciará todos os outros que virão depois.

Além disso, ao implantar um novo processo de autogestão, a empresa precisa se atentar a outros pontos:

Comunicação clara

Não adianta tentar adotar a autogestão sem permitir uma comunicação clara e transparente com os funcionários, afinal, eles terão participação crucial nessas mudanças.  

Eles precisam saber o que é esperado deles e qual é a importância de sua dedicação para o processo final.

Regras e limites bem definidos

O funcionário precisa saber quais são as regras e os limites de sua atuação na empresa para que tudo funcione corretamente. Afinal, a autogestão não é uma “festa” em que todos podem seguir suas próprias regras, e os colaboradores devem sempre seguir as regras criadas pelo coletivo.

Plano de ação

Juntando os dois tópicos acima, a empresa precisa ainda ter um plano para adotar a autogestão. Esse plano envolve as metas, os caminhos a serem percorridos pela empresa e qual será a forma de adoção.

Agora que já vimos os requisitos para se implantar uma autogestão, eu quero reforçar um ponto importante: qual é a relação entre a cultura organizacional e a Autogestão?

autogestao autogerenciamento e cultura organizacional

Agora que já vimos quais empresas podem adotar a autogestão, e quais são os requisitos para adotá-la, antes de nos encaminharmos para o fim desse texto, chegou a hora de respondermos às principais dúvidas  sobre o tema.

Autogestão: Dúvidas

Autogerenciamento e Cultura Organizacional

Muita gente  não consegue entender qual é a relação entre a autogestão e a cultura organizacional, mas eu quero te lembrar que uma coisa está diretamente ligada a outra.

Quando você decide implementar um novo modelo de gestão, além de estar mudando a forma de gerir da sua empresa, você estará também mudando a sua cultura organizacional.

Devemos lembrar que uma cultura é construída por pessoas através de seus hábitos, modos e crenças.

Então, quando você muda a sua forma de gestão e concede mais autonomia para os seus funcionários, a autogestão vai se incorporando à cultura da empresa automaticamente, até chegar a um momento em que ela já fará parte das práticas diárias.

Afinal, a sua empresa só vai chegar ao nível máximo de autogerenciamento se dentro dela todos os colaboradores exercitarem essa prática e souberem o seu papel

Autogestão aumenta a produtividade?

Um pouco acima nesse texto, nós falamos sobre como a autogestão desenvolve a criatividade do colaborador. Mas, além disso, ela também aumenta a produtividade por diversos fatores.

Entre os principais, podemos citar: confiança, organização e menos burocracia.

A confiança pois o colaborador se sente mais valorizado e capaz de realizar todas as suas atividades, e isso faz com que ele trabalhe muito melhor, consequentemente, seja mais produtivo.

Quanto mais a sua empresa é organizada em relação aos seus processos, mais produtivos os colaboradores ficam, pois diminui bastante a burocracia de uma tarefa ficar sendo repassada ou revisada diversas vezes.

Eles mesmos se organizam para encontrar soluções para tornar o trabalho mais eficaz. E cada vez o  colaborador fica mais seguro para realizar as suas atividades e sem amarras, ele se desenvolve muito mais, e como consequência isso gera aumento da produtividade.

Mitos da Autogestão

Lembra que no começo do texto eu te disse que a autogestão não era uma “festa” e que nesse modelo ainda existiam regras?

Pois é, esse é um dos mitos da autogestão, as pessoas costumam acreditar que os funcionários fazem o que querem sem a ausência de um chefe. Mas o que acontece é exatamente o contrário.

A empresa continua sendo um lugar de trabalho, as pessoas só ficam mais livres na autogestão, e como eu citei mais acima, ainda existe um conjunto de regras.

Outro mito bastante comum na autogestão é que não existe mais a figura de um chefe. Mas vamos com calma. Alguém precisa ser o responsável pela empresa, e na autogestão, o que muda é como os maiores cargos lidam com todo o seu “poder”.

Eles não têm tanta influência no processo do dia a dia, e as decisões são tomadas pelos próprios colaboradores no que diz respeito ao trabalho. É a confiança pura de que você não precisa de um chefe presente o tempo todo, e ele estando lá ou não a empresa vai continuar andando.

Depois que vimos quais são as principais dúvidas sobre o tema, eu gostaria de entrar em outro assunto. Com certeza a tecnologia tem muito a contribuir para a autogestão, vamos descobrir como.

Quais ferramentas são necessárias para implantar a autogestão?

Se você é um leitor do blog da PontoTel, sabe que nós adoramos falar sobre tecnologia e como ela pode facilitar as coisas dentro de uma empresa. Afinal, somos uma empresa de tecnologia.

Mas, além disso, também gostamos de indicar ferramentas tecnológicas como uma forma de ajudar o seu dia a dia. Por isso, separei algumas ferramentas que podem ajudar na autogestão da sua empresa.

Google Drive

Ter um lugar compartilhado e organizado onde todos podem ter acesso a documentos importantes é crucial para autogestão. O Google drive pode te ajudar a separar os setores da sua empresa e seus documentos em pastas compartilhadas,  para que todos tenham acesso quando for necessário.

Slack

Além de uma nuvem onde estão todos os arquivos da empresa, você também vai precisar de um meio eficiente de comunicação interna. O bom é que hoje em dia não precisamos mais utilizar softwares pesados de correio interno.

Podemos usar ferramentas como o Slack, que funciona como um chat onde você pode criar grupos, ter conversas individuais e compartilhar arquivos.

Trello

Esse organizador de tarefas ajuda demais na autogestão, pois evita retrabalho. No Trello  é possível organizar as tarefas, saber qual o status e quem é o responsável por aquela atividade.

Além disso, ela também é colaborativa, podendo ser utilizada por todos os membros do seu time.

Evolutto

Uma solução de ponta a ponta para atrair, gerenciar, atender e escalar serviços. O Evolutto permite que você gerencie seus processos por meio de um dashboard intuitivo capaz de mostrar produtividade e performance em um clique.

autogestao quais ferramentas sao necessarias

Um controle de ponto inovador é essencial para a autogestão

Como vimos nesse texto, a flexibilidade da jornada de trabalho e horários é um ótimo passo para o autogerenciamento de uma empresa. Mas a ferramenta essencial para que isso possa acontecer é a implantação de um bom sistema de controle de ponto.

Além das coisas que eu citei mais acima, como autogestão da folha de ponto, um sistema como o da PontoTel pode abrir espaço para sua empresa ser flexível não só com os horários, mas também com os locais de trabalho.  Já que o controle de ponto é móvel, e o seu funcionário pode registrar sua jornada mesmo trabalhando em regime de Home Office.  
Saiba mais sobre como esse sistema pode ajudar a sua empresa, agende uma demonstração do sistema da PontoTel!

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Autogestão: Sua Empresa Pratica? Significado, Vantagens e Exemplos

Conclusão

autogestao conclusao

E então, você gostou de como a autogestão pode ajudar a sua empresa?

Nesse texto aprendemos que uma gestão mais colaborativa pode alavancar a produtividade da sua empresa, além de trazer muitas vantagens para sua cultura organizacional.

Promova uma das formas de autogestão na sua empresa e veja como tudo se encaminha. Se você seguir o passo a passo deste texto em breve sua organização será completamente autogerida e você terá mais tempo para investir em outras áreas do seu negócio!

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Autogestão: Sua Empresa Pratica? Significado, Vantagens e Exemplos
Rolar para cima
WhatsApp chat

Receba todas as novidades do nosso blog

Inscreva-se na nossa newsletter
e receba matérias exclusivas
no seu email

popup newsletter teste5 3 - Autogestão: Sua Empresa Pratica? Significado, Vantagens e Exemplos

Não saia agora! Venha conhecer o PontoTel

O aplicativo de controle de ponto em tempo real
que você economiza tempo e dinheiro com cálculos automáticos e gestão de ponto completa.