Pesquisa de engajamento: confira os benefícios, objetivos e passo a passo!

imagem de uma pessoa segurando blocos de madeira com desenhos de rostos felizes e tristes

Você já realizou ou participou de uma pesquisa de engajamento? Sabe como funciona essa estratégia, e por quais motivos o RH utiliza os resultados desse tipo de pesquisa no aprimoramento das rotinas internas dos negócios?

Pois saiba que essa ferramenta tem garantido o sucesso de muitos empreendimentos, que por prezarem por um ambiente interno com valores e uma cultura bem estruturada, conseguem se manter no mercado, e ainda atraírem talentos alinhados com suas culturas organizacionais.

Pensando em tantas vantagens, reunimos neste conteúdo um pouco do que está por trás da pesquisa de engajamento, e neste conteúdo você aprenderá: 

Aproveite a leitura!

banner descubra a taxa de absenteismo

Pesquisa de engajamento: conceito

imagem de uma mulher concentrada sentada na frente de um computador e escrevendo em um caderno

Sabemos que é papel do setor de Recursos Humanos das empresas monitorar a satisfação dos colaboradores, a fim de sempre identificar os acertos e falhas dos empreendimentos, e manter os funcionários engajados ao desempenhar suas funções. 

Para isso, uma das estratégias mais usadas por essa área dos negócios, se chama pesquisa de engajamento, mas, você sabe exatamente o que é pesquisa de engajamento, e para que ela serve?

Definindo de maneira básica, a pesquisa de engajamento nada mais é do que um questionário onde são feitas perguntas simples e diretas, cujas respostas servem para medir quão engajados, produtivos e felizes os colaboradores estão com a empresa.

Ou seja, o engajamento dos colaboradores está relacionado à ligação afetiva de valores e objetivos dos profissionais com as empresas onde trabalham, e, entender essa relação pode ser uma maneira das empresas alinharem sua cultura organizacional com as necessidades dos seus funcionários.

Qual é o objetivo de uma pesquisa de engajamento?

Após entender o conceito, é importante definir para que serve a pesquisa de engajamento. Além dessa ferramenta auxiliar os gestores de pessoas a monitorar o engajamento e a satisfação dos colaboradores, a pesquisa serve também para que as empresas:

  • definam suas forças e fraquezas;
  • conquistem a confiança dos funcionários;
  • comparem o desempenho de diferentes equipes;
  • promovam ações de desenvolvimento com base nos resultados das pesquisas;
  • criem insights para o futuro do empreendimento;
  • dentre outros pontos.

Por que é importante mensurar o engajamento dos colaboradores?

De acordo com a pesquisa de engajamento do Instituto Gallup, de 2020, colaboradores engajados vendem 18% mais, e são 14% mais produtivos, ao mesmo tempo que as empresas com bom índice de engajamento são 23% mais lucrativas.

Por esses e outros motivos, a pesquisa de engajamento é uma ferramenta que pode ser considerada um diferencial competitivo para os negócios, já que utilizando essa estratégia, as empresas conseguem criar um relacionamento mais transparente e objetivo com os colaboradores.

Além disso, alguns benefícios dessa estratégia merecem ser destacados. Confira a seguir!

Descobrir os pontos fracos da empresa

A grande vantagem da pesquisa de engajamento é que ela aponta tanto os pontos fortes do negócio, como seus pontos fracos, e isso garante que os empreendimentos tenham direcionamento para aplicar mudanças em suas estruturas.

Dados de engajamento podem ser mensurados de maneira intensa, a partir da análise mensal, semanal, e até mesmo diária dos resultados dos colaboradores, e, dessa forma, as empresas conseguem se organizar e corrigir problemas rapidamente, criando soluções que melhorem o desempenho de seus funcionários.

Entender melhor seus funcionários

Pesquisas, de maneira geral, auxiliam as empresas a entender as experiências dos funcionários, sejam elas boas ou ruins, e quando os negócios focam essas pesquisas em engajamento, elas conseguem ter uma visão muito mais ampla do comportamento dos funcionários.

Ao utilizar pesquisas de engajamento de maneira estratégica, os negócios conseguem entender melhor seus colaboradores, já que os resultados apontam fatores comportamentais que afetam o desempenho dos trabalhadores.

Além disso, de maneira indireta, esse tipo de pesquisa acaba tornando os colaboradores mais participativos, e isso facilita que as empresas entendam os motivos de casos de desengajamento, turnover e turnoff.

Saber como engaja-los

Fazer uma pesquisa de satisfação interna, permite aos empreendimentos avaliarem quais são os fatores que ampliam o engajamento dos colaboradores. Isso permite que os profissionais de RH tenham ferramentas adequadas para ampliar os pontos positivos da cultura interna dos negócios.

Manutenção do clima organizacional

imagem de duas mulheres e um homem olhando para folhas de papel em uma mesa

Empresas que fazem pesquisas de engajamento com constância, acabam tornando essa estratégia uma ferramenta útil no desenvolvimento de melhorias em equipes, por isso, esse método é muito utilizado por gestores, na hora de criar um clima organizacional mais agradável nas empresas.

Pesquisa de engajamento: passo a passo

Pesquisas de engajamento podem ser realizadas tanto em empresas que atuam presencialmente, quanto em negócios que seguem rotinas home office ou de teletrabalho, sendo essa uma ferramenta excelente para manter o engajamento e a satisfação dos colaboradores.

Confira a seguir quais os principais passos para você conseguir implementar essa estratégia em seu negócio, e garantir que seus funcionários desempenhem suas atividades de maneira satisfatória.

Defina prazos e metas

O primeiro passo para que uma pesquisa de engajamento seja realizada de forma bem sucedida, é investindo algum tempo determinando qual a finalidade da mensuração, em quanto tempo as informações serão colhidas, e quais serão os resultados esperados desta pesquisa.

Esse planejamento é essencial para que a empresa consiga definir uma linha entre o ambiente corporativo a partir da pesquisa de engajamento, e o ambiente que os gestores esperam alcançar depois das mudanças motivadas pelo resultado da pesquisa.

Inclua a liderança dos setores na pesquisa

Uma pesquisa de satisfação interna deve envolver não só o RH e os colaboradores, mas também os líderes que direcionam as equipes participantes, isso porque, os líderes auxiliam o RH com o direcionamento da pesquisa de engajamento, já que são eles quem mais convivem com os funcionários da empresa.

Ao envolver as lideranças nesse tipo de estratégia, os negócios conseguem receber respostas mais honestas dos trabalhadores, e também aplicar os resultados da pesquisa com mais eficiência.

Prepare as perguntas de acordo com o objetivo a ser alcançado

Por mais que existam muitos métodos prontos de pesquisas de engajamento, é fundamental que as empresas saibam que esse tipo de pesquisa deve considerar as particularidades de cada clima organizacional.

Os negócios devem avaliar quais os pontos mais importantes de serem avaliados em suas equipes, podendo abordar:

  • pontos positivos e negativos da empresa;
  • opiniões sobre o ambiente de trabalho;
  • questionários sobre a satisfação dos funcionários;
  • possíveis mudanças na estrutura da cultura da empresa;
  • grau de satisfação com as lideranças;
  • dentre tantos outros pontos que podem ser avaliados.

Estabeleça uma frequência

Pesquisas contínuas de engajamento podem ser uma solução eficiente para empresas que gostam de avaliar o desempenho de seus colaboradores de perto, mas, é importante dizer, que não existe uma regra de tempo exato para a realização de pesquisas.

Ainda assim, é interessante avaliar que um empreendimento que apresenta muitos problemas de turnover e turnoff, deve investir em pesquisas de engajamento com um intervalo menor, já que a utilização dessa estratégia pode ser uma maneira de reduzir questões de comunicação e satisfação dos funcionários.

No que o RH deve prestar atenção na hora de fazer a pesquisa de engajamento?

Além de todos os pontos que já mencionamos anteriormente, é importante que o RH saiba definir bem em quais assuntos corporativos as pesquisas de engajamento devem estar focadas, pois, assim a empresa garante que as informações tratadas na pesquisa estejam alinhadas com as necessidades do negócio.

Por isso, alguns pontos devem ser observados com mais atenção, dentre eles:

Se a pesquisa está direcionada para atingir os objetivos traçados

O foco é necessário em todas as estratégias de uma empresa, e, com pesquisas de engajamento isso não seria diferente. Portanto, é necessário que o RH saiba exatamente quais os pontos de satisfação devem ser mensurados, para que a elaboração da entrevista seja realizada com precisão e direcionamento.

Se as perguntas são claras e objetivas

As pesquisas de engajamento sempre foram muito utilizadas como método de avaliação de resultados, e essa estratégia tem sido aplicada nos negócios de maneira ainda mais intensa, a fim de manter um engajamento contínuo nas empresas.

Com isso, é importante que os negócios saibam apontar temas para suas entrevistas, dessa forma os resultados serão muito mais objetivos e claros, focados em mudanças eficientes para o desempenho das equipes de trabalho. 

Se certificar que as entrevistas com os funcionários não seja longa

imagem de uma pessoa sentada escrevendo em uma folha

Pesquisas de engajamento não precisam ser longas ou difíceis de serem respondidas, principalmente se essa for uma prática contínua do negócio.

É fundamental que a empresa determine entrevistas com cinco a 10 perguntas, que sejam direcionadas e específicas, e que quando respondidas, auxiliem o negócio a adaptar soluções rápidas, que melhorem o engajamento e a satisfação dos colaboradores.

Conclusão

A pesquisa de engajamento é uma ferramenta estratégica de monitoramento das qualidades e defeitos do clima organizacional das empresas, e, por meio dessa metodologia, muitas empresas melhoram seus ambientes de trabalho.

Usando essa ferramenta, os profissionais de RH conseguem monitorar os funcionários de um negócio, e com os resultados das pesquisas, muitas mudanças podem ser adaptadas às necessidades dos profissionais, facilitando o descobrimento de fraquezas da empresa, e com isso reduzindo índices de turnover e turnoff.

Gostou de aprender um pouco mais sobre pesquisa de engajamento e satisfação? Que tal ficar por dentro de outros assuntos relacionados a RH assinando nossa newsletter

gestao de jornada e redução de custos
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima