Neuroliderança na prática: saiba como transformar os líderes com o apoio do RH
BLOG
Time Pontotel 16 de abril de 2024 Gestão de Pessoas
Neuroliderança na prática: saiba como transformar os líderes com o apoio do RH
Neuroliderança traz os princípios da neurociência para as práticas de liderança. Conheça a estratégia e potencialize seu time e sua empresa.
Imagem de Neuroliderança na prática: saiba como transformar os líderes com o apoio do RH

O papel das lideranças no ambiente corporativo tem se tornado cada vez mais desafiador. Neste cenário, a neuroliderança tem aparecido como uma solução para lidar com os novos desafios deste papel. O conceito, criado por David Rock, trabalha a união das técnicas de liderança com os conhecimentos da neurociência.

Nos últimos anos, exercitar novas técnicas de liderança tem se tornado uma prioridade para as empresas. A preocupação com o bem-estar da equipe e com a produtividade é um dos fatores que geram este movimento.

A neuroliderança desponta como uma técnica promissora, influenciando de maneira positiva o desempenho dos funcionários e das organizações. Esta prática se sustenta do conhecimento e da aplicação de princípios que consideram o funcionamento do cérebro humano. 

A seguir, serão apresentadas informações e características da neuroliderança, além da sua definição e dos princípios básicos que norteiam a sua aplicação. Aqui, serão desenvolvidos os seguintes tópicos:

Tenha uma excelente leitura!

O que é neuroliderança?

grupo de pessoas em uma reunião

A neuroliderança é uma técnica fundamentada na integração de duas áreas, a liderança corporativa e a neurociência. Esta prática visa capacitar e desenvolver pessoas para cargos de liderança. 

Esta técnica parte de princípios da neurocomunicação e da neurolinguística, aliados aos conhecimentos sobre posições de liderança, tendo como base que um líder é aquela pessoa capaz de compreender o comportamento humano e, a partir desta compreensão, influenciar comportamentos. 

Desenvolver a neuroliderança demanda que algumas habilidades específicas sejam desenvolvidas. Entre elas, está a liderança, uma soft skill muito requisitada. Ela deve ser incentivada e desenvolvida nos colaboradores que fazem parte de uma linha sucessória e nos que almejam assumir posições de liderança.

Usar as técnicas adequadas e seguir os princípios da neuroliderança influencia de maneira positiva o desempenho e a motivação dos colaboradores. A prática visa, com o uso de conhecimentos científicos sobre o comportamento humano, desenvolver bons líderes.

A seguir, serão apresentados os princípios norteadores para o desenvolvimento de pessoas aptas a ocupar cargos de liderança. Este é um caminho para desenvolver líderes que se tornem uma influência positiva para todos os colaboradores. 

Quais são os principais princípios da neuroliderança?

Entre os principais princípios que norteiam a neuroliderança, estão: inteligência e controle emocional, capacidade de tomar decisões assertivas, comunicação eficaz e habilidade de influenciar. Estes quatro aspectos orientam líderes e são a base para a mensuração do exercício de uma boa liderança. 

Estes fundamentos foram desenvolvidos considerando alguns princípios do funcionamento da mente humana. Os líderes que desenvolvem e dominam estes princípios conseguem entender melhor a si e aos outros. Como resultado, as equipes se tornam mais seguras e engajadas, refletindo diretamente no desempenho organizacional. 

A aplicação dos princípios da neuroliderança, além de melhorar o desempenho, melhora o clima organizacional, fortalece a cultura e motiva os colaboradores. Conheça, nos tópicos a seguir, os 4 princípios da neuroliderança, e entenda como eles podem ser aplicados na sua organização.

Inteligência e controle emocional 

Quem ocupa o papel de líder deve saber dominar as emoções, e este é um princípio fundamental. A neuroliderança reconhece a importância da inteligência e do controle emocional e reforça a importância de desenvolver estas habilidades. Líderes com inteligência emocional mais desenvolvida são capazes de gerenciar não apenas as suas emoções, mas também as emoções da sua equipe e de outras pessoas. 

Ao contrário do que possa parecer, a gestão de emoções tem pouco a ver com tratar as questões da equipe com frieza e distância. Bons líderes fazem a gestão de emoções de forma construtiva. Esta é uma habilidade extremamente importante para promover um ambiente de trabalho harmonioso e produtivo. 

Tomada de decisões baseadas em insights 

Ser uma boa liderança é também ser um bom observador. A habilidade de fazer uma leitura de cenários é fundamental para o processo de tomada de decisões

E a tomada de decisões baseada em insights é justamente sobre saber analisar cenários. O líder que aplica a neuroliderança pode recolher as informações necessárias para a tomada de decisão por meio da observação. 

Esta abordagem permite que os líderes antecipem tendências, identifiquem oportunidades e tomem decisões alinhadas com os objetivos organizacionais.

Ênfase na comunicação clara e eficaz

A boa comunicação é clara e eficaz. Esta habilidade é cada vez mais solicitada em processos seletivos e deve ser incorporada à formação de líderes. Na neuroliderança, há uma ênfase na importância de transmitir mensagens de forma clara, utilizando linguagem acessível e empática

No ambiente corporativo, a comunicação deve ser utilizada como uma ferramenta para facilitar a compreensão, bem como aproximar e conectar os colaboradores. 

Influência nos colaboradores

Compreender os mecanismos que influenciam o comportamento humano é uma das habilidades da neuroliderança. O líder deve ser a pessoa capaz de desenvolver estratégias que mantenham os colaboradores motivados e produtivos. 

Para tanto, é preciso ter atenção às necessidades coletivas e individuais, e observar as necessidades e os anseios de cada membro do time. O líder que aplica os princípios da neuroliderança, com o tempo, torna-se referência para sua equipe. E esta certamente é uma poderosa ferramenta de influência nas empresas.

Como a neuroliderança impacta o desempenho organizacional?

grupo de pessoas em uma reunião

A neuroliderança apresenta ferramentas capazes de tornar o ambiente de trabalho um lugar mais harmonioso e colaborativo. Sua prática, por exemplo, estimula a inovação e a colaboração, princípios que devem fazer parte da cultura organizacional.

Os princípios da neuroliderança também geram aumento do engajamento, tanto de líderes, como de liderados. Estes princípios são capazes de melhorar o desempenho de praticamente qualquer corporação. 

Veja, nos tópicos que seguem, como a neuroliderança pode impactar positivamente os negócios. 

Influência positiva na atmosfera da empresa

Os líderes que adotam uma abordagem baseada na neuroliderança colaboram para a melhoria da atmosfera do ambiente de trabalho. As práticas da neuroliderança promovem valorização e motivação, tornando os colaboradores mais engajados com os objetivos organizacionais

Fomento à inovação e à resolução colaborativa de problemas

Inovação e colaboração são fundamentais em uma empresa contemporânea, sendo práticas estimuladas pela neuroliderança. Os líderes devem motivar seus funcionários para que eles se engajem na busca de soluções novas e colaborem entre si nesta busca. 

Maior engajamento dos colaboradores

Líderes que aplicam os princípios da neuroliderança fomentam um ambiente de trabalho com pessoas mais engajadas. Este estilo de liderança aprimora o senso de propósito, a autonomia e a responsabilidade, tanto individual, quanto coletiva.

Como o RH pode ajudar no desenvolvimento de líderes com foco na neuroliderança?

As abordagens do RH devem ser múltiplas: a neuroliderança pode ser desenvolvida nos programas de treinamento e desenvolvimento, por meio de mentorias e coachings e até mesmo no processo de recrutamento e seleção. 

O papel do departamento de Recursos Humanos é fundamental para o desenvolvimento de líderes com foco na neuroliderança. Cada caso deve ser avaliado e a abordagem deve ser ajustada. É preciso considerar, por exemplo, o engajamento e a vontade do líder em desenvolver as habilidades de neuroliderança. 

Outro ponto a ser considerado, principalmente no recrutamento e seleção, é a urgência e importância da posição de liderança que está aberta. 

Treinamento e desenvolvimento

O RH pode oferecer para os líderes, e para os liderados com interesse em ocupar cargos de liderança, programas de treinamento e desenvolvimento. Estes programas devem ser elaborados com foco nas competências de liderança da neuroliderança. Esta é uma das maneiras de fornecer informações sobre as habilidades e ferramentas necessárias para o exercício de uma liderança eficaz.

Mentoria e coaching com foco na neuroliderança

Por meio de programas de mentoria e coaching, o RH pode potencializar a formação de seus líderes. Estas são orientações e acompanhamentos individualizados e devem ser adequadas às necessidades da organização e do líder. 

Integração de testes de neuroliderança nos processos de admissão

No processo de recrutamento e seleção para as posições de liderança, o RH pode integrar testes das habilidades de neuroliderança. Estes possibilitam identificar as características e competências necessárias para o exercício de uma liderança baseada na compreensão do comportamento humano.

Conclusão

A neuroliderança se apresenta como uma abordagem inovadora na gestão de pessoas. Sua implementação no ambiente corporativo representa um avanço na busca das empresas por líderes mais preparados para os desafios atuais.

Esta abordagem, ao combinar técnicas de liderança com conhecimentos da neurociência, oferece uma abordagem inovadora para os desafios enfrentados pelos líderes.

A prática da neuroliderança é capaz de influenciar positivamente o desempenho organizacional. Esta abordagem valoriza a importância de líderes observarem e aprenderem com o comportamento humano.

Por meio do desenvolvimento de líderes com foco em neuroliderança, as empresas podem criar ambientes de trabalho mais produtivos, colaborativos e inspiradores, contribuindo para o alcance dos objetivos organizacionais a longo prazo. 

Trata-se de um posicionamento estratégico para empresas, que garante equipes aptas a enfrentar os desafios atuais e futuros do mercado, garantindo crescimento e sucesso.

Para aprender mais sobre o tema liderança, leia outros artigos no blog Pontotel.

Compartilhe em suas redes!
Mais em Gestão de Pessoas VER TUDO
INICIAR TOUR!