O que é pipeline de liderança e como ele pode beneficiar sua empresa

imagem de uma mulher sorrindo cruzando os braços com um grupo de pessoas atrás

71% das empresas admitem que não possuem líderes capacitados para gerir suas equipes, segundo o estudo State of Leadership Development. Neste cenário, um modelo estratégico chama a atenção por contribuir com a formação de novos líderes, o pipeline de liderança. 

O pipeline de liderança prevê que qualquer profissional tem a capacidade de adquirir habilidades de liderança, desde que passe por uma série de etapas que o coloque num caminho de transição até se tornar efetivamente um líder. 

Ter uma boa liderança, aliás, é sinônimo de sucesso. De acordo com uma pesquisa da Gallup, o líder responde por 70% do engajamento dos profissionais.  

Ou seja, o líder tem um papel importante para que a empresa obtenha bons resultados, uma vez que, contribui para motivar e desenvolver as equipes em geral. Mas como de fato funciona e como aplicar o pipeline de liderança? Neste artigo você vai saber: 

Boa leitura!

banner como funciona o software de ponto mais completo

O que é pipeline de liderança?

imagem de uma pessoa empilhando blocos de madeira com desenhos

Pipeline é um termo que traduzido para o português seria algo como condutor tubular, utilizado para canalização. Já no mercado empresarial, a expressão pipeline de liderança é um modelo estratégico de formação e desenvolvimento de líderes

O conceito foi criado pelo consultor Ram Charan em seu livro “Pipeline de Liderança: O Desenvolvimento de Líderes como Diferencial Competitivo”, que descrevia o pipeline da liderança como uma metáfora.

Charan retrata a liderança como se fosse uma tubulação dividida por canais e desdobramentos e, reitera, a importância de que o desenvolvimento seja único para cada profissional baseado em seu perfil, conhecimentos e habilidades.  

Como esse modelo funciona?

No pipeline de liderança não existe uma visão de que líderes nascem prontos, com essa habilidade já desenvolvida a partir da sua personalidade. Isso pode sim ocorrer, mas apenas em alguns casos. 

Nesse modelo, o entendimento é de que a habilidade de liderança pode ser desenvolvida em cada profissional, sendo que cada um requer um tipo de trabalho ou formação específica para conseguir alcançar na carreira essa posição de líder

Na prática, o pipeline de liderança funciona como um caminho de transição, em que a empresa identifica os profissionais que têm em mãos, com seus pontos fortes e fracos, e determina quais etapas eles devem seguir para desenvolver a habilidade de liderança.  

Descubra quais são as etapas do pipeline de liderança

O modelo do pipeline de liderança é formado por seis estágios, considerados como transições essenciais para que o profissional alcance a maturidade e as habilidades necessárias para se tornar um líder efetivo. 

Gerenciar a si mesmo para gerenciar outros

A primeira etapa dentro de um modelo de pipeline de liderança está na transição de realizar as próprias tarefas para delegar tarefas para os outros. Isto é, o profissional passa não só a se preocupar com o próprio desempenho, mas precisa gerenciar as tarefas das equipes. 

O colaborador envolvido nesta etapa precisa perceber sua nova função, planejando execuções, motivando os profissionais envolvidos nas tarefas e até mesmo tem a responsabilidade de avaliar o desempenho de cada um. 

Gerenciar outros para gerenciar gestores

Na segunda etapa do pipeline de liderança, o profissional, já com uma atuação um pouco mais gerencial, deve abandonar por completo sua visão individual, ou seja, em que apenas o que importa é o seu trabalho. 

Nesta transição, o profissional precisa atuar não só como um gestor, mas precisa atuar estrategicamente para levar a empresa aos resultados. 

Outro ponto importante é que nesse estágio o profissional envolvido no pipeline de liderança precisa construir uma habilidade de identificar e separar potenciais líderes dos executores. 

Afinal, ele passa a ter a responsabilidade de não apenas gerenciar outras pessoas, mas gestores de outras áreas.  

Gerenciar gestores para gerente funcional

Nessa transição, a responsabilidade e maturidade são itens essenciais para que o profissional consiga se desenvolver. 

Se no passo anterior ele gerencia gestores, aqui ele tem uma função dentro da empresa e muitas vezes precisa liderar um setor inteiro dentro da companhia. Exemplos nesse caso são gerentes de RH, TI, marketing, vendas, comunicação e outros. 

Uma habilidade imprescindível nesta etapa é a facilidade de comunicação. Isso porque em muitas situações o profissional precisa ter uma visão estratégica do negócio e precisa lidar e admitir que todos os setores da empresa tem sua importância. 

Gerente funcional para gerente de negócios

Na quarta etapa do pipeline de liderança o profissional passa a assumir maiores responsabilidades dentro da empresa. O papel de executor fica de lado e o profissional passa a precisar de uma visão mais analítica da empresa, de gerente de negócios.  

Isso porque lhe é dado uma autonomia maior para influenciar algumas tomadas de decisões importantes para o futuro da empresa. Sua função passa a ser mais abrangente, precisando analisar métricas financeiras (lucros, rentabilidade) e os Indicadores-Chave de Desempenho (KPIs)

Gerente de negócios para gerente de grupo

O movimento que faz parte da quinta etapa do pipeline de liderança diz respeito a passar de gerente de negócios para gerente de grupo. A partir deste passo, o profissional precisa desenvolver habilidades e ter uma perspectiva global para gerir um grupo de empresas. 

Para isso, segundo Ram Charan, o profissional precisa desenvolver habilidades como: visão estratégica do negócio, de forma global, conhecimento para treinar futuros gestores, capacidade de avaliação dos riscos e possibilidade de sucesso de cada empresa. 

Gerente de grupo para gestor corporativo

Uma liderança construída para evoluir até o cargo de CEO, essa é a sexta e última etapa de transição do pipeline de liderança. Nesta transição, já como gestor corporativo, a visão da empresa não é mais setorizada, mas única e global. 

Isso quer dizer que esse líder já enxerga a empresa como um todo. Além disso, é necessário mudar o seu mindset para uma visão mais amplificada, de futuro, visionária e inovadora da empresa. 

Sem contar que esse gestor precisa ter um conhecimento amplo do mercado em que atua e também de possíveis influências econômicas, políticas ou sociais sobre o seu negócio. 

Benefícios que o pipeline da liderança trás para as empresas

imagem de duas mulheres e dois homens sentados ao redor de uma mesa conversando e mexendo em computadores

Apostar no pipeline de liderança para a formação de novos líderes pode proporcionar à empresa uma série de benefícios que podem elevar a produtividade das equipes e desenvolver talentos escondidos. Entre os principais benefícios é possível destacar: 

Clareza de atribuições

Por meio do pipeline de liderança existe maior clareza nas atribuições dos cargos. Isso quer dizer que a empresa consegue definir exatamente quem são líderes, gestores ou executores. 

Já que existe uma estratégia clara e objetiva de quem são os líderes e liderados, devido às etapas que esse modelo de formação prevê.  

Agilidade na formação e desenvolvimento de líderes

O pipeline de liderança tem um processo muito bem definido para a formação de profissionais para adquirirem habilidades de liderança. Com cada etapa de transição bem especificada o desenvolvimento se torna mais ágil e efetivo.

Sem contar que esse modelo serve de base para que o próprio profissional conheça quais as etapas necessárias para seguir e evoluir dentro da empresa.

Facilita o planejamento das sucessões

O líder tem um papel fundamental no gerenciamento das equipes e no desenvolvimento de estratégias que contribuem para o sucesso da organização. Com um planejamento efetivo, como o pipeline de liderança, uma sucessão se torna parte integrante da rotina da empresa. 

Isso quer dizer que sempre existe um plano de sucessão em curso, para caso haja imprevistos, como a saída de um líder. Se utilizando desse modelo, prontamente a empresa tem alguém para assumir a vaga, sem que seja impactada negativamente com a mudança. 

Identificar novos talentos

O pipeline de liderança é uma grande chance para identificar possíveis talentos e líderes dentro da companhia. 

Com a proposta de formar novos gestores, através do pipeline de liderança, a empresa dá a chance para que qualquer profissional disposto a se desenvolver num cargo de gestão esteja apto a potencializar suas habilidades. 

Como aplicá-lo na empresa?

Um modelo de pipeline de liderança requer uma definição inicial de quais as metas e objetivos do plano. É importante também que a empresa conheça a fundo seus profissionais, sabendo quais seus pontos fortes e fracos. 

A partir dessa análise fica mais fácil identificar quais os profissionais dispostos a assumir cargos de liderança e quais almejam desenvolver habilidades neste sentido. Assim, os objetivos da empresa ficam alinhados com as expectativas dos profissionais. 

A aplicação desse modelo, então, parte do pressuposto individualizado, onde cada profissional a ser desenvolvido deve receber um plano de desenvolvimento individual, de acordo com seu perfil, fraquezas e habilidades. 

Outro ponto para que o pipeline de liderança seja aplicado de forma assertiva é adotar os feedbacks como parte importante da formação, para que erros sejam corrigidos ao longo do processo e para que seja feita uma avaliação do progresso de formação das lideranças. 

Conclusão

imagem de um grupo de pessoas sentado ao redor de uma mesa entendendo as mãos no centro em cima de um papel

Em um mercado tão competitivo, quem possui uma boa liderança tende a ficar à frente da concorrência, se destacando no mercado. Neste desafio de formar bons líderes, o pipeline de liderança pode ser um grande apoio, funcionando de forma estratégica e prática. 

Como você pôde ver neste artigo, o pipeline de liderança proporciona diversos benefícios para quem o adota, sendo que um dos principais é a possibilidade de identificar possíveis talentos e potencializar suas habilidades. 

Essa identificação facilita a formação de novos líderes e principalmente contribui para que os planos de sucessão sejam efetivos. Evitando que a saída de determinado líder possa afetar os resultados, já que outros profissionais estarão prontos para assumir tal cargo. 

Agora que você já sabe o que significa pipeline de liderança e entendeu o funcionamento dele, compartilhe esse artigo com seus amigos nas suas redes sociais. 

banner frequência de funcionários
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima