Já ouviu falar em jogos corporativos? Veja como eles podem facilitar a integração entre colaboradores!

imagem de um grupo de pessoas jogando um quebra cabeça de mosaico

Cada vez mais as empresas estão buscando maneiras alternativas de desenvolver habilidades de seus colaboradores. Os jogos corporativos vêm ganhando força dentro do ambiente de trabalho e se tornando ferramenta de gestão e não apenas do setor de recursos humanos.

A ideia principal é que conceitos importantes do mundo corporativo sejam passados aos profissionais de forma lúdica, trazendo para as atividades simulações de cenas cotidianas do mercado no qual a empresa está inserida. 

As brincadeiras corporativas podem ser importante aliadas, por exemplo, para integração de novos colaboradores ou desenvolvimento do trabalho em equipe. As possibilidades são diversas e algumas organizações estão se especializando em oferecer jogos corporativos para empresas.

Para explicar melhor sobre o tema e tirar todas as suas dúvidas sobre os jogos corporativos, esse artigo vai abordar:

Quer saber mais? Continue a leitura!

banner como resolvemos problemas no controle de jornada

Jogos corporativos – Conceito

Os jogos corporativos foram criados com o objetivo principal de desenvolver habilidades e competências de colaboradores e incentivar a integração e colaboração entre as equipes. 

De maneira geral, são como os jogos de crianças, mas com metas mais complexas. Trata-se de atividades lúdicas, realizadas na empresa, sempre com o propósito de melhorar o comportamento dos funcionários e prepará-los para as demandas exigidas pelo mercado. 

Cada setor e negócio terá suas necessidades específicas, por isso, é papel dos analistas de recursos humanos e dos líderes entenderem quando e qual tipo de jogos e dinâmicas de empresa são indicados para aquela realidade. 

Os jogos corporativos ganham força à medida que a gamificação (inserção de jogos no dia a dia das pessoas) se torna popular em diversas áreas como a educação e também o lazer. 

Em quais situações os jogos corporativos podem ser utilizados?

imagem de um grupo de pessoas brincando de quebra cabeça

As brincadeiras corporativas podem ser realizadas por diversos motivos, porém, a aplicação da metodologia deve estar sempre baseada e ancorada nos objetivos da companhia. Normalmente, cada gestor deve identificar o que sua equipe precisa naquele momento, desde integração entre os times até treinamento ou reciclagem. 

Abaixo, alguns exemplos de como os jogos corporativos podem ser utilizados na sua empresa:

Dinâmicas em grupo

Suponhamos que sua equipe está passando por dificuldades para trabalhar em conjunto, prejudicando os resultados da empresa. Talvez, desenvolver uma dinâmica em grupo possa ajudar a identificar o que está causando o atrito entre os colaboradores e, principalmente, como solucionar essa demanda. 

Essa atividade lúdica pode ser voltada para a resolução de conflitos, integração entre diferentes áreas da companhia, desenvolvimento de habilidades específicas, entre outros.

Integração

Um dos principais pilares dos jogos corporativos, certamente, é a integração. É comum que novos colaboradores, por exemplo, demorem um pouco para se sentir parte da nova empresa. Por isso, esse tipo de atividade pode aproximá-los dos seus colegas de trabalho, pois as atividades lúdicas têm essa característica de integração entre os participantes de um jogo. 

Além disso, muitas vezes, uma equipe não interage com a outra, pela natureza da função de cada uma delas, porém, é importante que saibam que todos os setores da empresa estão interligados. Desta maneira, jogos colaborativos de integração podem ser ferramentas para que os times valorizem o trabalho um dos outros.

Treinamento

Uma das preocupações da maioria dos gestores é que seus empregados estejam bem preparados para exercer sua função. Para tornar o treinamento mais moderno e descontraído, muitas empresas estão utilizando os jogos corporativos para capacitação dos colaboradores.

Alguns estudos apontam que o aprendizado por meio de atividades lúdicas é mais eficaz, além de aumentar o interesse dos profissionais pelo tema. 

Para qual finalidade os jogos podem ser utilizados na organização?

Como falamos, não existe apenas uma razão pela qual os jogos e dinâmicas para empresas podem ser utilizados. Entretanto, os gestores e profissionais de RH costumam utilizar as brincadeiras corporativas em algumas ocasiões, como: promoção do trabalho em equipe, entrosamento de colaboradores, desenvolvimento de habilidades e competências e no happy hour da companhia.

Promover o trabalho em equipe

Um dos objetivos principais para a utilização dos jogos corporativos é promover o trabalho em equipe. Muitas vezes, os profissionais têm dificuldades de trabalhar com os demais colegas de trabalho. Afinal, essa é uma habilidade que pode ser desenvolvida e que vai da característica de cada pessoa.

Algumas são mais tímidas e, por isso, funcionam melhor quando fazem suas tarefas sozinhas. Entretanto, dependendo do cenário, será necessário aprender a trabalhar em equipe. Os jogos, então, entregam uma possibilidade de a pessoa interagir e entender como seus colegas se comportam em um momento com menos pressão do que nas demandas do dia a dia. 

Ajudar no entrosamento de colaboradores

Não é apenas o trabalho em equipe que é importante para o sucesso de um negócio. Os colaboradores precisam estar entrosados e entenderem a importância do seu trabalho para que o outro também possa ser bem sucedido em suas funções. 

Mesmo que um colaborador não faça parte de uma equipe, é bastante provável que tudo que ele faça interfira na rotina de pelo menos mais um setor. Sendo assim, todos os colaboradores da empresa precisam estar entrosados e em sintonia. 

Desenvolver habilidades e competências

Mesmo que a sua equipe de recrutamento e seleção consiga contratar sempre os melhores talentos do mercado de trabalho, a sua empresa terá que oferecer treinamentos corporativos e preparar os profissionais para que atuem da forma como a empresa precisa. 

Para deixar o aprendizado mais leve e desenvolver as habilidades e competências dos colaboradores, os jogos corporativos são uma excelente opção lúdica.

Happy hour

O objetivo do happy hour nada mais é do que oferecer um encontro de descontração entre os colaboradores de uma empresa. Neste momento, alguns jogos corporativos podem ser utilizados, desde que não tenham uma característica muito empresarial, já que o momento é de diversão.

Tipos de jogos corporativos

imagem de duas pessoas brincando de um jogo de cartas com um tabuleiro

Existem diversos tipos de jogos e não seria diferente no mundo corporativo. Dependendo do objetivo da atividade promovida pela empresa, é possível selecionar brincadeiras lúdicas que produzam o efeito esperado nos colaboradores. Alguns exemplos de jogos de empresa são:

Cooperativos

Os jogos cooperativos, também conhecidos como jogos colaborativos, são aqueles que têm como propósito promover um ambiente de colaboração entre os membros da equipe. Para solucionar tarefas e desafios, é necessária a participação de todos os envolvidos. Desta forma, os jogos desta natureza estimulam a confiança entre os colaboradores, fortalecem o sentimento de grupo e promovem a cultura colaborativa.

Competitivos

Neste modelo, os colaboradores são desafiados a competir entre si e sempre haverá um vencedor. Porém, tenha sempre em mente que a ideia não é estimular o espírito competitivo, mas sim que, durante a competição, os participantes absorvam os ensinamentos que a empresa deseja.

Comportamentais

Já nos jogos comportamentais, o objetivo é promover a mudança de comportamento dos colaboradores. Durante a dinâmica, os profissionais serão desafiados a vivenciar novas experiências e, a partir daí, entender a importância da mudança de postura no ambiente de trabalho.

Ao optar por esse modelo de jogo empresarial, o gestor precisa se lembrar de que as mudanças não ocorrerão de uma hora para outra, mas que é apenas o início das ações para conquistar o que é esperado.

Benefícios de utilizar os jogos corporativos na gestão

A gestão do negócio pode ter muitos benefícios com os jogos empresariais. Exemplos:

Traz dinamismo para a empresa

O mundo atual pede mais leveza ao tratar dos assuntos, mesmo os mais importantes. Por isso, uma empresa que aposta em jogos como forma de treinar e desenvolver seus talentos é considerada mais dinâmica e fortalece sua marca.

Promove os relacionamentos interpessoais

Para se ter um jogo, é necessário que as pessoas interajam entre si. Sendo assim, essa é uma importante ferramenta para promover o relacionamento entre todos os colaboradores. 

Cria identificação dos colaboradores com a empresa

O sucesso de qualquer empresa depende também especialmente das pessoas. Quanto mais envolvidas e engajadas no propósito da empresa os colaboradores estiverem, melhor serão os resultados do negócio. Os jogos corporativos também têm potencial de criar uma identificação entre funcionários e empresas.

Como implementar a prática de jogos corporativos?

imagem de uma pessoa brincando com pinos de madeira

Os jogos corporativos podem ser muito eficientes, mas, para isso, os gestores precisam entender o cenário da empresa e estabelecer os seguintes itens:

  • objetivo;
  • tema;
  • tipo de jogo; 
  • forma de aplicação;
  • maneira de análise de resultados;
  • entre outros.

Antes de fazer a aplicação dos jogos corporativos, analise o comportamento de seus colaboradores e procure por opções de brincadeiras que vão ao encontro de suas metas.

Conclusão

Os jogos corporativos são uma ferramenta de gestão e podem ser utilizados com diversos objetivos, em especial, desenvolvimento de habilidades e competências e integração entre colaboradores.

Apesar de terem formato de brincadeiras e terem formato lúdico, são bastante eficazes para promover o aprendizado e capacitar os profissionais de acordo com as necessidades do seu negócio. 

Gostou deste conteúdo? Acompanhe nosso blog e fique por dentro das novidades.

controle de jornada digital e gestao de pessoas

Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima