Gestão de Talentos: o que é, como fazer e qual a sua importância

imagem de pessoas com semblante de comemoração em um escritório

Uma das estratégias de todo setor de Recursos Humanos, que visa manter a empresa competitiva e inovadora, é, sem dúvidas, a realização da gestão de talentos. O Rh o grande responsável por gerenciar os talentos numa organização, mostrando como cada um deles é peça importante no sucesso da empresa.

Hoje em dia, quem não investe em competências, perde competitividade, afinal, por mais modernos que sejam os recursos tecnológicos usados na organização, quem programa todas as funções ainda é o talento humano. 

Empresas são feitas de pessoas, e são essas pessoas que precisam ser valorizadas, seja por meio de benefícios ou simplesmente pelo fato da organização se importar em ouvir opiniões no ambiente de trabalho. Tudo que demonstre o valor do funcionário, de alguma forma colabora para retê-lo.

Se você ainda duvida dos benefícios que a gestão de talentos pode trazer para a sua empresa, continue a leitura e aprenda:

Boa leitura!

software controle de ponto reduz processos operacionais

O que é gestão de talentos?

Gestão de talentos nada mais é do que uma estratégia competitiva, vista como um compromisso da empresa, e, principalmente do RH, que busca atrair, desenvolver e reter os bons profissionais disponíveis no mercado de trabalho.

Baseada nos princípios de atração, retenção, aprendizagem, desenvolvimento, valores, visão organizacional, plano de carreira e gestão por competência, essa estratégia demonstra quanto uma empresa se preocupa, não só com seu crescimento próprio, mas também com o desenvolvimento dos talentos na empresa.

As organizações que investem nas competências de talentos, criam um clima organizacional mais motivador, e profissionais muito mais engajados, o que automaticamente reflete em bons resultados.  

Como funciona a gestão de talentos na prática?

Na prática, para gerir os talentos na empresa o gestor de RH precisa, além das tarefas corriqueiras que já realiza, incluir ainda mais ações que mantenham o colaborador alinhado com a organização, como:

  • Otimizar o recrutamento;
  • Oferecer um programa de onboarding para os novos talentos;
  • Oferecer incentivos e reconhecimento real aos colaboradores;
  • Melhorar os benefícios;
  • Ser transparente;
  • Investir na capacitação dos profissionais;
  • Tornar os processos mais flexíveis. 

Nem sempre um único gestor consegue desempenhar tantas funções, e contar com o auxílio de empresas que oferecem serviços de terceirização de Recursos Humanos, pode ser uma forma de ter uma gestão estratégica de talentos realmente efetiva. 

Alguns exemplos de empresas são: Spark gestão de talentos, que oferece serviços de consultoria em gestão de pessoas, além de treinamentos e desenvolvimento de equipes, e a PontoTel, plataforma completa de gestão e controle de ponto.

Como fazer uma boa gestão de talentos?

imagem de pessoas trabalhando juntas em uma mesa de escritório

Saber como as empresas devem agir para reter seus talentos é essencial para que os objetivos estratégicos sejam alcançados. Na prática, o gestor de talentos, na maioria das vezes parte do RH, deve seguir alguns passos para conquistar pessoas com virtudes semelhantes às da empresa.

Feedback contínuo

Assim como a empresa gosta de se posicionare apresentar pontos a melhorar para os colaboradores, muitos funcionários também gostariam de ter a oportunidade de falar o que pensam. Estimular o feedback, de ambas as partes na relação patrão e colaborador, pode tornar a retenção de talentos muito mais fácil.

Avaliações de desempenho

A empresa precisa avaliar o desempenho dos seus talentos, para entender se as ações de gestão estão surtindo efeito nos resultados. Essa avaliação pode ser feita através do acompanhamento de relatório e métricas de desempenho de cada funcionário. 

Remuneração e benefícios

Depois que o profissional é estabelecido na empresa, a principal função do RH é reter esse talento na organização. Desenvolver medidas como boa remuneração, benefícios, oferecer um ambiente de trabalho agradável, acompanhar as aspirações profissionais do funcionário, dentre outras podem estimular o trabalhador a continuar na empresa.

Dica extra: Atentar-se a saúde financeira do profissional pode, além de melhorar os vínculos da organização com o funcionário, tornar o talento mais atento às suas finanças. Menos gastos significa menos estresse financeiro, ou seja, funcionário mais focado e feliz. 

Treinamentos e capacitações

Não basta apenas atrair o bom profissional, hoje em dia é necessário investir no conhecimento desse talento, para que ele se mantenha na empresa que o ajudou a se desenvolver. Além do tradicional treinamento de função, a empresa pode oferecer cursos, treinamentos, palestras, e tudo mais que desenvolva o potencial do seu funcionário.

Todo investimento em treinamentos e capacitações, tende a fortalecer o crescimento da empresa e do profissional, esse crescimento pode ser notado principalmente nos resultados da organização.

Jornada de trabalho flexível

imagem de uma mulher trabalhando em casa representando a jornada flexível

A gestão de talentos, que aposta em disponibilizar jornada de trabalho flexível, proporciona mais autonomia aos colaboradores, os quais  podem trabalhar do local e no horário que quiserem, o que estimula a motivação e produtividade.

Claro que para isso, é necessário contar com um software de controle de ponto eficiente, que facilite o processamento dos registros de ponto. A PontoTel pode ser a melhor solução para isso, pois a plataforma conta com recursos para registro de ponto online, e possibilita que o gestor acompanhe em tempo real a jornada de trabalho dos seus colaboradores.

banner animado pontotel

Comunicação transparente

A empresa precisa saber se comunicar bem, da forma mais transparente possível com os seus colaboradores. Desenvolver uma comunicação assertiva, reduz a possibilidade de ruídos de comunicação causarem problemas. Quanto mais clara for a comunicação, mais maduro e profissional será o relacionamento entre empresa e funcionários.

Qual a importância da gestão de talentos para uma empresa?

A pesquisa “Carreira dos sonhos 2021”, realizada pelo Grupo Cia de Talentos, que entrevistou mais de 98 mil pessoas no Brasil, mostrou que apenas 33% dos jovens disseram ter suas ideias ouvidas e valorizadas no trabalho, e apenas 23% desse público tem liberdade e autonomia para agir no ambiente de trabalho.

A importância de avaliar esses dados está diretamente ligada a gestão de talentos, que ao que tudo indica, vem sendo praticada de forma errada ou pouco prática pelas empresas, já que boa parte dos jovens talentos não se sentem ouvidos, nem valorizados.

Atualmente, empresas que não entendem o que é o talento humano e qual a sua importância, tendem a perder bons colaboradores, devido a incapacidade de lidar com eles.

Quando as empresas entendem que, para gerenciar talentos, só é preciso os nutrir de bons recursos e benefícios e mostrar a eles sua importância na organização, passam a usar esse gerenciamento como estratégia competitiva, o que tende a ser extremamente satisfatório nos resultados da empresa.

Como ela impacta positivamente na imagem da empresa?

Empresas que apostam na gestão para reter talentos, tendem a identificar diversos retornos positivos em sua imagem, um dos principais, é sem dúvidas a forma como a empresa é vista.

Quando uma organização se importa não só com seus resultados, mas também com o desempenho e a motivação da sua equipe, cria-se um clima organizacional sadio, além de uma cultura organizacional invejável. 

Dessa forma, não só a empresa buscará por bons talentos, os talentos também vão desejar fazer parte de um ambiente com o clima tão bom.

Como uma boa gestão de talentos auxilia na retenção de talentos?

imagem de um time corporativo comemorando com um high five

Quando o talento entra em uma empresa sabendo que será valorizado, incentivado e recompensado por suas competências, a possibilidade dele desenvolver um bom trabalho é muito maior do que quando não existe compensação pelo bom desempenho.

Os gastos com a gestão de talentos precisa ser visto como um investimento, pois graças as ações realizadas no recrutamento de bons profissionais, e na manutenção da sua permanência na empresa, a retenção de talentos, assim como melhores resultados na organização, se tornam esperados.

Portanto, a boa gestão de talentos é fundamental na conquista de resultados corporativos e também no poder de manter os melhores talentos retidos.

Conclusão

O gestor de talentos, em conjunto com o RH, tem a missão de manter os melhores talentos retidos na empresa. Por meio deles são criadas estratégias para atrair os bons profissionais, desenvolver seus potenciais, e principalmente manter na empresa os mais competentes.

São diversas as formas de fazer uma boa gestão de talentos, dentre elas está a jornada de trabalho flexível, capaz de potencializar a vontade dos profissionais em fazer parte da empresa. 

Essa estratégia pode ser melhorada com a utilização da plataforma de controle de ponto da PontoTel, um sistema totalmente online, capaz de auxiliar na gestão de ponto dos colaboradores, com funções que permitem acompanhar em tempo real os registros de ponto dos funcionários.

Enfim, é importante lembrar que são os talentos humanos os grandes responsáveis pelo sucesso ou fracasso de uma empresa. Capacitar profissionais significa investir no futuro saudável da organização, e por meio da gestão de talentos alcançar o sucesso fica muito mais fácil.

Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima