Entenda o que é, quem pode realizar e quais os benefícios da controladoria nas empresas
BLOG
Time Pontotel 29 de novembro de 2023 Departamento Pessoal
Entenda o que é, quem pode realizar e quais os benefícios da controladoria nas empresas
A controladoria é um departamento que se concentra na análise e interpretação dos resultados da empresa para auxiliar na tomada de decisões.
Imagem de Entenda o que é, quem pode realizar e quais os benefícios da controladoria nas empresas

Grandes, médias e até pequenas empresas contam com um conjunto de departamentos para executar tarefas ligadas à análise financeira, à contabilidade e às questões fiscais. No entanto, em muitos casos, a figura da controladoria é negligenciada, e a importância da controladoria nas empresas passa despercebida.

A ausência de uma controladoria não é, necessariamente, um problema na estrutura organizacional, mas as empresas podem estar deixando de lado todas as vantagens de ter um departamento dedicado a trabalhar a sua visão estratégica.

Para ajudar lideranças empresariais a montar ou aprimorar um departamento de controladoria, este artigo traz informações sobre o que é esse setor, como funciona e os benefícios que ele pode proporcionar. Confira, na lista abaixo, os principais pontos que o artigo discutirá para demonstrar qual é o papel da controladoria nas empresas:

Continue e aprenda mais sobre a controladoria nas empresas!

O que é controladoria?

A controladoria é uma área da gestão empresarial que se concentra em analisar e interpretar informações financeiras para auxiliar na tomada de decisões estratégicas. É um setor parecido com a contabilidade, mas não desempenha a mesma função.

Enquanto a contabilidade de uma empresa se concentra principalmente na coleta, registro e apresentação de informações financeiras, como balanços patrimoniais, demonstrações de resultados e fluxos de caixa, a controladoria vai além dessas funções. Ela reconhece que os recursos utilizados pela empresa devem ter um propósito maior: a criação de valor.

A controladoria concentra-se em fornecer informações que auxiliem os gestores a compreender não apenas o panorama financeiro da empresa, mas também a razão por trás desses números e como eles impactam a criação de valor para clientes e acionistas.

Os profissionais do setor podem atuar como um intermediário entre a contabilidade e a alta administração, traduzindo dados financeiros em informações relevantes para uma tomada de decisões estratégicas.

Em resumo, é possível dizer que a controladoria é como o cérebro financeiro de uma empresa. Ela não apenas cuida dos números, mas ajuda a organização a se tornar mais eficiente e a criar valor para todos, clientes e investidores.

Como funciona a controladoria nas empresas?

A função da controladoria é versátil, pois não há um consenso rígido sobre a posição do setor na hierarquia interna de uma empresa. Isso significa que a sua atuação pode se desdobrar de várias maneiras, dependendo da estrutura de cada organização. 

A controladoria pode, por exemplo, assumir o papel de apoio estratégico à presidência da empresa. Nesse modelo, ela está hierarquicamente acima dos setores financeiro, comercial e administrativo, e atua como um braço direito da alta administração para fornecer informações valiosas na tomada de decisões.

Outra abordagem é a da controladoria com a mesma importância que os setores administrativos, financeiros e comerciais. Nesse caso, a controladoria desempenha um papel central na coordenação e integração de atividades empresariais. 

Em outras palavras, ela se responsabiliza por garantir que todos os departamentos tomem decisões orçamentárias responsáveis e estejam alinhados com as políticas e metas estabelecidas, atuando como uma força motriz para a eficácia organizacional.

Por fim, o modelo mais comum é aquele no qual a controladoria é subordinada à área financeira da empresa. Nessa configuração, a ênfase recai mais sobre questões financeiras e contábeis. A controladoria passa a estar principalmente envolvida em atividades como orçamento, análise de custos, controle de despesas e elaboração de relatórios.

Independentemente do modelo adotado, a controladoria está se tornando uma área crucial para a maneira como as empresas lidam com informações contábeis e financeiras.

Para que serve a controladoria nas empresas?

As empresas bem-sucedidas percebem que a controladoria serve para maximizar sua criação de valor, ou seja, assegurar que seus lucros superem os custos de financiamento, seja dos recursos de terceiros (investidores) ou do capital próprio da organização.

Nesse sentido, uma das funções da controladoria é a capacidade de resumir as margens de lucro projetadas para um determinado período, de modo a garantir que o plano de ação da empresa ocorra conforme o previsto. Isso permite à empresa ter uma visão clara de sua rentabilidade potencial, bem como identificar áreas que podem ser aprimoradas.

Se as margens de lucro projetadas não estiverem alinhadas com as metas estabelecidas, os profissionais da controladoria podem sugerir ajustes e melhorias para otimizar o desempenho financeiro.

A pesquisa realizada pelo Sebrae sobre a taxa de sobrevivência das empresas brasileiras em seus primeiros 5 anos de existência reforça a importância da controladoria. Ela destacou que a falta de planejamento é uma das principais razões para o fechamento de negócios.

Muitas empresas não definem metas claras de lucro ou não determinam o valor de vendas necessário para alcançar essas metas. A controladoria, portanto, desempenha um papel crucial em preencher essa lacuna.

Com acompanhamento e análise contínua de dados financeiros, a controladoria auxilia as empresas a definirem metas financeiras realistas e a desenvolverem estratégias para alcançá-las. É o que permite às empresas evitar as armadilhas da falta de planejamento, como apontado pela pesquisa do Sebrae, e caminhar em direção ao sucesso sustentável.

Quais os benefícios da controladoria nas empresas?

Homem apresentando para quatro pessoas sentadas

A controladoria geralmente reúne atividades que normalmente estão distribuídas por diversos setores, como planejamento, financeiro e contabilidade, sem necessariamente excluí-los da estrutura organizacional. A maior vantagem dessa integração é a oportunidade de compreender o ponto de vista estratégico de todos esses setores.

Isso significa que a empresa pode aproveitar a expertise de cada departamento e alinhá-la com os objetivos da organização. Continue para conhecer mais alguns dos benefícios da controladoria, considerando essa visão ampla e integrada do setor.

Melhora tomada de decisões

A controladoria atua como um braço direto dos gestores da empresa, fornecendo informações precisas e análises aprofundadas que orientam decisões estratégicas. No entanto, seu impacto não se limita à alta administração. 

A controladoria também pode colaborar com outros departamentos na tomada de decisões relacionadas a despesas e investimentos. Os controladores fornecem análises financeiras, considerando custos, projeções de retorno e riscos associados.

Fortalecimento do cumprimento regulatório

A controladoria também assegura que a empresa atenda a todas as obrigações contábeis, fiscais e regulatórias. Por exemplo, a legislação brasileira exige que as organizações preparem uma série de demonstrações financeiras e contábeis, como balanço patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), sob a pena de receber multas.

Os controladores podem garantir que todas as demonstrações tenham dados corretos e estejam alinhadas com o que diz a lei fiscal brasileira.

Aumento na eficiência operacional

Monitorando os recursos financeiros da empresa, a controladoria ajuda a identificar áreas de desperdício e ineficiência. Por exemplo, os controladores podem acabar percebendo que os custos de produção estão muito altos em relação às vendas. 

Esses profissionais podem sugerir ajustes nas operações internas, como a negociação de melhores acordos de suprimentos, para melhorar a eficiência operacional e reduzir custos.

Controladoria contábil e controladoria administrativa: entenda as diferenças

A controladoria nas empresas pode ser classificada em duas categorias: contábil e administrativa. Embora ambas desempenhem funções na gestão financeira, elas possuem diferenças em suas responsabilidades e seu foco de atuação.

A controladoria contábil tem uma função mais restrita ao controle financeiro. Seu papel primordial é fornecer relatórios precisos e confiáveis para fins internos e externos, como instituições financeiras que avaliam solicitações de crédito e investidores que buscam entender a saúde financeira da empresa.

Já a controladoria administrativa desempenha um papel mais abrangente. Ela atua como uma peça central na coleta e análise de informações de todos os setores. Seu foco principal é o planejamento orçamentário, reunindo dados de diferentes departamentos para criar uma visão sistêmica das operações da empresa.

Em ambas as controladorias, os profissionais fornecem suporte aos gestores para tomada de decisões, buscando o sucesso e a sustentabilidade financeira da empresa.

Quais funções o responsável pela controladoria nas empresas realiza?

Mulher utilizando calculadora

O controlador, também conhecido como “controller”, é o profissional responsável pela controladoria nas empresas. Ele fica encarregado de identificar, prever, mensurar e avaliar o impacto das forças internas e externas sobre os resultados de uma empresa. 

Vale ressaltar que a função do controlador pode variar dependendo da posição que a controladoria ocupa na hierarquia da empresa. No entanto, é possível identificar algumas das principais tarefas que a maioria desses profissionais realiza. Confira a seguir!

Consultoria econômica

O controlador é o consultor-chefe em questões financeiras. Ele fornece análises inteligentes e estratégicas, auxiliando os líderes a tomarem decisões acertadas. Isso inclui avaliar oportunidades de investimento, analisar custos e benefícios e aconselhar sobre como impulsionar o crescimento.

Proteção de ativos

Uma das funções primordiais do controlador é estabelecer e monitorar controles internos para proteger os ativos da empresa, como caixa e contas a receber. Os controladores ajudam a mitigar riscos, como fraudes internas e erros operacionais, implementando políticas e procedimentos de segurança.

Produção de relatórios

Assim como os contadores, o controlador também pode criar relatórios detalhados, como demonstrações financeiras, balanços patrimoniais, demonstrações de resultados e fluxos de caixa. Esses relatórios são ferramentas estratégicas que oferecem uma visão completa do desempenho da empresa.

Revisão de estratégias

Desempenhando um papel crítico na análise estratégica, fica a cargo do controlador as tarefas de revisar as estratégias de ação da empresa e compreender os fatores externos e internos que impactam os seus resultados financeiros.

Por exemplo, sem um profundo acompanhamento dos mercados e das forças de competitividade prevalecentes, não é possível explicar fatos como a perda de market-share, que podem resultar em perdas de receitas e lucratividade.

Da mesma forma, o controlador é capaz de distinguir se o declínio dos resultados se deve a uma perda de competitividade perante um concorrente mais habilidoso ou a fatores econômicos mais amplos, como uma recessão. Essa análise profunda e abrangente permite à alta administração ajustar as estratégias para maximizar o desempenho da empresa.

Conclusão

Embora a controladoria reúna atividades de vários setores da empresa, sua função não é necessariamente substituir esses departamentos. Na verdade, ela pode atuar como um elo que une diferentes perspectivas em torno de uma visão estratégica.

Vale ressaltar que a ausência de uma controladoria não representa necessariamente um problema para todas as empresas. Na realidade, a necessidade desse departamento pode variar conforme a estrutura de cada organização.

Quando bem estruturada e integrada à cultura corporativa, a controladoria pode se tornar um setor que traz melhorias na tomada de decisões, fortalecimento do cumprimento regulatório e aumento da eficiência operacional.

Para continuar explorando dicas e insights relacionados à gestão corporativa e à tecnologia para empresas, confira os conteúdos recentes do blog Pontotel.

próximos passos para realizar o controle de ponto com a pontotel
Compartilhe em suas redes!
Mais em Departamento Pessoal VER TUDO
INICIAR TOUR!