Entenda para que serve o Upskilling, como promover na empresa e qual a importância dessa estratégia!

imagem de uma mão apontando para pequenos blocos de madeira empilhados

A evolução de tecnologias e demandas do mercado tem exigido que empresas de diversos setores se adaptem com uma velocidade cada vez maior. É exatamente nesse cenário que surgiu a necessidade de implementação de estratégias do chamado upskilling.

O termo em inglês se refere a necessidade constante atualização dos profissionais e tem um significado parecido com outro conceito que também virou tendência: o reskilling, que diz respeito à requalificação profissional.

Mas você sabe por que esses termos estão sendo tão comentados?

Para entender a importância da implementação de estratégias de reskilling e upskilling na empresa, como implementá-las e qual o papel do setor de Recursos Humanos (RH) no meio de tudo isso, nos próximos tópicos vamos discutir os seguintes pontos:

Boa leitura!

banner conheça o aplicativo pontotel

Upskilling: conceito

O termo upskilling se tornou bem popular no mundo dos negócios e pode ser utilizado para se referir a duas situações diferentes. 

No nível macro, o termo é utilizado para indicar as profundas mudanças pela qual uma empresa deve passar em função da transformação digital. Por outro lado, no nível micro, esse mesmo termo indica o processo de aprimoramento de cada profissional. 

Nos dois casos, a raiz do problema é a mesma: somente empresas e profissionais que buscam melhorias, atualizações e qualificações em suas áreas de atuação serão capazes de sobreviver e crescer no mercado.

Nesse cenário, fica fácil perceber que o crescimento da empresa e do colaborador estão relacionados. Afinal, mesmo que a empresa se reestruture, caso o funcionário não desenvolva as habilidades necessárias para desempenhar suas funções, todos sairão perdendo.

Para entender melhor esse contexto, vamos te apresentar a definição desse termo.

O que é de fato o upskilling?

imagem de uma mulher sentada na frente do computador falando ao celular

Upskilling é um termo em inglês derivado de outro conceito importante: o upskill. Por isso, seu significado está relacionado à junção de duas palavras: skill, que significa ferramenta, habilidade, e o prefixo up que, nesse contexto, tem o sentido de melhoria e crescimento.

Em função disso, em português, o termo upskill se refere ao aprimoramento das habilidades e conhecimentos de um indivíduo, ou seja, seu processo de aprendizagem desses novos recursos. 

Sendo assim, upskilling indica o ato, a busca do profissional por atualização e novas informações, técnicas e habilidades dentro de sua área de atuação. 

Mas por que empresas e profissionais devem investir na aplicação desse conceito? 

Entenda abaixo:

Para que serve a estratégia de upskilling?

A necessidade de se manter atualizado e conhecer novas tendências e habilidades tem relação com as mudanças profundas que o mercado está sofrendo. E todas essas transformações são resultado de um processo simples, mas poderoso: o avanço da tecnologia.

A verdade é que o mundo tem passado por várias transformações digitais em função da criação de novas tecnologias, como Big Data e Inteligência Artificial (IA). Como consequência, o mundo corporativo teve que se adaptar.

Afinal, a dinâmica existente entre empresa e cliente, bem como a produção e consumo de bens e serviços mudou. 

Para atender essas demandas, as empresas tiveram que mudar suas operações e estratégias. Por sua vez, os profissionais precisam permanecer em constante aprendizado para conseguirem entregar o trabalho requisitado.

E, como as inovações tecnológicas e as mudanças do mercado estão ocorrendo cada vez mais rápido, essa busca por novos conhecimentos é cada vez mais valorizada e exigida.

Por isso, o profissional que investe em upskill consegue aumentar seu domínio sobre sua área de trabalho, melhorar a qualidade de suas contribuições, otimizar suas atividades e, por consequência, ganhar mais visibilidade na empresa.

Portanto, investir no desenvolvimento individual de cada funcionário é imprescindível não só para que ele alcance o sucesso profissional, mas também para que a empresa cresça no mercado.

Porém, a nível empresarial, o gestor ou empreendedor pode utilizar outro conceito importante para melhorar seus resultados: o reskilling. 

O que é reskilling?

O termo reskilling também é resultado da junção de duas palavras em inglês: skill, cujo significado explicamos anteriormente, e o prefixo re, que significa repetição. 

Em razão disso, em português, esse termo é utilizado para se referir a requalificação ou recapacitação de um profissional. 

Por isso, esse conceito geralmente é utilizado por pessoas que querem aumentar seu leque de serviços e competências profissionais, que desejam se tornar mais versáteis e que querem mudar ou ajustar a rota de sua carreira.

Portanto, apesar de serem termos parecidos em muitos aspectos, reskilling e upskilling são conceitos diferentes. Explicamos melhor as diferenças entre eles abaixo.

Quais as diferenças entre reskilling e upskilling?

Embora os dois termos sejam utilizados para se referir ao desenvolvimento profissional, eles se referem a diferentes tipos de aprimoramento. 

No caso do upskilling, o objetivo da atualização é permitir que o profissional se torne mais capaz dentro do seu próprio ramo de atuação. 

Dessa forma, esse profissional se torna mais competitivo, especializado e atraente para a empresa, que conta com um colaborador mais qualificado para exercer suas funções.

Em contrapartida, no caso do reskilling, o profissional aumenta suas chances de emprego, já que suas possibilidades de atuação aumentam. Ou seja, ele se prepara até mesmo para exercer funções que, até então, ele não conhecia ou não tinha domínio.

Por esse motivo, quando as empresas identificam que faltam profissionais com habilidades específicas para atender suas demandas, muitas optam pelo caminho do reskill

Assim, elas identificam os colaboradores que podem aprender e entregar o que precisam, investem na formação desse profissional e o conduzem para o setor/área em que faltam funcionários e serviços específicos. 

Portanto, o reskilling também é considerado uma estratégia eficaz para suprir as necessidades das empresas.

Qual a importância de promover essas duas estratégias?

O investimento nas duas estratégias é essencial para que uma empresa não só sobreviva no mercado, mas que também consiga crescer. 

Para se ter uma ideia do cenário que as empresas terão que enfrentar no futuro, de acordo com um estudo publicado pela Dell Technologies, realizado em parceria com o Institute for the Future (IFTF), a previsão é que cerca 85% das vagas de emprego que serão ofertadas em 2030 ainda não foram inventadas.

Nesse cenário, entra a importância de se investir no upskill dos colaboradores, especialmente daqueles que atuam em setores estratégicos. 

O problema é que encontrar profissionais com todas as habilidades que uma empresa precisa está cada vez mais difícil. 

Como a formação desses trabalhadores não consegue acompanhar o ritmo de mudanças do mercado, muitas empresas têm sofrido com a dificuldade em preencher certos cargos. E o pior é que esse quadro de falta de mão de obra qualificada pode durar meses ou anos, a depender da função pretendida.

Nesse contexto, uma solução viável é apostar no reskilling dos funcionários. Isso porque o investimento no treinamento de colaboradores que demonstram ter potencial para determinada função é muito mais barato do que deixar o cargo vazio, prejudicando o andamento de projetos.

Sendo assim, a empresa precisa saber como fazer esse investimento da forma correta. É sobre isso que vamos falar no próximo tópico.

Como aplicar o upskilling na empresa?

imagem de um grupo de pessoas sentado em uma mesa mexendo em computadores com um homem em pé falando

Para superar o desafio de encontrar profissionais e preencher os gaps de skills do mercado, a empresa precisa fazer um planejamento estratégico. Esse planejamento deve envolver tanto a diretoria e os gestores, quanto o setor de RH. 

Com a união dessas partes, devem ser desenvolvidas, ao menos, as 3 seguintes atividades:

  • Mapeamento das habilidades que precisam ser desenvolvidas: O inventário de todas as funções e habilidades necessárias para que a empresa alcance seus objetivos é fundamental para entender o que ainda precisa ser criado e desenvolvido;
  • Realização de programas de treinamento:. Com base no mapeamento citado anteriormente, a empresa conseguirá promover programas de desenvolvimento para seus colaboradores, considerando as necessidades e habilidades de cada setor e profissional. Assim, eles poderão suprir as necessidades da companhia;
  • Promoção de trocas de experiências: Levando em consideração que as empresas contam com profissionais de diferentes gerações e áreas trabalhando no mesmo local e até no mesmo setor, vale a pena investir em programas que incentivem a troca de experiência entre eles. Com isso, é possível estreitar a comunicação entre os colaboradores, incentivar a inovação e o bom funcionamento de equipes multidisciplinares e multigeracionais.

Quais os benefícios do upskilling?

Para reforçar a importância da realização do planejamento estratégico para aplicar o upskilling na empresa, vamos compartilhar os benefícios que essa prática pode proporcionar para a companhia e os colaboradores.

Para a empresa

Para exemplificar a importância da qualificação dos colaboradores, podemos citar a transformação da AT&T, multinacional do ramo de comunicações que se tornou um verdadeiro case de sucesso. 

De acordo com o artigo da Forbes, a empresa investiu cerca de US$ 250 milhões em programas de educação e desenvolvimento profissional, além de US$ 30 milhões em assistência por ano. O objetivo desse investimento foi incentivar o reskilling e upskilling de cerca de 140 mil colaboradores.

O investimento foi alto, mas o esforço valeu a pena. Com essas ações, a AT&T aumentou em 32% a sua receita.

Essa transformação é possível graças aos benefícios que o upskill é capaz de proporcionar. Ao todo, podemos citar 5 vantagens dessa estratégia.

  • Aumenta a produtividade dos funcionários: Os colaboradores não podem realizar tarefas que não dominam ou não entendem. Portanto, com a qualificação, eles conseguem aplicar seus conhecimentos, otimizar seu trabalho e aumentar sua produção;
  • Melhora o engajamento da equipe: O aprimoramento profissional ajuda os colaboradores a desenvolverem seus potenciais e transformarem seu conhecimento em novas oportunidades de trabalho e de ascensão dentro da empresa;
  • Contribui para a retenção de talentos: Ao perceber que a empresa investe no seu desenvolvimento, o profissional se sente valorizado. Por isso, ele se sente mais motivado a trabalhar e a crescer dentro dessa empresa que oferece oportunidades de crescimento profissional. Consequentemente, a empresa reduz os problemas de absenteísmo e turnover;
  • Melhora os serviços e o atendimento ao cliente: Funcionários motivados e engajados produzem mais e melhor. Por isso, eles tendem a mostrar mais disposição e criatividade para resolver os problemas e ajudar os clientes da empresa;
  • Permite o acompanhamento do mercado. Esse investimento permite que a empresa acompanhe a evolução do setor em que atua, aumentando sua área de atuação e o seu faturamento.

Para os colaboradores

Os profissionais que decidem investir no reskilling e upskilling também são beneficiados de várias formas. Confira abaixo 4 vantagens dessas práticas de aprendizado.

  • Autoconhecimento. Investir na própria carreira exige que o profissional desenvolva soft skills e inteligência emocional para buscar novos conhecimentos e aplicá-los na sua rotina de trabalho;
  • Valorização profissional. O desenvolvimento de novas habilidades torna o profissional mais valorizado e requisitado no mercado de trabalho, já que seu conhecimento contribui para o desenvolvimento da empresa;
  • Aumento da visibilidade dentro da empresa. Um funcionário que mostra interesse em crescer e habilidades para exercer novas tarefas e projetos é mais valorizado e procurado por gestores. Consequentemente, ele terá acesso a mais oportunidades dentro da empresa em que atua;
  • Crescimento da renda mensal. Profissionais mais qualificados e preparados para assumir vagas que demandam várias habilidades ou que estão ociosas há algum tempo, têm mais chances de obter contratos com salários e benefícios mais elevados.

Responsabilidades do RH na estratégia de Upskilling

imagem de duas mulheres e um homem conversando em pé segurando folhas

Apesar de não ser o único setor que deve se envolver na implementação do upskilling na empresa, o RH possui papel estratégico nesse trabalho. Afinal, nesse contexto, o RH é responsável pelas seguintes atividades:

  • Realização do levantamento das habilidades necessárias à empresa e que podem ser desenvolvidas pelos colaboradores;
  • Implementação de programas e treinamentos presenciais e online para o desenvolvimento de habilidades e competências dos funcionários;
  • Monitoramento dos resultados dos colaboradores à medida que os treinamentos são realizados, permitindo que, se necessário, sejam realizados ajustes estratégicos para que a empresa consiga alcançar seus objetivos. Nesse caso, vale a pena contar com o apoio de um software de gestão de pessoas.

Conclusão

Como mostramos ao longo do texto, a necessidade da aplicação de estratégias de reskilling e upskilling gera vários benefícios tanto para a empresa, quanto para colaboradores. 

Afinal, num mercado onde as mudanças ocorrem numa velocidade cada vez maior, somente o desenvolvimento em conjunto da companhia e dos funcionários permitirá que ambos sobrevivam e cresçam no mercado.

Por isso, o investimento em qualificação e capacitação das equipes é uma tendência que veio para ficar. 

Por esse motivo, profissionais do RH e gestores precisam atuar juntos de forma estratégica, permitindo que todas as peças-chaves necessárias para o desenvolvimento a curto, médio e longo prazo da empresa estejam, de fato, alinhadas.

Gostou do conteúdo? Acompanhe mais artigos sobre carreira, gestão de pessoas e RH no Blog da PontoTel!

otimize seu controle de ponto e ganhe tempo para sua gestão

Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima