E-learning – Conheça esse método de aprendizagem corporativo

mulher trabalhando em home officie

Desde o início da pandemia, muito tem se falado sobre as aulas à distância, em todos os níveis da educação, desde o ensino básico até os cursos superiores. Entretanto, o que poucos conhecem é o termo e-learning. 

Pode parecer que se trata apenas de um sinônimo da famosa EAD, mas não é o caso. Você deve estar se perguntando, qual a principal diferença entre e-learning e educação à distância?

A resposta está no meio de comunicação, pois o e-learning exige que a interação entre alunos e professores seja totalmente realizada por meio de dispositivos conectados à internet.

A modalidade de ensino, provavelmente, não deve ser aderida pelas instituições de ensino tradicionais, como as escolas, porém, tem ganhado força em ambientes corporativos. A facilidade do profissional estudar de onde estiver é o principal motivo para a popularidade do e-learning. 

Porém, se você ainda tem muitas dúvidas sobre o que é o modelo e-learning e como pode utilizá-lo em sua empresa, continue a leitura para saber:

Confira!

banner automatize o calculo de horas extras

O que é e-learning?

O termo “e-learning” tem origem na língua inglesa e significa aprendizagem eletrônica. Na prática, trata-se da modalidade de ensino realizada totalmente em plataformas online, ou seja, que dependem da conexão com a internet.

Esse tipo de ensino tem como característica principal o fato de que os estudantes não precisam se deslocar a um espaço físico para ter acesso ao conteúdo e aos professores. Sendo assim, é possível conciliar outras atividades, como o trabalho, sem prejudicar os estudos. 

Vale destacar que o e-learning é uma forma de ensino à distância, porém, nem todo EAD pode ser classificado como e-learning. Um exemplo são os telecursos, que ensinam à distância, mas não utilizam a internet. 

E-learning é a mesma coisa que treinamento online?

imagem de uma pessoa digitando no computador.

Assim como EAD e e-learning não são a mesma coisa na prática, treinamentos online ou cursos online também apresentam diferenças. Os treinamentos onlines são mais uma categoria do ensino à distância, mas não tem os mesmos objetivos que o e-learning. 

De maneira geral, os cursos distribuídos pela internet possuem uma função de distribuição de conhecimento, mas não costuma contar com interação entre alunos e professores. Outra distinção entre eles é que os treinamentos online podem ter diversos formatos, como:

  • Vídeos no Youtube;
  • PDF;
  • Apresentações no Power Point;
  • Lives em redes sociais.

O e-learning, por sua vez, possui uma plataforma própria, chamada LMS (Learning Management System), na qual serão ministradas as aulas. O Sistema de Gerenciamento de Aprendizagem (tradução para o português) substitui a sala de aula, no ambiente online.

Quais as semelhanças?

Apesar de serem categorias diferentes de ensino, o e-learning e o treinamento online apresentam algumas semelhanças entre si, sendo a principal delas o ensino pela internet.

Tanto um como o outro possibilitam ao aluno assistirem ao conteúdo no momento em que estiverem disponíveis e de qualquer dispositivo móvel, como computadores, tablets ou smartphones. 

Outro ponto semelhante é a forma como as aulas são disponibilizadas aos alunos, sempre de forma simples, rápida e dinâmica, já que as plataformas online exigem uma apresentação mais leve. 

As duas modalidades também têm ganhado adeptos no mundo corporativo e as empresas começam a apostar nestes tipos de cursos, treinamentos e aperfeiçoamento para seus colaboradores

Você pode estar se perguntando. Como o e-learning pode ajudar minha empresa? É o que será abordado nos próximos itens.

E-learning corporativo – Quais resultados traz?

Cada vez mais, encontramos entre os benefícios oferecidos pelas empresas aos colaboradores, oportunidades de capacitação. Muitas vezes os conteúdos são na área específica de atuação do profissional ou temas mais gerais, como liderança e gestão de conflitos

Como citado anteriormente, o e-learning surgiu para auxiliar as pessoas que precisam conciliar estudo e outras atividades, poupando o tempo de deslocamento. Logo, essa é uma modalidade bastante atrativa quando o assunto é educação corporativa. 

Mas quais são os resultados de oferecer o e-learning para os funcionários? É possível citar pelo menos dois: 

  • Capacitação de talentos;
  • Integração de colaboradores.

Capacitação de talentos

O mundo vive em constante atualização e com o advento das novas tecnologias, mesmo setores tradicionais, como de saúde, estão sempre apresentando novidades. Por isso, se destaca no mercado os profissionais que estão mais preparados para os desafios. 

A melhor maneira de manter a competitividade e não perder nenhuma novidade da área de atuação é a capacitação contínua. Para o empregador, é muito importante que seus colaboradores tenham o conhecimento necessário para manter os resultados positivos.

Outro benefício direto de oferecer possibilidade de aprendizagem por meio do e-learning é que os funcionários passam a ter um sentimento de valorização. A tendência é que o profissional se sinta reconhecido por ter a oportunidade de se capacitar com o apoio da empresa. 

A tendência, neste caso, é que haja um aumento na motivação dos colaboradores e, como consequência, melhora na produtividade.

Integração de colaboradores

Um dos problemas enfrentados por muitas companhias é a dificuldade de integrar colaboradores de áreas diferentes, seja por distância física ou pela função exercida. O que o e-learning trouxe é também a oportunidade de reunir esses profissionais em uma só plataforma. 

Mesmo que o curso escolhido não seja online, geralmente, o ambiente das aulas permite que os alunos e professores interajam nos fóruns. É possível esclarecer dúvidas ou compartilhar experiências com os demais participantes. 

Desse modo, profissionais que nunca tiveram a oportunidade de conversar durante a rotina de trabalho poderão se conhecer e até entender um pouco a realidade do colega.

Quais as vantagens da empresa utilizar o e-learning?

imagem de uma mulher na frente do computador

Você pode estar se perguntando qual o motivo do e-learning ser vantajoso para as empresas, se capacitação e integração também podem ser alcançados com cursos tradicionais. 

As vantagens de aderir ao ensino online são muitas, especialmente, para companhias que adotaram o modelo de trabalho híbrido ou home office. Além disso, de maneira geral, as plataformas de e-learning oferecem a personalização de conteúdos. 

O treinamento corporativo via e-learning viabiliza uma série de facilidades para a equipe de gestão de pessoal, mas, entre elas, destaca-se três:

  • Economia
  • Acessibilidade
  • Educação Corporativa

Economia

Um ponto a se destacar é que os cursos via e-learning custam menos para as empresas. Por serem realizados online, geralmente, eles já são mais baratos que os tradicionais. Isso porque não exige uma infraestrutura para as aulas serem ministradas. 

Ademais, a empresa também economiza com gastos logísticos como deslocamento, transporte, hospedagem e alimentação. 

A diminuição de custos ocorre também na formação de turmas. Normalmente, as plataformas de e-learning não possuem número máximo de alunos, por isso, é costume nas empresas reunir uma grande quantidade de colaboradores em apenas um grupo. 

Por outro ponto de vista, os funcionários economizam tempo, pois não precisam se direcionar ao local do curso. Sendo assim, não há necessidade de deixar os compromissos profissionais com antecedência.

Acessibilidade

A acessibilidade é outra vantagem para as empresas. Por ser realizado online, todos os colaboradores podem participar, independentemente de sua localização.

Se um curso for importante para quem trabalha na sede de São Paulo, mas também para quem está na fábrica no interior, todos têm a oportunidade de estudar. Além disso, possui flexibilidade de horário, permitindo que colaboradores de diversas jornadas de trabalho participem. 

Os profissionais podem ainda escolher o seu ritmo de estudo, desde que finalizem dentro do tempo determinado pela instituição de ensino. 

Educação Corporativa

Oferecer cursos via e-learning para os colaboradores pode compor a estratégia de gestão de pessoal para intensificar a educação corporativa. Isso ocorre porque além dos temas voltados à atuação profissional, a empresa pode oferecer assuntos de interesse.

Por exemplo, se existe uma necessidade de falar sobre diversidade no ambiente de trabalho, certamente o e-learning pode ser utilizado. Logo, o método de ensino traz essa vantagem que ultrapassa a capacitação e desenvolvimento de habilidades

O e-learning se torna então mais um caminho para passar aos colaboradores as mensagens da empresa, aumentando o engajamento e identificação com a marca.

Como utilizar o e-learning nas empresas?

Qualquer ação promovida aos colaboradores, precisa fazer parte do planejamento estratégico da equipe de gestão de pessoal. Se os cursos via e-learning não forem bem planejados, podem não ter o efeito esperado pelos gestores.

Desta maneira, antes de tudo é necessário conhecer o seu público, ou seja, o perfil dos funcionários. Uma pergunta importante a se fazer é: a maioria dos colaboradores está familiarizada com o uso da internet? Se a resposta for não, talvez esse não seja o caminho.

Porém, se a resposta for sim, sem dúvidas, a modalidade de ensino é uma ferramenta importante para a sua empresa. 

O próximo passo é identificar que tipo de capacitação os colaboradores precisam naquele momento. Trata-se de um conteúdo mais prático ou motivacional? Identificando esse ponto, a gestão precisa traçar um calendário que atenda às necessidades e colocá-lo em prática. 

Conclusão

Como você pode perceber, plataformas de e-learning para empresas oferecem diversas oportunidades para educação corporativa. Por ser realizado de forma totalmente remota, todos os colaboradores podem participar de um mesmo curso simultaneamente. 

Além da economia financeira, por evitar gastos como deslocamento e alimentação, o e-learning possibilita a integração de profissionais que podem não ter um contato direto. A educação online permite ainda melhorar o sentimento de valorização do funcionário. 

Certamente, esse investimento impactará diretamente na motivação e capacitação dos colaboradores, aumentando a competitividade da empresa no mercado. 

Compartilhe em suas redes!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Rolar para cima