Relógio de ponto cartográfico: como funciona, desvantagens e porque modernizar!

relógio de ponto cartográfico x aplicativo pontotel

Somos TOP of Mind de RH!

Estamos entre os finalistas do prêmio Top Of Mind de RH 2021, na categoria Controle de Frequência. Agora, precisamos da sua ajuda para ir ainda mais longe e levar o prêmio. Clique aqui e vote PontoTel!

O relógio de ponto cartográfico tem um grande valor histórico. Foi a partir dele, afinal de contas, que as empresas começaram a realizar a marcação de ponto de maneira mais rápida e eficiente.

No entanto, embora ainda seja aplicado por algumas empresas, o relógio de ponto cartográfico manual não tem mais a mesma eficácia. Principalmente, por conta das soluções modernas e digitais que têm apresentado mais conveniências ao setor de RH e maior precisão em calcular a jornada de trabalho dos colaboradores.

Contudo, vale a pena entender melhor toda a estrutura e o conceito por trás do relógio de ponto cartográfico. E por isso, preparamos este artigo completo sobre o assunto. 

Nos tópicos a seguir, vamos falar tudo sobre essa ferramenta que já foi tão popular no registro e controle dos horários de entrada e saída dos profissionais. Confira os principais assuntos que abordaremos:

Siga com esta leitura, e veja como é possível modernizar o controle de ponto da sua empresa, e os motivos pelos quais esta é uma boa hora para aposentar o seu relógio de ponto cartográfico!

Relógio de ponto cartográfico: o que é?

O relógio de ponto cartográfico — também conhecido como relógio de ponto manual — é um acessório que mantém impressos os horários de entrada e saída dos funcionários por meio de um cartão de ponto (costumeiramente feito de papelão).

Isso varia conforme as regras de cada empresa e as exigências das leis trabalhistas, mas os períodos anotados tendiam a ser os seguintes:

  • Entrada e saída no período da manhã;
  • Entrada e saída no período da tarde (após o almoço, por exemplo, e encerramento do dia);
  • Entrada e saída nos períodos extras (como horas trabalhadas além do expediente).

Por anos, essa foi a única solução mantida pelo departamento pessoal das empresas. Pois trouxe autonomia para os colaboradores garantirem os registros de suas horas, cabendo ao RH, posteriormente, o cálculo de cada registro realizado.

Como funciona o relógio de ponto cartográfico? 

imagem de um ponto cartográfico antigo em preto e branco

Na prática, esse instrumento de controle de ponto é acessível e rápido de usar. Os posteriores controle e cálculo, contudo, levam mais tempo e podem causar alguns erros no preenchimento.

Isso porque, para usar o relógio de ponto cartográfico, cada funcionário tem um cartão individual em que os horários são impressos e em seguida anotados conforme o horário de entrada e saída, conforme citamos no tópico anterior.

A marcação de ponto deve seguir a sua jornada diária de trabalho, desde o momento de chegada ao expediente à saída para o intervalo da refeição e a consequente volta. Por fim, o registro diário se encerra ao final das atividades — lembrando que, pode existir o complemento para horas extras.

O relógio de ponto manual é, então, um meio de permitir ao colaborador que ele próprio marque os seus horários. Acontece que o controle, embora tenha uma necessidade manual, é preenchido com o relógio cartográfico em si, que é alimentado via energia elétrica por meio de uma tomada. E as marcações necessitam de um cartucho de tinta para imprimir o registro no cartão individual.

O que diz a legislação sobre o relógio de ponto cartográfico?

Até o uso de soluções digitais, o artigo 74 da CLT regia exclusivamente as autorizações pertinentes ao uso de equipamentos mecânicos para o registro e marcações de ponto.

Com a regulamentação dos Relógios Eletrônicos de Ponto (ou, simplesmente, REPs) a partir da portaria 1510, proposta pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), mais regras foram adicionadas ao uso dos relógios de ponto.

Em parte, por conta da transformação digital que invadiu o mercado na virada do último século. Em 2011, por exemplo, a portaria 373 trouxe consigo a flexibilização das normas existentes, exigindo uma série de regras e condições para que o relógio de ponto cartográfico pudesse ser substituído.

Com isso, a legislação passou a ser mais rígida quando alternativas de controle de ponto surgiram.

O ponto cartográfico precisa ser homologado? 

O relógio de ponto cartográfico está isento de homologação. No entanto, a partir das portarias citadas no tópico anterior, todos os relógios de ponto modernos precisam seguir as exigências das portarias e serem homologados.

Assim, empresas com o Sistema de Registro Eletrônico de Ponto (SREP) devem contar com soluções que estejam homologadas pelos órgãos reguladores do país.

Principais desvantagens do relógio de ponto cartográfico

imagem de uma pessoa segurando um papel e usando uma calculadora

Até aqui, vimos que o relógio de ponto cartográfico tem uma importância grande na história dos registros de horários dos trabalhadores. Mas, com o tempo, essa conveniência e praticidade ficaram imperceptíveis diante das conveniências das atuais soluções modernas e digitais.

Vale a pena destacar, portanto, em quais aspectos o relógio de ponto passou a não ser tão expressivamente positivo para o trabalho cotidiano de quem faz o controle e o cálculo de horas de todos os trabalhadores. Confira, abaixo, algumas das desvantagens do relógio de ponto cartográfico!

Custo com infraestrutura

Sem a possibilidade de automatizar as partes burocráticas do processo de cálculo de horas, o relógio de ponto cartográfico se torna uma atividade mais custosa e que demanda mais infraestrutura. Por exemplo:

  • Cartões de ponto individuais;
  • Mão de obra para calcular e recalcular as horas trabalhadas;
  • Local para armazenar os cartões de ponto.

Diferentemente de soluções digitais, que tornam o processo mais ágil e fácil de armazenar.

Processo demorado e manual

Imagine, atualmente, uma empresa de grande porte tendo que fazer o cálculo de horas trabalhadas manualmente?

O processo vai, no mínimo, exigir horas e horas e um trabalho lento, cheio de detalhes e passível de erros e mais erros. É essa a rotina das empresas que ainda utilizam um relógio de ponto cartográfico no seu dia a dia.

Nessa ordem, quanto maior uma empresa, maior (e mais arriscado) é o trabalho.

Aumenta chances de fraudes

Outro ponto de discussão sobre a eficácia do relógio de ponto cartográfico é a facilidade com a qual profissionais podem registrar o horário em nome de um colega, por exemplo.

Assim, o registro e o cálculo de horas não é exato, e todo o processo perde o seu propósito se mais pessoas começam a fazer a mesma coisa.

Dados em sistemas separados

Soluções manuais como o relógio de ponto cartográfico também não têm integração com outros sistemas e bancos de dados. Com isso, o cruzamento de informações permanece lento e passível de erros de preenchimento ou até mesmo de análise dos seus profissionais.

Isso vale, também, para obter outras informações valiosas, como os funcionários que mais faltaram ao longo do mês, ou que atrasaram ou mesmo aqueles que foram mais produtivos sem a necessidade de fazer horas extras.

É fácil perceber, então, que caso a sua empresa utilize um relógio de ponto mecânico, o setor de RH tem que fazer cálculos e mais cálculos a fim de obter esses outros indicadores de desempenho que ajudam a dar novos insights e a identificar carências no seu fluxo de trabalho.

Por que sua empresa deve trocar o relógio de ponto cartográfico?

Com base nas desvantagens acima mencionadas, você deve ter percebido que com um sistema de ponto mais moderno a sua empresa adquire produtividade, economia (de tempo, investimento e de recursos) e amplia as possibilidades de utilização das informações de entrada e saída dos colaboradores.

Por meio da automatização de processos burocráticos fica fácil estabelecer um trabalho ágil e preciso para que a sua empresa permaneça em constante desenvolvimento. 

Consequentemente, os funcionários do departamento de recursos humanos se tornam mais analíticos e estratégicos e não precisam mais lidar com essas tarefas repetitivas que podem ser calculadas por meio de um sistema completo de gestão e que inclua o controle de ponto entre os seus recursos e funcionalidades.

banner chega de utilizar mais de um sistema para fechamento

Como trocar ou modernizar o relógio de ponto cartográfico?

Para lidar com a modernização do seu relógio de ponto cartográfico, é importante ficar de olho em quais são as melhores soluções atuais do mercado. E, especialmente, quais delas se relacionam melhor com as suas necessidades, as características do seu negócio e os seus objetivos.

Se você precisa de ajuda para entender por onde dar o primeiro passo, acreditamos que seja, justamente, esse trabalho analítico de comparar os produtos do mercado e o que você está à procura. Entre as informações que consideramos essenciais, destacamos as seguintes:

  • Maneiras variadas para lidar com a marcação de ponto;
  • Segurança no registro e no armazenamento das informações;
  • Usabilidade da plataforma associada ao relógio de ponto digital;
  • Controle diversificado do ponto, como o cálculo de excedentes — caso das horas extras e do banco de horas;
  • Boa assistência da empresa fornecedora da solução;
  • Implantação facilitada e usabilidade intuitiva, permitindo uma transição rápida e sem imprevistos.

Com essas dicas rápidas, é fácil observar o que está sendo ofertado e como os recursos de uma plataforma digital de controle de ponto podem, realmente, agregar à sua empresa.

Qual é a melhor alternativa? 

Uma vez que a decisão de aposentar o relógio de ponto cartográfico se fez presente, é necessário ir ao mercado em busca das soluções mais usadas e populares entre empresas de diferentes portes e setores de atuação.

O ponto online, contudo, é o sistema que melhor oferece versatilidade, resultados e frutos para o futuro em curto, médio e longo prazo. Seu sistema costuma ser personalizável, com amplitude de uso e com um registro confiável, automatizado e fácil de usar.

Outros pontos que valem a menção para você que decidiu por aposentar seu relógio de ponto cartográfico:

  • Plataforma inteiramente digital;
  • Os dados são armazenados na nuvem, não existindo a necessidade de uma grande infraestrutura para a implementação da solução;
  • O custo é reduzido, também, já que as ferramentas de controle de ponto também são digitais, como um aplicativo que pode ser baixado em dispositivos diversos, como um tablet, smartphone e no computador.

Controle de ponto online para modernizar

imagem de uma tela de celular mostrando o aplicativo de ponto da pontotel

É hora de migrar para a transformação digital do seu controle de ponto. Com uma solução que pega emprestada as principais características do relógio de ponto cartográfico, você transpõe as atividades manuais para um meio rápido, eficaz e que mantém as informações seguras e todas concentradas no mesmo local.

Sem falar que isso agrega mobilidade e flexibilidade à sua empresa. Para os períodos de home office, por exemplo, um controle de ponto online é mais rápido, fácil, seguro e versátil. Seus profissionais podem registrar os horários e o controle é feito automaticamente. 

O fechamento, inclusive, é automatizado e seus profissionais só têm o trabalho de fazer a conferência. Horas de trabalho podem se converter, como já falamos, em novas oportunidades de análise e planejamento estratégico a partir do cruzamento de dados.

Também falamos o quanto isso pode agregar em redução de custos e na otimização de tempo de todos os seus colaboradores. Modernizar o seu relógio de ponto cartográfico pode parecer uma simples decisão burocrática, mas os benefícios em torno dessa transição se acumulam e despontam para diferentes direções.

Não se trata, portanto, de apenas abandonar um processo manual, mas sim de modernizar a sua empresa em múltiplas frentes para agregar mais produtividade com menos necessidade de lidar com processos mecânicos, burocráticos e repetitivos.

Conheça o melhor app de controle de ponto móvel

gif aplicativo de ponto do sistema PontoTel

A PontoTel é uma referência em controle de ponto no mercado. Para entender como ele pode substituir completamente o seu relógio de ponto cartográfico — e agregar muito mais ao seu trabalho diário —, confira alguns dos principais recursos da nossa plataforma!

Para começar: a solução da PontoTel é inteiramente on-line e o nosso aplicativo pode tratar dessa atividade de três maneiras:

  • Registro de ponto; 
  • Tratamento de ponto;
  • Gestão de ponto.

E isso pode ser feito por meio de diferentes aplicativos. No PontoTel, isso ocorre tanto por meio do app quanto pelo computador, QR Code, telefone e de outras maneiras. 

Além disso, o sistema é personalizável. Ou seja: você pode trabalhá-lo para que a marcação de ponto e a gestão dos registros ocorram de maneira mais alinhada às regras da sua convenção coletiva ou acordos coletivos.

Segurança também é um ponto forte da solução da PontoTel, que conta com 6 camadas de proteção anti-fraude. Uma solução que é, simultaneamente, ágil, eficaz, segura e versátil.

Confira outras vantagens em adotar a solução da PontoTel para substituir o seu relógio de ponto cartográfico:

  • A ferramenta vem acompanhada de um aplicativo de gestão que, por meio de sua utilização, é possível bater o ponto e também fazer o gerenciamento da jornada de trabalho de todos os seus funcionários. Isso agrega autonomia, flexibilidade e enorme capacidade de gestão para toda a sua empresa;
  • As regras de cálculo flexíveis são um dos diferenciais do PontoTel, pois a nossa solução permite a customização de regras de cálculos além de um simulador especial para a validação das horas calculadas;
  • Versatilidade de operações, tendo um sistema que calcula também as horas de trabalho noturnas, o intervalo interjornada, horas extras e muito mais.
  • As regras personalizáveis da PontoTel também se aplicam ao banco de horas e às escalas de trabalho. Ideal para empresas com múltiplas jornadas e que precisam de um auxílio de qualidade para o registro, o armazenamento e o efetivo cálculo de horas para garantir o controle de ponto;
  • Integração direta com a folha de pagamento da sua empresa. Assim, o diálogo entre os dados é feito de maneira automatizada, rápida e eficaz. Perfeito para otimizar o trabalho do financeiro e do RH, como um todo, que não vai mais precisar calcular manualmente as informações de diferentes planilhas.

Vale destacar, ainda, a compatibilidade do registro de ponto com sistemas Android e iOS, além da possibilidade de gerar relatórios com indicadores de desempenho variados. 

São mais de 30 tipos de relatórios para melhorar qualitativamente a sua gestão de pessoas e compreender o que alguns dados isolados têm a dizer sobre o clima organizacional do seu empreendimento. 

Veja como funciona o sistema de gestão e controle de ponto da PontoTel, agende uma demonstração no formulário abaixo:

controle de ponto pontotel

Conclusão

Ao longo deste post, mostramos o quanto o relógio de ponto cartográfico foi importante para o desenvolvimento de um controle de ponto nas empresas.

Contudo, as atuais necessidades e um empurrãozinho saudável feito pela transformação digital tornaram esse tipo de solução obsoleta. Existem novas soluções no mercado, e elas não apenas modernizam o processo de trabalho do setor de RH como é capaz de desenvolver significativamente o fluxo produtivo de toda a organização.

Se você tem curiosidade para saber como a PontoTel pode fazer a diferença também para o seu negócio — e ser um substituto mais do que à altura do relógio de ponto cartográfico agende uma demonstração gratuita de nossa ferramenta!

Compartilhe em suas redes!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Rolar para cima