DEIB: tudo sobre diversidade, equidade, inclusão e pertencimento nas empresas
BLOG
Time Pontotel 6 de fevereiro de 2024 Departamento Pessoal
DEIB: tudo sobre diversidade, equidade, inclusão e pertencimento nas empresas
Entenda o que é DEIB, quais vantagens de adotar essa política na rotina da empresa e qual o papel do RH na implementação dessa abordagem.
Imagem de DEIB: tudo sobre diversidade, equidade, inclusão e pertencimento nas empresas

Investir em práticas ligadas à Diversidade, Equidade, Inclusão e Pertencimento (DEIB) é mais do que uma questão moral e social. Empresas que adotam esses princípios na rotina também estimulam o aumento da produtividade e a melhora do seu desempenho financeiro. 

Um dos motivos que explicam esses resultados é que os funcionários se sentem mais valorizados, ouvidos e acolhidos em organizações que adotam políticas de DEIB. 

Afinal, essas políticas criam um ambiente de trabalho saudável, que respeita as diferenças individuais e incentiva o compartilhamento de perspectivas e habilidades diferentes.

Para comprovar as vantagens de adotar os princípios do DEIB nas organizações, neste artigo, será explicado o que é, qual a importância e os benefícios dessa política com o apoio de estudos relevantes sobre esse tema.

Para tratar desse assunto, os seguintes tópicos serão abordados:

Boa leitura!

DEIB: o que é de fato?

Quatro pessoas setadas ao redor de uma mesa

A sigla DEIB é uma abreviação das palavras em inglês “Diversity, Equity, Inclusion and Belonging”, que pode ser traduzida como diversidade, equidade, inclusão e pertencimento. 

Esses quatro princípios formam uma política aplicada em contextos organizacionais, educacionais e sociais para promover ambientes mais justos, inclusivos, diversos e respeitosos. 

No caso das empresas, a incorporação desses princípios em suas práticas organizacionais pode ser decisiva para promover a inovação, a criatividade, a produtividade, entre outras vantagens no ambiente de trabalho.

O primeiro passo para entender como essa política funciona e qual a sua importância é compreender cada um dos seus princípios ou conceitos. 

Entenda cada um deles a seguir.

Diversidade

A diversidade se refere à convivência de pessoas que apresentam características diferentes em relação a vários aspectos, como etnia, gênero, orientação sexual, idade e culturas. 

Essa pluralidade promove espaços mais acolhedores e respeitosos, nos quais as pessoas aprendem a valorizar e a reconhecer as diferenças individuais. 

Ao mesmo tempo, ela cria a base de um ambiente criativo e inovador, refletindo os resultados do contato e da compreensão de diferentes perspectivas, pensamentos e experiências. 

Nas empresas, a criação de um local de trabalho diverso estimula os funcionários a desenvolver seu potencial e expressar suas habilidades e ideias de forma mais confortável. Tudo isso impacta positivamente o processo criativo, a inovação e a produtividade da organização.

Equidade

A equidade se refere à promoção da justiça e da imparcialidade no sistema. Ela ocorre quando todas as pessoas têm acesso às mesmas oportunidades, recursos e tratamento, independentemente de suas diferenças. 

As empresas que promovem um ambiente de trabalho equitativo garantem que todos os funcionários tenham acesso aos mesmos recursos e apoio necessários para crescer na carreira e prosperar na empresa. 

Essa estratégia promove vários benefícios, como o aumento da felicidade no trabalho, a melhora do engajamento e a redução da rotatividade de funcionários.

Inclusão

A inclusão se refere à criação de um ambiente no qual todas as pessoas se sintam valorizadas, respeitadas e incluídas, independentemente de suas características. 

Na prática, esse princípio é um complemento indispensável ao conceito de diversidade e equidade nos espaços, especialmente no ambiente de trabalho. 

Afinal, não adianta criar políticas que promovem uma empresa mais plural e equitativa, se as pessoas não se sentem aceitas e respeitadas em relação a sua individualidade e diferenças. 

Portanto, um ambiente inclusivo é aquele que demonstra que o indivíduo é bem-vindo e que suas particularidades são acolhidas e respeitadas naquele local.

Pertencimento

O pertencimento se refere à criação de uma cultura em que as pessoas se sintam conectadas e parte integrante do grupo. 

Ou seja, esse princípio complementa a prática de inclusão, garantindo que todos se sintam verdadeiramente aceitos e pertencentes a determinado espaço. 

Na empresa, a adoção de medidas estimula a sensação de pertencimento e pode significar a promoção de um ambiente de trabalho em que os funcionários se sentem à vontade para se expressar e se conectar com os demais. 

Isso cria um senso de comunidade que contribui para o engajamento dos colaboradores e para o sucesso da organização.

Qual a importância da DEIB no contexto corporativo?

As pessoas estão cada vez mais conscientes da importância de promover a diversidade, igualdade e inclusão em diferentes espaços sociais, especialmente no mundo corporativo. Para comprovar isso, basta consultar as pesquisas. 

Um dos estudos mais completos sobre esse assunto foi conduzido pela Blend Edu em 2022. Das 117 empresas analisadas na pesquisa, 81% afirmaram dedicar parte do seu orçamento para promover ações de diversidade e inclusão.

No estudo anterior, realizado em 2020, esse número era de 67%. Esses dados demonstram que a preocupação com diversidade e inclusão no mundo corporativo aumentou nos últimos anos, tendência que deve continuar.

Os motivos que explicam essa tendência vão além de questões morais e éticas. A verdade é que as empresas são beneficiadas de diferentes formas por meio da adoção dos princípios do DEIB nas suas ações e políticas internas.

Conforme explicado, ambientes de trabalho que adotam esses princípios reúnem pessoas com diferentes perspectivas e experiências, estimulando a produtividade, a inovação e a criatividade. 

Ter uma equipe diversificada também ajuda a empresa a compreender e se adaptar às necessidades de seus clientes, que também podem ter características e demandas distintas. E esses são apenas alguns dos motivos que explicam por que a adoção da DEIB também impulsiona o sucesso organizacional.

Benefícios da implantação da DEIB na empresa

A adoção de práticas de DEIB na empresa é associada a vários benefícios significativos. Conheça os principais deles a seguir:

Melhoria do desempenho organizacional

Uma das principais vantagens de implementar a política DEIB é a melhora dos resultados e do desempenho da empresa. 

Segundo um relatório da McKinsey & Company, organizações que investem na diversidade de gênero em cargos executivos apresentam um desempenho financeiro 25% maior em comparação àquelas que não adotam essa medida. 

Já as empresas que investem em diversidade étnica na liderança, alcançam um desempenho 36% melhor do que aquelas que não investem nessa prática.

Esses números reforçam que investir em diversidade e inclusão enriquece o ambiente de trabalho, facilitando tomadas de decisões mais assertivas e favorecendo soluções mais criativas e eficientes.

Fortalecimento da reputação da empresa

A adoção de políticas de diversidade e inclusão fortalece a reputação da empresa. Afinal, essa medida ajuda a melhorar a imagem da marca, que passa a ser vista como uma organização socialmente responsável e que respeita seus funcionários. 

Essa percepção é normalmente valorizada pelo público externo, contribuindo para o fortalecimento das relações com clientes, parceiros e investidores. 

Além disso, essa reputação positiva também impacta a marca empregadora do negócio, facilitando a atração de talentos, especialmente os candidatos da Geração Z e até os Millennials.

De acordo com uma pesquisa da EY, 73% dos profissionais da Geração Z e 68% dos Millennials entrevistados preferem trabalhar em uma empresa que adota os princípios da DEIB. 

Além de atrair talentos, empresas que promovem a DEIB também são mais propensas a reter profissionais qualificados, fator decisivo para a formação de equipes que entregam melhores resultados. 

Foco no cliente

Diversificar a força de trabalho ajuda a empresa a entender e atender as demandas dos seus clientes. Afinal, mesmo que a organização tenha um público-alvo específico, a pluralidade também existirá nesse grupo. 

Com equipes de trabalho diversificadas, fica mais fácil se sensibilizar e respeitar as diferentes culturas e perspectivas dos consumidores. Como resultado, a empresa consegue compreender melhor as necessidades e expectativas dos seus clientes. 

Assim, é possível definir estratégias de marketing mais eficazes e criar produtos/serviços alinhados às demandas de diferentes grupos de consumidores. Dessa forma, a organização consegue melhorar a experiência do cliente e ainda se torna mais competitiva.

Aumento da satisfação dos funcionários

Um ambiente de trabalho diverso e inclusivo cria a sensação de pertencimento e acolhimento, características que podem aumentar o bem-estar e a satisfação dos funcionários no trabalho. 

Afinal, eles tendem a trabalhar mais e melhor em um espaço mais saudável, no qual se sentem valorizados, ouvidos e respeitados. 

Esse tipo de ambiente também está associado a redução de incidência de conflitos e melhora dos relacionamentos interpessoais, o que também impacta na satisfação e no bem-estar dos colaboradores.

Redução de rotatividade

A construção de ambientes mais diversos é um fator decisivo para muitos profissionais que estão decidindo onde trabalhar ou que estão em dúvida se devem permanecer no emprego.

Para se ter uma ideia da relevância desse tema para os trabalhadores, basta conferir estudos como a pesquisa conduzida pela BetterUp. Segundo o estudo, a adoção de políticas de diversidade pode reduzir em até 50% o risco de rotatividade de funcionários.

Portanto, a adoção de políticas efetivas de DEIB ajuda a reduzir o turnover, fortalecendo as equipes de trabalho e reduzindo os gastos com a contratação e o treinamento de novos funcionários.

O que é a DEIB analytics?

Três pessoas sentadas em um escritório

A DEIB analytics se refere ao processo de análise de dados relacionados à diversidade, equidade, inclusão e pertencimento nas empresas. 

O objetivo dessa análise é tornar as políticas de DEIB mais tangíveis, ou seja, transformá-las em instrumentos que podem ser medidos e analisados de forma quantitativa e qualitativa. 

Para isso, a DEIB analytics envolve os processos de coleta, classificação, avaliação e interpretação de dados. Esses processos são necessários para a empresa identificar padrões, tendências e oportunidades de melhoria. 

Assim, ela obtém informações que podem ser usadas para elaborar relatórios DEIB, ferramenta importante para ter uma visão ampla da diversidade e inclusão no negócio. 

Esse instrumento também deve ser utilizado para avaliar o impacto das políticas de DEIB na organização e, se necessário, guiar a criação de iniciativas e programas que fomentem os princípios de diversidade e inclusão na organização.

Como os dados utilizados nessa análise estão relacionados à gestão de pessoas da empresa, a colaboração do setor de Recursos Humanos (RH) é essencial para esse processo. 

Aliás, o trabalho do RH é crucial para adoção e monitoramento de quaisquer políticas de diversidade e inclusão na empresa. 

Qual o papel do RH na implementação da DEIB?

O RH é o setor responsável por gerenciar os funcionários de uma organização, que são seus ativos mais importantes. 

A gestão desses colaboradores envolve várias atividades-chave para o negócio, como recrutamento e seleção, gestão de escalas, organização de programas de treinamento e capacitação, entre outras práticas.

Além dessas atividades, o RH também é responsável por implementar e monitorar políticas que promovam a diversidade, a equidade, a inclusão e a sensação de pertencimento dos funcionários. 

Ou seja, o setor é responsável por promover mudanças internas estratégicas para promover os princípios do DEIB no negócio. 

Essas mudanças incluem a adoção de práticas de recrutamento e seleção mais inclusivas, a revisão de políticas salariais, o fortalecimento de uma cultura organizacional que valorize a diversidade e inclusão, entre outras medidas.

Conforme explicado, também é responsabilidade do RH monitorar os resultados da adoção de políticas mais inclusivas nas empresas. Ou seja, ele deve utilizar metodologias e ferramentas que permitam a prática do DEIB analytics.

Isso é fundamental para avaliar a eficácia das iniciativas de diversidade e inclusão. Caso necessário, o RH pode fazer os ajustes necessários para fortalecer a política DEIB e torná-la mais eficiente.

Como a tecnologia pode auxiliar o RH?

A tecnologia é a ferramenta utilizada pelo RH para fazer análise e monitoramento da adoção das políticas DEIB na empresa. 

Com o apoio de recursos como o sistema de controle de ponto eletrônico, o setor tem acesso facilitado a indicadores que permitem a avaliação do impacto das medidas de diversidade no negócio. 

Indicadores como turnover, absenteísmo, taxa de retenção de talentos, produtividade, entre outras métricas, são essenciais para fazer esse tipo de análise. 

Comparando os dados desses indicadores com os períodos antes e depois da implementação de práticas alinhadas aos princípios DEIB, o setor consegue entender de forma quantitativa o impacto real dessas práticas na organização. 

Ou seja, o apoio de tecnologias avançadas, como um Registrador de Ponto Eletrônico via Programa (REP-P), é essencial para viabilizar o DEIB analytics e tornar as medidas de diversidade e inclusão mais efetivas.

Conclusão

Investir em políticas que estimulem a diversidade, a equidade e o pertencimento em empresas pode ser decisivo para o seu sucesso. 

Conforme explicado, mais do que uma questão moral e socialmente responsável, a adoção de políticas alinhadas à DEIB fortalece a imagem da empresa, melhora a atração e retenção de talentos, aumenta a produtividade, entre outros benefícios. 

Todos eles são comprovados por estudos importantes sobre o tema, reforçando a necessidade das organizações adotarem essas políticas. 

Para isso, as empresas precisam do apoio de um RH estratégico e de tecnologias que facilitem o monitoramento e a avaliação dessas práticas. Assim, a organização conseguirá criar um ambiente de trabalho mais saudável e se tornar mais competitiva no mercado.

Gostou do conteúdo? Confira outros artigos sobre gestão de empresas no blog Pontotel!

Compartilhe em suas redes!
Mais em Departamento Pessoal VER TUDO
INICIAR TOUR!