Como Usar Registro de Ponto Para Controlar Jornada e Reduzir Custos

registro de ponto controlar jornada e reduzir custos 1 - Como Usar Registro de Ponto Para Controlar Jornada e Reduzir Custos

Todos nós sabemos que o registro de ponto é uma ferramenta fundamental para os negócios.

E eu te pergunto,como você pode otimizar esse processo e reduzir custos na sua empresa?

Ainda não sabe? Eu posso te ajudar com isso.

Eu separei os principais tópicos que você precisa saber sobre registro de ponto, o que diz a lei e como vocề pode utilizar um sistema de controle de ponto para otimizar as rotinas do seu RH.

Quer aprender como controlar de forma eficaz as jornadas de trabalho, reduzir os custos com as horas extras, e ficar respaldado juridicamente?

Então acompanhe esse artigo e confira tudo que você precisa saber sobre registro de ponto para seus funcionários. Veja a seguir os principais temas que vamos abordar.

Pronto, agora que você já sabe sobre o que irei abordar, vamos começar?

Registro de ponto: O que diz a lei trabalhista?

registro de ponto o que diz a lei trabalhista

Eu sei que falar sobre legislação de ponto eletrônico é sempre bem complicado, uma vez que os termos jurídicos pode confundir um pouco.

Mas calma vou simplificar tudo para que vocẽ entenda.

Quando falamos sobre controle de ponto é necessário ficar atento e entender o que diz a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) bem como as portarias 1510 e 373 do Ministério do Trabalho.

Vamos começar com a CLT. Via de regra o art. 74, § 2º, da CLT determina que estabelecimentos com mais de 10  colaboradores são obrigados a adotar um sistema de registro de ponto.

Isso quer dizer que, se o empresário tiver 3 lojas e em cada uma delas ele tiver 7 funcionários, ele não será obrigado a adotar um sistema de controle de ponto.

Você deve estar confuso agora, afinal a soma dos funcionários ultrapassar o limite de 10 funcionários.

Mas é exatamente isso, a lei determina o limite de 10 para cada estabelecimento e não a soma de todos eles. Entendeu?

Para as empresas com mais de dez funcionários que precisam adotar um registro ponto, a CLT determinou que a empresa pode escolher entre 3 modelos de controle de ponto, sendo eles: manual, mecânico ou eletrônico.

Mas calma eu vou detalhar cada modelos de sistemas de controle de ponto mais a frente, por enquanto vamos focar na legislação do ponto.

Vale ressaltar que a lei determinou a adoção do controle de ponto como uma forma de beneficiar ambas as partes das relações trabalhistas, esses sistemas são uma forma de transformar as relações de trabalho mais seguras e transparentes.

Por isso que além da CLT o Ministério do trabalho criou as portarias 1.510/09 e 373/11, para complementar as leis sobre o controle de jornada de trabalho.

Agora vamos falar detalhadamente sobre elas.

Portaria 1510

A portaria 1510, também conhecida como “Lei do Ponto Eletrồnico”, foi criada para regulamentar meios mais eficientes para o controle de jornada de trabalho no Brasil.

Essa portaria modernizou e instituiu regras mais rígidas para o registro de ponto, seu principal incentivo foi para o uso do Controle de Ponto Eletrônico.

Portaria 373  

Com o desenvolvimento das tecnologias, o mercado de trabalho sentiu novamente uma necessidade de modernizar e criar novas ferramentas de controle de ponto.

Foi então que em 2011, o Ministério do Trabalho publicou a Portaria 373, com o intuito de regulamentar as formas mais modernas e eficientes de controle de ponto, como os softwares de gestão de ponto.  

Por que controlar a jornada de trabalho com registro de ponto

Agora você deve estar se perguntando “É mesmo necessário controlar a jornada de trabalho com um desses sistemas de controle de ponto?”

Acertei?

Eu poderia citar vários motivos para você controlar a jornada dos seus colaboradores, mas vou te mostrar um dos dados mais importantes sobre esse tema.

Você sabia que quase 20% dos processos trabalhistas no Brasil tratam de horas extras?

No primeiro semestre de 2018, a soma dos valores gastos em processos trabalhistas foram mais de 2 bilhões.

registro de ponto processos processos trabalhistas

Esse é um número realmente impressionante.

É importante lembrar que tais processos trabalhistas poderiam ter sido evitados se essas empresas tivessem adotado um sistema de registro de ponto.

Eu procuro sempre falar em meu blog sobre a importância do controle de ponto, e como essa ferramenta pode otimizar a gestão de pessoas dentro das empresas.

Faço questão de enfatizar isso, afinal se sua empresa realizar a marcação correta do ponto dos funcionários, ela não terá problemas judiciais com esse tema.

Mas não é apenas com a legislação que devemos nos preocupar, o sistema ideal proporciona inúmeros benefícios às organizações, entre eles redução de custos.

Confira detalhadamente o que estou falando.

Quais os benefícios que a empresa tem ao implantar o registro de ponto?

Você já me ouviu dizer nesse artigo que a marcação do ponto dos funcionários pode trazer mais segurança, mas não é só esse benefício que ele pode oferecer a sua empresa.

O controle de ponto pode também contribuir para otimizar a rotina do RH, reduzir custos operacionais e motivar a produtividade da equipe.

Mas agora você deve estar se perguntando, como ele faz tudo isso?

Um bom sistema de ponto pode ajudar sua equipe de RH a gerenciar as jornadas de trabalho e evitar problemas como falha nos lançamentos, horas extras indevidas, descontos de faltas e atrasos e muito mais.

Com os dados do controle de ponto é possível armazenar um histórico dos colaboradores. Você sabe  o que poderia fazer com essas informações?

A partir desse histórico dos funcionários é possível fazer estimativas de custos de horas extras e adicionais noturnos, dessa forma as informações contribuem para o seu planejamento financeiro.

Além disso, é possível melhorar o controle de custos em gestão de pessoas e de processos judiciais.

Lembra que eu te mostrei mais acima que 20% dos processos trabalhistas do primeiro semestre de 2018 eram sobre horas extras?

É justamente disso que estou falando, muitas empresas quando não possuem um sistema de ponto, acabam por não saber se os colaboradores fizeram ou não horas extras.

Nesses casos elas realizam o pagamento de acordo com aquilo que o colaborador informa ao seu gestor, mas como saber se você está pagando exatamente a quantidade de horas extras realizadas?

Você não quer descobrir que pagou errado apenas quando for acionado na justiça não é mesmo?

Agora que você sabe quais são os benefícios que tal eu te mostrar os diferentes tipos de registro de ponto?

Os 4 tipos de registro de ponto

Não existe uma regra sobre qual sistema de registro de ponto escolher. No entanto é necessário saber como cada tipo de sistema funciona e qual o benefício dele para sua empresa.

Se quiser mais detalhes sobre como escolher o sistema de controle de ponto ideal para sua empresa, fizemos um artigo bem completo sobre como controlar ponto, basta clicar aqui.

Por enquanto deixa eu te mostrar como o registro de ponto manual, mecânico eletrônico e alternativo funcionam.  

Registro de ponto manual

registro de ponto ponto manual

O sistema registro de ponto manual é muito conhecido por ser uma das formas mais baratas de controle de jornada dos colaboradores.

Mas vale lembrar que nem sempre o mais barato é o mais seguro.

Nesse caso, os colaboradores devem inserir manualmente em um livro de ponto os horários de entrada pausa para almoço e saída da jornada de trabalho.

Dessa forma no final de cada mês, a equipe de RH terá que analisar todos as informações inseridas por cada funcionário naquele livro de registro.

Apesar de ser uma das formas simples e baratas de registro de ponto, esse método não é o mais seguro do mercado, uma vez que possibilita fraudes e rasuras.

Mas não é só isso, o registro de ponto manual dificulta o gerenciamento das jornadas de trabalho, uma vez que as informações devem ser transcritas do livro manualmente,  correndo risco de algum erro operacional acontecer.

Mas calma, não desista ainda tenho 3 métodos de registro de ponto para te mostrar.

Registro de ponto mecânico

O registro de ponto mecânico também conhecido como ponto cartográfico é aquele sistema onde o funcionário utiliza um cartão de ponto para registrar os horários da jornada.  

O processo é bem simples, o funcionário insere o cartão no relógio de ponto que fica localizado no local de entrada da empresa, para registrar os horários de sua jornada de trabalho.

Ou seja ele deve inserir o cartão no momento da entrada, pausa para almoço e saída. Neste cartão será mantida todas as informações de horário de sua jornada.

Dessa forma no final de cada mês o funcionário deverá entregar seu cartão de ponto ao responsável do RH.

Ainda que mais seguro e difícil de ocorrer  rasuras e fraudes, o ponto mecânico não possibilita o gerenciamento dos colaboradores de forma eficaz, como eu tinha lhe dito anteriormente.

Por que eu estou te dizendo isso?

Bem por se tratar de um sistema onde as informações serão coletadas de forma manual, ele possibilita erros operacionais, além de demandar muito tempo para que todas as informações sejam coletadas.

Registro de ponto eletrônico

registro de ponto ponto mecanico

O sistema de registro de ponto eletrônico ou “REP” é um pouquinho mais complexo que os anteriores mas não se preocupe que eu vou te ajudar a entender como ele funciona.

Nesse método existem 2 formas diferentes para os funcionários registrarem o ponto.

A primeira é pela leitura da biometria, onde o funcionário conseguirá bater o ponto e registrar os horários de sua jornada por meio da impressão digital.

A segunda é via cartão de ponto, ou o famoso crachá de acesso, onde o colaborador também conseguirá utilizar para registrar os horários da jornada de de trabalho.

Essas são duas formas extremamente seguras de registrar o ponto dos funcionários, uma vez que impossibilita fraudes e garante que veracidade das informações.

Mas infelizmente nem tudo é mil maravilhas.

Apesar de ser seguro, os sistemas de registro de ponto eletrônicos tendem a ter um alto custo para empresas.

Além de serem mais caros, eles necessitam de constantes manutenção e gastos com bobinas de papel.

Mas o mais importante é lembrar que o REP é uma ferramenta que captura  os registros de ponto, e isso não quer dizer que eles consigam tratar as informações.

Não entendeu? Deixa eu explicar melhor

O REP registra os horários da jornada dos colaboradores, mas será necessário contratar um software de tratamento de ponto para que você possa administrar as informações coletadas por esses equipamentos.

Já sei o que você está pensando, esses equipamento é mais utilizado por grandes empresas.

Infelizmente tenho que te dizer que sim. Devido ao seu alto custo, esses equipamentos são eficazes em empresas de grande porte que podem bancar o seu funcionamento.

Mas calma ainda não terminei falta mais 1 sistema de registro de ponto.

Registro de ponto alternativo

registro de ponto ponto alternativo

Lembra que eu falei mais acima sobre o desenvolvimento do mercado de trabalho e das novas formas de registro de ponto?

O controle de ponto alternativo se encaixa perfeitamente naquele tópico. Deixa eu te explicar o porque.

Em 2011 o Ministério do Trabalho flexibilizou as formas de controle de ponto, dessa forma novos métodos como o controle de ponto online e o ponto digital surgiram.

Mas o que isso quer dizer na prática?

Bem com os sistemas de controle digital/online possibilita o funcionário bater o ponto via web, smartphone e tablet.  

O controle de ponto alternativo é uma das formas mais modernas e seguras que existem no mercado atual.

Por meio de aplicativos de ponto o colaborador pode registrar os horários de sua jornada de trabalho.

Já sei, você está perguntando se é seguro?

Sim, esses sistemas possuem medidas de segurança como foto, voz, geolocalização senha e muito mais.

Agora vamos falar sobre o preço desses novos sistemas. Se eu te disser que ele é acessível para todos os modelos de negócio você acreditaria em mim?

É isso mesmo, ao contrário do que muitas pessoas acreditam, ter um sistema de controle de ponto online, é mais barato e seguro do que os métodos anteriores.

Como controlar a jornada de trabalho com registro de ponto

Bom até aqui já falamos sobre a legislação do ponto, porque controlar a jornada de trabalho e os tipos de sistema de controle de ponto.

Então chegou a hora de falarmos sobre a jornada de trabalho e como utilizar o registro de ponto para controlá-la.

Primeiro eu quero começar a falar sobre o que é jornada de trabalho. Imagino que você já saiba, mas vale reforçar.

A jornada de trabalho é o tempo que o colaborador deve prestar serviço à empresa, ou seja o tempo que o colaborador passa exercendo suas atividades no local de trabalho.

Segundo a legislação trabalhista considera-se que uma jornada de trabalho normal seria de 8 horas diárias com o limite de 44 horas semanais ou 220 horas mensais.

Vale ressaltar que existem vários tipos de jornadas de trabalho, mas atente-se todas elas devem se enquadrar ao que diz a lei.

No contrato de trabalho de cada colaborador deve ser especificado sua a jornada de trabalho, bem como o horário de trabalho, e as possibilidade de eventuais horas extras.

Dessa forma o controle de ponto vai ajudar o empregador a assegurar que todas aquelas especificações do contrato de trabalho sejam cumpridas.

O controle de ponto nada mais é do que a marcação do horário efetivamente realizado pelo funcionário. Isso é bem simples de se fazer.

Mas o que temos que pontuar aqui é o que você faz com as informações coletadas.

Um bom sistema de controle de ponto pode ajudar a equipe de RH a evitar erros, falsificações, reduzir horas extras e controlar atrasos e faltas.

Administrar as jornadas de trabalho é essencial, para isso é necessário que o seu sistema de ponto,  possa gerar relatórios que ajudem a averiguar tudo que está acontecendo.

Ou seja, quantas horas extras seus colaboradores possuem, qual a taxa de absenteísmo da sua empresa, quais os colaboradores que mais atrasam ou possuem horas extras.

Todas essas informações ajudam a otimizar não apenas os processos de RH, mas também no gerenciamento de cada área da sua empresa.

Agora que eu já te mostrei como um registro de ponto pode te ajudar no gerenciamento das jornadas de trabalho que tal vermos algumas dúvidas frequentes sobre esse tema.

Dúvidas frequentes sobre registro de ponto

Como justificar ponto não registrado?

registro de ponto justificar pontos

Uma das coisas mais comuns sobre registro de ponto é o que fazer quando um funcionário esquece de registrar o ponto, afinal como arrumar e justificar esse ponto não registrado.

Bem a resposta é bem simples, você terá que inserir essa informação manualmente.

Caso você tenha um sistema manual terá que fazer essa anotação no momento que estiver fazendo o fechamento da folha ou quando o seu funcionário informar sobre o esquecimento do registro do ponto.

Entretanto se você tiver um sistema de ponto online, poderá gerar um relatório de inconsistência e ver quais colaboradores esqueceram de registrar o ponto.

Dessa forma não terá que esperar até o fechamento da folha e poderá inserir o ponto faltando com uma justificativa como por exemplo “esqueceu de bater o ponto”.

Vale ressaltar que cada empresa escolhe uma forma de justificar os pontos não registrados, mas atente-se e verifique se o modo que sua empresa utiliza está dentro da lei.

Cargo de confiança precisa bater ponto?

registro de ponto cargo de confianca

Outro ponto que gera muitas dúvidas em relação ao controle de ponto são os cargos de confiança afinal precisa ou não precisa bater o ponto?

O cargo de confiança não é considerado um trabalhador comum, o que isso quer dizer?

Bem quem possui esse tipo de cargo não possui uma jornada de trabalho pŕé estabelecida como os demais cargos.

Devido a autonomia que lhe é dada, a pessoa que possui o cargo de confiança é responsável por estabelecer e gerenciar seus horários na empresa.

Vale ressaltar que nesses casos, a empresa não poderá descontar do seu salário as faltas ou atrasos, visto que ele não está sujeito à jornada de trabalho.

Dessa forma a empresa não será penalizada caso o colaborador que possuir cargo de confiança não bater ponto.

Qual a quantidade mínima de funcionários para a empresa implementar o ponto eletrônico?

Não existe uma quantidade mínima para a empresa implementar um sistema ponto eletrônico.

O art. 74, § 2º, da Consolidação de Leis do Trabalho determina que estabelecimentos com mais de 10  colaboradores são obrigados a adotar um sistema de registro de ponto.

Mas se sua empresa tiver 2 colaboradores e você quiser adotar um sistema de ponto, poderá fazer normalmente.

Quais os prejuízos de não fazer o registro de ponto?

registro de ponto prejuizo

Existem uma série de desvantagens para as empresas que optarem por não realizar o controle de jornada dos seus colaboradores por meio de um sistema de registro de ponto.

Entre eles multas administrativas por parte do ministério do trabalho, risco de processos trabalhistas, erros operacionais, custos elevados por mal gerenciamento das jornadas e muito mais.

Mas lembre-se daqueles R$ 2 bilhões em processos trabalhistas que citei ainda no começo desse artigo. Todas aquelas empresas resolveram correr o risco de não adotar um controle de ponto.

O que significa o Art. 74 da CLT?

É um artigo dentro da ConsolIdação das Leis do Trabalho que regulamenta o controle de ponto eletrônico.

Esse artigo determina a adoção do ponto para estabelecimentos com mais de 10 colaboradores.

A empresa é obrigada a comunicar os funcionários sobre a marcação do ponto?

Sim, após adotar um sistema de controle de ponto é papel da empresa informar e treinar seus colaboradores para usarem o sistema da forma correta.

Vale ressaltar que é necessário paciência e tempo para adaptação, geralmente o anúncio sobre a obrigação de registrar o ponto vem acompanhado por uma reprovação, resistência e ceticismo.

É importante que a empresa trabalhe a comunicação com seus colaboradores para lhes mostrar como o controle de ponto é benéfico para todos.

Qual a advertência para o funcionário por não registrar o ponto?

Antes de aplicar uma advertência para o colaborador que não registrou o ponto é necessário analisar se é apenas um caso de esquecimento ou se o colaborador está fazendo isso de propósito como uma forma de insubordinação.

Em casos de insubordinação, a empresa poderá tomar medidas legais para adverti-lo de sua consulta.

Após o procedimento de advertência e suspensão o colaborador poderá até mesmo ser demitido por justa causa.

Mas vale ressaltar que é necessário analisar caso a caso.

Como funciona a marcação de ponto para domésticas?

registro de ponto domestica

A PEC das domésticas entrou em vigor em 2013, e desde então os patrões tiveram que adotar um sistema para controlar os horários de entrada, intervalo para almoço e saída dos seus empregados domésticos.

Mas como isso pode ser feito.

A marcação de ponto para domésticas pode ser feito por meio de sistemas de controle de ponto, entre os mais comuns está o ponto digital.

Lembra que eu comentei que a marcação de ponto pode ser feito por meio de celular ou tablet, bem essa é uma boa solução para quem possui empregados domésticos ou para quem possui funcionários externos.

Ainda está com dúvidas sobre esse tipo de sistema de controle de ponto, então deixa eu te mostrar mais detalhes sobre ele.

Comece a usar um sistema confiável que possibilita registro de ponto de forma simples

Não adianta falarmos sobre registro de ponto sem frisar que o melhor sistema para sua empresa é aquele que torna sua rotina mais simples e rápida.

Toda empresa que adota um sistema de controle de ponto possui os mesmos objetivos, respeitar a legislação trabalhista. otimizar as rotinas do RH, e utilizar um sistema simples.

Apesar desses requisitos estarem bem claros, existem diversos sistemas que ao invés de ajudar as empresas a alcançarem esses objetivos acabam por tornar tudo isso um pesadelo.

Mas calma, nem todos os sistemas são assim.

Com as novas tecnologias os novos sistemas de controle de ponto tornaram-se ferramentas completas, que facilitam não apenas o registro de ponto, mas também o gerenciamento completo das jornadas.

Com a facilidade na qual as horas são marcadas e computadas automaticamente, sobra tempo para analisar os números.

Esses sistemas vão muito além do simples controle de ponto é realmente a gestão de pessoas que sua empresa estava procurando.

Como funciona o sistema Pontotel

Registro de ponto como funciona

Com tantos benefícios citados acima você deve estar pensando, será que esse sistema existe mesmo?

Existe sim, e o melhor ele é acessível à todos os tipos de empresa.

O PontoTel é um software de controle de ponto que ajuda sua empresa a fazer a gestão completa do ponto.

O sistema coleta os registros e envia a informação para o seus sistema de tratamento de ponto, assim fica fácil fazer a gestão em tempo real.

Esse sistema permite fazer o gerenciamento dos colaboradores que estão dentro da sua empresa ou que trabalham externo. Os relatórios gerenciais permitem que os gestores acompanhem tudo que está acontecendo com os funcionários.

Os indicadores dos funcionários que chegam atrasados ou a quantidade de horas extras realizadas por mês, facilita o planejamento estratégico para cada área.

1x1.trans - Como Usar Registro de Ponto Para Controlar Jornada e Reduzir Custos

Conclusão

registro de ponto conclusao

Espero que você tenha percebido a importância do registro de ponto para controlar as jornadas de trabalho.

Reduzir custos nunca é uma tarefa fácil mas com um o sistema de controle de ponto isso é completamente possível.

A chave para o sucesso na administração eficaz das jornadas de trabalho é focar em uma combinação da coleta das informações do ponto com um bom sistema de gerenciamento dos dados.

Isso só é possível quando você adota um sistema que possibilita essa combinação.

Nesse artigo tentamos te mostrar na prática como usar um sistema de controle de ponto alternativo pode otimizar os processos e ajudar no gerenciamento dos seus funcionários.

Mas caso tenha ficado alguma dúvida sobre o registro de ponto, deixe sua pergunta nos comentários!

Controle de Ponto Online
Cadastro Pontotel
Rolar para cima
WhatsApp chat

Receba todas as novidades do nosso blog

Inscreva-se na nossa newsletter
e receba matérias exclusivas
no seu email

popup newsletter teste5 3 - Como Usar Registro de Ponto Para Controlar Jornada e Reduzir Custos

Não saia agora! Venha conhecer o PontoTel

O aplicativo de controle de ponto em tempo real
que você economiza tempo e dinheiro com cálculos automáticos e gestão de ponto completa.