Ponto eletrônico móvel é a nova aposta para condomínios

pontotel condomínios

O ponto móvel é uma solução inteligente para a gestão de jornadas em condomínios.

Zelador, porteiro vigia, faxineiro, jardineiro: esses são alguns dos profissionais que trabalham diariamente em condomínios. Com o entra e sai de moradores e equipes de entrega fica difícil controlar o horário de entrada e saída de cada colaborador, não é mesmo?

É comum a prática de contratar administradoras ou escritórios de contabilidade para gerenciar os processos administrativos e jurídicos de condomínios. Essas empresas ocupam um papel estratégico importante dentro dos condomínios. Isso porque elas são responsáveis pela contratação de funcionários, treinamento, controle de frequência, férias e folha de pagamento.

Um dos desafios diários para as administradoras de condomínio é o controle de ponto dos colaboradores. Gerenciar a jornada de trabalho a distância é uma tarefa que requer muito cuidado, uma vez que o funcionário presta o serviço longe da empresa que administra.

Dependente das informações registradas de forma manual por meio de cartão de ponto ou livros de registro podem trazer alguns riscos para o condomínio. Afinal esse os pontos manuais ou mecânicos possibilitam fraudes e alterações nos horários registrados.

Com o avanço da tecnologia empresas como o PontoTel criaram sistemas modernos a fim de solucionar o problema das empresas que possuem colaboradores que trabalham externo. “Identificamos a necessidade que o mercado apresentava em relação à gestão de pessoal.  Criamos um sistema de ponto móvel que facilita a administração do controle de frequência de empresas que possuem funcionários que trabalham in loco, ou fazem serviço externo”, comenta Pedro Pimenta, diretor da PontoTel.

Pontos móveis ou ponto alternativo são sistemas que permitem a marcação de ponto por meio de celular tablet ou computador. De uma forma simples, rápida e segura, esses sistemas estão auxiliando muitas empresas terceirizadas e administradoras de condomínios na administração completa da jornada de trabalho dos funcionários.

Quais as vantagens desses sistemas?

Os sistemas de ponto móvel possibilitaram a gestão de jornadas de uma forma simples e rápida, por meio de aplicativos. Dessa forma os funcionários registram o horário de entrada, saída e pausa para almoço onde quer que estejam, sem a obrigatoriedade de ir até um local físico para o registro.

Todas as informações registradas no sistema são enviadas em tempo real para o gestor. Ou seja, as informações como atrasos, faltas ou horas extras ficam disponíveis para acesso imediato. Dessa forma esses sistemas estão auxiliando na administração dos funcionários que trabalham fora do local sede da empresa.

Muitos condomínios relatam já terem sofrido ações trabalhistas por não terem sistemas de ponto eletrônico seguro. Sistemas como PontoTel estão solucionando esse problema. As medidas de seguranças foram criadas para resolver os problemas de fraudes e alterações de informações. “Com 5 medidas de segurança (foto, voz, senha, GPS e bina) o  sistema garante a veracidade das informações eliminando o risco de fraudes”, relata Pedro.

O que diz a legislação para esse tipo de sistema?

Não existe uma lei específica para o ponto eletrônico em condomínios. Entretanto para englobar todos os novos modelos de trabalho, o Ministério do Trabalho sancionou em 2011 a portaria 373.

Essa portaria visa regulamentar a adoção de controle de ponto alternativos nas empresa. Essa medida foi criada para auxiliar as empresas, visto que as mudanças nas relações de trabalho implicaram na necessidade da ampliação de novas possibilidades para o controle da jornada.

Os sistemas de ponto eletrônico como os REPs auxiliavam muitas empresas no controle e administração da jornada de trabalho. Entretanto são equipamentos caros e sem muita flexibilidade de usabilidade. Por esse motivo os pontos alternativos são as melhores soluções para os condôminos gerenciarem a jornada de trabalho dos funcionários.

Por Cheron Moura

cadastro

Cometários