Controle de ponto Touchless: O que é, como funciona e suas vantagens!

imagem de uma mulher segurando o celular na frente do rosto

Em função da pandemia de COVID-19, o distanciamento social e o não compartilhamento de objetos passou a ser uma exigência na rotina das pessoas. Até por isso, nas empresas o chamado controle de ponto touchless ganhou muita força nesse período. 

Nesse tipo de tecnologia, os funcionários não precisam tocar no equipamento de ponto para realizar o registro de sua jornada de trabalho, tudo pode ser feito virtualmente, sem contato físico ou aglomerações. 

Dois modelos se destacam no controle de ponto touchless: reconhecimento facial e por voz. 

Um estudo da Juniper Research revelou que o mercado que se utiliza de tecnologias com foco em reconhecimento facial deve crescer 120% até 2025, com mais de 1 bilhão de pessoas usando esse tipo de recurso em diversos processos. 

O reconhecimento e comando de voz não fica para trás e deve ter mais de 700 milhões de pessoas utilizando a tecnologia até 2025, conforme dados do mesmo estudo. A pergunta que fica é: diante da ascensão dessas tecnologias, como as empresas podem ser impactadas? 

Este artigo vai tentar responder a essa questão e irá tratar sobre uma das principais soluções tecnológicas neste sentido, controle de ponto touchless. Você vai saber: 

Boa leitura.   

O que é a tecnologia touchless?

imagem de um celular aproximando em uma máquina de compra

A palavra touchless, em português, significa “sem toque”. Essa tecnologia, como o próprio nome indica, consiste numa evolução tecnológica de processos diversos, por meio de soluções que não necessitam do contato do usuário para serem executadas. 

Um bom exemplo da tecnologia touchless são os assistentes virtuais por voz, como Google Home e Alexa, pagamentos por NFC, wearables ou por QR Code, além do controle de ponto touchless.   

De onde vem esse conceito?

Estima-se que as tecnologias sem contato, touchless, tenham surgido na década de 80, quando eram utilizadas principalmente como uma medida de segurança no campo da higiene pessoal. 

Ela passou a ser usada comumente em banheiros públicos com as torneiras que passaram a ser acionadas por sensores de movimento, sem a necessidade do contato físico das pessoas com o objeto.  

Ao longo dos anos, esse mesmo modelo touchless passou a ser de uso de diversos equipamentos, de soluções de pagamento a sistemas de registro de ponto.

Toda tecnologia sem contato pode ser considerada touchless?

Sim! Desde que a tecnologia seja 100% sem contato ela se encaixa no modelo chamado touchless. Ou seja, nesse modelo tecnológico não pode haver o contato físico do usuário com o equipamento, ele deve ser feito de outra forma, como por reconhecimento facial ou de voz

Dados da tecnologia touchless no mercado

As tecnologias touchless vêm ganhando força ao longo dos anos. 

Não à toa esse mercado, antes mesmo da pandemia, já tinha ultrapassado os US$ 3 bilhões em faturamento no ano de 2019. A tendência inclusive, segundo estudo da Global Market Insights, é que o mercado cresça mais de 18% até 2026. 

Aliás, de acordo com uma pesquisa da FEBRABAN com a Deloitte para 35% das empresas, as tecnologias que se utilizam de reconhecimento facial passaram a ser um investimento prioritário nos últimos anos.  

Um estudo realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Segurança Eletrônica (Abese) mostrou que no Brasil houve um aumento de 12,3% no uso de tecnologia de reconhecimento facial em meio a pandemia. 

O que significa controle de ponto touchless?

imagem de um homem falando no telefone próximo à boca

O controle de ponto touchless segue a premissa do “sem contato”, ou seja, o colaborador pode registrar sua entrada ou saída sem precisar tocar no equipamento. 

Inclusive, esse modelo de registro oferece maior segurança aos colaboradores, principalmente em tempos de pandemia. 

No controle de ponto touchless o registro pode ser feito por meio de reconhecimento de face online ou por voz e de forma virtual, via PC, tablet ou celular. 

Evitando, por exemplo, aglomerações de funcionários ou compartilhamento de objetos, no caso do relógio de ponto, com funcionários distintos. Dessa forma, os colaboradores conseguem realizar o registro de ponto de forma mais rápida e fácil.

Como funciona?

O controle de ponto touchless funciona de duas formas, por reconhecimento facial ou por comando de voz. Ambos evitam que o empregado tenha contato direto com o equipamento que registrará sua jornada de trabalho. 

No sistema PontoTel, por exemplo, para iniciar o processo de batimento de ponto touchless, o colaborador precisa apontar a sua etiqueta QR Code para o sistema, que faz a leitura de seu código e inicia o seu processo de marcação de ponto. 

Mas isso não exclui a tecnologia touchless?

Não, como vimos, touchless significa “sem contato” e neste modelo o colaborador realiza a sua marcação sem tocar no equipamento. 

Além disso, pensando na melhor forma de proporcionar essa tecnologia, sem que o equipamento o tempo inteiro esperando por uma leitura, o PontoTel desenvolveu o modelo por QR Code. 

Para entender melhor, imagine um ambiente com diversas pessoas e uma câmera aberta esperando um rosto para ser reconhecido, qualquer sombra que passasse faria com que o sistema acionasse sem precisão, o mesmo aconteceria se o ponto fosse acionado por reconhecimento de voz, em ambientes muito barulhentos o processo de ponto poderia ser mais complicado.

Mas, no PontoTel isso não acontece graças ao QR Code, neste modelo o sistema fica inativo e só acionará o registro quando o funcionário der o comando. O que também facilita o processo de marcação, já que pelo QR Code é possível identificar o funcionário e recuperar as suas informações para bater o ponto de forma instantânea.  

Após isso, para garantir a segurança e a certeza de que o ponto está sendo marcado pela pessoa correta, o sistema tem duas opções,  confira os detalhes desse funcionamento abaixo. 

Reconhecimento facial 

Assim como muitos celulares atualmente, que possuem a tecnologia de reconhecimento facial, no controle de jornada o processo é semelhante. O equipamento faz a captação do rosto, da estrutura facial do colaborador, e o sistema “guarda” essa face.

Posteriormente, toda vez que o colaborador se dirigir até o equipamento para registrar sua jornada, o sistema já fará a identificação facial e a validação facial do rosto registrado. 

De acordo com um estudo do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia, a precisão do sistema de reconhecimento facial é de 99,8%.

Reconhecimento de voz

Já o controle de ponto touchless por reconhecimento de voz segue um processo parecido e que leva em conta algumas características próprias do indivíduo, baseando-se nas cordas vocais do usuário, sotaques e também entonações. 

Seguindo as orientações do sistema, o colaborador repetirá algumas palavras e será feito o registro da voz de cada colaborador, e as informações serão armazenadas no sistema. 

Assim, quando ele for realizar o registro do ponto, o sistema identificará a voz cadastrada e realizará a marcação de forma prática e rápida. 

Ele é previsto pela legislação?

Segundo o artigo 74 da CLT, empresas que possuem mais de 20 funcionários obrigatoriamente precisam realizar o registo de seus empregados. 

Art. 74. O horário de trabalho será anotado em registro de empregados. (Redação dada pela Lei nº 13.874, de 2019)

§ 2º Para os estabelecimentos com mais de 20 (vinte) trabalhadores será obrigatória a anotação da hora de entrada e de saída, em registro manual, mecânico ou eletrônico, conforme instruções expedidas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, permitida a pré-assinalação do período de repouso. (Redação dada pela Lei nº 13.874, de 2019)”

Quando se trata do modelo de registo, a base para se usar uma tecnologia touchless é o previsto nas portarias 373 e 1510. 

Portaria 373

A portaria 373 de 2011 diz em seus artigos 1 e 2, que as empresas podem adotar os sistemas de ponto alternativos para controlar a jornada. 

Art. 1º – Os empregadores poderão adotar sistemas alternativos de controle da jornada de trabalho, desde que autorizados por Convenção ou Acordo Coletivo de Trabalho.

§ 1º – O uso da faculdade prevista no caput implica a presunção de cumprimento integral pelo empregado da jornada de trabalho contratual, convencionada ou acordada vigente no estabelecimento.

§ 2º – Deverá ser disponibilizada ao empregado, até o momento do pagamento da remuneração referente ao período em que está sendo aferida a freqüência, a informação sobre qualquer ocorrência que ocasione alteração de sua remuneração em virtude da adoção de sistema alternativo.

Art. 2º – Os empregadores poderão adotar sistemas alternativos eletrônicos de controle de jornada de trabalho, mediante autorização em Acordo Coletivo de Trabalho.

Mais a frente no artigo 3, são estipuladas algumas regras para o uso desses sistemas alternativos eletrônicos na rotina das empresas. 

Art. 3º – Os sistemas alternativos eletrônicos não devem admitir:

I – restrições à marcação do ponto;

II – marcação automática do ponto;

III – exigência de autorização prévia para marcação de sobrejornada; e

IV – a alteração ou eliminação dos dados registrados pelo empregado;

Portaria 510

A regulamentação dos sistemas alternativos eletrônicos também pode ser vista na portaria 1510 de 2009, que detalha as principais obrigações a cumprir por parte dos empregadores ao adotarem esse registro de jornada. 

Logo no artigo 2, a portaria discute os fins legais desse sistema. 

Art. 2º O SREP deve registrar fielmente as marcações efetuadas, não sendo permitida qualquer ação que desvirtue os fins legais a que se destina, tais como:

I – restrições de horário à marcação do ponto;

II – marcação automática do ponto, utilizando-se horários predeterminados ou o horário contratual;

III – exigência, por parte do sistema, de autorização prévia para marcação de sobrejornada; e

IV – existência de qualquer dispositivo que permita a alteração dos dados registrados pelo empregado.

Já no artigo 4 são descritas as principais regras no uso do Registro de Ponto Eletrônico (REP)

Art. 4º O REP deverá apresentar os seguintes requisitos:

I – relógio interno de tempo real com precisão mínima de um minuto por ano com capacidade de funcionamento ininterrupto por um período mínimo de mil quatrocentos e quarenta horas na ausência de energia elétrica de alimentação;

II – mostrador do relógio de tempo real contendo hora, minutos e segundos;

III – dispor de mecanismo impressor em bobina de papel, integrado e de uso exclusivo do equipamento, que permita impressões com durabilidade mínima de cinco anos;

IV – meio de armazenamento permanente, denominado Memória de Registro de Ponto – MRP, onde os dados armazenados não possam ser apagados ou alterados, direta ou indiretamente;

V – meio de armazenamento, denominado Memória de Trabalho – MT, onde ficarão armazenados os dados necessários à operação do REP;

VI – porta padrão USB externa, denominada Porta Fiscal, para pronta captura dos dados armazenados na MRP pelo Auditor- Fiscal do Trabalho;

VII – para a função de marcação de ponto, o REP não deverá depender de qualquer conexão com outro equipamento externo; e

VIII – a marcação de ponto ficará interrompida quando for feita qualquer operação que exija a comunicação do REP com qualquer outro equipamento, seja para carga ou leitura de dados.

Quais as vantagens da tecnologia touchless no controle de ponto?

O controle de ponto touchless traz inúmeras vantagens para a rotina da empresa e do colaborador. Isso porque proporciona maior segurança e praticidade tanto para que os funcionários registrem o ponto rapidamente como para o controle da empresa. 

Confira algumas das principais vantagens do controle de ponto touchless. 

Ponto sem encostar no equipamento

Uma das principais vantagens do controle de ponto touchless é a praticidade de registro sem encostar no equipamento, e em tempos de pandemia como o que vivemos atualmente, esse modelo garante a segurança física dos colaboradores. 

Isso porque o registro da jornada sem a necessidade do contato físico pode evitar a transmissão de doenças, como o novo coronavírus, por meio de objetos compartilhados. 

Batimento de ponto rápido

Outra vantagem importante no controle de ponto touchless está ligado a rapidez no registro da jornada de trabalho. 

Sem a necessidade do contato físico com o equipamento, o processo se torna mais rápido, evitando inclusive aglomerações nas entradas e saídas dos colaboradores. Afinal, muitos registros podem ser feitos pelo computador, tablet ou celular, de forma intuitiva e prática. 

Em tempos de pandemia, o distanciamento social reduz em até 87% as chances de se contrair o coronavírus, segundo o Social Distancing, Mask Use and the Transmission of SARS-CoV-2: A Population-Based Case-Control Study

Por isso, quanto mais rápido o batimento de ponto, menor a chance de aglomerações e maior a agilidade para que o colaborador registre a jornada e comece a executar suas tarefas.  

Custo reduzido

Normalmente a infraestrutura de um relógio de ponto é de alto custo para as empresas. Uma das vantagens de quem adere ao controle de ponto touchless é a economia em investimento nesse quesito, desde o ponto inicial a possíveis manutenções.

Com uma ferramenta digital as responsabilidades, seja de infraestrutura do sistema que irá gerir a jornada a manutenção em si, é da empresa contratada. 

Evitando que a contratante do serviço aloque diversos equipamentos na companhia, que aumentam o custo, já que o gasto será apenas com a ferramenta. 

Tecnologia avançada

Esse tipo de tecnologia é considerada extremamente avançada, tanto em relação ao armazenamento como na eficiência do funcionamento do sistema. 

No controle de ponto touchless os dados são armazenados em nuvem, o que permite um acesso facilitado das informações pela empresa. 

Além disso, essa tecnologia avançada agiliza e torna o processo mais eficiente no gerenciamento dos dados de jornada, tornando a rotina mais automatizada. 

Sem contar que o avanço tecnológico desse processo elimina possíveis problemas de segurança, como erros e fraudes em registros, localização e brechas na marcação de ponto.   

Maior mobilidade

A mobilidade é uma grande vantagem do controle de ponto touchless. 

Afinal, ela permite não só que os funcionários realizem o registro de sua jornada de onde estiverem, mas também oferece uma gama de equipamentos que podem ser utilizados para o registro – computador, tablet e celular. 

Essa mobilidade também pode ser vista na rotina gerencial da empresa, já que, os gestores podem acessar o aplicativo de qualquer lugar e em qualquer momento para monitorar e acompanhar em tempo real a jornada de seus colaboradores, de forma prática e rápida. 

Evita fraudes 

Diante da grande precisão do sistema de reconhecimento facial ou por voz, com alto índice de confiabilidade, a prevenção a fraudes é uma das grandes vantagens do controle de ponto touchless. 

Com seu uso a empresa garante a segurança na informação, para que o registro do ponto seja feito, de fato, pelo colaborador em questão. Além disso, evita também que alguma empresa tente fraudar qualquer dado numa possível ação trabalhista. 

Posto que, o armazenamento em nuvem e seus backups garantem uma segurança maior para que as informações não se percam. 

Acompanhamento em tempo real das informações

Outra facilidade do controle de ponto touchless é que nesse tipo de tecnologia a empresa acessa o sistema e pode gerenciar em tempo real todas as marcações dos colaboradores – entradas, saídas, faltas e atrasos.

O acesso a esses dados, em tempo real, permite inclusive que os gestores tomem decisões mais ágeis e estratégicas em relação aos colaboradores e a rotina de trabalho de uma forma geral. 

Identificando os motivos que levaram a possíveis falhas e atrasos na entrega de tarefas e até mesmo atuando para sanar possíveis insatisfações de profissionais que vem faltando e se atrasando muito.  

Quais as medidas de segurança no controle de ponto touchless da PontoTel?

imagem de uma mulher sorrindo segurando o celular próximo à boca

O controle de jornada é um processo essencial para que a empresa possa cumprir com suas obrigações legais em relação aos seus colaboradores. 

Sem contar que é por meio dele que a relação trabalhista se torna mais transparente, evidenciando horários de entrada, saída, faltas e atrasos. 

Por esse motivo, um controle de ponto touchless exige da companhia a contratação de um sistema que ofereça segurança na gestão de jornada de seus colaboradores. 

Evitando, assim, que aconteçam erros nos registros e fraudes, agilizando o processo em geral de bater ponto, monitoramento e cálculos. 

Uma das alternativas mais seguras e reconhecidas do mercado, quando o assunto é um sistema de controle de ponto de ponta, é a plataforma completa de gestão e controle de ponto da PontoTel

Com ela, todo o processo se torna mais rápido, prático, intuitivo e seguro. Entre as principais medidas de segurança estão: 

Reconhecimento facial e voz

Dentro do controle de ponto touchless, o reconhecimento facial e de voz são os principais recursos utilizados no registro de jornada. 

Na plataforma PontoTel, a empresa pode ativar os dois tipos de batimento de ponto, que proporcionam inclusive maior segurança nesse controle de jornada. 

Afinal, pelo reconhecimento facial as fraudes são evitadas, já que essa tecnologia tem uma precisão acima dos 99%, como você viu anteriormente, e o reconhecimento de voz não fica para trás com mais de 95% de precisão. 

Garantindo, então, maior segurança ao controle de ponto touchless em relação a outros sistemas de registro de ponto. 

Geolocalização

Com o recurso de geolocalização da plataforma PontoTel, a empresa pode evitar fraudes e monitorar em tempo real de onde o colaborador efetuou o seu registro, facilitando inclusive o gerenciamento de equipes externas. 

Bina

A plataforma PontoTel também é capaz de identificar o número de registro do celular ou computador que o colaborador utilizou para registrar o ponto por meio da bina do sistema. 

Isso quer dizer que a plataforma aponta exatamente qual a versão do app utilizada, última sincronização e o dispositivo utilizado. 

Compatibilidade com a legislação trabalhista

Uma das preocupações das empresas em relação às tecnologias de ponta é se elas caminham de acordo com a CLT. Na plataforma PontoTel, o sistema é compatível e está de acordo com as exigências das portarias 1510 e 373 do Ministério do Trabalho. 

Aliás, a plataforma PontoTel é a única com auditoria e laudo técnico, que atestam o cumprimento das portarias 373 e 1.510. 

Como saber mais sobre a ferramenta do PontoTel? 

Para saber mais sobre a ferramenta de controle e gerenciamento de jornada da PontoTel, basta entrar em contato com um dos especialistas da empresa e solicitar uma demonstração do sistema para aplicá-lo a sua rotina. 

controle de ponto pontotel

Conclusão

Como você pôde ver ao longo desse artigo, a evolução tecnológica teve um grande impacto no mercado empresarial. 

Com o surgimento da pandemia de COVID-19 a modernização do controle de ponto, por exemplo, foi acelerada e muitas empresas passaram a automatizar suas rotinas. 

Com isso, o controle de ponto touchless passou a ganhar força no dia a dia das companhias, proporcionando uma maior desburocratização no registro e gerenciamento das jornadas de trabalho. 

Por meio de sistemas altamente tecnológicos e seguros, como o reconhecimento facial e de voz, o processo de controle das jornadas passou a ser mais intuitivo, inteligente, rápido e moderno. 

Evitando na rotina dos colaboradores aglomerações ou contato físico com o equipamento. 

No caso das empresas, com o controle de ponto touchless os riscos de fraudes foram reduzidos, o monitoramento se tornou mais completo e, em tempo real, e houve uma maior flexibilidade no gerenciamento de jornadas remotas – home office e modelo híbrido.

Modelo híbrido, aliás, que deve ser adotado por mais de 43% das empresas no mundo, de acordo com uma pesquisa do Google. Nesta realidade, o controle de ponto touchless pode ser de grande valia tanto para a empresa como para o colaborador.

Entendeu a importância do controle de jornada dos colaboradores e da tecnologia de ponto touchless? Então, compartilhe esse artigo com seus amigos.   

banner pontotel acompanhamento em tempo real

Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima